LuzdeGaia  
 
  A MORTE NÃO EXISTE
Mensagem de Vital Frosi
03 de fevereiro de 2019
 
luz de gaia
  Amados!

A maioria de vocês que está lendo este texto, sabe que a vida não acaba com a morte do corpo físico. Por isso, alguns nem precisariam ler. Entretanto, a pedido do Comando Ashtar, é preciso replicar algumas considerações referentes ao além-túmulo, pois é, e vai ser uma das dificuldades que muitos terão a partir de agora.

Neste período de Transição Planetária, muitos eventos acontecerão simultaneamente para que a Terra possa subir os degraus que a elevam à Quinta Dimensão.

Os seres humanos que são na verdade Espíritos numa experiência de consciência envolta ao véu do esquecimento, gradativamente, deverão despertar deste longo sono da alma.

Se até aqui, a libertação desta prisão temporária num mundo material podia demorar dezenas ou centenas de Séculos, agora é chegado o momento final deste grande Ciclo, considerado ainda primário dentro do desenvolvimento dos mundos espirituais.

O homem como espécie, é matéria física. Seu habitat é adequado para a sobrevivência enquanto seu corpo completa o ciclo de vida útil, como qualquer outro animal. Seus cinco sentidos, lhes dão as possibilidades de sobrevivência e também as possibilidades de evolução como matéria.

Foi assim que a humanidade evoluiu desde os tempos tribais e anteriores à Idade da Pedra Lascada.

Mesmo pertencendo ao Reino animal, o homem compõe um subgrupo que podemos chamar de reino hominal, pois é o único que abriga um Espírito. O hominal é o invólucro material o qual um Espírito necessita para fazer o seu aperfeiçoamento num Orbe onde os Espíritos se submetem temporariamente ao Véu do esquecimento.

Esse invólucro tem finitude como qualquer outra coisa orgânica. Nasce. cresce, vive um determinado tempo e morre. A sua consciência está limitada ao corpo físico, e é nessa consciência que o homem vai fazer as experiências que o remeterá à evolução.

Há, porém, atrás do véu do esquecimento, um Espírito que precisa cumprir as regras que regem este mundo tridimensional. Mesmo em estado inconsciente, através do sexto sentido, ou seja, das intuições, o ser humano tem sempre uma voz interior que lhe dá as respostas necessárias.

Essa voz é como um guia que conduz um cego. Tenta afastar dos perigos que rondam a caminhada. Então, o sucesso ou não da caminhada, depende de cada um. Depende em dar ou não ouvidos à essa voz interior.

A necessidade da morte como é conhecida nos meios físicos, na verdade sempre foi uma necessidade da alma. O Espírito ao se desprender da matéria, sai da 3D e vai para a 4D. Nesta Dimensão superior, sem o peso da matéria, ele consegue uma parte da liberdade, o suficiente para poder avaliar a sua performance enquanto estava submetido ao véu do esquecimento. É lá que ele se arrepende dos erros e faz um novo projeto reencarnatório, a fim de "consertar" as falhas cometidas na existência anterior.

Essa Roda de Samsara, sempre existiu, desde que surgiu o hominal por aqui.

Nesta situação, o Espírito só se libertava das sucessivas encarnações, quando atingia um grau de evolução plena. Ou seja, quando conseguia finalizar uma encarnação sem nenhuma pendência ética ou moral. Gosto de comparar esta parte como uma escola primária: só vai para o Segundo Grau aquele que aprendeu todas as lições do Curso Primário.

Agora, esta Escola Primária vai deixar de ministrar este curso e passará para um nível logo acima, ou seja, o Segundo Grau.

Os "alunos" quase prontos, estão recebendo todas as oportunidades para que possam ingressar nesta Nova Escola (Nova Terra). Já os que não querem fazer este esforço ou aqueles que não têm a mínima chance de conseguir, obviamente terão que completar o aprendizado em outra Escola que ainda ministre tais lições. A isto se chama TRANSIÇÃO PLANETÁRIA.

Nos próximos textos, darei continuidade ao tema, pois irei colocar aqui, preferencialmente o que difere no além-túmulo neste momento de Transição. Esta é a parte que se refere o Comando Ashtar quando nos é solicitado que se passe o máximo de instruções possíveis, a fim de facilitar o trabalho na triagem após o desenlace do Espírito. Como diz a mensagem passada anteriormente, a falta de conhecimento daquilo que acontece no além-túmulo, além de dificultar o trabalho de socorro e auxílio das Amparadores Espirituais, é também o que causa a maior cota de dor ao Espírito recém desencarnado.

Você que está lendo este texto, também está sendo chamado ao trabalho de orientação. Não se preocupe com o quanto podes contribuir! Todos nós sempre temos algo a oferecer, uns mais outros menos, mas todos, impreterivelmente, têm uma missão neste momento ímpar ao qual a Terra está passando. Tudo deve ser espontâneo; quer seja no auxílio, quer seja para quem vai ser auxiliado. Por isso, não deves forçar. APENAS SEJA! Seja solícito! E não dê importância aos comentários desastrosos da parte daqueles que querem continuar de olhos fechados. Esses, pagarão o preço da sua própria ignorância.

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Bom dia!


 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Vital Frosi
https://www.facebook.com/vital.frosi
 
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
II Topo da Pagina II - II Voltar Menu Vital Frosi II - II Voltar Home II