Perspectiva Pleiadiana da Ascensão - Livro IV
VIDA NA NOVA TERRA - PARTE 1
MÃE GAIA
Por Suzanne Lie PhD
Em 28 de outubro de 2013
 
  MYTRIAN FALA:

Quando nos foi dito para entrar em nosso centro, algo desengatilhou dentro de nós.

Espontaneamente, sem mesmo uma intenção de nossa parte, os dois componentes de Mytria/Sandy e Mytre/Jason combinaram-se em um ser que soubemos que se chamava Mytrian.

Nós mal nos acostumáramos à fusão de Sandy/Mytria e Jason/Mytria quando repentinamente transmutamos para Mytrian.

Mytre e Mytria tiveram uma experiência similar quando nós/eles estávamos fluindo com o Arcturiano como espirais de luz.

Eles também se fundiram em seu Complemento Divino.

Mas a adição da consciência de Jason e Sandy tornou esta fusão única.

Soubemos interiormente que muitas mudanças e alterações aconteciam sempre que uma nova expressão de nosso estado de ser fundia-se novamente no UM de nosso EU Multidimensional.

Nossa fusão em Mytrian foi única até para Mytre e Mytria porque ela ocorreu sem a orientação do Arcturiano ou dentro da segurança do Templo Violeta.

E também, estávamos sem forma quando nossa fusão para a Unidade maior ocorreu.

Felizmente, apesar de estarmos sem forma, nós sentimos a transição imediatamente.

Antes nós éramos dois seres de consciência pura que girávamos e nos entrelaçávamos um com o outro.

Agora, nós éramos um estado de consciência pura com uma vasta ciência das inúmeras expressões multidimensionais do EU.

Cada uma dessas expressões se entrelaçava e girava uma pela outra enquanto também mantinha um código de acesso distinto.

Este código de acesso era uma frequência de luz pela qual se podia entrar e experimentar essa expressão.

Nós nos demos conta de que cada uma dessas inúmeras realidades do EU permaneciam "online" infinitamente com um número possível infinito de "corpo/forma" que podíamos penetrar para experimentar essa realidade específica.

Todas essas realidades como também muitas que nós ainda não identificáramos, existiam dentro do fluxo do UM bem parecidas com gotas de água existindo em um oceano.

Essas realidades eram identificadas por um determinado "sentir".

Nós instintivamente sabíamos que esse sentimento/emoção identificaria o código de luz/pensamento.

Então, quando reuníssemos o sentimento e o pensamento, nós entraríamos nessa realidade.

Nós estávamos tentados a visitar algumas dessas inúmeras realidades, mas nos demos conta de que a criança Gaia precisava ser encontrada.

Entrar no nosso centro ficou mais concebível quando nós mantivemos UMA consciência.

Entretanto, ainda estávamos sem forma, então precisávamos entrar no centro de nossa consciência.

Nós sabíamos que esse centro tinha alguma coisa a ver com nossa fusão em Mytrian e nosso novo conhecimento dos códigos de luz.

Se cada realidade tinha um código de luz, então Mytrian também devia ter um código de luz.

Talvez pudéssemos reconhecer o código de luz para Mytrian e também para a realidade emergente que estava sem forma tal como nós.

Talvez fosse mais fácil primeiro sentir esse código.

Focalizamo-nos em nossos sentimentos: descobrimos uma estranha mistura de iluminação e confusão.

Sim, a confusão seria a contribuição de Jason e Sandy.

Nós percebemos que precisávamos enviar amor incondicional aos recém-chegados ao nosso EU Multidimensional.

Felizmente, nossa essência arcturiana respondeu imediatamente por recepcionar Jason e Sandy com uma onda de amor incondicional.

Este amor incondicional reuniu totalmente Sandy e Jason ao nosso EU e criou uma imensa amplificação de nossa emanação multidimensional.

O que nós uma vez observamos como uma pequena luz cintilante como nossa única "forma", agora era uma luz enorme que estava tão mesclada com esta nova realidade que nosso centro e o centro deste mundo emergente eram UM.

Neste ponto as nossas novas expressões de Jason e Sandy tornaram-se muito úteis.

Eles ainda se lembravam da experiência de "ser" uma forma.

Então, eles puderam nos lembrar de "voltarmos nossa atenção para olharmos dentro".

Esta mudança de atitude nos proporcionou o sentimento de centralização e o pensamento de "encontrar o centro".

Instantaneamente, nós estávamos dentro do que parecia ser um cristal imenso.

Na realidade, nós éramos um cristal enorme, e soubemos que este cristal era a Semente de Gaia.

Não consideráramos que um cristal poderia ser uma semente, mas quando o sentimos crescer e mudar ao nosso redor, nós entendemos completamente o conceito.

Tal como uma semente primeiramente enterra suas raízes e então cria dois pequenos brotos, este cristal estava incorporado ao formato físico do corpo terreno de Gaia.

Olhamos para cima para ver os brotos do cristal e vimos a criança Gaia galgando o enorme cristal em preparação para seu nascimento em Terra pentadimensional.

Nós podíamos ver a criança dentro do cristal, ouvir suas risadas e sentir a forte energia protetora de Mãe Gaia.

Mas onde estava essa Mãe? - nós nos perguntamos.

Estou dentro de vocês, disse Mãe Gaia.

Visto que estão dentro do meu centro de cristal, vocês também são eu.

Além disso, dentro do meu centro está o centro da Nova Terra que sempre ressoou aos mundos atemporais.

Muitos de meus humanoides têm dificuldade para entender como a Nova Terra pode estar nascendo dentro do mesmo AGORA em que ela sempre existiu.

Felizmente, meu reino vegetal e o animal estão livres do tempo e separação.

Então, com facilidade entendem que os campos de energia multidimensional de TODAS as realidades se combinam e misturam com aquele ainda ligado à Matriz 3D limitada pelo tempo.

Nós observamos quando a criança Gaia deslizou para o centro do cristal semente e para o abraço de Mãe Gaia.

Queridos humanos, continuou Mãe Gaia.

Eu lhes peço para protegerem e cuidarem de minha filha.

Eu, Mãe Terra, mantive minha forma planetária por mais tempo do que vocês poderiam imaginar e anseio por minha expressão como um Sol.

Sim, tal como vocês têm uma forma superior de um corpo de luz, eu tenho uma forma superior de um Sol.

Sol, a Estrela de nosso sistema solar que tem sido meu lar por milhões de anos, anseia para voltar para sua forma como um Sol central.

Então o nosso Sol Central do Sistema Pleiadiano tornar-se á um Grande Sol Central.

Vocês veem, queridos humanos, vocês não são os únicos seres que desejam expandir sua expressão de EU.

Na verdade, haverá um Agora em que vocês desejarão se expressar como um planeta.

Na verdade, a Nova Terra que vocês estão criando (e também retornando a ela) é uma expressão maior do seu EU.

Estas são as razões para eu ter criado uma versão infantil de mim.

Eu, Mãe Gaia, fui designada a proporcionar uma realidade em que o formato ligado ao tempo de separação e polaridade poderia ser experimentado.

Por outro lado, minha filha proporcionará uma realidade baseada no formato atemporal de união e unidade.

Esta experiência pentadimensional de unidade com toda a vida dentro do AGORA do UM inclui não somente minha prole, mas também todos os galácticos humanoides e não humanoides e os celestiais que compartilharão da aventura de "ser um planeta".

Com as palavras de Mãe Gaia, o bebê Gaia pulou do colo de sua mãe e apressadamente subiu pelo enorme cristal semente.

Sigam-na, gritou Mãe Gaia.

Por favor, protejam e ajudem-na a incorporar seu Conceito Divino.

Eu devo ficar aqui no centro para manter meu planeta transmutando em forma por quanto tempo for necessário para meus habitantes integrarem-se às suas expressões superiores.

Enquanto olhávamos para cima vendo a filha de Mãe Gaia subindo rapidamente o cristal semente, sentimos a grande fadiga dentro da Mãe.

Ao invés de seguirmos a jovem Gaia, nós combinamos nossa consciência com a Mãe.

Querida Mãe, nós dissemos, nós percebemos que você precisa de assistência também.

Nós sabemos como seus humanos trataram mal você.

Mãe Gaia gesticulou para irmos e disse:

Não, eu estou bem.

Tal como meus vegetais, animais e humanos têm dificuldade para integrar a luz superior de nosso Centro Galáctico, eu também sofro de grande fadiga.

Eu não posso seguir minha filha para a próxima realidade, pois eu devo curar meus ferimentos tal como meus humanos devem curar os deles.

Sigam minha filha e cuidem dela como se ela fosse sua.

Pois, na verdade, ela é.

Com as últimas palavras de Gaia, nós descobrimos que sua exaustão parcialmente era porque ela havia nos proporcionado uma forma.

Nós não éramos físicos, mas não éramos ainda totalmente um corpo de luz.

Então, nós ressoávamos à quarta dimensão superior.

Então, com uma onda de amor incondicional e luz multidimensional Mãe Gaia nos liberou do cristal semente e enviou para uma caverna enorme cheia de luz.

Nós sabíamos que ainda estávamos dentro do corpo da Terra, mas o amor e luz de Gaia acelerou nossa forma para a frequência limiar da quinta dimensão.

Nossa forma de luz, pois nós ainda estávamos dentro da nossa presença unificada de Mytrian, lentamente foi se adaptando às frequências mais altas de percepção.

No começo, a caverna era uma gruta vazia cheia de luz e uma enorme massa de água.

Entretanto, quando calibramos nossas percepções à quinta dimensão, nós pudemos ver muitos seres humanoides ao nosso redor e enviando-nos amor curativo.

Esses seres eram humanoides, pois tinham dois braços, duas pernas, um tronco e uma cabeça.

Entretanto, de todos os outros modos, eles pareciam muito diferente dos humanos que nosso eu Sandy/Jason conheceram na Terra tridimensional.

Por uma coisa, eles eram muito altos, talvez com 3 a 3,5 metros.

Mas, para nossa surpresa, quando eles perceberam que sua altura era meio alarmante para nós, eles imediatamente se ajustaram para ter uma altura igual à nossa.

Outra coisa é que podíamos ver através deles, mas eles também pareciam ser sólidos.

E também, suas cabeças eram muito maiores do que as dos humanos que conhecêramos.

Imediatamente percebemos que o crânio maior era necessário para alojar um cérebro muito maior.

Na verdade, o cérebro deles parecia fluir além do crânio e fluir da cabeça como uma nuvem de luz.

Nós percebemos que quando eles comungavam uns com os outros de uma forma telepática, suas mentes emitiam campos visíveis de energia conectando todos do grupo.

Apesar de usarem formas separadas, suas mentes e suas auras interfaceavam umas com as outras.

Quando um ser que sabíamos que devia ser um líder devido a sua aura enorme, ressonância de poder puro, vasta sabedoria e amor incondicional, de repente se projetou na nossa frente, todos eles voltaram à suas formas maiores.

Entretanto, o "líder" parecia ser o centro do campo de energia de comunicação que circulava por todo o grupo.

Bem-vindos, disse o líder em nosso coração.

Vemos que vocês vieram do Centro da Mãe.

Por favor, juntem-se a nós, pois nós compartilhamos nosso mundo.

Com a segurança de que aceitaríamos a oferta, o líder virou-se e flutuou, pois não se caminhava, pela grande massa de água.

Nós seguimos o líder e o resto do grupo flutuou atrás de nós.
 
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII