O FOGO DA TRANSFORMAÇÃO
Por Ute Posegga-Rudel
Em 08 de fevereiro de 2014
 
 
  PARA OS MEUS QUERIDOS AMIGOS!

Vocês perceberam como essas correntes cósmicas universais são a nossa máquina de liberação?

E elas nem sempre são agradáveis!

A humanidade é presenteada com seu conteúdo oculto, agora demonstrado abertamente, tão aumentado e amplificado que finalmente ninguém pode mais ignorá-lo.

Isto ocorre a um nível global ou pessoal.

É o enorme processo de purificação de que o mestre búlgaro Peter Deunov falou em sua "Última Profecia".

É o grande fogo de que ninguém pode escapar e está expandindo dimensionalmente todos os dias.

E somente quando o fogo tiver passado o verdadeiro novo mundo pode surgir.

Todo o conteúdo já armazenado em nosso subconsciente durante vidas, com participação ativa ou passiva, na ponta do fazer ou na ponta do receber, e mesmo se formos apenas observadores, todo esse conteúdo faz parte de nossa consciência pessoal e coletiva e agora precisa vir à superfície.

E as linhas normalmente são muito finas entre todos esses níveis de participação.

Ele deveria nos dizer que não se trata de "culpa".

Todos nós precisamos ir além desse nível de envolvimento emocional pessoal.

Mas se trata de reconhecimento impessoal do conteúdo da consciência do mundo que agora está se apresentando para ser reconhecido e liberado por abandonar completamente a identificação pessoal e coletiva com ele.

O perdão, para si ou para outros, isso não importa, é o requisito.

Não é nada além do que o surgimento da compreensão de que NADA de todos os dramas, sistemas de crenças ocultos ou abertamente conhecidos, emoções, pecados, erros e deficiências, como nomeados por nossa sociedade, somos nós.

Mas nós precisamos abandonar isso por causa da nossa Verdadeira Natureza que sempre é Pura, Radiante e Sem Manchas.

Trata-se do reconhecimento de nossa Divindade, que agora recebe a oportunidade de emergir e ficar consciente para aqueles que estão dispostos a verdadeiramente examinar suas vidas e tendências.

Aqueles que estão dispostos a entender que até as coisas que acontecem "fora" de nós, perto de nós ou globalmente, são tópicos de que de alguma forma cada um de nós participa, porque somos partes do todo.

Todos nós somos interconectados.

Como o Gigante Radiante da Essência Humana que todos nós compartilhamos, está levantando sua cabeça, a humanidade - isto é, cada célula individual do corpo humano, cada personalidade - agora pode participar desta gloriosa Revelação Divina, atingir uma compreensão mais profunda e distanciada de todas as imperfeições que são componentes inerentes desta densa realidade de separação.

Entretanto, o Ser que se esqueceu de suas Raízes Divinas, necessariamente deve experimentar tudo que se pode imaginar nesta realidade densa, "bom" ou "mau", "luz" ou "escuridão" como uma realidade inabalável.

Mas perante a Verdade que Nós Somos e ela ESTÁ além da dualidade, no final não faz diferença.

Somente aparenta ser trágico quando somos capturados pelo véu da alteralidade e de estar perdido num sofrimento em que o amor é desconhecido.

Quando nós SOMOS Amor total, então tudo encontra equilíbrio.

Então, perdoar a nós e aos outros é outra descrição para a descoberta de nossa Divindade Humana que desperta para o fato de que a ilusão do erro e da escuridão artificial não faz parte de nossa Identidade.

Quando emergimos da noção de separação e experienciamos a Unidade de Consciência em nosso coração, as sombras talvez possam permanecer em nossa memória desvanecida, mas elas não nos tocam mais, elas não machucam.

Porque o coração unifica no Esplendor de Somente Uma Luz a luz repartida de nosso ser ilusório, construído artificialmente.

Esta é a cura da humanidade, e cada um de nós está recebendo a chance de aceitar este fogo transformacional pelo bem do que tem se chamado desde os tempos antigos de "iluminação".

Aqueles que estão escolhendo mais cegueira e separação ainda não estão prontos para passar da provação do eu e autodescoberta.

Eles preferem ficar presos à máscara, a mera superfície de si, porque têm medo de encarar suas próprias sombras, pois eles acreditam em condenação.

Mas quanto mais eles insistirem nesse caminho, mais difíceis serão os tempos vindouros para eles.

Estamos todos juntos nisto, queridos amigos, então não podemos julgar.

Nós somente podemos viver compaixão e amor.

Nós não somos diferentes deles, nós somente alcançamos o equilíbrio do fiel da balança por já limparmos os famosos "estábulos de Hércules".

Mas agora é a hora em que a luz precisa equilibrar o peso do inconsciente, da negação, da recusa de crescer em consciência.

Se você é um portador da luz, você precisa nutrir essa força em seu coração que é tanto compassiva como distanciada, para não ser arrastado para as profundezas do abismo se revelando para eles.

Isto não significa que o sofrimento deles não nos toca, mas nós não devemos nos esquecer da Divindade nossa e deles.

Estas são as asas que levarão todos nós para o outro lado.

In Lak'esh!
Ute
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Copyright©. Todos os direitos reservados: Ute Posegga-Rudel, 2012.
http://radiantlyhappy.blogspot.com
Compartilhar esta mensagem somente é permitido em conjunto com esta informação e sem quaisquer alterações e mantendo a imagem original. Se você tiver perguntas sobre o compartilhamento, por favor, contate-me via transformation33@gmail.com
Obrigada, Ute.
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com
 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Reinos  - Ute II - IIVoltar HomeII