MENSAGEM DE P’TAAH
P'taah através de Jani King
13 de Outubro de 2014
 
 
  Questionador: Nós temos uma pergunta: ”Estou tendo alguns sentimentos de grande exaustão. Não importa o quanto eu descanse e durma, sinto-me exausto. Isto se tornou mais crítico ao longo das últimas semanas. Tenho que trabalhar e isto requer mais energia. P’taah, poderia me ajudar a identificar o problema?”

P’taah: Digamos que a idéia chamada de exaustão, de não ser capaz de lidar, sendo tudo muito difícil, é criada a partir do stress. E a idéia chamada de stress vem da projeção de um resultado negativo. Geralmente, isto nada tem a ver com o que está ocorrendo no Agora, mas sim com o que se projeta no futuro.

Assim, diríamos, em primeiro lugar, a idéia é cuidar do corpo, cuidar de cada parte sua, cuidar-se, nós diríamos. Se estiver cansado, pare, durma ou descanse, ou faça algo delicioso para você.

Diríamos que esta idéia chamada de exaustão é sempre criada por uma idéia de que há muito a fazer e não há tempo suficiente. Bem, você cria o tempo. Você não está tendo alegria suficiente em sua vida. E,veja, não importa o que você faça, não importa qual cenário você tenha criado em sua vida, há sempre outro modo – outra maneira de encarar a situação, outra maneira de estar na situação.

Assim, a idéia da exaustão é simplesmente que você não está tomando o cuidado suficiente, não está atento, não está prestando atenção. Assim, observe as idéias que o mantém preso à situação onde você acha que deve fazer isto e gostaríamos de dizer: Por quê?

E a idéia de que alguém está aí para julgá-lo. Bem, você sabe, você coloca muito julgamento em si mesmo. Se você puder apenas relaxar e fazer o que sente no momento, então, esta exaustão física não existirá. É claro, você se cansa quando está muito ativo fisicamente, ou até mesmo quando mentalmente ativo. Então, dizemos: “pare”.

Questionador: Uma coisa que eu estou percebendo – felizmente – eu tenho alguns espelhos que são muito maravilhosos ao me apontar isto de uma maneira muito gentil – a minha linguagem é, muitas vezes, bem negativa. Vejo o lado negativo das coisas, com muito mais frequência do que iria acreditar. E nem mesmo estou consciente disto, pois é habitual. E eu me pergunto quantos fazem isto e têm uma expectativa negativa.

É como um hábito.

P’taah: É habitual e quando você aprender a viver com atenção, então você poderá mudar isto. Sabe, algumas vezes, é quase como uma superstição com vocês que não podem ser positivos e se enfurecem com os deuses da boa sorte. Assim, é quase como se vocês fossem obrigados a falar de forma negativa, de modo que não atraiam o negativo para vocês.

Questionador: Sim, ficamos alertas ao longo da vida para que não atraiamos a atenção do deus negativo.

P’taah: Realmente.

Questionador: Eu tenho mais uma pergunta a fazer de uma pessoa que queria saber quais as melhores coisas que podemos fazer para o outro, de modo que possa ocorrer a cura?

P’taah: Amar os outros. Não há mais nada.

Se cada um de vocês mostrasse o amor que desejariam para si mesmos, então todos se ajudariam. É claro, a verdade é que a cura podem somente ocorrer em si mesmo. Mas, é claro, para ajudar, para estar lá para cuidar e apoiar, deve-se simplesmente amar e mostrar isto, de qualquer maneira que seja apropriado para a situação.

Amados, ser o amor é também ser o amor para vocês e reconhecer realmente aquilo que vocês temem, não importa como vocês o disfarcem.

Se os seus filhos fossem novamente bebês e se vocês os vissem reagindo de uma forma que mostrasse o seu medo, vocês não iriam repreendê-los. Vocês os abraçariam e diriam: “Está tudo bem, amado, nada há a temer. Você é totalmente amado.”

Questionador: Sim, sim.

P’taah: Assim, por que vocês não podem fazer isto com vocês, com aquelas pequenas partes suas que são ainda a criança, ainda os pequenos, ainda com medo? Isto é mostrar amor. E quando vocês se tornam mais e mais adeptos em fazer isto por si mesmos, vocês se tornam mais adeptos em ser isto para outras pessoas. Reconheçam também que vocês são um presente para outras pessoas.

Questionador: Isto é maravilhoso. Mais difícil de ver por nós, mas ,certamente, isto é muito verdadeiro.

P’taah: Quanto mais e mais vocês se tratarem com amor, mais e mais reconhecerão a verdade de vocês, aquilo que julgam como negativo, bem como aquilo que julgam como positivo, assim vocês estão novamente criando mais e mais equilíbrio.Estão criando mais e mais saúde.

É simplesmente necessário que vocês vivam com atenção. O hábito não é apenas pensar negativamente muitas vezes, mas o hábito é também deixar de lado e não reconhecer aqueles seus aspectos que vocês realmente não querem reconhecer. As coisas que vocês acham que são, talvez, impertinentes ou ruins, que não estão perfeitamente bem, não exemplificam um Deus ou Deusa em botão, pronto para desabrochar. Considerando que a verdade existe até que possam reconhecê-la, aceitá-la e abraçá-la, vocês não podem desabrochar. Vocês permanecerão sempre um botão, mas isto está tudo bem, os botões são perfeitos. Isto faz sentido para vocês?

Questionador: Faz todo o sentido. P’taah, obrigado, obrigado, obrigado.

P’taah: É sempre uma grande alegria ter esta oportunidade de refletir com vocês tudo aquilo que possa ajudá-los em seu dia a dia e se divertirem mais, terem mais prazer, uma alegria mais intensa. E lembrá-los de que uma das suas grandes missões nesta vida é encontrar mais e mais maneiras de expressarem o amor. Tudo bem, amado?

Assim, é com este amor que nos despedimos de todos vocês. Namastê e lembrá-los de que vocês são eternamente embalados no meu coração. Adeus.

Questionador: Adeus. Obrigado, P’taah

P'taah
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Jani King
PO Box 1251
Joshua Tree, CA 92252
760-366-0375 - 888-803-1777
Fax 760-366-0385
www.ptaah.com  - ptaah@ptaah.com
Traduzido por: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br 
 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.
 
Facebook    
 
 
|Topo da Pagina| - |Menu P'taah - Jani King| - |Voltar Home|