MUDANÇA DE REALIDADES – 3
A MENSAGEM DO ARCTURIANO
Por Suzanne Lie PhD
Em 02 de maio de 2014
 
  O ARCTURIANO FALA:

Quando Sandy e Jason foram projetados pela primeira vez para a Colônia Lemuriana na Terra Média seus corpos de luz estavam 83% ativados.

A ativação de seus corpos de luz se deu grandemente porque eles estavam ligados um ao outro e às suas expressões superiores de Mytria, Mytre e Mytrian.

Entretanto, quando eles entraram na comemoração lindamente decorada e altamente frequentada em sua honra, eles ficaram assustados e sua consciência baixou.

Imediatamente Mytre fundiu-se com Jason enquanto que Mytria fundiu-se com Sandy para assisti-los na adaptação à honra que era oferecida a eles.

Quando Lantern viu que Sandy e Jason precisavam de algum “tempo” para se adaptar a mais uma nova experiência, ele nos apresentou, o Arcturiano, para começar nosso discurso.

Quando nós expandimos nosso campo de energia para a forma mais humanoide e brilhante, o salão ficou em silêncio e todos sentaram-se para ouvir a nossa apresentação.

Sandy e Jason foram conduzidos alegremente aos seus lugares na mesma mesa que Mytre, Mytria e Mytrian, que haviam assumido suas próprias formas humanoides.

Quando toda a multidão encontrou seus lugares e se sentou para receber nossa mensagem, nós irradiamos nosso amor incondicional para o grande salão.

Assim que o salão estava calmo e centrado em nosso campo de energia arcturiano nós dissemos à plateia que começaríamos a nossa história com a “semeadura” inicial da Terra.

A semeadura de um planeta é muito parecida com a semeadura da terra.

As sementes são plantadas na esperança de que cresçam e prosperem.

Da mesma maneira, seres de planetas, galáxias e dimensões diferentes, plantaram suas “sementes” na esperança de poderem viver, crescer e prosperar num mundo novo e jovem (em termos planetários).

Entretanto, ao invés de sementes físicas, nós Galácticos estávamos plantando sementes de consciência.

Os Arcturianos estavam entre os primeiros Galácticos a enviar sementes de consciência para as formas de vida do Planeta Terra.

Então, nós viemos lhes passar esta mensagem.

Antes de passarmos para as suas sociedades relativamente novas da Lemúria e Atlântida, nós os estimulamos a se lembrar de sua Família Galáctica.

Aqueles de vocês que assumiram encarnações na “Terra da superfície”, o que muitos de vocês fizeram, terão que limpar as teias de aranha do esquecimento de suas encarnações na Era de Peixes.

Nessa era do Kali Yuga, que é referida como a Idade Média (Idade das Trevas) em que a humanidade se afastou o máximo possível do UM, os humanos acreditavam que o Sol girava em volta da Terra, ou que eles eram o planeta mais evoluído de todos da Galáxia ou até do Universo.

Precisa ser uma pessoa forte para reconhecer sua fraqueza e até uma pessoa mais forte ainda para reconhecer as muitas mentiras que limitaram sua expansão para o EU.

E mais importante, para entender o que estamos dizendo, vocês precisarão liberar o medo de outras civilizações que já foram suas inimigas.

Sim, de fato existiram muitas civilizações, até entre seus ancestrais galácticos, que eram orientados pelo ego e egoísmo.

Muitos dos que estavam no poder dessas sociedades decaíram imensamente após a grande queda da Lamúria e de Atlântida.

Na verdade, foram alguns dessas civilizações os grandes responsáveis pelo declínio e queda, ao invés da elevação e ascensão dessas duas civilizações da Lemúria e Atlântida.

Felizmente, tal como alguns membros dessas civilizações decaíram, existiram outros que ascenderam.

Também houve aqueles, tal como vocês, que se refugiaram no subterrâneo, dentro do corpo de Gaia para aguardar por sua próxima oportunidade, que é AGORA, para ascender e ascender o Planeta Terra.

Esses seres, VOCÊS, vivem apenas meia oitava acima do mundo físico na superfície da Terra, pois vocês entraram na Terra antes de ELA mergulhar em Sua frequência mais baixa.

Por causa da conclusão do grande ciclo da Procissão do Equinócio, a Terra agora está em alinhamento com o Centro Galáctico.

Assim, a frequência de ressonância do planeta está lenta e seguramente se elevando.

Na verdade, a Terra entrou em Sua Era Dourada no passado 2012.

Ela permanecerá nesta era por dois mil anos em que a luz multidimensional e o amor incondicional fluirão diretamente do Centro Galáctico.

Portanto, é o AGORA para aqueles que ascenderam e também aqueles que aguardaram no coração e no corpo de Gaia para dizer sua verdade.

Porque a verdade está relacionada à percepção daqueles que a falam, há muitas estórias de elevação, auge, declínio e queda das grandes civilizações da Lemúria e Atlântida.

Enquanto nós, os Arcturianos, compartilhamos a nossa perspectiva, nós queremos que vocês permitam que sua perspectiva desperte e cresça em sua própria consciência.

Começamos nossa história com o início da última Procissão de Equinócio.

A Terra atravessa um ciclo de precessão durante um período de aproximadamente 26 mil anos ou 1° a cada setenta e dois anos.

Durante esse tempo, a posição das estrelas muda lentamente tanto nas coordenadas equatoriais como na longitude eclíptica.

Nós voltamos para um “tempo” em que a maravilhosa Era Dourada da Lemúria estava chegando à sua conclusão, enquanto que Atlântida estava vivendo no auge de sua sociedade.

A Lemúria e a Atlântida deveriam levar Gaia até a extrema polarização que vocês têm experienciado desde a queda delas.

A Lemúria era para ser a “Civilização Mãe” e representar o Fluxo do elétron, a energia de polaridade feminina, receptiva/fluxo de entrada, experienciada como Amor.

A Atlântida, por outro lado, era para ser o “Pai Divino” e representar o Fluxo do próton, a energia de polaridade masculina, expressiva/fluxo de saída, experienciada como poder.

Pelo casamento do feminino e masculino, Amor e Poder, as duas expressões de Gaia aterradas poderiam obter a grande Sabedoria para Ascender.

Infelizmente, ao invés de uma linda união resultando em ascensão, seu “casamento”, tal como muitos casamentos terrenos, acabou num longo “divórcio” em que ambos perderam tudo.

Parte da razão deste divórcio do poder e o amor foi que os ancestrais galácticos dessas grandes civilizações nunca conseguiram aprovar esse casamento.

Só o que os ancestrais queriam era “ter TUDO”.

Em outras palavras, a ganância foi a causa da destruição, tal como o é em seu AGORA.

Então, muito parecido com a estória de Romeu e Julieta, foram os filhos das famílias quem mais sofreram.

Enquanto Gaia se move novamente para o campo de energia da possível ascensão e unidade planetária, o casamento de TODAS as polaridades em UMA é a sua esperança e seu meio de ascensão.

Enquanto contamos a estória antiga de amor e poder, auge e queda, unidade e separação, nós lhes pedimos que vocês a ouçam com o seu EU Multidimensional para vocês se lembrarem da SUA Verdade.

Pela recordação de sua própria Verdade, sua própria percepção desta estória, vocês podem pegar aquilo que estava em seu passado distante e trazê-lo para o seu presente para criar um futuro de ascensão no AGORA do UM.

Desta maneira vocês podem viajar em consciência através da oscilação das ondas sinusoidais de sua consciência.

Quanto mais alta a consciência, mais rápidas são as ondas sinusoidais e mais celeremente vocês viajarão interdimensionalmente através de sua consciência.

A frequência de sua consciência é influenciada pela velocidade de rotação das moléculas em sua forma.

Se sua forma ressoa a uma frequência muito mais baixa do que a sua consciência multidimensional, sua consciência e forma não estarão em ajuste temporal.

Portanto, sua forma e cérebro não estarão cientes do que está acontecendo em sua consciência de frequência mais alta e nas viagens interdimensionais.

É a discrepância entre a frequência de sua forma e a frequência de sua consciência que criam a ilusão de separação em que vocês se sentem separados de seu EU Multidimensional.

No mundo em que a humanidade vive desde antes da queda de Atlântida este tipo de “separação do EU” é muito comum.

Antes da queda da Lemúria e até os tempos finais de Atlântida, a forma humanoide ressoava à quinta dimensão e acima.

Por causa dessas altas frequências, os corpos não tinham uma forma estática.

Não verdade, muitos nem precisavam de uma forma e existiam como pura consciência.

Pelas ações positivas e precoces dos primeiros Atlantes, o Espírito agora pode ainda habitar a quarta dimensão.

É o desafio dos aterrados, que são descendentes dos Atlantes, trazer o Espírito para a terceira dimensão.

Os Atlantes criaram esta divisão de suas formas espirituais e formas mais densas quando começaram com a engenharia genética.

Antes da engenharia genética, todas as formas em Atlântida eram “visitadas” por Espíritos andrógenos de dimensões mais altas.

Esses seres espirituais visitavam Atlântida da mesma maneira que vocês se conectariam a um videogame.

A vida pela maior parte da era lemuriana e uma parte menor da era atlante era exatamente como se conectar a um videogame 3D.

