VÉU QUATRO
A Ilusão de Questionamento

Por Suzanne Lie PhD
Em 27 de novembro de 2015
luz de gaia
Vinculada a “Conversa Direta sobre Ascensão 2
 
Onde estou? Ah, sim, estou aqui. Vejo a porta atrás de mim e vejo Lady Astrea à minha direita. Talvez eu agora possa perguntar a ela por que não me lembro de minha vida terrena enquanto estou aqui. Mas, antes que eu possa formular a pergunta, ouço-a dizendo:

Querida, você saberá quando se lembrar desta experiência na Terra, quando se lembrar da sua vida terrena enquanto está aqui. Seja paciente com você. É muito difícil viver duas realidades ao mesmo tempo, e seu Eu Superior determinará quando você estará preparada.

Eu Superior? Do que ela está falando? Ela quer dizer que há até mais de mim do que meu eu desperto e adormecido? Estou até mais confusa agora do que antes de fazer a pergunta, mas agora preciso entrar no círculo. Espero poder me lembrar de perguntar a ela sobre esse “Eu Superior”.

Estou entrando no círculo, e quando entro, sinto como se estou chegando ao Lar. As duas Senhoras queridas aparecem como se do nada e amorosamente liberam outro véu e eu ouço a voz de Lady Leto.

Parece que ela também ouviu minha pergunta, pois ela diz: O trabalho da última noite foi muito profundo e você foi incapaz de levar alguma coisa dele para sua mente externa. Saiba que ver a conexão entre o interior e o exterior às vezes depende de sua coragem. Neste caso, foi melhor não lembrar o trabalho da noite para que você pudesse descansar.

Esta noite as Senhoras ergueram a “Ilusão de Questionamento”. Questionar é sentir a separação entre você e a fonte máxima. Questionar é colocar uma consciência na consciência humana para perguntar de uma ou outra fonte superior.

Neste lado do véu, nós vivemos em um estado constante de saber. Toda informação está prontamente ao nosso alcance e nós facilmente sintonizamos para o que é apropriado. E também, no nível do espírito, não estamos limitados a sintonizar uma única coisa. Eu pessoalmente posso atender você enquanto que eu posso, pessoalmente, atender todos os outros que também estão me chamando neste dia.

Quando o véu é entregue ao Irmão, Hilarion fala: Querida, posso ver que você está “questionando” esse conceito. Claro, isso é parte da razão de você não conseguir lembrar qualquer parte do trabalho da última noite. Tentarei explicar isso para você. Especificamente para você, questionar tem sido uma parte importante de seu crescimento.

Questionar é muito parecido com querer. Querer denota aquilo que você ainda não tem e esse querer tira do fluxo cósmico do Tudo de Tudo. Questionar atua muito desse mesmo modo. Quando você questiona, há um campo de energia adjacente que denota aquilo que você ainda não sabe. Isso separa você da Mente Universal.

Para liberar a “Ilusão de Questionamento”, poder-se-ia unir. Quando você une com a Mente Universal, nenhum questionamento é necessário, pois sua mente está unida com a Mente Universal. Então a informação desejada pode ser coletada tal como é “coletada” de seu cérebro físico.

Querida, tente não questionar este conceito, mas sim, tire um momento para experimentar a diferença. Primeiro se faça uma pergunta e então una. Como você está entendendo, questionar disseca sua consciência em palavras individuais e conceitos. Entretanto, unir abre vocês para todas as respostas simultaneamente.

Quando os outros Irmãos pegam o véu, Apollo fala: A polaridade oposta de questionar é entender, porque você não tem que perguntar se você entendeu o que foi dito. Nós temos unido com sua consciência e, portanto, sabemos exatamente o que você precisa que nós digamos para você para ampliar seu entendimento.

A base do questionamento é insegurança e impaciência. A insegurança vem da ilusão de espaço porque se está inseguro em uma suposta separação. A impaciência vem da ilusão de tempo. Portanto, espaço e tempo vinculam o questionamento. Quando você transcende tanto o espaço como o tempo, a ilusão de separação e a qualidade humana de impaciência também são transcendidas.

Com as palavras finais do poderoso Apollo, eu pude sentir-me sendo puxada de volta para o espaço e tempo. Não, não, eu não quero reentrar ainda. Eu tenho mais perguntas...

Pergunta e Resposta sobre Questionar seu EU

Por favor, compartilhe como você questionou seu EU e
Como você encontrou a coragem de SER seu EU.

Obrigada, no ótimo ano de 2016, nós

“TORNAREMOS A ASCENSÃO NORMAL”

Obrigada por suas mensagens!

Sue
-.....---==I.||.I==----.....-
  Direitos Autorais:
Suzanne Lie PhD
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Indique para seus amigos.
|Topo da Página| |Voltar Menu Suzanne Lie| |Voltar Home|