CONSCIÊNCIA E ONDAS CEREBRAIS – PARTE 1
Por Suzanne Lie PhD
Em 02 de janeiro de 2015
Os Arcturianos me aconselharam a apresentar alguma informação sobre ondas cerebrais e consciência em preparação para explorar a Consciência em Onda Gama.

A consciência em onda Gama nos permite conscientemente perceber as realidades dimensionalmente superiores.

Entretanto, é melhor primeiro apresentar alguma informação básica sobre consciência e ondas cerebrais.

Viajar em Consciência

Viajar em consciência é como mudar as estações em um rádio ou televisão.

Nosso EU MULTIDIMENSIONAL é a torre de transmissão, que transmite mensagens para nós através de muitas frequências diferentes.

Nossa CONSCIÊNCIA é o rádio ou TV de banda larga, que recebe as mensagens de muitas frequências diferentes e nos permite escolher um canal.

Nossas ONDAS CEREBRAIS são os canais que calibram o rádio ou TV para a frequência da estação desejada.

Quando nós calibramos nossa consciência (rádio ou TV) para as ondas cerebrais (canais) diferentes, nós estabelecemos nossa expectativa para filtrar a entrada das percepções dentro do alcance de frequência dessa expectativa de filtragem.

Então nós experimentamos a realidade que vibra a esse comprimento de onda/onda cerebral.

Quando nós sintonizamos o Canal de Onda Cerebral Beta, nós calibramos nossa consciência para filtrar e excluir as percepções que não pertencem ao nosso mundo tridimensional externo.

Neste canal, nosso EU Multidimensional nos dá informação a respeito de nosso eu ego consciente em nosso mundo físico.

Nossa “realidade beta”, que é a nossa consciência individual, é cheia de inúmeros estímulos.

Ela é direcionada para a sobrevivência, pensamentos, decisões e ações.

Nossa consciência individual direciona nossa atenção e, portanto, nossas percepções, para nossa avaliação individual da realidade.

Quando nós sintonizamos o Canal de Onda Cerebral Alfa, nós calibramos nossa consciência para filtrar e excluir quaisquer percepções tridimensionais alheias que não pertencem à atividade criativa.

Neste canal, nosso EU Multidimensional nos dá informação sobre nosso mundo físico a partir da perspectiva de nosso eu tetradimensional superconsciente e também lembranças e estímulo esquecidos relativos ao nosso verdadeiro potencial, que nós anteriormente filtramos e excluímos.

Nossa “realidade alfa”, que é a nossa consciência coletiva, é uma realidade de criatividade, foco artístico, relaxamento e imaginação.

Nossa consciência coletiva direciona nossa atenção e, portanto, nossas percepções, para uma avaliação da realidade baseada na consciência de toda a humanidade.

Quando nós sintonizamos o Canal de Onda Cerebral Teta, nós calibramos nossa consciência para filtrar e excluir todas as frequências tridimensionais, exceto a de manutenção de nosso corpo físico.

Neste canal, nosso EU Multidimensional retransmite informação de nosso eu superconsciente relativa ao nosso mundo pentadimensional, nossas percepções extrassensoriais tetra e pentadimensionais, momentos de iluminação vindos do passado, e novas ideias relativas a atingir nossas metas presentes.

Nós também podemos experimentar sensações eufóricas e momentos de iluminação neste canal.

Nossa “realidade teta”, que é a nossa consciência planetária, é profundamente espiritual e introspectiva.

Nossa consciência planetária direciona nossa atenção e, portanto, nossas percepções, para uma avaliação da realidade baseada na consciência multidimensional de todas as formas de vida do planeta.

Quando nós sintonizamos o Canal de Onda Cerebral Delta, nós calibramos nossa consciência para filtrar e excluir todas as frequências tridimensionais externas.

Neste canal, nosso EU Multidimensional nos dá informação provinda de nossa mente superconsciente relativa ao nosso vaso terreno uni e bidimensional.

Nossa “realidade delta”, que é a nossa consciência galáctica, é focalizada na nossa realidade celular e subatômica e no nosso eu interdimensional.

