Mensagem de P'TAAH
Dezembro de 2006
P'taah através de Jani King
 
 
Questionador: P’taah, por que é tão difícil eu manter o meu ambiente em ordem? Por que eu sempre consigo mergulhar em meus próprios entulhos?

P’taah: Como isto se parece amado, quando criou um espaço muito puro ao seu redor?

Questionador: Muito agradável.

P’taah: Realmente, muito agradável! E como você celebra isso? Como você agradece?

Veja amado, o que você realmente deseja em seu coração é viver em um espaço que tenha beleza e harmonia, não é?

Seu espaço é uma coisa sagrada. E ele é também consciente. E quando você emite os agradecimentos a este espaço, a sua casa, às paredes, ao espaço a sua volta, quando agradece pela beleza e harmonia, então realmente isto estimula a freqüência em que você está. É uma ressonância muito bonita. Assim, é uma alegria mantê-la desta forma. Então não é, “Oh, meu Deus, eu devo me apressar para fazer este trabalho chamado ‘limpeza’ ”, você compreende? Isto então se torna um tipo de atividade sagrada e alegre para criar mais beleza e harmonia onde você a vê, para criar o espaço de modo que você possa colocar mais beleza. Como isto se parece?

Questionador: Muito melhor.

P’taah: Está certo. Assim então para manter esta beleza e harmonia o que sente?

Questionador: Eu não posso imaginar isso agora.

P’taah: Apenas sente-se lá e sinta isto por um momento. Feche os seus olhos e imagine a beleza e a harmonia desta pureza de seu espaço sagrado. Como isto se parece?

Questionador: Há espaço para trabalhar. É agradável trabalhar lá.

P’taah: Está certo. E como se sente ao estar na alegria de criar desta maneira?

Questionador: Bem.

P’taah: Está certo. E como se sente ao dizer: “Obrigado”?

Questionador: Isto é sempre um prazer.

P’taah: Está certo. Assim lá você tem isso. Veja, sempre há as escolhas. Mas muito freqüentemente as escolhas são produzidas por algum tipo de concepção errônea da realidade maior. E por isso que muitas vezes o que é chamado de “trabalho” se torna algo que é aborrecido, que é estressante e que não é excitante.

Quando você muda a percepção disto, ele subitamente se torna uma alegria e uma coisa sagrada para prosseguir e para ser tudo o que vocês possam possivelmente ser em qualquer atividade em que estiverem engajados. Afinal, amado, você sabe que toda a sua vida é realmente criativa simplesmente para que possa descobrir mais sobre a alegria e o amor, mais sobre o “agradecimento”, mais sobre estar na beleza e na harmonia. O amor é a sua verdade e isto é tudo o que vocês desejam encontrar. E o amor é parte da beleza e da harmonia, não é?

Questionador: Sim, isto é verdade.

P’taah: Assim onde você não estiver encontrando a beleza e a harmonia ou a alegria e a paz ou a excitação ou a fascinação, freqüentemente é devido à concepção errônea sobre a atividade, e uma concepção errônea sobre quem você é nesta atividade.

Questionador: Assim isto também se aplica, por exemplo, quando eu faço uma dieta? É o mesmo?

P’taah: Realmente. O que você faz é dizer: “Oh, meu Deus, agora eu tenho que estar neste regime. Agora eu tenho que estar em privação. Agora vai ser tão aborrecido”, etc.

Ao passo que quando você estiver na alegria e na excitação de ser gentil com o corpo e criar a beleza e a harmonia dentro da estrutura celular e na forma do corpo, então realmente tudo o que estiver associado com isto se tornará uma alegria. Isto se torna um tipo de excitação quando vocês imaginam os resultados disto ser prazeroso para vocês. Pois a maior parte de vocês está firmemente entrincheirada, nesta idéia da dieta, e este é o único meio que vocês acham que poderia mudá-los.

Questionador: Eu tentei, mas eu não pude conseguir algo diferente. Eu não sei se as dietas são realmente a saída mais fácil, mas elas são um meio plausível.

P’taah: Elas são. É porque elas vem a calhar, elas são co-criativas, com um bloqueio imenso de consciência da sua sociedade, um bloqueio de energia – nós diríamos uma massa de energia – que se apóia nesta crença. E assim este é um meio muito fácil para todos vocês se ligarem. Devido as suas crenças, apoiado a esta massa de energia e consciência fica muito fácil para vocês operarem dentro disto.

Questionador: Assim por causa da natureza da consciência, as dietas são o meio mais fácil. Mas se eu quisesse fazer isto de outra maneira, como eu deixaria isto?

P’taah: Bem você sabe, é uma questão de transformar a crença de que o seu corpo, a massa do seu corpo físico, resulta inteiramente do que é ingerido. Trata-se também de observar os medos e o que é chamado de vantagens do modo que está agora – os medos que o mantêm lá e as vantagens de mantê-lo lá, como está.

Questionador: Que vantagens estariam lá?

P’taah: Bem, diga-me você. Qual é a vantagem de estar nesta forma em que você está agora? Deve haver uma vantagem ou outra, amado, ou não estaria assim.

Questionador: Isto me dá peso de certo modo. Isto me dá, não força. É mais como se fosse uma pedra...

P’taah: É solidez, e uma presença, talvez. Muito bem. Assim, quais seriam as vantagens de se mudar a massa deste corpo?

Questionador: Bem, eu acho principalmente que seria mais benéfico a minha saúde e para ter mais mobilidade e ser mais flexível.

P’taah: Realmente, e a auto-estima?

Questionador: Sim, também é magnífica, naturalmente.

P’taah: Está certo. Assim, de certo modo é simplesmente, “o que você escolher” e “em que velha história você está preso”. Enquanto você permanece preso na massa deste corpo o que você preferiria mudar?

Nós sugeriríamos a você que escrevesse talvez o que está bom e o que não está bom, nas suas palavras, em permanecer como está e o que é bom e não é bom em transformá-lo. Não se trata realmente do que você chamaria de dieta como tal e o que isto significaria. Trata-se do resultado final. A dieta é apenas o meio que você vê para alcançar um resultado final. Mas você quer realmente o resultado final? Você é digno de ser maravilhoso, e, amado, você é realmente maravilhoso agora?

Assim, há isto para observar. Veja como isto é perfeito, mas isto não quer dizer que você não possa mudar o que é perfeito. Tudo é perfeito, você entende? Assim observe que julgamentos estão se tratam de ser o que você é. É quase como que um ardil, mas quando você realmente observa e quando você explora os seus medos e desejos, então você escolhe “O que é que eu desejo realmente para mim mesmo?”

Está certo, meus amados, é o suficiente para o momento. Com grande amor, nós nos despedimos de cada um de vocês,
Namastê.
P’taah
 
-------.........----==II==-----............--------

Traduzido por: Regina Drumond reginamadrumond@yahoo.com.br 

Direitos Autorais
Jani King
PO Box 1251
Joshua Tree, CA 92252
760-366-0375 - 888-803-1777
Fax 760-366-0385
 www.ptaah.com  - ptaah@ptaah.com

 

Gostou! Indique o site para seus amigos

|Topo da Página|    -    |Voltar Menu P'taah|    -    |Voltar Home|