O AMOR É A PORTA PARA O INFINITO
Por Ute Posegga-Rudel
Em 24 de novembro de 2012
 
 
Amigos Amados!

Nós podemos fazer todos os tipos de práticas espirituais.

Nós podemos trabalhar com nossa mente-corpo para desenvolver qualidades, tais como gratidão, perdão, igualdade, bondade, e assim por diante.

Nós podemos conscientemente criar blindagens ao redor de nossa mente-corpo ou abrir voluntariamente nossos chakras, dentro, abaixo e acima de nosso corpo; nós podemos usar a Geometria Sagrada e construir a Merkaba.

Nós podemos simplesmente estar muito ocupados, estressando a mente e nossas visões.

Ou nós podemos louvar Deuses, Anjos, Seres Dimensionalmente Superiores, nós podemos trabalhar com a Respiração e com as energias dos Seres Planetários.

Mas quando nós utilizamos a qualidade do Amor, parece que ele é um Mestre a quem precisamos nos entregar finalmente.

Nós não podemos construir o Amor com a nossa mente, mas podemos dar ignição à centelha em nosso coração que está esperando em todo coração humano ser desperta para se tornar uma chama.

Esta chama pode flamejar quando repentinamente compartilhada ou unificada com outro ser, não precisa ser um ser humano, pode ser um animal ou uma árvore, uma flor, qualquer coisa que existe, até uma pedra, porque TUDO é vivo, a criação inteira é viva, tudo que existe é vivo, paredes e construções, elementos, paisagens, montanhas.

Tudo é consciência viva que respira.

Quando compartilhamos este sentir especial do amor com toda a criação é como duas gotas de água separadas que, quando se tocam, tornam-se uma.

Esta qualidade do amor, contida na criação, pode encher nosso coração que às vezes parece explodir, porque ele praticamente não pode contê-la - de tão grande que o sentir do amor pode ser.

O Amor como uma resposta à criação inerente ao amor sempre enche nosso coração se nós verdadeiramente nos permitimos sentir a Divindade em toda existência, em Tudo Que Existe.

É a nossa conexão íntima a ele que indica a nossa Unidade com Tudo.

Mas quando queremos tocar a Própria Fonte com o amor do nosso coração, Essa Consciência em que toda criação surge, esse Amor-Felicidade, então o Amor verdadeiramente se torna Sagrado.

Como encontramos a Suprema Beleza dessa Fonte com o amor de nosso coração?

Primeiro devemos amar a nós mesmos.
Não há como contornar isso.

Nós devemos encontrar esse ponto, essa centelha em nosso coração primeiro, onde nós sabemos que somos Seres Divinos.

Nós devemos aceitar e acalentar a Alegria d'Ele, a Integridade d'Ele, a Beleza d'Ele.

Este ainda é um estado autocontido, mas é importante, e então nós sentimos a necessidade de abraçar aquilo que está além de nós.

E nós começamos a compartilhar esta linda chama com a criação, mas, como descrito acima, ela sempre estará contida na própria criação.

Se nós quisermos compartilhar este Amor com a Divina Consciência-Fonte Radiante, nós devemos pedir.

Porque tudo que queremos compartilhar com a Fonte nos arrasta totalmente para além de nós, além de nossas fronteiras do que nós percebemos como "eu", até o "eu" que transcende o corpo.

Pedir é um gesto de entrega à compreensão de que a mente-corpo é finita e sempre está sujeita a mudança.

E quando nós reconhecemos isto, nosso coração começa a se entregar a Essa Realidade Una Que Nunca Muda.

Se nos voltamos com o amor de nosso coração para Essa Realidade Una, Ela é a Graça que repentinamente abre nosso coração para o Imenso Coração que é Infinito.

E então somente há Irradiação, sem mente-corpo, sem coração que parece explodir, mas Somente Existência Radiante por si mesma, sentida como o Tesouro-Amor Mais Santo e Sagrado de Preciosidade Indescritível, verdadeiramente além das palavras e de descrição.

***

Nessa Irradiação não há mais a Sagrada Geometria, não há mais esforço para desenvolver as qualidades, como igualdade, bondade e muitas mais, ou até qualquer outro esforço!

Sem Esforço Aquilo Que nos Contém, Aquilo que é Maior Do Que nós, Abre a película que nos separa do Infinito e nossa pequena gota de água se torna Una Com o Oceano.

É um grande paradoxo, porque nós podemos estar conscientes desta Unidade Feliz com o Oceano e ao mesmo tempo ser uma mente-corpo distinta!

Mas esta Unidade parece criar outra Entidade, Uma que Experimenta essa Felicidade, essa Luz, este Amor Mais Sagrado, enquanto nossa mente-corpo está ligada a Ela como apenas um apêndice, porque este Amor Sagrado jamais pode ser contido EM uma mente-corpo.

Com Ela uma Nova Realidade Que É de Formato Esférico está raiando e está surgindo na frente de nosso coração humano.

Esta é a imagem de nossa própria Verdade raiando, da Qual as mentes-corpos, que nós chamamos de "eu" e "pensamos" que somos, estão emanando para ter uma experiência separada nos reinos dimensionais.

Portanto, essas mentes-corpos limitadas jamais podem expressar totalmente a nossa Existência-Raiz Divina propriamente dita, e somente um ínfimo reflexo d'Ela que reside no coração humano que deve entrar em ignição para finalmente reconhecer Sua Própria Fonte através do Amor para ser Absorvido pelo Infinito como Amor.

Estejam Na Felicidade!

Muito Amor,
Ute.
 
----.....---==II==----.....----
 
Copyright©. Todos os direitos reservados: Ute Posegga-Rudel, 2012.
http://radiantlyhappy.blogspot.com
Compartilhar esta mensagem somente é permitido em conjunto com esta informação e sem quaisquer alterações. Se você tiver perguntas sobre o compartilhamento, por favor, contate-me via transformation33@gmail.com
Obrigada, Ute.
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com
 
Gostou! Indique para seus amigos.
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Reinos  - Ute II - IIVoltar HomeII