O Espírito dimensionalmente superior entrava em uma forma no que claramente era um “jogo” na matriz holográfica da Terra tetradimensional.

No início ele dava entrada de vegetais e animais.

Os humanos eram tão involuídos naquela época que havia pequena diferenciação entre um humano e qualquer outra forma de animal.

Os humanos eram macho e fêmea igual aos outros animais tridimensionais.

Visitantes de outros Sistemas Estelares que precisavam de trabalhadores bípedes fabricaram geneticamente esses “animais humanoides” milênios antes.

Entretanto, os Atlantes antigos e também os Lemurianos, eram andrógenos e visitavam as formas terrenas para temporariamente experimentar o conceito de gêneros.

Devido às ações dos atlantes dos últimos dias, sua consciência baixou e eles sofreram um sentimento crescente de separação de seu EU Multidimensional.

No fim, sua consciência baixou tão drasticamente que a oscilação das ondas sinusoidais de sua consciência desacelerou até uma frequência tão baixa que eles não puderam mais viajar interdimensionalmente.

E então eles ficaram presos nas formas que eles antes estavam apenas “visitando”.

A viagem através da consciência se baseia na oscilação das ondas sinusoidais da consciência do viajante.

Quanto mais alta a consciência e mais rápida a rotação e oscilação, mais rápido o Espírito (a verdadeira forma não física) pode viajar interdimensionalmente através da consciência.

Porque a frequência da consciência é influenciada pela velocidade de rotação das moléculas na forma que o Espírito está visitando, tornou-se crescentemente difícil para os Espíritos visitantes se lembrarem de sua verdadeira consciência enquanto estavam habitando uma forma.

Por muitos milênios, os Espíritos visitaram a realidade tri/tetradimensional em que as polaridades masculina e feminina eram separadas em dois gêneros diferentes.

Essas visitas tornaram-se mais e mais longas, pois os Espíritos tornaram-se dependentes da experiência da forma dimensionalmente mais baixa.

Essas visitas mais longas na crescente sensação do “tempo” na Terra baixaram ainda mais a consciência dos Espíritos.

Quando a frequência de sua consciência desceu à frequência da forma que eles estavam visitando, eles não eram mais Espíritos visitando forma, mas Espíritos presos na forma.

Os Espíritos presos então conheceram a experiência de morte, que jamais fora experimentada quando eram Espíritos porque eles viviam infinitamente enquanto na unidade do UM.

Pior ainda, os Atlantes não assumiram a responsabilidade pela criação de seu próprio problema.

Ao contrário, eles culparam o UM por puni-los e fazê-los ficar em seus vasos terrenos decadentes e mortais.

Portanto, eles se separaram do UM e também de seus próprios seres Espirituais dentro de suas formas físicas.

Eles polarizaram o UM nas deidades com gênero de Deus ou Deusa.

Esta separação final do UM consolidou seu destino no longo declínio em seres de forma ao invés de seres de Espírito.

O Espírito sempre esteve dentro deles, mas eles expulsaram-no de suas mentes.

Assim eles não podiam mais experimentar seu próprio espírito através de suas percepções físicas.

Por esta razão, seu Espírito inteiro se tornou um soberano hierárquico distante que era ou um “Deus” masculino ou uma “Deusa” feminina.

Assim que o Espírito tornou-se polarizado em sua consciência, a batalha entre Deus e Deusa focalizou-se na batalha entre a Lemúria feminina e a Atlântida masculina.

A Lemúria e a Atlântida coexistiram pacificamente por milhões de anos, mas os Atlantes estavam em conflito e precisavam desabafar essa raiva nos outros.

Portanto, o que era para ser um casamento feliz do masculino e feminino que retornaria a Terra para Sua forma de Espírito e conduziria a ascensão pessoal planetária, tornou-se um divórcio longo e violento.

A Lemúria era para ser a matriz para o aspecto feminino, receptivo, emotivo e criativo da humanidade futura.

Por outro lado, a Atlântida era para ser o aspecto masculino de expressão, lógico e científico da humanidade futura.

Ambas as realidades ressoavam à frequência que agora nós chamaríamos de quarta dimensão.

Não estava no Plano Divino criar uma realidade na terceira dimensão, pois a separação do Espírito tornaria a evolução futura difícil demais.

Infelizmente, após a queda desses dois grandes mundos, principalmente a queda de Atlântida, a Terra ficou tão abalada em seu eixo que era impossível para Gaia manter uma conexão com Sua ressonância tetradimensional.

Gaia apelou ao Espírito que mandasse seres de Luz para assisti-la, pois ela estava à beira de sair de seu eixo.

Milhões de seres de luz amorosos assumiram formas constituídas dos mesmos elementos que Gaia.

Eles tinham a esperança de que se eles conseguissem transmutar as formas dimensionalmente inferiores para uma frequência mais alta, eles seriam capazes de ajudar Gaia a fazer o mesmo.

Entretanto, a Terra estava ferida demais para ressoar mais alto do que a terceira dimensão.

Apesar de a consciência de Gaia ressoar à quarta dimensão, Seu corpo planetário precisou de éons de cura antes de poder também ressoar à quarta dimensão.

Foi então que a quarta dimensão tornou-se a realidade que vibrava na aura de Gaia e Ela se separou de Seu corpo planetário que ressoava à terceira dimensão.

Os criadores do experimento da Terra estavam muito preocupados com a ausência da integração do Espírito na matéria tridimensional.

Eles sabiam que a matéria separada do Espírito criaria um mundo muito rude que se tornaria crescentemente polarizado.

Seria a presença e a frequência do Espírito que permitiram que as formas de vida na, dentro e acima da Terra encontrassem e vivessem na unidade da Consciência Planetária.

Numa realidade destituída da Unidade e da Consciência Planetária, os humanos aterrados experimentariam os extremos de separação uns dos outros e do seu planeta.

Numa tentativa de suas vidas difíceis fazerem sentido, aqueles que caíram na escuridão aumentaram a crença de que o que eles faziam era bom para os outros.

Com tal separação do Espírito, os da luz mancharam seu amor incondicional do UM com o amor condicional de sua realidade polarizada em que os outros tinham que seguir seus comandos para merecer amor.

Este modo de separação de masculino e feminino começou na Atlântida quando a Lemúria ainda existia.

Os Atlantes aumentando a separação do espírito se estabeleceram numa situação implacável de ganhar poder sobre os outros.

Pior ainda, nos “outros” estava incluído o próprio planeta.

Por outro lado, a Lemúria tornou-se tão polarizada para o lado feminino que suas emoções fizeram seus membros perceberem o que eles queriam ver ao invés do que realmente estava acontecendo.

Então, eles não viram que os sistemas atlantes de poder estavam sendo usados como armas.

No final, ambas as civilizações pereceram, mas muito se aprendeu.

Deste exemplo de realidade polarizada na Terra, aprendeu-se que ambas as energias, masculina e feminina, deviam incorporar Sabedoria, Poder e Amor em seus vasos terrenos para servir como meio de encontrar seu centro.

Assim, a Chama Trina de Sabedoria, Poder e Amor, foi posicionada no Coração Superior de todos os encarnados.

Infelizmente, na maioria dos casos, esta correção foi inútil.

Após a queda da Atlântida, a frequência do corpo de Gaia estava tão baixa que a maioria dos humanos era incapaz de se conectar com seu Coração Superior.

Assim, a maior parte de suas vidas era dispensada no trabalho de sobrevivência.

Os Sacerdotes e Sacerdotisas do UM levaram sua Luz com eles para os novos locais para os quais eles fugiram.

Infelizmente, muitos daqueles que prosperaram na separação levaram a escuridão do poder sobre os outros para esses mesmos locais.

Então, a batalha extrema entre luz e trevas foi levada para as realidades sobreviventes.

Esta batalha não pode ser vencida.

Mas ela pode ser terminada.

Como qualquer fogo, ela precisa ter combustível para queimar.

Quando calibrarmos o Núcleo e os Cristais Angulares para as partes pentadimensionais da matriz planetária da Terra, os campos de energia tri/tetradimensional não terão mais um local a que eles possam se ligar.

Assim, as linhas temporais tri/tetradimensionais se expandirão para uma frequência mais alta ou então mudarão para a matriz de outro planeta tri/tetradimensional.

Desta maneira, aqueles que ainda não concluíram a experiências de ressoar a realidades tri/tetradimensionais simplesmente mudarão de realidade tão facilmente como se pode mudar para um sonho diferente.

Com a recalibragem dos Cristais planetários de Gaia, o portal para a matriz pentadimensional da Terra se abrirá totalmente enquanto os portais para a Terra tri/tetradimensional serão reencaminhados para outros planetas experimentando o conceito de polaridade e separação.

 
-.....---==II==----.....-
NOTA DA SUE:

Eu recebi a maior parte desta informação como uma canalização dos Arcturianos no verão de 2010.

Na época eu realmente não a entendi e NÃO ousei publicá-la.

Nós ainda tínhamos algum tempo MUITO Escuro à frente e não era seguro falar de uma forma tão direta sobre ascensão e a real história de Gaia.

Em apenas quatro anos ocorreram tantas mudanças que eu sinto que posso compartilhar essa informação.

Eu até SEI que muitas pessoas a entenderão totalmente e que provavelmente a tenham recebido elas mesmas.

Viva a humanidade!
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII