PERGUNTAS E RESPOSTAS AOS ARCTURIANOS
Respostas dos Arcturianos através de Suzanne Lie
Perguntas feitas por: Steve Bekow
01 de julho de 2017
luz de gaia
Boa noite a todos. Eu sou o editor-chefe Steve Bekow da Era de Ouro de Gaia, e Linda está ausente no feriado, por isso estou absolutamente encantado por receber a Sue Lie aqui com a gente e, através de Sue, eu falarei com os Arcturianos. Estou ansioso para conversar com os Arcturianos sobre sua sociedade e seu estilo de vida.

Para ouvir esta gravação em inglês, vide aqui:
 https://www.dropbox.com/s/lwn58kq2sfn0gme/Sue%20Lie%20and%20The%20Arcturians%20copy.mp3?dl=0

Sociedade Arcturiana

Steve Beckow: Bem, estou ansioso para conversar com os Arcturianos sobre sua sociedade e seu estilo de vida. O que você acha?

Suzanne Lie: São boas perguntas. Nunca pensei nisso, então teremos que perguntar a eles. Tudo o que eu digo é o que eles dizem porque eu não tenho ideia.

Steve Beckow: (risos) Sério que você não tem nenhuma ideia ?!

Suzanne Lie: A maneira como eu os experimento é como se houvesse um toque dentro de mim e há um chamado dentro de mim e, além disso, eu realmente não vejo nada. Eu sinto.

Steve Beckow: O que você sente? Como quando eles entram em seu campo de energia o que sente?

Suzanne Lie: Amor incondicional. Sim, há realmente muito amor incondicional e uma espécie de confiança.

Steve Beckow: Então, amor de quinta dimensão, amor de sétima dimensão?

Suzanne Lie: Nunca perguntei qual era a dimensão.

Steve Beckow: Bem, todo amor em certo nível é incondicional, certo? O amor É incondicional. Mas, teria que ser amor incondicional? Compreendo.

Suzanne Lie: Bem, os Arcturianos são multidimensionais, mas eu acho que eles ficam mais na nona ou décima, e além das dimensões.

Steve Beckow: Nós realmente não temos uma descrição da sociedade e estilo de vida deles. Nós temos muitas pessoas falando sobre isso e acho que o sentido não é exato. Aqui vamos nós. Temos uma hora para obter todos os detalhes que pudermos obter deles.

Suzanne Lie: Ok.

Steve Beckow: Eu vou te dar um tempo para fazer a sua transição.

Suzanne Lie: Sim, eu realmente tenho que levantar a minha consciência para isto.

Arcturianos: Steve Beckow, estamos muito felizes em ter essa comunicação com você.

Steve Beckow: Também estamos muito felizes em ter uma comunicação com vocês, a propósito. Nós gostaríamos de passar esta hora apenas ouvindo vocês descreverem de onde vem, porque algumas pessoas dizem ser um planeta.

Algumas pessoas dizem ser uma estrela. Algumas pessoas dizem que não é um lugar de forma. E então não sabemos nada sobre isso. Não sabemos qual é o seu estilo de vida. Nós nem sabemos o tipo de forma que vocês tem ou sequer se tomam alguma forma.

Eu entendo que vocês são multidimensionais. Isso é tudo o que sabemos. Então, sabemos muito pouco sobre vocês com certeza e, se puderem, conte-nos sobre vocês como Arcturianos. Eu acho que a informação seria bem-vinda.

Arcturianos: E, se você pudesse dar uma ajuda a Suzille e fazer algumas perguntas específicas seria de grande ajuda para ela. Qual é a sua primeira pergunta?

Steve Beckow: Em primeiro lugar, de onde vocês são? Especificamente, quando vocês se chamam de Arcturianos, isso implica que você é de algum lugar, onde é isso?

Arcturianos: Na verdade somos de Arcturus, que é uma estrela. E se você olhar para o braço da ‘Big Dipper’ (parte da Constelação de Ursa Maior) e seguir o braço até o fim, então você vai um pouco para a direita e abaixe um pouco, você verá Arcturus.

Esta é uma pequena história interessante. Quando Suzille comprou esta casa, ela e seu marido tiveram que tirar o máximo de coisas possível porque as vans de mudança já haviam partido e eles tiveram que dirigir a noite.

É uma viagem de cinco horas. Eles chegaram cerca de duas ou três da manhã, porque eles tinham que estar lá para quando as vans de mudança chegassem eles estariam lá para abrir a porta. Então eles entraram e eles subiram as escadas e olharam pelas janelas e lá estava a ‘Big Dipper’ e Arcturus visíveis no meio da janela.

Steve Beckow: Uau, isso é ótimo.

Arcturianos: Não há erros e não há acidentes.

Steve Beckow: Então é o suficiente saber que vocês são da constelação Arcturus? De onde vocês são nessa constelação?

Arcturianos: Bem, é difícil colocar essa resposta em termos humanos, porque não mantemos um "único corpo" da forma como o humano ocupa apenas um. Somos seres multidimensionais, portanto, podemos ressonar tão baixo quanto a quinta dimensão superior e tão alto como a décima segunda dimensão e além.

Quanto maior a subida da frequência/ressonância, menor é a sensação de individualidade. Na verdade, o que pensamos como "individualidade" não seria o que você pensaria como individualidade porque nossos corpos não possuem arestas.

Steve Beckow: Quando vocês tomam um corpo?

Arcturianos: Quando escolhemos, podemos tomar uma forma. Houveram pessoas que canalizaram como eles percebem nossa forma, mas é parcialmente sua percepção e parcialmente nossa forma. Nós apenas tomamos uma forma se uma pessoa realmente precisa de nós para assumir uma forma. Então, nós estaríamos lendo automaticamente as necessidades dessa pessoa e isso influenciaria as formas que tomaríamos.

Steve Beckow: Eu acho que a implicação disso é que, se alguma das representações de vocês até agora são precisas, elas são apenas precisas em representar o que está na mente da pessoa que está vendo, certo? Você assumiu a forma que eles poderiam entender, que eles querem ver. Isso é correto?

Arcturianos: Nós tomamos uma forma que eles poderiam entender. Não estamos preocupados com a questão de saber se queriam ver porque, se eles não querem nos ver, saberíamos que não nos comunicaríamos.

Steve Beckow: Então, a forma não é uma grande consideração em suas mentes. Eu ia dizer isso em um dia normal, mas vocês não tem dias, então não é uma grande consideração com vocês. Isso é correto?

Arcturianos: Sim, uma forma não é de grande consideração – já a essência sim. Em vez de dizermos que temos um corpo, diríamos que temos uma essência. E, há algumas variações dentro de nossas essências. Realmente não existe um tipo de essência masculino / feminino.

Mas, alguns de nós quando dizemos Arcturus, queremos dizer a estrela Arcturus e, como você pode imaginar, há muitas estrelas diferentes e cada estrela tem planetas diferentes. Então, existem muitas versões diferentes de diferentes realidades em que vivemos. E, assim como alguém poderia viajar pelos Estados Unidos, viajamos pela nossa galáxia.

Steve Beckow: Então, quando usamos a palavra Arcturus estamos nos referindo a uma galáxia, ou a uma constelação? Acho que uma constelação é maior do que uma galáxia, não é? Não tenho certeza.

Arcturianos: Há uma constelação de Arcturus e também a galáxia de Arcturus. E as palavras, novamente, há palavras que são criadas a partir de uma mente humana, para dar forma e rotular.

Steve Beckow: Certo, eu imagino que se eu lhe pedisse o nome que você usa para você, provavelmente não conseguiríamos entender porque seu idioma seria diferente. Isso é correto?

Arcturianos: Sim, seria algo que você receberia instantaneamente dentro de você.

Steve Beckow: E poderia fazer sentido pra mim? Algumas línguas são difíceis para nós até mesmo de ouvir porque não estamos acostumados a pensar nisso como um idioma.

Arcturianos: Bem, nós, os Arcturianos, estamos acostumados a falar em linguagem humana. E também há uma linguagem galáctica, que é basicamente a telepatia, onde todos lêem as mentes uns dos outros.

Trabalhamos com os Pleiadianos e os Sirianos e muitos dos outros seres. Estamos constantemente interagindo com todos os seres - principalmente os Pleiadianos, os Sirianos e os Andromedanos, apesar de não serem do Sistema da Terra, eles ainda são muito prestativos e todos trabalhamos juntos porque a galáxia em que você mora está atravessando um bela transição. Uma belíssima transição!

Steve Beckow: Você pode dizer um pouco mais sobre essa transição? Isso nos levará para longe do nosso assunto principal, mas se pudéssemos falar sobre isso apenas por um pouquinho. Então, toda a Galáxia está passando por uma transição?

Arcturianos: Essa resposta poderia ser infinita. Então, faça uma pergunta mais específica sobre isso?

Steve Beckow: Existem mais planetas na galáxia que estão passando por esta transição que estamos passando?

Arcturianos: Sim é bastante normal. Assim como estar na forma humana, quando alguém "morre" - eles não morrem, eles simplesmente se mudam para uma maior freqüência de realidade. E, a maior frequência de realidade tem uma maior liberdade em termos de tempo e espaço. O tempo e o espaço são limitados a concepções tridimensionais. Mesmo na quinta dimensão - que é a dimensão de transição.

Steve Beckow: Da dualidade à não-dualidade, está correto?

Arcturianos: Bem, do "tempo e espaço" para "Aqui e Agora".

Steve Beckow: Ok, obrigado.

Arcturianos: Sim, só existe Aqui. Só existe Agora.

Steve Beckow: Você observou nosso estilo de vida, não é? Claro que dependemos de comida, então comemos muito, fazemos compras e coisas assim. Mas, você vê, e claro, temos tempo e espaço e, portanto, temos essas noites e dias e ritmos circadianos. O que você diz sobre seu próprio estilo de vida? O que vocês podem nos contar sobre seu próprio estilo de vida?

Arcturianos: Nosso estilo de vida é de serviço. E, não temos necessidade de empregos. Não temos necessidade de comida; não precisamos de uma casa. Não temos necessidade de uma profissão. Não precisamos de nenhuma dessas coisas de terceira dimensão.

Bênçãos, somos os Arcturianos.
 
-.....---==I.||.I==----.....-
  Direitos Autorais:
Suzanne Lie PhD
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Sementes das Estrelas / Leony Nogueira
http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/08/os-arcturianos-perguntas-e-respostas.html#more
 
 
Gostou! Indique para seus amigos.
|Topo da Página| |Voltar Menu Suzanne Lie| |Voltar Home|