MENSAGEM DOS ANJOS
Canalização de Ann Albers
16 de Junho de 2012
 
Meus amigos, nós os amamos muito.

Como dissemos tantas vezes antes, a sua jornada aqui na Terra é uma exploração do amor. Seu desejo pelo amor os leva a buscar relacionamentos amorosos e as suas frustrações com o amor os aborrecem muito. Vocês querem ser vistos e reconhecidos. Vocês querem ser compreendidos. Querem que outros conheçam a sua grande luz. Este é um desejo humano natural e normal.

Entretanto, é igualmente importante que vocês concedam aos outros estas mesmas dádivas - que tentem ver e reconhecer as perspectivas dos outros como sendo perfeitas para o crescimento que eles estão aqui a fazer. Que tentem com a sua melhor capacidade, compreenderem uns aos outros, e quando não o fizerem, esforcem-se muito para não julgar. É importante reconhecer que nos recessos de cada alma, não importa o quão obscuros e perturbados eles possam parecer, há uma luz muito grande. Quando se concentram nesta luz, vocês a ajudam a se manifestar.

Como sempre, não estamos sugerindo que vocês se permitam serem usados ou abusados. Não estamos dizendo que tenham que permaneçam ao lado de um comportamento indelicado. Estamos simplesmente dizendo que em seu coração, vocês podem sempre procurar se concentrar na luz do outro, mesmo à distância. Por exemplo, digamos que vocês estavam em um casamento que terminou muito mal. Vocês não querem ver ou falar novamente com o seu ex.

Talvez esta seja a resposta mais amorosa para ambos – permanecerem distantes no nível humano. Ainda assim, vocês podem se concentrar em seu coração, ainda que a outra pessoa pareça irritada ou zangada, dizendo que ela estava também tentando trazer a verdade dele à superfície. Ela estava também tentando crescer. Ela tem também a luz interior que busca ser descoberta e revelada ao mundo. Talvez ela não realize isto em uma vida. Talvez, consiga. Não é sua a responsabilidade de corrigir ou controlar isto, mas vocês podem, nos recessos do seu coração, reconhecer tanto o direito de ser, quanto o dele também. E vocês podem fazer isto sem nunca ter um contato humano com ele novamente, pois vocês se relacionam ao nível de suas almas com tudo na criação, estejam fisicamente presentes ou não.

Certamente, queridos, busquem a companhia amorosa. Honrem os seus próprios sentimentos. Está certo dizer: “Ele não é para mim, mas tem o direito de ser”, pois nesta afirmação vocês reconhecem o seu direito de discernir, evitando o julgamento. Todos, queridos, têm o direito de ser. Todos têm o direito de experienciar o crescimento que estão criando para si mesmos. E vocês têm este direito também... de se encaminharem para aqueles que elevem e ressoem com s suas almas, e com gentileza afastarem-se daqueles que não o fazem. Quanto mais reconhecerem isto, menos precisarão corrigir ou mudar aqueles que os rodeiam.

Se todos estivessem simplesmente sendo honestos com eles mesmos e o mundo ao redor deles, todos encontrariam os seus espaços entre aqueles de mentes e corações afins e o seu mundo finalmente teria a paz. Isto pode levar séculos para ocorrer, mas estamos no céu, mantendo a visão para esta realidade amorosa. Uma alma de cada vez.

Deus os abençoe! Nós os amamos muito.

Os Anjos
----.....---==II==----.....----
 
Até as almas atormentadas precisam de amor...

As flores dos cactos ficam tão amorosamente entre os espinhos... assim como nós!
----.....---==II==----.....----
© 2011 Ann Albers - www.VisionsOfHeaven.com 

Tradução: Regina Drumond Chichorro – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Pagina| - |Voltar Menu Mensagens dos Anjos Ann| - |Voltar Home|