ASCENSÃO PLEIADIANA
LIBERANDO O TEMPO
Por Suzanne Lie PhD
Em 06 de agosto de 2013
 
  MYTRE FALA:

Franquoix e eu decidimos mostrar ao grupo que nós éramos amigos.

Franquoix mudou-se para perto de mim, eu sorri quando o acampamento adormeceu e fui para o Templo para estar com Mytria.

De fato, nós começamos a desenvolver uma amizade genuína.

Franquoix era o único, exceto Jackal, com quem eu podia falar sobre minhas preocupações.

Minha principal preocupação era estabilizar a frequência pentadimensional de nossa realidade, pois nossa comunidade ainda ressoava ao limiar da quinta dimensão.

A coesão de nosso grupo ainda não era forte o suficiente para criar a consciência de unidade necessária para totalmente ancorar nossa comunidade numa ressonância pentadimensional.

Descobriu-se que Franquoix secretamente era um Alto Sacerdote de uma das ordens espirituais draconianas.

Na verdade, ele soube mediunicamente que nós estávamos tentando ascender e se uniu a nós não para invadir, mas para assistir.

Claro, as tropas draconianas não sabiam de sua missão secreta.

Franquoix verdadeiramente era um membro de uma ordem espiritual draconiana que secretamente trabalhava para o fim da Guerra Galáctica.

Franquoix e eu começamos a nos encontrar pouco antes do amanhecer no mesmo local onde começamos a nossa amizade.

Enquanto observávamos o sol lentamente clarear o horizonte, nós discutíamos sobre a mestria da mente, encontrar paz em nossos corações e como nós poderíamos concluir esse processo de ascensão.

O conhecimento de Franquoix dos textos antigos criou conversas maravilhosas e nós percebemos que nossos ensinamentos antigos eram muito semelhantes.

Nós também discutíamos sobre as reações que os outros tinham com a presença dele.

Nós decidimos permitir que todos compreendessem o fato de que seu antigo inimigo agora se tornara alguém que poderia ser amigo deles.

Nós percebemos que a aparição repentina do "inimigo" era uma das muitas iniciações que precisaríamos completar a fim de estabilizar nossa consciência para a consciência de quinta dimensão e acima.

Eu sei que pelo meu enredo parece que passaram dias desde que voltei ao meu mundo lar.

Entretanto, a contagem de tempo, e também muitas de nossas experiências de realidade, era diretamente proporcional à consciência de quem percebe.

Os membros do primeiro acampamento que tinham trabalhado conscientemente e em profunda unidade com Mytria e Almon para elevar o Templo Violeta, experimentaram muitos sintomas de transmutação antes da ascensão.

Eles já tinham expandido sua consciência e se adaptado às suas percepções pentadimensionais expandidas.

Então, eles, Franquoix e eu estávamos vivendo num agora atemporal.

Nós experimentávamos o nascer e o pôr do sol como marcadores de que nossa consciência estava mudando para outro ciclo de conscientização.

De fato, esses membros deste grupo não tinham problema algum em aceitar Franquoix, pois o hábitode medo e separação fora liberado.

Por outro lado, exceto os da vila do Templo, aqueles que foram trazidos da vila para cá não estavam preparados para essa experiência.

Alycia, que estava servindo no Templo da vila, estava em conexão psíquica com Mytria e compartilhava aquelas comunicações com os membros deste templo.

Alycia tornara-se uma mulher e estava sendo preparada para ser a Alta Sacerdotisa e a Guardiã da Chama Violeta.

Quando me uni a Mytria eu também tive uma chance de renovar meu relacionamento com minha filha.

Eu podia ver a mãe dela nela, mas eu também podia me ver.

Alycia seria uma líder poderosa para a nossa comunidade.

Sua liderança seria necessária quando concluíssemos nosso processo de ascensão.

Eu podia ver que a aparição de um "inimigo draconiano" era um desafio para a consciência coletiva daqueles que ainda abrigavam o medo.

Assim que as pessoas largavam seu hábito interior de temer, elas não tinham medo em relação a Franquoix.

Gradualmente, as pessoas começaram a conversar com ele, principalmente aqueles que estiveram no Templo Violeta para transmutar seus antigos padrões de medo.

Nós sempre tivemos mais mulheres do que homens em nossa comunidade, e várias dessas mulheres achavam interessante interagir com Franquoix.

Ele era muito amistoso, mas completamente desinteressado.

Sua sabedoria dizia a ele que era cedo demais para entrar num relacionamento íntimo com uma mulher humanoide.

Foi então que mais três draconianos, duas fêmeas e um macho, encontraram nosso acampamento.

Secretamente eles nos observavam e viram quantos de nosso grupo haviam interagido com seu comandante Franquoix.

Finalmente, enquanto Franquoix e eu víamos o sol subir no horizonte, eles vieram até nós.

Vocês finalmente resolveram aparecer, foi a resposta calma de Franquoix.

Os três draconianos pareciam surpresos, tal como eu.

Foi quando eu percebi totalmente que nada jamais escapava da atenção de Franquoix.

Esta capacidade tornar-se-ia muito útil para nossa comunidade que crescia cada vez mais.

Franquoix e eu nos levantamos para cumprimentá-los enquanto eles se apresentavam.

Eles nos informaram que havia mais dois guerreiros que estavam na vila.

Todos eles em sua nave maior estavam seguindo de perto a nave de Franquoix.

Era para eles esperarem até seu líder trespassar o nosso domo protetor, mas quando eles viram seu líder desaparecer repentinamente, eles se apressaram para procurar por ele.

Shannel, uma fêmea que parecia ser capitã dessa nave, disse:

Eu sei que era para esperarmos por você, mas estávamos preocupados e o seguimos até o que parecia ser alguma forma de nuvem.

Quando nós penetramos na nuvem, um de nossos tripulantes simplesmente desapareceu.

Não tínhamos resposta para isso, mas nós estávamos envolvidos demais para nos preocuparmos com qualquer coisa além de que provavelmente nos acidentaríamos no planeta.

Nós perdemos todo o controle de nossa nave, então corajosamente aguardamos por nossa morte.

Entretanto, quando nos aproximamos do solo, pareceu que "piscamos" para fora daquela realidade.

De repente nós nos vimos seguramente no solo.

Pudemos ver a vila à distância e fomos diretamente a ela para investigar.

A vila estava deserta, mas nós deixamos dois guerreiros nela enquanto procurávamos por você.

Nós não fazemos ideia do que aconteceu conosco.

Nossa nave e todas as nossas armas parecem ter desaparecido.

Portanto, nós criamos essas lanças primitivas com pedras e galhos.

Franquoix respondeu:

Larguem suas armas, pois não haverá batalhas aqui.

Nós nos encontramos numa frequência superior de realidade, pois, de fato, esta comunidade ascendeu para uma dimensão superior.

Franquoix, eu perguntei, sua equipe sabia que nós estávamos tentando ascender?

Franquoix abriu o mais próximo de um sorriso que eu já vira e respondeu:

Esta equipe estudou comigo por muito tempo.

Quando descobrimos o que vocês estavam tentando, nós com sucesso tentamos nos unir a vocês.

Agora uma nova jornada começou para todos nós.

As pessoas da vila conseguiam ficar à vontade com Franquoix, mas quando mais três "inimigos" entraram em nosso acampamento, para logo após serem seguidos por mais dois, começou a nossa maior iniciação.

Era hora de Almon e Mytria se unir a nós do lado de fora do Templo, pois eu precisava de toda ajuda possível.

Eu apreciei demais a assistência de Shinarius, mas as pessoas estavam mais profundamente ligadas a Almon e Mytria.

A fim de estabilizar nossa comunidade na ressonância pentadimensional, o hábito de toda a vida do medo de lutar ou fugir da Guerra Galáctica tinha que ser abandonado.

Então, as pessoas da vila, que não tiveram a preparação que os primeiros membros do acampamento tiveram, precisariam de toda a assistência que pudéssemos lhes prestar para saírem do velho e entrarem no novo.

Claro, enquanto qualquer medo permanecesse até em nossa mente inconsciente, ele viria à tona de nossa vida sempre que um inimigo percebido aparecesse.

Agora, incluindo os dois draconianos da vila, existiam seis "inimigos".

Estávamos num momento de crise quando Mytria, Almon, os Elohim Alycone e o Arcturiano se uniram ao nosso acampamento.

Os Elohim Alycone e o Arcturiano se apresentaram em seus corpos cintilantes de luz e disseram em uníssono:

Saibam que seu único inimigo é o seu próprio medo!

Neste novo mundo que vive dentro deste AGORA, vocês são os criadores de sua realidade.

Vocês criaram a versão de realidade em que o "inimigo" apareceu porque vocês não eliminaram seu inimigo interior.

Há inúmeras versões de sua realidade pentadimensional, mas esta linha temporal é a mais estável de todas.

Então, nós entramos nesta linha temporal para assisti-los na criação de sua matriz multidimensional de realidade.

Assim que cada um de vocês criar sua "matriz multidimensional individual", vocês se reunirão para criar sua "matriz multidimensional grupal".

Por criar conscientemente essas matrizes, vocês criarão a consciência de unidade necessária para estabilizar seu novo mundo.

Com o poder desta unidade e estabilidade todos vocês poderão acreditar, perceber e aceitar a realidade de frequência superior que os cerca.

Então, como um único grupo unido, vocês conseguirão liberar o tempo e entrar no AGORA da quinta dimensão e acima.
 
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII