Perguntem aos Mestres
VERDADE
Pelas Vozes Celestiais
27 de fevereiro de 2013
 
APÓS A MORTE
COMO VOCÊ JULGA A 5ª DIMENSÃO?
IREMOS FICAR JUNTOS?
 
O que é a verdade? A verdade varia com o indivíduo e pode mudar ao longo do tempo, mesmo dentro de cada pessoa. A verdade é uma associação do que você vê, ouve, sente, precisa e aceita. Inicialmente, a sua verdade começa a ser configurada pelos pais, professores e todos com quem você percebe como figuras de autoridade. Eles proporcionam as verdades, ou sistemas de crenças, pelos quais você conduz a sua vida. Então, quando finalmente percebe que tem total liberdade de escolha, quanto ao que aceita em sua vida, você escolhe a sua própria verdade, independente de influências externas.

“Para chegar a sua própria verdade e se sentir confortável com ela, você deveria receber todas as informações que lhe parecem certas, passar algum tempo com elas, e então adotar aquela que ressoe completamente com você. Você não precisa se sentir mal se, em algum ponto no futuro, a verdade que você aceitou, subitamente já não mais lhe serve. Agradeça às energias e as libere, enquanto você encontra um conceito que agora ressoe dentro de você.

“A verdade universal é que a alma nunca cessa a sua existência. Ela é imortal e escolhe ter experiências variadas, o que se realiza ao vir à Terra, em uma série de cenários. Em cada vida, ela se encerra em uma forma física que lhe permite interagir com outras almas. Quando a alma conclui uma experiência, ela retorna ao Lar para o seu estado completamente energético, para planejar a sua próxima aventura no mundo físico. Cada um destes papéis começa com um nascimento e termina com uma morte, mas estes afetam somente o corpo físico que foi adotado, não a própria alma. Quando você está envolvido em uma destas vidas, você está exatamente onde escolheu estar. Contanto que a alma esteja consciente do seu ambiente e não fuja dele, ela está alcançando o conhecimento pelo qual encarnou para experienciar.

“O universo não tem verdades, porque não tem julgamento declarando que somente uma coisa é correta. Desde que cada alma está em sua própria jornada única, dizemos que não há fatores controladores absolutos nesta vida. O mais próximo que podemos chegar a um determinado fato, o que alguns podem dizer que é absoluto, é que todas as almas são uma parte da Fonte, vindas do Amor incondicional, e que a este amor elas eventualmente retornarão.” (Um extrato da Sabedoria do Mundo Espiritual).

Três Questões:
Hoje todos testam a questão da verdade: A primeira da Índia, pergunta sobre quatro itens relacionados à morte e à imortalidade. A segunda, de Singapura está interessada na questão do tempo, presente aqui na Terra, não existente na quinta dimensão, ainda que algumas almas sejam chamadas de “mais jovens”, e outras “mais velhas”. A terceira, da Finlândia se refere ao relacionamento romântico. Pode não se tratar da verdade como tal, mas em um sentido, todos os seus embaraços sobre os acontecimentos em nossas vidas, levantam a questão de qual é a forma mais verdadeira de avaliar a nossa situação. Isto permite aos Mestres uma oportunidade de desafiar suposições que o questionador possa ter. Os Mestres expressam uma abordagem um pouco fluida com a verdade. À medida que passamos pela vida, as coisas que contam como verdades têm o hábito de se transformar a partir de uma avaliação para outra. Observando a partir da perspectiva da eternidade, supomos que isto seja de se esperar.
http://www.mastersofthespiritworld.com/

PERGUNTAS E RESPOSTAS:

APÓS A MORTE

PERGUNTAS: Mestres, será que o espírito do morto existe? As memórias ou a imaginação acionam a sua presença? Será que a mente prega peças para fortalecer a crença de que a vida existe após a morte? Ou, um escudo psicológico da imortalidade é criado pela mente para confrontar a realidade da morte? - Suresh, Índia.

RESPOSTA: Devemos começar esta discussão com o fato de que todos os seres humanos são realmente almas, partículas da energia da Fonte, que estão tendo uma experiência física. Os corpos que você vê, são apenas como um conjunto de roupas que eles adotaram para o seu tempo na Terra. Quando o corpo físico enfraquece, ou a alma decide que teve o suficiente desta vida, ela abandona a casca física e volta a sua forma energética de onde ela pode ir a qualquer lugar que deseje. O que você chama de espírito, nós chamamos de alma. Ela nunca morre ou deixa de existir. Ela apenas muda a forma. Ela tem a habilidade de se tornar conhecida àqueles na Terra, se assim o escolher.

Todas as suas outras perguntas lidam com os aspectos puramente físicos de um corpo humano. Cada um lida com um conceito que o cérebro pensante poderia querer compreender ou do qual poderia exigir uma prova científica da existência. Uma vez que a alma tenha deixado o corpo que é controlado pela mente, ela instantaneamente sabe tudo e pode se comunicar com todas as outras almas. Você quer um julgamento de algo ser ou não ser: nós apenas somos.

Você está falando em aceitar uma crença que não pode ser provada cientificamente, mas que deve ser sentida. As crenças humanas estão reunidas principalmente por coisas que foram ditas por outros que compartilham o ciclo da vida com você. Para responder como você se sente com a morte, a reencarnação (o retorno a outra vida), ou a imortalidade da alma, você tem que entrar em seus próprios sentimentos, não nas declarações dos outros. Assim como você não pode provar cientificamente o amor, ou até mesmo a existência da eletricidade, exceto pelos resultados que eles produzem, você não pode documentar fisicamente a imortalidade.

Se estiver aberto o suficiente para a possibilidade de comunicação entre os seres humanos na Terra e as almas que não estão na Terra, poderá obter um sentimento ou um conhecimento de que as almas são eternas e que fizeram a jornada humana muitas vezes. Isto vem de uma intuição, ou de uma avaliação dos fatos e mensagens que você recebe. Afinal, você dirigiu estas perguntas para nós. Estamos com a Fonte. Portanto, somos não físicos e eternos.

COMO VOCÊ JULGA A 5ª DIMENSÃO?

PERGUNTA: Mestres, eu compreendo que não há tempo na 5ª dimensão onde as almas residem, entretanto, os termos “velhas almas” e “jovens almas” foram mencionados, o que parece sugerir que as almas mais velhas precedem as mais jovens, mas, no entanto, não há tempo. Há alguma coisa quantificável como contar de 1 a 10 na 5ª dimensão? – Pedro, Singapura.

RESPOSTA: Você está associando conceitos da Terra, onde tudo é julgado e querendo algo semelhante para controlar a quinta dimensão. Uma ajuda aos leitores: a terceira dimensão é onde tudo existe na forma física, no Planeta Terra. É uma dualidade de energias negativas e positivas e dominadas pelo ego. Para definir a sua existência, você deve julgar como compara ou se posiciona a todas as outras pessoas. Você tem que ter um conhecimento de melhor do que, mais velho que, pior que, a fim de se encaixar.

A quinta dimensão é completamente não física e é onde as almas existem quando não em um corpo que tem uma experiência física. Não há julgamento na quinta dimensão; nada é certo ou errado. Todas as coisas são apenas experiências que você deve avaliar para determinar se deseja tentá-las novamente, ou se uma vez foi o suficiente. Não há também negatividade de qualquer tipo – a energia que prevalece é o amor incondicional. A quarta dimensão é uma interface entre o controle físico e a falta de controle não físico. As almas que passam o tempo lá podem ser físicas, mas podem optar por renunciar à necessidade de julgar, apenas vivendo no amor incondicional, sem julgamento. Ou elas podem ter deixado os seus corpos e se tornado energia não física, enquanto ainda querendo se agarrar à energia do julgamento ou da negatividade da Terra (algumas vezes chamadas de desencarnados ou fantasmas).

O único lugar onde o tempo existe, como vocês estão conscientes dele, é em seu planeta. É o registro do trânsito do seu planeta ao redor do seu sol. Não há tempo, como o conhecem, na quinta dimensão. Uma alma tem a capacidade de decidir onde ela quer estar, aonde quer ir e, se voltar à Terra, que período de tempo ela deseja visitar.

Os termos “almas mais velhas” e “almas mais jovens” são usados com propósitos pedagógicos. Eles não se referem a uma passagem de tempo específico, mas sim em relação ao que a alma aprendeu, no que diz respeito às lições. Uma alma mais velha adquiriu a sabedoria de mais lições do que uma alma mais jovem. Um aprendiz rápido pode ter feito menos viagens à Terra, mas ainda ser uma alma mais velha, comparada a que passou muito mais tempo aí, mas que desiste ou apenas não compreende a lição.

Não há nada quantificável, porque isto iria requerer julgamento, o que não existe. Dizer que um número é mais do que outro, é um julgamento. As coisas são apenas avaliadas por sua utilidade para a jornada eterna de cada alma.

SERÁ QUE FICAREMOS JUNTOS?

PERGUNTA: Mestres, eu tenho 30 anos e estou presa ao meu ex-namorado com quem estive separada durante quatro anos. Eu rompi com ele porque eu queria ficar sozinha e me encontrar. E no momento em que eu estava preparada para me comprometer com ele, ele disse que precisava ter um tempo sozinho para se encontrar. Sinto que fechei o meu coração para outros que até se aproximam de mim de uma forma romântica. Tinha uma forte confiança de que voltaríamos a ficar juntos, mesmo que não tenha uma evidência real disto. Não sei como seguir em frente, porque eu gostaria de ter um relacionamento romântico sério e ele ainda não tem certeza em relação a mim. Será que voltaremos a ficar juntos, ou estou apenas vivendo em um mundo de fantasia? – Sisko, Finlândia.

RESPOSTA: Você está ciente do que disse em sua pergunta? Estou “presa’ ao meu ex-namorado”. Esta é uma conclusão que você decidiu e reforçou. Todas as almas têm a liberdade de escolha e podem mudar de ideia a qualquer momento.

Este comunicado se trata de você. Nada diz sobre o desejo de compartilhar um relacionamento. Você diz que quer uma pausa. Você que ele de volta e está chateada por ele querer um tempo sozinho. É de se admirar depois do modo com que o tratou há quatro anos, que ele possa não querer confiar que você não faça a mesma coisa novamente?

Você fechou o seu coração a qualquer pessoa e coisa que você não decidiu por iniciativa própria. Ele sente que embora você diga que está preparada para se comprometer, suas ações e energia não estão dizendo isto. Quando você se fechou aos outros, colocou um sinal energético de “não invada’ ao seu redor. Você está fazendo isto, porque não sabe o que é o amor. Passe algum tempo examinando o amor interior por si mesmo. Quando você puder amar todos os aspectos de sua vida, incluindo a maneira com que trata outras pessoas, estará preparada para entrar em um relacionamento romântico. Mas não até então. Agora, você está vivendo uma vida de fantasia da maneira com que imagina que gostaria que as coisas fossem, mas não há sentimentos de amor envolvidos. Encontre o amor e então veja se você pode transmitir isto ao seu antigo namorado, ou a alguém que a ama pelo que você é agora.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
http://rayviolet.blogspot.com/2013/02/truth-26-feb-2013.html
http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=2056
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII