NAVE MÃE, MYTRE & KEPIER - PARTE 5
VISITAS NOTURNAS
Por Suzanne Lie PhD
Em 25 de novembro de 2012
 
 
O meu dia seguinte começou muito cedo, pois eu recebi uma mensagem para me encontrar com o Arcturiano o mais rápido que eu pudesse.

A comunicação parecia importante, então eu imediatamente me vesti e fui para o nosso encontro.

Nós nos encontramos, como sempre, na Holosuite, pois era um ótimo lugar para aprender com a prática.

Quando eu cheguei, o Arcturiano já tinha acionado o Programa de Natureza e estava sentado na cachoeira, e convidou-me para me juntar a ele.

Minhas instruções começaram assim que me sentei.

Querido Mytre, em preparação para sua comunicação com muitos povos e civilizações diferentes, nós desejamos conversar com você sobre a expansão de suas habilidades telepáticas.

Você está indo muito bem com sua comunicação telepática conosco e com Kepier.

Mas quando você é o único que pode se comunicar telepaticamente, torna-se uma tarefa muito mais difícil.

Portanto, desejamos repassar parte do que nós já lhe ensinamos para formar uma base sólida para uma discussão mais avançada sobre comunicação interdimensional.

Toda telepatia não será interdimensional, mas muitas de suas comunicações subsequentes serão com Seres ou de uma frequência superior ou de uma frequência inferior de ressonância.

Começaremos nossa instrução dando-lhe mais informação referente à comunicação com seu Coração/Mente.

Queremos lhe falar mais sobre seu Coração/Mente.

Sim, o Coração/Mente é uma combinação do seu coração e da sua mente, mas ele é muito mais.

Verdadeiramente, seu Coração/Mente é seu Coração Superior, que tem a capacidade de receber todas as frequências de luz de qualquer padrão.

Então, seu Coração Superior pode pensar: o que é um processo de tradução dos padrões de luz para uma forma de linguagem.

Seu Coração Superior também pode amar incondicionalmente porque o amor incondicional está entre as frequências mais altas da luz.

Suas encarnações em mundos inferiores o levaram ao hábito de acreditar que seus pensamentos e emoções são separados.

Esta crença é falsa, pois tanto os pensamentos como as emoções são padrões de luz que são interpretados de uma maneira diferente.

Os pensamentos são interpretados por como os padrões de luz interagem uns com os outros.

Por outro lado, as emoções são interpretadas por como os padrões de luz interagem com qualquer forma que você estiver usando.

Se alguém está isento de toda forma, não há verdadeiramente diferença alguma entre pensamentos e emoções, todos eles são padrões de luz.

Nossa ressonância é a onda transportadora para os padrões de luz que enviamos.

Então, quando nós enviamos padrões de luz para a sua consciência, nós combinamos nossa ressonância com a sua.

A fusão de nossos campos de energia, que é todos os padrões de luz que nós enviamos para você, entra na sua Glândula Pineal, que compartilha os padrões de luz com seu Coração Superior para serem traduzidos.

O componente de informação é o que você recebe como emoções.

Quando você separa os pensamentos das emoções dessa maneira, você perde muito da informação.

Por outro lado, seu Coração/Mente é capaz de manter a interação de pensamentos e imagens para criar uma mensagem mais expandida.

É por isso que lhe pedimos para meditar e liberar lembranças de medo, pois o medo distorce as nossas mensagens.

A frequência de qualquer forma de medo restringe sua banda de recepção, eliminando os picos altos e baixos da informação.

Por exemplo: nós podemos lhe enviar a imagem de uma árvore.

Porém, se você tiver medo quando receber essa imagem, o topo da árvore pode ser eliminado e também os sistemas de raízes profundas.

Então, qualquer informação sobre a força de vida do novo crescimento da árvore ou a saúde de suas raízes não seria transmitida.

Quando você se entregar às emoções de medo, ao invés de bloquear ou limitá-las, você pode perceber a emoção com seu Coração/Mente.

Então seu Coração/Mente pode captar toda a informação contida nessa emoção.

Lembrem-se: emoções são meramente uma forma de comunicação.

As emoções de medo lhe dizem que não é seguro ser receptivo aos campos de energia entrantes.

Mas você não quer limitar sua capacidade de receber comunicações completas do seu EU por causa de eventos que não estão mais em sua vida.

Esses eventos emocionais "passados" permanecem como um "tecido cicatrizado" na sua rede neural receptiva.

Portanto, mesmo quando há uma mensagem cheia de amor, o tecido cicatrizado distorcerá a mensagem amorosa.

Esta distorção pode fazer você interpretar erroneamente uma emoção amorosa como uma emoção de medo.

Por exemplo: você teve muitas privações no passado que você ainda carrega em sua consciência.

É vital que você libere essas lembranças e também o tecido cicatrizado que elas criaram.

Desde que você é o criador da sua realidade, você tem a habilidade de escolher liberar essas lembranças antigas.

Então peça para a sua Glândula Timo do Coração Superior para curar essa área da sua forma e também sua rede neural.

Desta maneira, o medo do passado é liberado e você é capaz de receber uma banda de frequência mais ampla da mensagem que nós lhe enviamos.

E também você estará se comunicando com os Galácticos e os Celestiais que não usam qualquer forma de linguagem que não seja a projeção telepática.

Por outro lado, você estará se comunicando com os em ascensão que têm pouca ou nenhuma experiência com a comunicação imagética.

Portanto, você será chamado para expandir suas habilidades de comunicação para abranger ambas as frequências, superior e inferior, de realidade.

Sua capacidade de permanecer confiante e calmo é importante quando você está assistindo aqueles que não estão acostumados à comunicação telepática.

A comunicação telepática é recebida pela compatibilização do seu estado de consciência com o daquele com quem você está se comunicando.

Assim, você pode precisar manter estados mais altos ou mais baixos de consciência por mais tempo do que você está acostumado.

São muitos os que nos visitam durante seu estado de sonho.

Gostaríamos que você praticasse suas habilidades telepáticas com esses visitantes.

Esta experiência ajudará você enquanto você também os ajuda.

Kepier irá se unir a você muito em breve.

Se tiver quaisquer perguntas, por favor, chame-nos telepaticamente.

O Arcturiano imediatamente se projetou como se ele tivesse que atender alguma coisa importante e deixou para eu desligar o holograma.

Após ter desligado, fui para a Sala de Refeições para tomar um café da manhã antes de começar minha nova atribuição.

Não me surpreendi ao ver que Kepier estava lá me esperando com uma xícara de chá quente.

Vejo que você sabia que eu viria. - Eu disse com um sorriso. Você estava conversando com o Arcturiano no mesmo momento que eu, não estava?

Sim. - ela respondeu. Outra vez estamos recebendo uma aula através de nossa experiência. Eu creio que estamos prontos para participar de mais de uma realidade por vez. O que você acha?

Parece sim uma aula. - eu concordei. Você acha que devemos permanecer nesta versão de nosso EU enquanto entramos no Reino Astral tetradimensional para assistir os que estão em estado de sonho?

Eu estava pensando na mesma coisa. Os visitantes estão experimentando as duas realidades: dormir em sua cama e também a experiência em que estão visitando a Nave. Faria sentido que nós dois também deveríamos viver duas realidades.

Kepier e eu continuamos nossa discussão enquanto tomávamos nosso café da manhã, então caminhamos juntos para o Centro de Visitantes.

Os visitantes que vinham até nós em estado de sonho normalmente chegavam à contraparte tetradimensional do Centro de Visitantes.

Este Centro ressoava a uma frequência inferior do que a Nave: então, ele está localizado na aura da Nave.

Os visitantes vinham para esta área até aprender como expandir sua consciência para a quinta dimensão e assim pudessem visitar o corpo real da Nave.

Uma das tarefas de Kepier e minha seria assistir esses visitantes a liberar seu apego à baixa ressonância e elevar sua consciência para a quinta dimensão.

Assim que sua consciência ressoasse a essa frequência, nós poderíamos assisti-los na criação de uma forma em que eles poderiam visitar as frequências mais altas da Nave.

Esta expansão da consciência deles era exatamente como a ascensão.

Portanto, eles não vinham apenas visitar a Nave, mas também para praticar a transferência de sua consciência para um recipiente/corpo pentadimensional.

Assim que eles estivessem usando a forma de frequência pentadimensional, eles poderiam perceber a Nave ao seu redor.

Alguns visitantes entravam na Sala de Restauração, mas essa transição de consciência não era igual à realizada através da Cadeira de Restauração.

Encontrar-se na quarta dimensão para aprender como elevar sua própria ressonância era uma lição vital para seu processo de ascensão.

Também era importante ser capaz de elevar sua própria ressonância para que pudessem experimentar mais claramente nossas Aterrissagens.

A única correlação entre o "tempo" na Nave e na Terra era que a Nave Mãe podia se correlacionar ao Tempo Terreno.

Portanto, nós não fazíamos ideia de quando essas Aterrissagens começariam da perspectiva do tempo da Terra.

Em nossa percepção de realidade, nós já estamos em contato com as expressões de muitos Seres Terrenos.

Cabia a esses Seres encontrar uma forma de despertar seu eu dimensionalmente inferior e sua realidade.

Nós podíamos facilmente perceber a Onda de Energia de Ascensão e estávamos assistindo os em ascensão a senti-la também.

Claro, existem inúmeras realidades possíveis e muitos dos em ascensão escolherá realidades de ascensão diferentes.

E também, conforme os em ascensão se lembrarem de como viver simultaneamente em mais do que uma realidade, eles poderão ter diversas experiências de ascensão.

Visto que o Tempo da Terra não estava fora de sincronismo com o AGORA da Nave, nós recebíamos visitantes de muitas realidades e linhas temporais diferentes.

Kepier e eu saímos da Sala de Refeições e nos projetamos diretamente ao Centro de Visitantes.

Nós utilizamos nosso campo de energia reunido para criar uma segunda realidade na aura tetradimensional da Nave, enquanto que mantivemos nossas expressões pentadimensionais no Centro pentadimensional de Visitantes da Nave.

Assim que chegamos, cada um por si, saímos em busca daqueles que precisavam de assistência.

Ao caminhar pelas formas tipo fantasmagóricas dos corpos noturnos, eu entendi por que o Arcturiano me informou completamente sobre a telepatia.

Conforme eu projetava telepaticamente que eu estava ali para assisti-los, eu percebi que muitas das formas adormecidas não estavam preparadas para comunicação.

Mas uns poucos vieram em minha direção.

Diferente dos outros, eles pareciam conseguir me ver e percebiam que eu podia ajudá-los.

Após uns poucos desses "adormecidos despertos" reunirem-se ao meu redor, mais entraram no círculo, e então mais ainda.

Esses visitantes eram principalmente da Terra e eles eram de todos os países, culturas, idades e status social.

Claro, as crianças eram as primeiras a entender minha telepatia e elas começavam a ajudar os adultos.

Eu pude ver que iria gostar muito desta tarefa.

Eu nunca havia conhecido Terráqueos.

Quer dizer, não podia me lembrar de conhecer Terráqueos.

Por outro lado, eu ainda não estava consciente de muitas das minhas expressões de EU.

Os Terráqueos pareciam ansiosos para aprender e estar preparados para mudar seu mundo.

Entretanto, eu não podia responder adequadamente à pergunta mais feita:

Vou me lembrar deste encontro quando eu acordar?
 
 
 
----.....---==II==----.....----
 
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
Gostou! Indique para seus amigos.
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII