ASCENSÃO PLEIADIANA
ENTRE MUNDOS
Por Suzanne Lie PhD
Em 25 de julho de 2013
 
  Mytre está em casa e eu também!

MYTRE FALA:

Enquanto minha consciência pura cruza a atmosfera da Terra, eu reflito sobre minha estada na aura de um humano na Terra em ascensão.

Normalmente, a alteração de consciência é imediata, mas eu desenvolvi bastante o meu apego à liberdade de toda forma.

Agora que não estou mais na aura de outro, posso experimentar mais profundamente a essência de minha própria alma.

Eu sinto Mytria como se estivesse perto ou dentro de mim.

Minha consciência se expandiu imensamente para a experiência de senti-la, minha plenitude do EU, tão próxima a mim enquanto estávamos juntos na nave.

Então, eu senti muito a falta dela desde que nos separamos.

Ao invés de fixar minha intenção na sala de meditação da Nave, eu decidi permitir minhas intenções percorrerem as muitas faces da Terra de Gaia.

A Terra é um planeta tão diverso, com inúmeras variedades de vida.

Como percebo a Terra desta perspectiva de sua atmosfera, minha consciência pentadimensional pode perceber muitos flashes de luz de frequência superior entrando na aura do planeta e também em todos os habitantes de Gaia.

Felizmente, todos os vegetais e animais estão completamente abertos para esta nova frequência de luz e estão vivendo em entrega às mudanças em sua forma e aos estados expandidos de consciência.

Os animais que já viveram como presa e predador estão entrando no alinhamento da coexistência pacífica.

E também os vegetais estão transmutando para expressões superiores.

É uma pena que tantos humanos não seguem a orientação do reino vegetal e do reino animal de Gaia.

Entretanto, ao observar os padrões de energia na Terra, posso ver áreas mais vastas onde a consciência de unidade cria um padrão coesivo e fluente de luz entrecruzada.

Por outro lado, ainda há áreas onde os padrões de luz atingem uns aos outros em ângulos e retângulos.

Estas são áreas que ainda estão resistindo à luz superior e tenazmente se agarram ao que está acabando.

Nas áreas de luz coesiva posso ver padrões de luz que ressoam ao espectro mais alto de cores e padrões sempre em expansão.

Eu também posso ver como essas áreas estão emitindo uma nuvem de consciência que lentamente está escalando pela quarta dimensão e para a quinta dimensão.

Então, a face do orbe de Gaia é uma tapeçaria de harmonia, unidade, expansão e transcendência, e também de manchas de resistência, restrição e destruição.

E assim a polaridade acaba pouco a pouco.

Eu me pergunto se nossa vila pleiadiana naquela que neste AGORA é uma linha temporal antiga também se parecia assim para uma perspectiva dimensionalmente superior.

Com esse pensamento, eu me sinto deixar rapidamente a Terra.

Esta bilocação deve ser muito parecida com a de Mytria quando deixou as frequências inferiores da Terra.

Nós dois estávamos vivendo três realidades dentro do AGORA.

Estávamos na nave em nossas cabines de meditação, na atmosfera da Terra tridimensional e focalizando em nosso antigo lar nas Plêiades.

Por causa da experiência de Mytria, eu sei direcionar minha consciência para o SENTIR do ser de Mytria.

Desta maneira, eu tenho um ponto direto de entrada nessa realidade pleiadiana.

Então, num flash, minha consciência está plainando sobre nosso acampamento na natureza.

Desta vez meu ponto de vista está muito mais perto do planeta e eu posso ver as estruturas reais e as pessoas.

Parece que muitas das pessoas estão se preparando apressadamente para alguma coisa.

Parece que nossa pequena equipe recebeu reforços da Vila.

De fato, pode ser que grande parte dos habitantes da vila agora estão em nosso pequeno acampamento.

Entretanto, apesar da cena de nosso acampamento e das pessoas estar clara, o Templo Violeta está ligeiramente fora de fase em relação ao resto da cena.

Na verdade, o Templo parece estar entrando e saindo da fase do campo de frequência de nossa Vila, mas posso sentir que Mytria e Almon estão dentro do Templo.

Eu preciso encontrar um meio de coincidir com a frequência do campo de energia do Templo para eu poder me comunicar com eles.

Eu focalizo minha atenção somente no Tempo e firmo minha intenção para entrar naquela versão de realidade.

Eu me lembro de que quando entrei pela primeira vez na realidade da Terra de 2013 para assistir Sandy e Jason eu precisei me focalizar primeiro em Jason.

Visto que ele é uma expressão inferior do meu EU Multidimensional, eu pude usar seus padrões de energia como um ponto de alojamento para a minha consciência.

Assim que coloquei minha intenção de unir minha consciência com a dele, eu consegui me reunir naquela realidade.

Neste caso, eu posso focalizar no sentir Mytria e unir minha consciência à dela.

Sinto que Mytria e Almon estão na mesma área e separados por uma pequena distância.

A parte difícil é que ambos, Mytria e Almon, estão ressoando a frequências alternantes, junto com o Templo.

Talvez, se eu puder estabilizar a ressonância do Templo, a ressonância de Mytria e Almon também se estabilizará.

Entretanto, primeiro eu preciso descobrir por que a ressonância do Templo está tão instável.

Felizmente, a amada Mytria também sente minha consciência e está tentando se comunicar comigo.

Entretanto, nossa conversa parece muito com um celular da Terra que tem recepção fraca.

Consigo somente entender partes da mensagem dela e a comunicação fica muda.

Enviarei uma mensagem repetitiva para Mytria e Almon para que eles possam juntar tudo no final.

Mas, o que eu quero dizer?

Já sei!

Vou fazê-los se focalizarem em minha ressonância que é bem estável e ressoa ao limiar da quinta dimensão.

Enquanto eu centro minha atenção no Templo e mantenho minha consciência na frequência do limiar para a quinta dimensão, eu começo a receber mais informação sobre o Templo.

De fato, tenho a impressão de que o Templo real está se comunicando comigo na forma de imagens entrando em minha mente.

Parece que no exato momento em que o Templo foi totalmente assentado na superfície de nosso planeta, ele enviou um espectro de inúmeras realidades possíveis.

Com a elevação do Templo Violeta, nosso acampamento, a vila e tudo dentro do domo de proteção que os Arcturianos nos forneceram tornou-se pentadimensional.

Então, todo pensamento e emoção de todos os membros de nossa colônia são manifestados instantaneamente.

Os membros de nosso acampamento estão unidos em consciência.

Entretanto, nem todas as pessoas da vila entraram na consciência de unidade.

Portanto, as inúmeras versões diferentes de realidade dos indivíduos e pequenos grupos diferentes, todas, criaram suas próprias versões de nossa comunidade ascendida.

Visto que não havia uma unidade de pensamentos e emoções, as muitas versões de ascensão se dividiram em inúmeras realidades.

Algumas dessas realidades se justapõem e outras estão completamente separadas.

Para completar esse processo de transmutação para uma realidade pentadimensional, todos os membros de nossa comunidade têm que se unificar numa versão coesa de nossa realidade pentadimensional.

Eu comuniquei esta visão para Mytria e Almon dentro do Templo vacilando e eles concordaram.

Mas nenhum de nós sabia como unir todos os membros de nosso acampamento e a vila.

Mytria e Almon decidiram que eles focalizariam na estabilização do Templo por preenchê-lo com amor incondicional, o que me fez perceber que eles tinham a resposta para a vila inteira.

Se nossa vila inteira conseguisse se sincronizar com a frequência do amor incondicional, nós teríamos consciência de unidade suficiente para a estabilização em uma realidade coesa.

Eu precisaria começar por informar os membros de nosso acampamento, mas primeiro eu tenho de criar uma forma que eu possa usar nesse mundo.

Eu percebi que Mytria criara uma forma para si, mas com a assistência de Almon.

Se eu entrar no Templo para ter a assistência de Mytria e Almon na criação de uma forma, posso não conseguir deixar essa ressonância ondulante.

Não, eu tenho que criar uma forma por mim mesmo.

Eu posso sempre pedir ajuda ao Arcturiano, pois ele não está confinado a qualquer sentido de tempo ou espaço.

Entretanto decido começar por conta própria e ver no que dá.

Ao relaxar minha mente e focalizar meus sentimentos no amor incondicional, eu posso sentir os Elementais pentadimensionais se oferecendo para me assistir na criação de uma forma para a minha consciência.

Visto que minha consciência é pentadimensional, os Elementais podem me assistir por criar uma matriz para o meu Corpo de Luz.

Se eu baixar minha consciência, eu saio da forma.

Agora, eu apelo ao Arcturiano para me assistir na manutenção de minha consciência acima do medo óbvio que muitos dos habitantes da vila estão experimentando.

Eu focalizo no Arcturiano cada vez mais presente dentro de mim, o que é único.

Eu havia experimentado estar dentro do Arcturiano, mas nunca experimentara o Arcturiano dentro de mim.

Há alguma diferença? - eu ouço o Arcturiano perguntar.

Com um sorriso, dou as boas-vindas ao retorno da minha expressão superior de natureza arcturiana ao núcleo do meu EU.

Num flash, surge um Corpo de Luz brilhante e eu desço para o solo.

Toda a agitação para imediatamente quando os olhos de todos se voltam para meu corpo de luz.

Alguns se afastam com medo e desconfiança, mas a maioria das pessoas volta-se para mim e caminha em minha direção.

Eu sei que meu primeiro desafio é criar a consciência de unidade, então fixo minha atenção naqueles que se assustaram com a minha aparição repentina.

Eu descubro que minha "voz" é telepática, então eu posso me dirigir àqueles que se afastaram de nossa reunião.

Eu sou o Mytre, eu digo de uma forma amorosa.

Eu servi como um protetor de nossa vila e pilotei a nave que buscou a assistência dos Arcturianos.

Eu aprendi muito enquanto estive longe, mas eu ainda sou um membro de nossa comunidade.

O corpo que estou usando é semelhante ao corpo que vocês estão usando, mas vocês não acreditam nisso, então não podem se perceber dessa forma.

Ouçam-me todos vocês.

Vocês foram bem sucedidos!

Sua ressonância agora é de quinta dimensão.

Agora vocês estão seguros, pois estão todos invisíveis para as forças do poder sobre o outro que há tanto tempo são nossas inimigas.

Nós precisamos unificar nossa consciência agora para estabilizar a ascensão.

Alguns dos assustados ainda estão afastados, mas a maioria deles se une ao grupo que está reunido ao meu redor.

Eu digo a alguns amigos meus que estavam surpresos por me verem nesta forma que, por favor, reúnam os assustados e os tragam para o nosso grupo.

Com alguém para pessoalmente garantir, todos os assustados se acalmam e se unem ao grupo.

Restou alguém na vila? - eu pergunto.

Sim, responde meu velho amigo Jackal.

Gostaria que fôssemos buscá-los?

Por favor. Nós precisamos que todos estejam em unidade para totalmente assentar o Templo Violeta nesta frequência de realidade.

Então eu o puxo de lado e digo para trazer alimentos e suprimentos, pois todos nós poderíamos precisar acampar aqui por um tempo.

Garanta que seja para, pelo menos, dois dias para que eu tenha a chance de trazer unidade para este grupo.

Leve consigo dois amigos em quem você mais confia.

Vocês três estarão encarregados da criação de unidade entre os habitantes que se unirão a nós.

Lembre-se, ninguém é muito novo ou muito velho.

Todos devem ser chamados para se reunir a fim de estabilizar o Templo Violeta e sincronizar com nossa verdadeira ressonância pentadimensional.

Se eu me reunir a vocês depois, não fiquem chocados.

Os Arcturianos me ensinaram a bilocação, então posso me projetar para estar com vocês instantaneamente.

Jackal sabia onde eu estivera e o que eu aprendera.

Portanto, ele não fica muito chocado com o que eu estou dizendo.

Farei tudo o que você pede e encontro-o aqui em dois dias, ele diz antes de se virar para partir.

Observo-o escolher um homem e uma mulher para juntarem-se a ele em sua missão.

Os dois acenam em minha direção e parecem satisfeitos por terem sido escolhidos.

Eu sei que Jackal os informará totalmente a caminho da vila.

Observo o grupo dos recém-ascendidos que não faziam ideia de que realmente haviam ascendido.

Portanto, eles estão entre mundos.

Eu sei que muitos deles, principalmente aqueles da vila, não entenderam tudo que eu havia lhes dito.

Mas eu posso sentir que eles receberam bem um líder que traria coesão para seu grupo.
 
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII