Mensagem de P'taah
Novembro 2007
P'taah através de Jani King
 
 

“P’taah: Então, meus queridos, como posso ajudá-los?

Questionador: A pergunta que eu gostaria de fazer é como eu posso ajudá-lo?

P´taah: Amado, não é necessário que me ajude, mas que você ajude à idéia mais elevada de quem você possa ser. Você compreende? De modo que ao viver o seu dia-a-dia, o modo que você pode melhor servir é viver com foco e atenção, de modo que esteja revelando o seu potencial, que é ilimitado, a propósito.

Questionador: (Ri). Obrigado, P’taah. Outra pergunta que tivemos é que nós, como uma espécie, através do seu ponto de vista, para onde nos dirigimos?

P’taah: Bem, a resposta mais grandiosa a isto é que a sua espécie está se revelando em seu próprio potencial, em seu próprio projeto, de um modo, que a consciência da humanidade se expandirá. E enquanto ela faz isto, de certo modo, ela abrange tudo com ela. De modo que vocês se tornam seres de luz, assim vocês irradiam esta alegria que toca tudo na realidade e vocês trazem a luz deste modo.

Vamos lhes dar uma pequena analogia. Como temos falado anteriormente sobre a sua alimentação, sobre como é quando vocês agradecem ao alimento quando o ingerem, assim neste espírito de gratidão, de honra, de respeito, vocês realmente iluminam o alimento. Vocês mudam a freqüência, de modo que o seu próprio ser seja iluminado enquanto este alimento se funde no meio físico com o seu corpo.

E assim é quando vocês se expandem em sua alegria como uma espécie, vocês abrangem tudo com vocês na alegria, porque não há nada em sua percepção que seja insensível ao seu reconhecimento da Divindade de todas as coisas. Isto faz sentido?


Questionador: Sim, eu só estou pensando em termos do processo evolutivo de nossa espécie e você o respondeu basicamente ao dizer que nos iluminamos através de nossa própria compreensão e aplicação de modo crescente, como no exemplo do alimento.

P’taah: Isto está correto.

Questionador: Está certo, ótimo. Isto leva a outra pergunta. Você não fala sobre o exercício em termos de manter os nossos corpos saudáveis. Do seu ponto de vista, você vê o exercício como uma coisa importante para nós como uma espécie?

P’taah: O que diríamos que seja importante é o equilíbrio. Assim certamente, se vocês ouvirem o seu corpo, ele lhes dirá que está exigindo movimento de mesmo modo que quando vocês se sentam por muitas horas, quando vocês se levantam, é para alongar o corpo, um tipo de reajuste. Bem, assim é também que o corpo lhes dirá quando estiver desejoso de movimento, entretanto, como este possa ser, e é benéfico ouvir o corpo.

Do mesmo modo quanto à fome, é benéfico para o corpo ter o equilíbrio do que ingerem. Quando vocês ouvem o corpo, ele lhes dirá que está solicitando alimento. Em sua cultura, isto não é praticado com a superabundância, com o hábito da ingestão. Mas novamente, quando vocês vivem com atenção, e quando vocês declaram o seu desejo de estar no equilíbrio do corpo, com a mente e o espírito, assim é que perceberão que estão desejosos do exercício no corpo. Trata-se realmente de ser sensível.


Questionador: Sabe, P’taah, eu estive abençoando o alimento, agradecendo o alimento e tudo isto, e compreendi que a razão pela qual não está funcionando do modo que esperava, é porque nem sempre espero para comer até que esteja com fome.

P’taah: Realmente.

Questionador: Eu quero dizer que parece muito simples, mas você está certo. Seja ao meio-dia, ou às 6:00 horas, ou a hora que for, é o momento de comer.

P´taah: Bem, você sabe, há alguns dias em que você se levanta e realmente não sente fome sob qualquer condição, porque você jantou bem na noite anterior e, entretanto, você ainda colocará o alimento no corpo. E se você começar o seu dia deste modo, então continuará deste modo, você compreende?

Questionador: Sim.

P’taah: Assim, trata-se simplesmente de prestar atenção.

Questionador: Outra pergunta se referia à Canção da Manhã, onde você agradece aos universos pelo corpo ou pela saúde perfeita. E se você não pode sentir a abundância? Como você pode cantar esta música sem sentir esta emoção negativa?

P´taah: Está certo. Inicialmente, pode bem ser negativo. Entretanto, é importante que intelectualmente, cada um de vocês possa reconhecer a perfeição do corpo. E quando você compreende como ele funciona, em sua integridade, ouvir a cada pensamento, estar na consciência de cada emoção, o que está fazendo é lhe mostrar quem você é, o que você não está reconhecendo, com o que não está interagindo, o que não está resolvendo. E quando você puder reconhecer, pelo menos intelectualmente, que o corpo é realmente uma máquina perfeita e que ele lhe serve de um modo maravilhoso, você poderá agradecer por isto, até quando as emoções não estiverem envolvidas, porque quanto mais e mais você ver e compreender realmente esta perfeição, então as emoções estarão envolvidas.

Questionador: Sim.

P’taah: Assim você pode certamente apenas fazê-lo de uma perspectiva intelectual, se é que você não possa estar emocionalmente envolvido porque dizemos que quanto mais você “agradece”, certamente as emoções estarão envolvidas.

Isto faz sentido?

Questionador: Sim, faz.

P´taah: Está certo, e assim é para cada parte da Canção da Manhã. Porque, de certo modo, você conhece ou conheceu em sua vida estas verdades, talvez não todas elas ao mesmo tempo. Mas novamente, quando você puder observar estas palavras e observar a sua vida, poderá reconhecer que até se não estiver neste momento, você conheceu a verdade disto. Você poderia dizer, de certo modo, que a Canção da Manhã pode ser um ato de fé com o qual começar, até que você realmente se revele na verdade.

Questionador: E assim, novamente, quanto à alimentação, é realmente uma questão de prestar atenção ao que você está dizendo.

P´taah: É, e também quando você transcorrer o seu dia, preste atenção à verdade da abundância, e onde você está se focalizando na carência, preste atenção quando estiver se focalizando na carência e diga: "Onde está a abundância nisto?" ou "Qual é a verdade mais grandiosa nisto?"

Questionador: E ela está sempre lá em algum lugar.

P´taah: Está sempre.

Questionador: E isto está um pouco longe, mas é sempre a nossa co-criação, nunca alguém o fazendo para nós.

P´taah: Absolutamente. Onde você percebe a carência, muito freqüentemente é simplesmente uma percepção. Certamente quando você fala em sua saúde, na ausência da boa saúde, você pode dizer, a falta da boa saúde pode ser uma realidade física. Mas dentro da realidade física está mantida a realidade não física, e na realidade não física está a possibilidade ou a probabilidade para a mudança. Ou você pode realmente ver a doença de um modo diferente ao ver onde está o presente e qual a abundância que este presente lhe apresenta, a fim de que esteja na plenitude.

 Isto está claro?


Questionador: Sim, eu entendo.

P´taah: Está certo, meus amados. É o suficiente para este dia. Com o maior amor a todos e a cada um de vocês,

“Namaste”

P'taah

 
-------.........----==II==-----............--------

Traduzido por: Regina Drumond reginamadrumond@yahoo.com.br 

Direitos Autorais
Jani King
PO Box 1251
Joshua Tree, CA 92252
760-366-0375 - 888-803-1777
Fax 760-366-0385
 www.ptaah.com  - ptaah@ptaah.com

 

Gostou! Indique o site para seus amigos

|Topo da Página|    -    |Voltar Menu P'taah|    -    |Voltar Home|