REAÇÃO AO SUPERSUBCONSCIENTE
Por Suzanne Lie PhD
Em 10 de outubro de 2012
 
 
SER UM ANIMAL

Acordei esta manhã com uma profunda sensação de calma e integração com toda a vida.
Eu queria poder dizer que sempre me sinto assim, mas este não é o caso.

O campo de energia vindo em nossa direção este mês parece um Tsunami Cósmico.
Posso vê-lo em meu Terceiro Olho e senti-lo em meu Plexo Solar.

Até agora, meu Coração e Coração Superior ainda não se engajaram o bastante para eu sentir a paz que sinto após escrever sobre "Ser meu Animal".

Eu tive que dormir no conceito de entrar no meu Supersubconsciente e Ser meu Animal.

Quando eu estava "no meu animal", eu não precisava entender porque eu podia aceitar. Eu não o aceitava porque eu sabia. Eu aceitava porque ERA.

Ser capaz de aceitar porque É!
Este é um conceito que está fluindo pelo meu corpo e infiltrando no meu Coração.
Não tenho palavras para esta sensação, exceto CALMA.

Calma, a única palavra para meu vocabulário ultimamente, enquanto o Tsunami Cósmico - também meu ego humano - tem me mantido dentro e fora de uma comoção emocional e mental.

Sinto que há tantas mudanças, mas não posso vê-las, ouvi-las, tocá-las ou até experimentá-las na minha vida cotidiana. Assim, eu AJO para FAZER acontecer seja lá o que for.

Agora, como meu eu animal, eu posso esperar pacientemente!

Pacientemente, não consigo me lembrar de que aceitei esse conceito.
Tenho operado no urgente, apressada e à beira do desesperadamente.

Agora, após dormir com o conceito de "ser meu animal", eu posso acrescentar o novo conceito de calmamente.

Esta calma é uma experiência de relaxamento mental.

Não creio ter percebido até agora quanto eu tenho pensado em cada segundo de minha vida desperta.

Na comoção para a pressa e ascensão, eu parecia ter me esquecido da minha habilidade mais primitiva e também mais útil de apenas SER.

SER um cão olhando pela janela, SER um gato deitado no computador e SER um animal humano que eu, meu EU, estou atualmente habitando.

Passei tanto tempo da minha já longa vida desgostando de meu corpo.
Quando criança, meu corpo me impedia de estar com as Fadas.
Quando adolescente, ele não parecia bom o bastante.
Quando adulta, ele ficou cansado demais e nunca podia acompanhar minha mente.

Sempre eu julguei a própria forma que me permitia participar deste grande momento da Ascensão Planetária.

Agora, enquanto estou em meu animal ao invés de minha mente, posso perceber as energias iminentes como algo que É.

Tal como os animais FICAM molhados pela chuva, sem fazer esforço para "se proteger", eu posso ser absorvida na Energia de Ascensão sem ter de FAZER nada.

Sinto uma parte de mim impaciente, pronta para escapulir para alguma coisa importante que deve ser feita agora.

Por outro lado, eu aceito que o que eu FAÇO não é importante comparado com quem eu SOU.

É hora de eu aceitar o TODO de mim.

Este EU abrange a comoção mental, o ego ferido, o coração ansioso e o EU animal que contém toda esta informação de uma maneira calma e centrada.

Enquanto estou SENDO meu animal, eu posso experimentar melhor SER o planeta.

Minha audição é mais apurada e minha visão menos necessária porque eu posso SENTIR meu ambiente.

Eu posso sentir meu corpo sem análise ou alteração.
Meu corpo, meu animal, apenas É.
Eu apenas SOU.

Este conceito esvazia minha mente e abre meu coração.

Quando abro meu coração, eu me lembro de respirar. Sim, de realmente dar uma inspirada profunda da vida e permitir absorvê-la para a minha forma.

Meu eu animal me disse como manobrar o Tsunami Cósmico.
Eu o absorvo, pouco a pouco, em cada respiração minha.

Quando me travo na mente, o que acontece com frequência demais, eu engato meu programa 3D de lutar, lutar, fazer, fazer.

Por outro lado, enquanto estou sendo meu animal, eu posso apenas estar calma e permitir as frequências superiores recaírem em minha forma e infiltrarem por minha pele.

Eu não preciso usar essas energias, porque elas me usam.
Essas energias de alta frequência não são para eu controlar.

Essas energias estão aqui para silenciosamente orientar para Casa minha mente calma e centrada e meu coração aberto.

Portanto, eu espero!
Esperar não é algo em que eu seja boa.
Paciência não é uma de minhas virtudes.
Porém meu eu animal simplesmente aceita.
Assim, espera e paciência nem são um conceito.

Quando estou vivendo no AGORA, como estou neste momento, eu ESTOU aceitando.
Começo a perceber como ainda estou muito ligada ao meu conceito 3D de realidade.

Estou surpresa por descobrir como a maior transição de todas as minhas encarnações começa por sendo a simplicidade de meu animal.

Meu eu animal não está fazendo, nem esperando, nem aprendendo e nem tentando.
Meu eu animal É.

Desejo também compartilhar o primeiro e-mail que abri hoje.
Ele diz o que acabo de dizer, mas de um modo diferente.


Oi, Sue

Ontem à noite em sonho eu me vi confinado numa nave espacial pequena e apertada lançando-se para o mais profundo e escuro espaço.

Eu viajei tão longe que perdi toda comunicação com a Nave Mãe.

Imagine o pânico e a ansiedade que isto poderia gerar.
Imagine a ideia de percorrer o mais profundo e escuro espaço por minha conta.

Esta é a tarefa com que concordamos e esta é a ilusão que está presentemente chegando ao fim para muitos.

Nós somos pioneiros explorando o ponto mais longínquo desta fronteira evolucionária.

É hora de nos lembrarmos de nosso instinto a laser, que é o nosso saber interior para que possamos focar em nossa direção pré-destinada.

Nossa primeira jornada na 3D foi como espermas.
Nosso instinto e saber eram tão fortes que nos trouxeram até este ponto.

Nós fertilizamos o ovo. Somos todos vitoriosos. Infringimos todas as probabilidades apenas para estar aqui lendo isto. Leva tempo comemorar esta realização.

E então nos focarmos no trabalho e nos sintonizarmos no nosso sistema de orientação a laser interior. Confiarmos 100% nele.

Estamos perto... mas este novo estágio da jornada necessitará de toda a nossa atenção perceptiva. Sintonizar. Meditar. Aprender a ouvir e agir com nosso instinto.

Precisamos confiar em nossos sistemas de orientação interna. Estar atentos quando somos distraídos pelas demandas do ego. Aprender a viver como um ser multidimensional.

Agora é hora de sentar ou deitar silenciosamente e ser a ponte que conecta a mente pensante e o coração sensível.

Sintonizem-se em seu eu multidimensional e preparem-se para receber as energias 5D nesta realidade 3D. Vocês são a ponte do céu na terra.

Chegou a hora... a hora é agora. Estejam centrados no amor e sejam orientados pela luz, meus amigos.

Quando nos sentimos desafiados, é a nossa capacidade de reação para experimentar completamente tudo que está acontecendo em nossa vida. Isto é cura.

Como Mumford e Filhos dizem: nesta hora do lusco-fusco nossas escolhas selam nosso destino.

Paz e amor,
Scott
 
----.....---==II==----.....----
 
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
Gostou! Indique para seus amigos.
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII