QUAL REALIDADE É A REALIDADE REAL?
Por Suzanne Lie PhD
Em 25 de setembro de 2015
luzdegaia
Os Arcturianos querem que eu ouça o que eles me dizem, traduza e envie para vocês. Eles estão nos mostrando como vamos compartilhar tudo que aprendemos. É assim que as mensagens são emitidas para a nossa realidade em expansão. Primeiro nós recebemos e então compartilhamos. Desta maneira, nós cumprimos a missão que escolhemos antes de assumir este vaso terreno.

Enquanto completamos o que nós nos voluntariamos a fazer antes de assumir esta forma, nós nos lembraremos de como transmutar nossa consciência para que possamos estar totalmente conscientes de nossas frequências mais altas enquanto ainda usando nosso vaso terreno. Desta maneira, todas as nossas “questões 3D” que já nos causaram dificuldades transmutam em sua expressão dimensionalmente superior. Sim, até nossas questões são “multidimensionais”.

Assim que reconhecemos que é o AGORA de liberar quaisquer “questões antigas”, nós podemos enviar a elas Amor Incondicional e chamejá-las com o Fogo Violeta. Nós também percebemos que essas “questões” são inúmeras formas-pensamento, lembranças, odores e imagens que estavam armazenados em nossa mente inconsciente. Quando estamos preparados para “liberar” nossas questões, elas começam a surgir em nossa vida diária.

É então que nós ficamos conscientes do que tem impedido de sermos nossa expressão do eu mais pura. As “questões” na verdade são lembranças do nosso eu. Algumas dessas lembranças são desta realidade e algumas delas são de outras realidades.

Seja como for, todas elas são reveladas AGORA porque nós nos voluntariamos para mudar nossa percepção do EU para nossa consciência pentadimensional. O processo de passarmos para a nossa consciência pentadimensional é parecido com pular em um trampolim. No início não podemos pular muito alto.

Mas, conforme criamos o impulso, nós subimos um pouco mais, descemos um pouco mais, mais alto e então mais baixo. Deste modo, nós vamos mais alto nos estados superiores de consciência para ter essas experiências maravilhosas. Mas então, nós descemos novamente para a nossa consciência base, ela está mais baixa porque expandimos nosso alcance perceptivo.

Por SUBIRMOS para o nosso eu tetra/pentadimensional nós estamos nos lembrando de nossos eus tri e tetradimensionais de uma perspectiva superior. Dessa perspectiva mais alta e mais imparcial estamos vendo todas as nossas encarnações como realidades paralelas, alternativas e simultâneas nesta linha temporal ou em outras linhas temporais.

De nossa perspectiva superior, nós também podemos observar todos os campos de energia que deixamos na Terra que ainda estão flutuando ao redor das áreas de habitat tri e tetradimensionais de Gaia. Desta perspectiva superior nós também podemos observar como nossos pensamentos e emoções têm muito poder.

Para todos nós está bem claro que nossa consciência está expandindo porque estamos percebendo a realidade de uma maneira diferente do que percebemos em qualquer encarnação, não importando quantas vidas nós tivemos em um vaso terreno 3D. Portanto, nós sabemos que algo único está acontecendo neste AGORA.

Aqueles de nós que somos os primeiros a perceber que esta vida é muito única e especial são os que se voluntariaram para serem os despertadores. Nós nos voluntariamos a despertar quantas pessoas que pudermos. Nós escolhemos servir como o Príncipe da Bela Adormecida no que tange a enviar nosso “beijo” de amor incondicional para outros.

Porque experimentamos o “beijo de amor” de nosso próprio EU Superior, nosso eu físico é capaz de ir além do conceito de terceira/quarta dimensão e entrar na frequência onde NÃO há distância entre “aqui e ali” e NÃO há distância entre Céu e Terra, você e eu ou pessoa e planeta.

Onde não há distância “intermediária” não há separação. Visto que sabemos que não há separação, nós sabemos que não há vida ou morte. Somente há criação. Na conscientização de nosso grande poder de “criação” é onde entra a nossa maior responsabilidade.

E se todos nós SOUBÉSSEMOS que nós realmente criamos todas as partes de nossa vida?
Como nossas vidas mudariam?
Nós amaríamos incondicionalmente nossas criações ou nós as julgaríamos?

Para garantir que nós não nos julguemos, precisamos nos lembrar de nos dar Amor Incondicional e Fogo Violeta. Isto é, nós dizemos ao nosso eu: “Eu Amo Incondicionalmente o meu eu e o banho na glória do Fogo Violeta”.

Com essa mensagem contínua para nós mesmos, nós seremos capazes de lembrar que todas as lembranças nos oferecem a oportunidade de transmutar nossa vida, nossa realidade e todas as nossas criações. Em todos os momentos nós temos uma chance para transmutar todas as formas-pensamento que já emitimos em todas as nossas encarnações.

Essas encarnações poderiam ser em nossa terceira e/ou quarta dimensão. Mas, antes de podermos lembrar totalmente o nosso eu, nós precisamos nos lembrar de como NÓS, como o nosso eu multidimensional, se voluntariou para assumir um vaso terreno para assistir Mãe Gaia.

Com essa conscientização nossa consciência expande cada vez mais para a quinta dimensão onde NÃO há separação e NÃO há julgamento. Na quinta dimensão nem há qualquer julgamento sobre se esta foi uma vida boa ou uma vida ruim. De nossa perspectiva superior, estamos cientes de que todas as nossas vidas 3D são hologramas que nós criamos, nós jogamos, nós perdemos ou nós ganhamos.

É o AGORA para nós nos Amarmos por jogar nesse holograma, percebermos tudo o que ganhamos e dizermos: “Certo, agora estamos indo para Casa. Este foi um holograma interessante”.

Entretanto, esta é a parte mais importante de nossa jornada para casa.

Quando saímos do holograma nós percebemos que “ESTA parte de nossa vida é REAL”.
-.....---==II==----.....-
  Direitos Autorais:
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Indique para seus amigos.
|Topo da Página| |Voltar Menu Suzanne Lie| |Voltar Home|