ALIANÇA GALÁCTICA COM A TERRA
O GRUPO DE DESEMBARQUE LEMBRA PARTE 3
Por Suzanne Lie PhD
Em 30 de abril de 2013
 
 
  MYTRE FALA DA NAVE:

Estou muito preocupado com Mytria.

Ela de fato está despertando para algumas de suas experiências na Nave.

Mas parece que conforme Mytria lembra mais sobre a Nave, ela realmente esquece mais de mim.

Eu sei que é egoísmo meu, mas estou com medo de tê-la perdido.

Agora, quando ela vem para a Nave à noite, ela parece ser totalmente humana.

Ela não interage mais com seus amigos da Nave e fica com os outros humanos que acreditam estar sonhando.

Estou feliz por sua forma humana ter despertado para a Missão.

Entretanto, parece que quanto mais ela cumpre sua Missão, menos ela se lembra de seu real EU.

É como se ela tivesse entrado tão fundo em seu vaso terreno humano que não pode mais se lembrar de mim, seu Complemento Divino, ou de seu verdadeiro EU.

Minha preocupação mais profunda é que ela está usando demais seu vaso terreno.

Posso ver que ela cai na cama exausta todas as noites porque está fazendo coisas demais durante o dia.

Temo que ela esteja compensando excessivamente por alguma razão interior que eu não posso determinar.

Claramente ela está perdida em sua humana e percebe suas visitas ao Lar, à nossa Nave, como sonhos interessantes.

Entretanto, ela está fazendo tanta coisa com seu Blog e suas reuniões com outros que ela está esgotando imensamente seu vaso terreno humano.

Ela parece ter se esquecido da advertência que recebemos de que se nós "morremos" enquanto em nosso vaso terreno, nós podemos não nos lembrar de nosso verdadeiro EU.

Nesse caso, nós entraríamos na Roda de Nascimento e Morte que envolve esse planeta ao invés de retornarmos à nossa verdadeira expressão aqui na Nave ou em nosso Mundo Lar.

Mytria realmente está compartilhando o vaso terreno da humana.

Esse acordo foi feito antes do nascimento da humana.

A Mytria na Nave está em meditação profunda e mantém a energia para que possa continuar sua bilocação e eu tenho verificado seus sinais vitais que são apresentados fora da cabine.

De fato, essa humana é um componente das inúmeras expressões do EU Multidimensional de Mytria.

Mas a humana tem todas as limitações de um ser tridimensional.

Nós também fomos avisados antes de assumirmos a Missão de que as limitações humanas são muito contagiosas.

Então, nós poderíamos começar a acreditar nas ilusões humanas enquanto usássemos essa forma.

Estou preocupado que isso tenha acontecido com Mytria.

Até aqui seus sinais vitais estão coerentes com seu eu pleiadiano.

Entretanto, se eles se tornarem coerentes com seu vaso terreno humano, então ela poderia ficar presa na ilusão de sua humanidade.

Preciso conversar com o Arcturiano sobre minhas preocupações.

Estou muito feliz porque o Arcturiano decidiu se juntar a nós nessa Missão, pois "se tornar humano" é muito perigoso.

Mytria queria tanto prestar seu dever que ela expôs seu EU ao grande perigo de se esquecer de quem ela realmente é.

Repentinamente o Arcturiano surgiu na minha frente como se ELE estivesse ouvindo.

Mytre, nós estamos cientes de suas preocupações.

De fato, nós participamos delas com você.

Mytria entrou muito profundamente na consciência dessa realidade paralela de sua expressão humana.

Através de seu EU Mytria, ela tem se comunicado com esta humana há muitas décadas.

Entretanto, a humana não pôde trazer esta informação para sua mente consciente.

Então, todas as comunicações da humana com Mytria foram armazenadas em seu subconsciente mais profundo.

Agora que a luz superior está entrando na forma humana, que agora é compartilhada por Mytria, há um conhecimento perceptivo crescente e um estado de consciência em expansão.

Entretanto, a consciência humana (com que Mytria está cada vez mais mesclada) ainda não pode experimentar diretamente essa mudança, pois ela está acontecendo dentro do DNA dela.

Contudo, essas mudanças estão alterando o campo perceptivo do vaso terreno que Mytria está compartilhando com a humana.

Apesar do processo de alteração perceptiva ainda ser inconsciente para o pensamento humano cotidiano, ele está criando muitas emoções desconfortáveis.

Você está correto em sua preocupação de que Mytria tenha se perdido na consciência que ela está compartilhando com a humana.

Mytria de fato esqueceu muito sobre seu verdadeiro EU a bordo desta Nave e se percebe como a forma humana que ela está usando.

Neste momento fiquei extremamente agitado, o que o Arcturiano sentiu de imediato.

Mytre, sua preocupação não é útil para Mytria e nem para a Missão.

Você é a âncora de Mytria nos planos superiores, e esteja ela ou não ciente disto, ela sente todas as suas emoções como ela sempre sentiu.

Portanto, parte das emoções desconfortáveis dela é porque ela pode sentir inconscientemente sua preocupação.

Esta declaração me deixou muito perturbado.

Então eu soube que eu teria que me dedicar a ter mais fé na capacidade de Mytria.

Ela era uma Guardiã da Chama Violeta em nosso planeta, logo, eu preciso confiar no seu poder inato.

Sim, Mytre, o Arcturiano disse em resposta aos meus pensamentos.

É vital que você permaneça calmo e confiante para que ela possa encontrar sua própria confiança calma.

Se for para ela ajudar os humanos, ela precisa experimentar o que eles estão experimentando.

Mytria está se tornando a humana que ela está usando para entender totalmente como transmutar essa forma para sua expressão superior.

Ela é muito valente por fazer isso e precisa que você esteja confiante e a apoie.

Eu agradeci ao meu amigo Arcturiano.

Eu entendi como minhas preocupações podiam tão facilmente se infiltrar na consciência de Mytria.

Por outro lado, eu também entendi como uma crescente alteração em suas percepções de realidade poderia ser bastante perturbadora para o pensamento tridimensional que assumiu temporariamente a consciência de Mytria.

Para alterar seu campo perceptivo para as frequências superiores de sua realidade, primeiro ela precisa tomar conhecimento das emoções de frequência inferior baseadas no medo que prendem sua atenção nessa frequência de percepção e, portanto, nessa frequência de realidade.

O desafio de Mytria era mostrar aos humanos que a realidade que eles vivem é a realidade que eles percebem.

Eu preciso lembrar que dentro do AGORA da realidade que Mytria está visitando a maior parte da humanidade está experimentando alterações emocionais extremas em um curto período de tempo.

Além disso, o próprio tempo está se alterando.

Conforme a realidade da Terra continua a mudar para as dimensões superiores, o tempo tridimensional muda para o tempo tetradimensional, que é muito mais rápido.

Uma alteração mais gradual na percepção do tempo é muito útil para diminuir o medo de mudança que a humanidade tem.

Sim, pensou o Arcturiano ao se reunir ao meu pensamento.

Tornar-se o mestre de seu medo é o maior desafio no Agora em que Mytria está vivendo.

Sua expressão humana com quem ela se fundiu combateu o medo pela maior parte de sua vida.

Foi a influência inconsciente de Mytria em sua forma humana que iniciou a grande alteração da consciência da humana.

Entretanto, nós concordamos que devemos observar os sinais vitais de nossa Mytria na Nave.

Nós estamos totalmente cientes de que você está observando numa base regular, quase obsessiva.

Quando você for verificar, permaneça lá por um tempo e converse com o EU Pleiadiano dela.

Desta maneira, você a assistirá na recordação de seu EU mais do que você pode pensar.

Eu fiquei muito feliz por receber esta informação do Arcturiano e tentei não sair correndo para a cabine de meditação de Mytria.

Porque ela estava num transe muito profundo, ela era alimentada intravenosamente e era constantemente monitorada.

Eu não considerara o componente de Mytria que estava ciente de minha preocupação e o quanto eu podia estar prejudicando-a.

Eu queria imediatamente correr para a cabine de Mytria, mas meus deveres impossibilitaram que eu a visitasse até muito mais tarde.


MYTRIA FALA:

Por causa da minha profunda conexão com Mytre, eu posso sentir seus pensamentos.

Quer dizer, quando não estou absorvida demais na minha vida humana.

Eu devo admitir que está cada vez mais fácil me perder no tumulto da minha vida humana.

Lá, vocês entendem?

Eu simplesmente tomei este vaso humano como "minha vida".

Mytre está correto em estar preocupado.

Eu não serei útil para ninguém se me perder neste vaso humano.

Na reunião para esta Missão nós fomos avisados do poder da ilusão deste mundo.

Agora eu devo admitir a arrogância que tive quanto à ilusão jamais me enganar.

Perder-me neste vaso me preocupa muito também.

Talvez fosse bom se apenas eu, sem minha consciência humana, visitasse a Nave.

Tudo bem, eu admito.

Não é a Nave que eu desejo visitar, mas sim é Mytre.

Se eu pudesse estar novamente com Mytre e sentir seu corpo envolvendo o meu, poderia ser mais fácil manter meu EU enquanto uso este vaso terreno e levo esta vida terrena desafiadora.

Há uma esperança crescente na Terra que eu posso sentir, apesar de ainda haver tantos que estão totalmente adormecidos e completamente inconscientes do que é mais importante.

Muitos humanos estão tão presos à sobrevivência.

Outros têm relances de uma nova realidade, mas eles não podem manter essa visão.

Alguns deles podem se lembrar dessa realidade possível enquanto estão em seus corpos noturnos, tal como estou fazendo agora.

Mas eu não devo julgá-los, pois o meu sentido de eu está se tornando mais e mais humano e menos e menos pleiadiano.

Eu tive que entrar muito profundamente na consciência da humana para assisti-la no despertar e para atuar no seu despertar.

Estou feliz por seu Blog ser bastante acessado e ela está fazendo muita pesquisa sobre realidades multidimensionais e expressões superiores do EU.

Entretanto, ela ainda é incapaz de firmar o fato de que ELA é multidimensional e ELA é sua própria expressão superior, na verdade, que ELA sou EU porque ela é uma das minhas inúmeras expressões terrenas.

Entretanto, quando ela está inconsciente da minha vida dentro dela, fica muito difícil para EU permanecer consciente dentro DELA.

Ah, ela está levantando agora.

Vou pensar em Mytre e na Nave para que eu possa melhor me lembrar do meu EU.


A PESSOA CONTATO FALA:

Tive um sonho muito interessante esta noite, em que eu era uma alienígena muito alta e bem bonita.

Terei que pesquisar na Internet para descobrir de onde é esse ser.

Eu acho que era do sexo feminino, mas ela parecia muito diferente de mim.

Quero dizer, ela parecia uma humana, mas era muito alta, com pele clara e cabelos loiros compridos.

Eu sabia que ela não era humana por seus olhos.

Eles pareciam muito com olhos humanos, mas as pupilas não eram negras como nos olhos humanos.

As pupilas eram brancas, como luz branca.

Seus olhos hipnotizavam e ela parecia estar olhando na minha Alma ao mesmo tempo em que eu estava olhando o rosto dela.

Foi uma experiência muito incomum e bem perturbadora.

Eu não entendo o que está se passando comigo.

Eu gosto do meu Blog e amo meus novos amigos da Internet.

Mas ainda sinto que está faltando alguma coisa.

Não, realmente eu sinto que ALGUÉM está faltando.

Eu sei que essa alienígena tem um parceiro.

Posso sentir isso tal como posso sentir quando alguém está num relacionamento feliz.

Sim, essa alienígena está num relacionamento, mas sua felicidade parece estar um pouco manchada por tristeza.

O que tristeza tem a ver com uma alienígena?

Se ela realmente quer sentir como é a tristeza, ela deveria vir para a Terra!
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/
 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Suzanne Lie II - IIVoltar HomeII