ALIANÇA PLEIADIANA/ARCTURIANA
O GRUPO DE DESEMBARQUE PARTE 2
Por Suzanne Lie PhD
Em 25 de março de 2013
 
 
  MYTRE FALA:

Mytria e eu ficamos profundamente comovidos pela compaixão do Arcturiano por seus amigos em disfarce humano.

Entretanto, nós tínhamos certeza de que não nos perderíamos numa realidade que era arcaica em comparação com a realidade em que vivemos nossa vida inteira.

Eu estava para pagar caro por essa arrogância.

Esta arrogância foi apenas o primeiro dos muitos enganos que cometi durante esta missão.

Nós, a nossa equipe da quinta dimensão e acima, nem podíamos começar a conceber o poder que uma ilusão planetária poderia ter.

Logo nós nos esquecemos sobre todas as preocupações de se perder na ilusão e continuamos com os preparativos para a nossa missão.

Mytria e eu estávamos entre as primeiras Equipes de Desembarque, pois havia outras noventa e oito.

Todos nós éramos equipes masculina e feminina de Complementos Divinos.

Decidiu-se usar equipes de Complementos Divinos, pois um Complemento poderia permanecer na Nave enquanto o outro faria o contato.

Esta decisão foi tomada porque todos nós tínhamos conhecimento da possibilidade de ficar preso no esquecimento da Teia da Frequência 3D.

Então, somente um dos Complementos deixaria a Nave enquanto o outro estaria em contato constante com seu parceiro no Grupo de Desembarque.

Este era um bom plano, nós pensamos, e ele funcionou bem, por algum tempo.

Porém, "por algum tempo" tem um significado muito diferente num planeta ligado ao tempo do que tinha na Nave ou até no nosso planeta pleiadiano.

Dito isto, voltarei ao início de nossa Missão.

Havia muitos de nós que foram treinados para esta Missão.

Claro, nós fomos treinados para esta Missão por muito mais tempo do que sabíamos, mas o treino oficial terminou.

Nós éramos quinhentos divididos em cinco equipes de cem.

Assim duzentos e cinquenta ficariam na Nave e duzentos e cinquenta no planeta.

Entretanto, antes de lançarmos a campanha inteira, como um "ensaio" nós quisemos começar com uma Nave, que era a Nave em que Mytria e eu estávamos.

Os membros de nossa tripulação foram escolhidos a dedo para este ensaio, pois nós fomos mais treinados pelos Arcturianos que estavam orquestrando esta Missão.

Por causa da minha habilidade como piloto, Mytria estaria no grupo de desembarque.

E também, Mytria passara anos como uma Guardiã da Chama Violeta trabalhando com aqueles que vinham ao Templo.

Percebo que esta parte da história de Mytria não foi contada, mas será depois.

Eu gostaria de tomar um momento para tentar explicar como essas Linhas Temporais diferentes estão acontecendo simultaneamente.

Mytria e eu estamos vivenciando simultaneamente o processo de ascensão da Terra e do nosso mundo pleiadiano dentro do mesmo AGORA, apesar de que no tempo sequencial estes eventos estão muitos anos separados.

Este conceito pode ser descrito melhor por uma metáfora.

Então, por favor, pensem no tempo como um oceano enorme.

Cada Linha Temporal está flutuando na superfície do oceano e também se estendendo fundo na "água".

Cada Linha Temporal pareceria como uma ressonância de luz que aparenta estar flutuando na superfície da água, com esta ressonância verdadeiramente servindo como um portal para cada Linha Temporal.

Essas Linhas Temporais, que parecem com imagens flutuantes de luz, parecem estar separadas, mas o oceano que elas compartilham une todas elas.

Cada Linha Temporal está se movendo com o fluxo da "água" e opera independentemente das outras Linhas Temporais.

Então, as Linhas Temporais fluirão perto de outras Linhas Temporais determinadas por algum tempo, então elas gradualmente pegarão outra corrente e se afastarão dessas Linhas Temporais e se aproximarão de outras Linhas Temporais.

Quando duas Linhas Temporais diferentes se tocam, os membros de cada Linha Temporal podem facilmente visitar uns aos outros.

Um exemplo seria muitos barcos flutuando no oceano, cada um em sua própria corrente.

Quando dois barcos se aproximam, é mais fácil para os membros de cada barco visitar uns aos outros.

Entretanto, semelhante ao caso de meu eu paralelo Almon e eu mesmo, um membro pode estar tão envolvido para visitar o outro barco que escolhe enviar uma expressão paralela de seu eu para ver o outro barco.

Eu também participo da confusão que Mytria expressou sobre as Linhas Temporais diferentes de nossos encontros.

Por exemplo, quando Mytria e eu finalmente nos reconectamos na Nave Mãe Arcturiana, eu já estava estudando com o Arcturiano por um bom tempo e Mytria fora por bastante tempo Guardiã do Fogo Violeta.

Quando nossa filha Alycia estava pronta para assumir essa posição, Mytria pôde se juntar a mim na Nave Mãe.

Entretanto, nós dois tivemos que aprender a bilocar, estar em dois lugares ao mesmo tempo, antes de nos qualificarmos para esta Missão.

Assim que os dois dominaram essa habilidade, nós pudemos estar juntos outra vez.

Na verdade, Mytria e eu bilocávamos de Linhas Temporais diferentes para estarmos um com o outro.

Eu escolhi bilocar para a Linha Temporal em que Mytria abriu o Portal para a Mãe porque foi quando ela precisou de mim.

Então Mytria bilocou até mim enquanto ela estava a caminho para se unir a mim, a fim de me preparar para sua chegada.

Em outras palavras, era mais fácil bilocar para um local onde uma pessoa estava pensando em você e adoraria encontrar você.

Assim, os membros da Equipe de Desembarque escolherão bilocar para os "humanos" na Terra que na verdade são Arcturianos e/ou Pleiadianos em disfarce humano.

Vamos nos reunir àqueles que estão despertos o suficiente para desejar e receber bem uma visita de seu Mundo Lar.

Além disso, até o grupo de desembarque não "deixará a nave", pois ele bilocará para a superfície do planeta.

Entretanto, aquele que estará bilocando precisará permanecer em um estado de transe e protegido por seu Complemento enquanto estiver bilocando, pois fomos totalmente informados dos muitos perigos na Terra física.

Nós tentamos contato com a Terra muitas vezes no passado, mas descobrimos que os governantes sombrios com muita alegria nos matariam, nos aprisionariam e até fariam experimentos em nossa forma bilocada.

Portanto, bilocaremos ao invés de verdadeiramente desembarcar.

Entretanto, qualquer dano feito ao componente bilocado de nosso EU Multidimensional ainda pode nos causar um grande dano.

Eu digo o nosso EU Multidimensional porque nós não estamos mais acostumados a usar uma forma tridimensional.

Então, nós bilocaremos nossa forma tetradimensional para nos encontrarmos com os nossos Representantes na Terra em seus sonhos e meditações.

Espero que eu tenha apresentado um conceito muito complexo de uma maneira que nossos Representantes na Terra possam entender.

Alguns de vocês conseguirão entender minha explicação em sua consciência 3D e outros somente entenderão esses conceitos enquanto estiverem em seu corpo noturno tetradimensional ou nos estados superiores de sua meditação.

Se a única coisa que conseguirmos fazer for acender a chama de sua lembrança de que VOCÊS realmente são membros de nossa grande Sociedade Galáctica, então nossa Missão será um sucesso.

Assim que vocês se lembrarem de seu verdadeiro EU dimensionalmente superior, vocês saberão que VOCÊS estão usando somente temporariamente um vaso terreno a fim de assistir nossa querida amiga Gaia.

Com esta recordação, vocês estarão bem encaminhados para se lembrarem de sua Missão.

Gaia, o Ser Multidimensional que assumiu a forma do planeta Terra, também está pronta para retornar ao Seu estado superior de expressão.

Sua jornada à fisicalidade de terceira dimensão também tem sido extremamente difícil, mas não sem recompensas abundantes.

Gaia opera via tempo planetário, que é bem diferente do conceito de tempo entre Seus humanos.

Então, os humanos que ainda não estão preparados para se lembrar de seu EU ainda terão "tempo" para se lembrar.

Felizmente, assim que vocês liberarem sua ligação ao tempo sequencial tridimensional, vocês começarão a pensar multidimensionalmente.

Com esta mentalidade em expansão, seu pensamento e comunicação multidimensional poderão interfacear com seu cérebro tridimensional, para facilitar seu retorno consciente ao seu EU.

Assim que puderem pensar multidimensionalmente, vocês começarão a se comunicar conscientemente com suas Expressões Superiores de EU.

Nesse ponto, vocês conseguirão nos acolher conscientemente como membros de sua Família Galáctica maior.

Vocês não experimentarão medo, e sim, somente gratidão e amor incondicional porque vocês saberão que nós viemos para assistir nossa "Equipe distante" que tem servido Gaia por inúmeras encarnações.

Que momento feliz será quando pudermos olhar uns nos olhos dos outros e nos recordarmos de toda a experiência maravilhosa de que temos participado.

Vejam: cada um de nós foi designado para encontrar com um de nossos amigos em forma humana com a esperança de que vocês reconhecerão um sentimento familiar.

Nós esperamos que esta sensação de familiaridade ative seus padrões de memória dimensionalmente superior.

Entretanto, se vocês não se lembrarem, nós entenderemos e pacientemente aguardaremos até vocês estarem preparados para reconhecer que vocês não são "apenas um humano".

E então poderemos lembrá-los de que vocês são representantes de nosso Mundo Lar que assumiram vasos terrenos para melhor interfacear com Gaia e Seus habitantes.

Nós vemos que muitos de vocês ainda não estão cientes de sua linhagem; apesar disso, vocês ainda descobriram modos de realizar seu contrato pré-natal.

Nós queríamos que todos vocês pudessem ver a luz gloriosa que vocês irradiam mesmo em seu estado de fisicalidade.

Somente podemos antecipar a luz maior que vocês emanarão para seu mundo quando tiverem se lembrado de seu EU Verdadeiro.

Nós, sua Família Galáctica, esperamos ansiosamente para nos encontrarmos novamente com vocês.

Mytre
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII