Mensagem de P'taah
Julho 2009
P'taah através de Jani King
 
 

"P'taah: Hoje nós gostaríamos de começar, examinando como é a sua vida, quais são as facetas de sua vida que você desejaria mudar de algum modo. E contemple esta idéia de mudança, não como uma mudança pelo que está no exterior ou como é a sua experiência exterior de vida, mas considere a sua percepção.

Observe o que você acharia enfadonho ou melancólico, a rotina da qual está cansado, quais são as tarefas ou situações que você considera insatisfatórias. Observe isto e se questione como você pode trazer a esta situação mais de si mesmo, mais atenção, mais foco, mais alegria, mais do seu bem-estar para transformar o que você percebeu até aqui?

Nós lhes dizemos muito freqüentemente, não importa o que você faz. Agora, naturalmente isto não significa que você não deveria fazer nada. Significa que seja o que for que você esteja fazendo, qualquer atividade em que se encontre engajado, você está trazendo a ressonância em que você está nesta atividade em particular.

Assim onde não houver nenhum presente que você possa perceber nesta atividade, é porque você não está trazendo todo o seu eu a ela. Nós lhe pedimos que pense em quantas atividades suas em que você está engajado no dia-a-dia, onde você realmente ou se concentra em seu futuro ou se preocupa com o seu passado e realmente não traz qualquer cuidado e atenção ao seu presente Agora.

O Agora é importante porque o Agora é o seu ponto de escolha, o Agora é o seu espaço de poder para transformar qualquer coisa. Não em seu passado, que é apenas uma história. E nem em seu futuro que você criará de como você está sendo Agora.

Você pode dizer que a cada respiração que toma, você está se conectando com o campo universal. Você está, a cada respiração, trazendo esta freqüência, esta freqüência energética na conexão, ao seu próprio ser. E nesta respiração está a sua possibilidade de transformação. Não ontem, nem amanhã - somente com esta respiração.

Assim, enquanto você contempla a sua vida, enquanto você contempla até qual é o seu futuro projetado preferido, lembre-se de que tudo depende do Agora, depende da ressonância em que você está, até quando contempla o seu futuro. Isto lhe faz sentido?

Está bem. Assim, quando você fica mais ancorado em seu Agora, quando você pode permitir que as histórias do passado sejam simplesmente isto, então realmente você pode trazer aos seus Agora, mais alegria, mais liberdade, mais paz, mais harmonia, mais entusiasmo, ou qualquer coisa que você queira neste agora.

O seu Agora reflete somente quem e como você está neste momento. Onde você está preso nas velhas histórias, você percebeu que simplesmente continua re-criando esta velha ressonância?

Velhas histórias de família nada são. É um livro que você leu uma vez, e é a sua escolha se afastar disto, hum? Afinal, você sabe, você cria e re-cria o seu próprio mundo físico a cada momento. Cada célula em seu corpo, cada átomo, cada molécula, está em transformação, está constantemente mudando e se transformando.

Você não se permitirá a mudar e a se transformar, porque na maior parte do tempo você contempla a mudança como caos, como algo a temer. Entretanto, a mudança é a sua única constante.

Para obter as grandes alegrias da mudança, é necessário que você saia das velhas histórias. Pois, contanto que você esteja se agarrando a elas, você está na prisão. E você chega na metade da sua vida, então você chega ao final de sua vida, recordará e dirá: "O que eu fiz? Onde estou? "E, deste modo, freqüentemente, você observa outras pessoas e as vidas de outras pessoas e diz: "Como é que elas têm aquela vida e eu tenho esta vida que não é tão maravilhosa?"

Nosso desejo para você é que a cada momento, você faça para si mesmo uma bela história, de modo que o próprio momento seja a sua história, não o que aconteceu ontem. Você compreende? De modo que a sua vida seja uma área do jogo, seja da mais bela ressonância, cheia de cor, luz e sombra, risos, lágrimas, tudo, tudo.

Você está aqui para experienciar tudo isto e uma experiência não é mais válida do que a outra. Mas quando você puder se permitir a revelar, a compreender cada faceta de quem você é, a aceitar as suas velhas histórias e deixá-las ir, então, realmente, esta é a sua oportunidade de passar mais e mais tempo nesta ressonância de alegria, de permissão, de risos, de paz, de tranqüilidade, de admiração, de diversão, hum? (Fala mais suave e amorosamente). Afinal, isto é realmente tudo o que você quer, não é?

Está bem, há dúvidas?

Questionador: P'taah, com relação a este negócio de conceito perfeito de estar no Agora como você o relatou para nós - uma idéia muito maravilhosa; uma idéia prática também - e se houver áreas em que o ser esteja tão profundamente arraigado, talvez a uma velha história ou à história de nossa cultura, ou a alguma outra coisa, que não seja simplesmente prática ou realística para transformá-la no momento.

P'taah: Entenda, amado, tudo o que você está falando se refere a sua ligação, hum?

Questionador: É isto. Sim, ligação.

P'taah: O que é mais importante, a sua ligação ao seu passado, ou criar um Agora e um futuro transformado?

Questionador: Bem, naturalmente é isto o que eu quero agora.

P'taah: Está bem. Bem, entenda, você somente tem o Agora.

Questionador: Todos nós temos.

P'taah: Não, amado. Há muitos que dizem: "Oh, tudo o que eu quero é paz e sair deste terrível passado", e, entretanto, vocês se agarram a ele com muita tenacidade. Vocês se agarram ao seu passado com a tenacidade com que se agarram à vida - quase como se vocês achassem que não terão vida se deixarem ir as velhas histórias.

Questionador: Eu posso me lembrar que há 20 anos ou mais eu tive exatamente a compreensão do que você disse. Eu estava na beira da estrada, viajando por algum lugar da Austrália, contemplando a minha mão, a minha frente e dizendo: "Bem, isto é tudo aqui agora, você sabe." E, entretanto, a realidade daquele momento - talvez nós não tivéssemos então os ensinamentos de alguém como você para reforçar a verdade - mas parecia muito simples, muito fácil e tentador afastar das velhas histórias, das ligações. Você tem um recurso para isto?

P'taah: Sim, amado, e isto é chamado “estar no Agora”. Você não está no Agora quando se afasta das velhas histórias do que ele ou ela fez.

Pergunte-se quando você se perceber se afastando daquela coisa e diga: "Isto é importante em minha vida agora? O que é que eu realmente desejo para mim AGORA? Como isto é AGORA?" Traga-o novamente ao seu próprio ponto central, sem ficar dando importância e se estendendo nos cenários inúmeras e inúmeras vezes. Até você deve estar aborrecido por isto agora, amado, não é?

Questionador: Naturalmente, naturalmente. É um aspecto muito real da vida humana de todos.

P'taah: Certamente, certamente. (Faz uma pausa). Para alguns mais do que a outros, hum?

Questionador: Sim. E quando nos tornamos mais conscientes também, somos todos obrigados a aceitar que esta é a realidade.

P'taah: É, amado, mas você vê que a realidade não é rígida.

Questionador: Esta é a mensagem, sim.

P'taah: Nada é rígido. Entenda, você tem até uma idéia das realidades dimensionais como sendo rígidas. Agora nós temos esta dimensão e então temos aquela dimensão, e então temos outra dimensão.

Isto não funciona assim, também. Isto é maleável, é permeável - você está entrando e saindo das realidades, das dimensões. Vocês são grandes viajantes, compreendam isto ou não. Você o faz em seus sonhos de dia, em seus sonhos à noite, você o faz quando se esquece dos momentos singulares.

Questionador: Obrigado.

P'taah: (Muito amorosamente) Certamente.

Assim, meus amados, nós os amamos intensamente e com o maior amor, nos despedimos.

Namastê."

P'taah

 
-------.........----==II==-----............--------

Traduzido por: Regina Drumond reginamadrumond@yahoo.com.br 

Direitos Autorais
Jani King
PO Box 1251
Joshua Tree, CA 92252
760-366-0375 - 888-803-1777
Fax 760-366-0385
 www.ptaah.com  - ptaah@ptaah.com

 

Gostou! Indique o site para seus amigos

|Topo da Página|    -    |Voltar Menu P'taah|    -    |Voltar Home|