JORNADA À GAIA - PARTE TRÊS
Por Suzanne Lie PhD
Em 18 de julho de 2012
 
LIBERANDO OS HÁBITOS TRIDIMENSIONAIS

Amado UM,

Tenho pensado em Mytria dizendo: "Meu hábito de duvidar era porque eu tinha medo que minha felicidade era boa demais para ser verdade. Este hábito vinha dos requícios de eu ser uma vítima. Afinal de contas, uma vítima é um mártir que jamais poderá ser curado."

Eu quero me libertar de toda dúvida e eu NÃO quero ser uma vítima.
Pode me ajudar a liberar TODA dúvida?

Nós somos A Mãe, aqui, para responder sua pergunta,

VOCÊ, como também quem ressoar a esta mensagem, É a Mãe. Portanto, você é tão poderosa e tem responsabilidade demais em se entregar ao hábito tridimensional da dúvida.

A dúvida é um meio de afastar seu verdadeiro EU. Este hábito se desenvolveu durante suas inúmeras encarnações por ter que esconder seu verdadeiro poder. Porém, todos vocês AGORA têm a proteção de ser UM com a Mãe.

NÓS, os membros multidimensionais da Mãe, temos encarnado uma e outra vez como Sacerdotes e Sacerdotisas da Deusa. Nós estivemos em Vênus por várias encarnações antes de podermos baixar nossa frequência o suficiente para encerrar nossa consciência em um vaso terreno e Vênus é a personificação da Mãe.

Algumas vezes nós encarnamos como homem e algumas vezes nós fomos mulher. Algumas vezes fomos guerreiros; outras vezes fomos agricultores. Em muitas e muitas vezes nós fomos camponeses. De vez em quando nós fomos Governantes, mas, SEMPRE nós fomos DA MÃE.

Temos sido "Mantenedores da Forma Planetária" na maioria de nossas encarnações.
É por isso que Gaia sobreviveu à extrema escuridão dos últimos cem anos.

Na maioria das vezes não somos famosos e somente uma vez ou outra somos poderosos. Mas, sempre, nós amamos incondicionalmente a Mãe. Este era o nosso trabalho. É este amor incondicional que consolida a forma que é amada.

Muitos de nós assumimos forma na Terra na queda de Atlântida. Viemos assistir Gaia a manter Sua forma até a chegada deste "tempo" profetizado. Sem o serviço dos Guardiões da Terra e dos Guardiões da Água, Gaia podia não sobreviver à imensa escuridão que Ela experimenta nos últimos setenta a cem anos. Nós temos sido os Guardiões, tanto em forma de humano quanto em forma de cetáceo na maioria de nossas encarnações.

Nós nos voluntariamos para assistir Gaia durante a queda de Atlântida porque, nessa época, a frequência de Seus Guardiões estava muito baixa para manter a Matriz 4D com sua mente coletiva e amor incondicional. Nós concordamos em entrar na roda da vida e morte de Gaia pela duração de Seu processo de ascensão. Esse processo está se completando e nosso "contrato" conclui em 21/12/12.

Entretanto, não queremos partir.
Nós queremos ascender.

Nós viemos e/ou retornamos a Gaia cerca de 10 a 12 mil anos atrás. Medindo pelo Tempo Cósmico, viemos somente uns "minutos" atrás, mas o tempo mudou muito desde que entramos na matriz ferida da Terra 4D. Na verdade, a matriz física de Gaia não parou de baixar em frequência até a frequência tridimensional de expressão.

Nossa longa jornada pela extrema polaridade da Terra física está chegando à conclusão agora. Nós aprendemos muito mais do que o nosso pensamento tridimensional pode entender. Felizmente, estamos voltando à nossa consciência multidimensional e somos capazes de nos lembrar de nosso verdadeiro EU. Portanto, estamos nos lembrando da unidade da consciência planetária.

Mas nossas inúmeras vidas estando limitados à consciência de nossos invólucros de barro foram extremamente difíceis. Infelizmente, ou talvez seja felizmente, nós nos esquecemos de quem realmente somos, então nossa limitação tornou-se "normal".

Agora, ao retornarmos às nossas expressões superiores de EU, nosso eu ferido é curado da mesma forma que temos servido para curar o eu ferido de Gaia.

Com nosso ser ferido curado pela luz multidimensional e o amor incondicional que está fluindo para a aura de Gaia, mais e mais membros da humanidade, os Guardiões da Terra, estão se lembrando de que eles, também, são "da Mãe". Dentro do estado de ser da Mãe, nós experimentamos a vida como UMA força unificada de amor e luz em expansão.

Enquanto desfrutam esse UM, mais humanos AGORA começam a liberar este hábito tridimensional de "tempo". De fato, com exceção de alguns da comunidade humana, nós da Mãe temos liberado nossa ligação ao tempo e vivemos infinitamente no UM. Dentro deste UM, nós podemos perceber muitas versões simultâneas da Terra.

Essas muitas frequências de realidade são mantidas pela ilusão da separação. Esta ilusão de separação é criada pela principal ilusão de tempo, em que muitos humanos ainda acreditam. Para a humanidade perceber a realidade como nós percebemos, ela deve largar o hábito do tempo tridimensional e aceitar o AGORA do UM.

Algumas das muitas versões da Terra são cheias de medo e ressoam a uma frequência muito baixa do Plano Astral Inferior tri e tetradimensional.

Outras versões ressoam a uma versão mais alta da terceira dimensão em que os humanos estão despertando para sua responsabilidade de serem Guardiões da Terra.

Acima do Plano Astral Inferior há muitas versões tetradimensionais da Terra que ressoam às crescentes realidades tetradimensionais mais altas do Plano Emocional, do Plano Mental, do Plano Causal, do Plano Espiritual e da Presença EU SOU no limiar da quinta dimensão.

Toda experiência que acontece no planeta Terra ressoa a cada uma destas frequências diferentes de realidade. Portanto, essa que ressoa ao Plano Astral Inferior tem uma expressão mais alta nos subplanos tetradimensionais superiores.

Todas essas versões de realidade parecem estar separadas umas das outras porque a Matriz de Polaridade da Terra 3D ainda está intacta. A Matriz 3D apenas apresenta as pontas extremas da energia tridimensional com a luz sendo a frequência mais alta e a escuridão sendo a frequência mais baixa.

Sem a percepção da energia intermediária da luz e da escuridão, esses campos de energia parecem estar separados em polaridades sem "intermediário". Felizmente, conforme mais e mais dos Guardiões da Terra aplicam suas energias no Intermediário do espectro de energia, eles percebem que essa separação é uma ilusão. Esta ilusão de separação é outro hábito tridimensional que precisa ser largado.

Os Guardiões da Água, os cetáceos, sempre souberam que NÃO há separação. Porém, o poder da humanidade os dominou e os matou durante os tempos escuros, o que reduziu grandemente sua capacidade de manter a percepção de toda vida como UNA.

Felizmente muitos humanos estão despertando para seu propósito de ser um Guardião da Terra e percebem os Guardiões da Água como seus queridos parceiros.

As frequências superiores da luz que estão entrando em nosso planeta estão alterando imensamente a percepção de tempo da humanidade. Como o tempo continua a acelerar, a ilusão de tempo também está desaparecendo. Consequentemente, o foco de muitos humanos está perdendo o controle de passado e futuro e eles estão escolhendo o foco no AGORA.

O passado está encerrado e o futuro é o AGORA.

Dentro deste AGORA, muitos humanos estão abraçando Gaia como sua Mãe e estão cuidando d'Ela como se Ela fosse uma "pessoa". Na realidade, o planeta não é uma pessoa. Ao contrário, as pessoas são o "planeta".

Nós, a Mãe, amorosamente damos as boas-vindas aos nossos humanos em retorno ao nosso EU Planetário, pois o encerramento das polaridades colapsa as inúmeras versões de "vida na Terra" em UMA realidade da Ascensão Planetária.
----.....---==II==----.....----
 
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com.br/ 
Tradução: SINTESE para postagem simultânea em
http://blogsintese.blogspot.com/
http://stelalecocq.blogspot.com/ 

 
Gostou ! Indique para seus Amigos!
 
|Topo da Página| |Voltar Menu Suzanne Lie| |Voltar Home|