Nossa consciência galáctica direciona nossa atenção, e, portanto nossas percepções para uma avaliação da realidade baseada na consciência multidimensional de nosso planeta, nosso sistema solar e nossa galáxia.

Quando nós sintonizamos o Canal de Onda Cerebral Gama, nós calibramos nossa consciência para filtrar e excluir os estímulos individuais e se mover para além de todo tempo, espaço e dimensão para integrar a informação que recebemos dos outros canais para que possamos estar conscientes de nosso processo.

Nossa “realidade gama” é verdadeiramente multidimensional, pois ela é TODO no TODO.

Essa consciência cósmica direciona nossa atenção e, portanto, nossas percepções para uma avaliação de realidade baseada na consciência multidimensional de nosso universo.


ONDAS CEREBRAIS E CONSCIÊNCIA



As ondas cerebrais, que são medidas por um eletroencefalógrafo (ou EEG), representam a linguagem do cérebro.

Um EEG mede as ondas cerebrais de frequências diferentes no cérebro pela colocação de eletrodos em locais específicos no couro cabeludo para detectar e registrar os impulsos elétricos do cérebro.

As ondas cerebrais, tal como todas as ondas, são medidas de duas formas.

A primeira é frequência ou número de vezes que uma onda se repete em um segundo.

Então a frequência é medida em ciclos por segundo (cps, às vezes também chamado de HZ), variando de 5 a 38 cps.

A segunda medição é amplitude, que representa a potência dos impulsos elétricos gerados pelo cérebro.

As principais categorias de ondas cerebrais são Gama, Beta, Alfa, Teta e Delta.

Quando estamos acessando nosso EU Multidimensional, nós somos capazes de utilizar uma combinação de todas as quatro ondas cerebrais.



ONDAS CEREBRAIS BETA
13 a 39 cps


Ondas Beta, em que nossas ondas cerebrais pulsam entre 13 e 39 cps, estão associadas com a nossa vigília do dia a dia.

Essas ondas são as mais altas em frequência e as mais baixas em amplitude e também são mais dessincronizadas do que as outras ondas.

Isto é, as ondas não são consistentes em seu padrão.

Essa ausência de sincronismo se deve à atividade mental diária de nossas muitas atividades e experiências cognitivas, sensoriais e motoras.

E também, é durante a Consciência Beta que nosso foco é dessincronizado, pois nossa vida diária tem muitas distrações interiores e exteriores.

As ondas Beta são vistas em ambos os lados do cérebro e são mais evidentes no lóbulo frontal onde decisões e expressões de nossa persona são iniciadas.

As ondas cerebrais Beta estimulam o pensamento racional e analítico e a consequente ação.

Neste estado, nossa atenção está focalizada em nossas atividades externas, e nosso cérebro está acessando principalmente os pensamentos lógicos e sequenciais para processar, organizar e agir sobre os inúmeros estímulos que chegam através dos nossos cinco sentidos físicos.

Se toda essa informação não for colocada em algum tipo de ordem, nós ficaremos confusos e sobrecarregados.

A voz de nosso eu interior ainda pode ser vagamente ouvida, mas tal como conversar com alguém num aeroporto lotado e barulhento, nós podemos ouvi-la, mas nem sempre podemos entender o que ela está falando.

As ondas Beta são as ondas cerebrais predominantes na nossa vida cotidiana.

Sem as Ondas Cerebrais Beta seria difícil operar eficazmente em nosso mundo diário.


ONDAS CEREBRAIS ALFA
8 a 12 cps


Ondas Alfa, que são entre 8 e 12 cps, são mais lentas em frequência, mais altas em amplitude e mais sincronizadas do que as ondas Beta.

Quando nós reservamos um tempo em nosso dia atarefado para tirar uma soneca revigorante, refletir, ouvir música, ler um poema ou meditar, nós entramos na Consciência Alfa.

Quando nos concentramos atentamente em um pensamento, emoção ou atividade, nós temos menos estímulo para processar e nosso cérebro pode entrar no foco intenso das ondas Alfa.

As ondas Alfa atingirão o pico por volta de 10 cps.

O pensamento em onda Alfa promove a capacidade mental e ajuda em nossa habilidade de coordenar mentalmente o estímulo para que possamos rápida e eficazmente concluir a tarefa a ser realizada.

Quando Alfa predomina, a maioria das pessoas se sente calma e à vontade, o que serve para controlar o estresse e beneficiar nossa saúde.

O imaginário vívido e ciência relaxada e afastada servem para criar links conscientes tanto para a nossa mente consciente como para a inconsciente.

Alfa é o principal ritmo visto em adultos normais e calmos e está presente durante a maior parte da vida especialmente acima dos 13 anos.

As ondas Alfa são predominantes na massa encefálica branca, que é a parte do cérebro que conecta todas as outras partes entre si.

Alfa é um estado comum para o cérebro e surge quando uma pessoa está alerta, mas não processando informação ativamente.

As ondas Alfa, mais fortes no lóbulo occipital (na parte de trás da cabeça), córtex e também córtex frontal (a testa), têm sido ligadas à extroversão, audição ativa e solução de problemas melhorada, e atividade mental criativa.

Enquanto que as ondas cerebrais Beta são predominantemente do pensamento lógico e sequencial, as ondas cerebrais Alfa incorporam a operação criativa e holística.

Logo, quando na Consciência Alfa nós perdemos a noção de tempo e espaço.

Uma hora parece um minuto e uma milha parece uns poucos blocos.

Com o foco concentrado em uma tarefa criativa na Consciência Alfa, nós experimentamos menos distrações e ouvimos mais facilmente nossa própria voz interior.

É neste estado de consciência que nós temos os nossos momentos de “A-há!”.

Muitos intérpretes, artistas, cientistas e atletas consciente ou inconscientemente se colocam num estado Alfa para obter inspiração e atingir seu melhor desempenho.


ONDAS CEREBRAIS TETA
4 a 7 cps


As ondas Teta nos permitem acessar nossa criatividade inata, inspiração e conexão espiritual.

As ondas Teta, de 4 a 7 cps, são até mais lentas que as ondas Beta e Alfa e são tipicamente de uma amplitude até maior.

Quando restringimos nosso foco principalmente em nosso eu interior, nós podemos entrar nas ondas Teta, que normalmente estão associadas à meditação profunda ou sono.

Neste estado é difícil manter contato consciente com o mundo exterior.

Nossos corpos precisam estar em um local seguro quando acessamos a Consciência Teta, para manter esse estado, nossos corpos precisam estar parados e nossos olhos fechados.

E mesmo nesse estado, o mero ato de abrir nossos olhos ou ouvir ao mundo exterior poderia captar estímulo demais e voltar nossa consciência para ondas cerebrais mais rápidas e nossas experiências de onda Teta se perdem.

Para trazer nossas experiências no estado Teta para nossa mente consciente, nós precisamos ser capazes de comunicar essas experiências aos nossos centros de linguagem para que possamos “gravá-las” em nosso córtex cerebral.

Tirar tempo para relaxar, escrever e/ou desenhar após o sono ou a meditação profunda nos ajudará na tradução de nossas experiências de onda Teta para nossos pensamentos de onda Alfa e Beta.

Nesse caso, nossas experiências Teta normalmente são recuperadas pela linguagem imagética e simbólica de nosso cérebro direito e não pela área de linguagem sequencial de nosso cérebro esquerdo.

Relaxar para o estado Alfa pode traduzir essas imagens em nossa área de linguagem onde podemos pensar sobre elas ou anotá-las.

As ondas Teta são anormais em adultos que estão acordados, mas são perfeitamente normais em crianças até 13 anos de idade.

Elas são normais para todas as idades durante o sono.

Acredita-se que o estado Teta reflete a atividade do sistema límbico e das regiões do hipocampo dentro do lóbulo temporal, que estão relacionados às emoções, conversão da memória de curto prazo em memória mais permanente e recordação de relacionamentos espaciais.

A Consciência Teta promove comportamentos adaptativos e complexos tal como aprendizagem e memória.

As ondas cerebrais Teta promovem a paz interior profunda, o “saber”, sentimento de unidade, verdades místicas, transformação das crenças limitantes inconscientemente mantidas, criando uma qualidade melhor de vida, cura física e emocional e descoberta de nosso propósito.

A Consciência Teta proporciona o “pico” na experiência paroxística (peak experience).


ONDAS CEREBRAIS DELTA
0,5 a 4 cps


A ondas Delta, normalmente indo de ,5 a 4 cps, estão envolvidas com nossa empatia e também com nossa interação e conexão à nossa percepção multidimensional total.

Essas ondas cerebrais estão envolvidas com nossa habilidade para integrar e deixar ir.

As ondas Delta são da maior amplitude e da frequência mais lenta e é o ritmo dominante nos bebês até um ano de idade.

As ondas Delta nunca descem até zero porque significaria que estaríamos mortos.

As ondas Delta frequentemente são associadas com estar em coma.

Neste estado de consciência, nossos corpos estão em um modo de hibernação.

Iogues experientes podem atingir conscientemente esse estado.

Enquanto na Consciência Delta, eles são capazes de regular a temperatura do seu corpo e o ritmo cardíaco.

Eles podem até parecer estar mortos, mas eles são capazes de se reavivar.

As ondas Delta são o nível mais profundo do sono sem sonhos em que nossos corpos desligam para completamente focalizar na cura e crescimento.

Intérpretes máximos diminuem as ondas Delta quando alto foco e desempenho máximo são necessários.

Entretanto, a maioria dos indivíduos diagnosticados com Distúrbio do Déficit de Atenção (DDA) naturalmente aumenta ao invés de diminuir a atividade Delta quando tenta se focalizar.

A resposta Delta inadequada normalmente restringe severamente sua capacidade de focalizar e manter a atenção.

É como se o cérebro se encontrasse em um estado sonolento perpétuo.

Entrar na Consciência Delta é como dirigir um carro e engatar a primeira marcha.

Não podemos andar muito rápido em primeira (Delta), mas nós temos controle máximo do carro.

As ondas cerebrais Delta promovem a cura milagrosa, conhecimento divino, ser interior e crescimento pessoal, renascimento, recuperação de trauma, unidade com o universo, samadhi e experiências de quase morte.

As ondas cerebrais Delta proporcionam a intuição profunda, sintonização empática e insight instintivo.

Mudança das Ondas Cerebrais

Quando caímos no sono, nosso cérebro muda as marchas e nossas ondas cerebrais começam a desacelerar.

Nós começamos em Beta e então passamos para Alfa, Teta e então Delta.

Quando vamos acordar, nossas ondas cerebrais revertem a ordem de Delta, Teta, Alfa e finalmente Beta.

Tal como nós inconscientemente mudamos nossas ondas cerebrais no sono, nós podemos aprender a mudar conscientemente nossas ondas cerebrais enquanto estamos acordados.

. Para manter nosso cérebro em um padrão eficaz de onda cerebral Beta, nós podemos determinar restringir nosso foco a umas poucas coisas por vez e escolher não nos permitirmos entregarmo-nos ao pensamento obsessivo ou de medo.

. Nós podemos separar um tempo para relaxar, contemplar nossas vidas e desfrutar nossa criatividade para induzir as ondas cerebrais Alfa.

. Nós podemos meditar e/ou orar e colocar nosso foco total em nosso Eu interior numa base rítmica regular para induzir as ondas cerebrais Teta.

. Nós podemos dormir muito, deixar ir e nos entregar à nossa Alma para induzir as ondas cerebrais Delta.

É importante separarmos uma hora pelo menos três a cinco dias por semana para passarmos dentro de nosso EU.

Se pudermos separar essa hora especial, nós podemos aprender a obter mestria consciente sobre nossa consciência e perceber que nós escolhemos nossa consciência por escolher os pensamentos que nós permitimos que fixem residência em nossa mente e as emoções que permitimos que se demorem em nosso coração.

-.....---==II==----.....-
  Direitos Autorais:
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Indique para seus amigos.
|Topo da Página| |Voltar Menu Suzanne Lie| |Voltar Home|