PERGUNTEM AOS MESTRES
Através das Vozes Celestiais
Mensagem canalizada por Toni e Peter
9 de Setembro de 2016
  luz de gaia  
  UMA APRESENTAÇÃO PRÉVIA DOS ENSINAMENTOS DOS MESTRES

Um correspondente brasileiro teve alguma experiência com a canalização, mas ele gostaria de saber se era realmente uma comunicação espiritual ou apenas pensamentos impulsionados pela mente. Os Mestres explicam algumas coisas sobre experiências espirituais e o processo de canalização.

A solidão é um problema para uma Norueguesa que não consegue fazer amizades duradouras. Seu palpite sobre os problemas de autoimagem é correto, dizem os Mestres, e eles a aconselham sobre como mudar esta situação.

As lembranças de uma Americana dos contos de sua avó diferem dos de seus irmãos. Os mestres revelam uma informação interessante tanto sobre a vida da avó, quanto sobre a natureza da realidade.

Vocês podem ler estas perguntas e respostas na página de Mensagens do site dos Mestres: http://www.mastersofthespiritworld.com/ . (ou abaixo)

No Domingo passado, a mulher conhecida como Madre Teresa foi canonizada pelo Papa Francisco e é agora Santa Teresa de Calcutá. Alguns de vocês podem ter lido o nosso livro “Conversando com as mulheres do Século Vinte”, que contém uma conversa com a alma da então Madre Teresa, canalizada por Toni Ann Winninger e gravada por Peter Watson Jenkins. Se estiverem interessados, este livro está disponível na Amazon – além de todos os nossos outros livros.

Para traduções do Manual dos Mestres sobre a Reencarnação, cliquem neste link: http://celestialvoicesinc.com/?page_id=24 – ou na guia Livraria, no site dos Mestres. Baixem o seu Manual gratuito dos Mestres em qualquer um dos DEZ idiomas listados (até agora).

Amor, Luz e Risos,

Toni e Peter

Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com


AS PERGUNTAS

ESTABELECENDO O SEU SISTEMA DE CRENÇAS

PERGUNTA:
Mestres, eu estive em um grupo de Espíritas por aproximadamente 2 anos e isto acabou para mim agora. Agora eu gosto mais é de ler e seguir os ensinamentos dos Mestres, dos Anjos e Arcanjos que leio nas canalizações espirituais, no entanto, eu não consigo abandonar esta antiga vida. Será que tenho ainda alguma lição para aprender? E sobre o processo de canalização, conseguia fazê-lo um pouco no passado. No entanto, eu tenho medo de que fosse somente a minha mente falando comigo. Poderiam validar se esta experiência foi uma comunicação com os seres elevados ou foi realmente a minha mente? – Anderson, Brasil.

RESPOSTA: Todas as almas trazem para si mesmas coisas que elas desejam experienciar. Sua jornada espiritual o expôs às energias do Espiritismo, e embora as práticas individuais do grupo a que aderiu não ressoassem bem com você, a energia a que você esteve exposto, abriu a sua conexão com o mundo não físico e o ajudou a desenvolver possibilidades.

Há muitas maneiras de aprender sobre as suas habilidades e muitos mestres disponíveis com quem aprender, tanto através de suas mensagens, quanto pessoalmente. Nenhuma direção particular é melhor do que outra. A importância é “sentir” aquilo que vibra da mesma forma que você, em qualquer momento. Não é necessário escolher uma direção e nunca variar o curso. A vida é uma série de mudanças e desvios. Não tenha medo de experimentar.

Quando você medita e recebe comunicação de seus guias e de seu Eu Superior (alma), isto é uma forma de canalização. Os espíritos estão prontos para ajudá-lo com conselhos para viver. Os Seres de Luz nunca lhe dirão o que fazer, mas eles irão deixá-lo ver as alternativas.

Canalizar é silenciar a sua mente pensante – desligando-a completamente – de modo que os seus pensamentos não influenciem as mensagens que você ouve. Desde que os espíritos não estão na forma física, eles não têm laringe. Eles não podem falar com você em uma voz diferente, assim você os ouve em sua cabeça.

Seu Eu Superior traz lembranças e sabedoria que você adquiriu anteriormente e o torna consciente delas novamente. É claro, algo que se origina de sua própria inconsciência vem a você através do que você percebe como os seus próprios pensamentos. Você tem a capacidade de fazer estas conexões. Confie em si mesmo que o que você está ouvindo é o que é verdade para você. Teste a sua validade pela forma com que as respostas o fazem se sentir.

Todas estas experiências proporcionam um sistema de crenças pelas quais você pode continuar a aprender e a evoluir, mas se elas deixarem de funcionar, descarte-as e siga em frente.


SOZINHO EM UMA MULTIDÃO

PERGUNTA:
Mestres, sou incrivelmente solitária. Nem eu, e nem nós como uma pequena família, somos capazes de criar uma boa vida com amigos e relacionamentos positivos. Tudo o que experienciamos são encontros esporádicos, e depois – parece que as outras pessoas se esquecem de que estamos aqui. Acho que agora poderíamos até morrer e ninguém iria percebê-lo. Não tenho ideia de como escolher a alternativa positiva e ganhar sabedoria espiritual com isto. Não sei qual é a lição aqui. Observei os seus sentimentos de não ser digna e de não ter mérito, mas isto não muda este problema. Gostaria de ter algum esclarecimento sobre este assunto para que eu possa seguir em frente. – Anne, Noruega

RESPOSTA: Suas dificuldades se originam da maneira como você se sente em relação a si mesma. Seu sentimento de ser indigna da confiança e da atenção de outras pessoas, sua autoimagem e a sua falta de confiança a impedem de ser capaz de se adaptar aos outros ao seu redor.

Uma vez que tenha estabelecido uma conexão com alguém, você muda todo o foco para eles, para manter a associação. Você sente que depois de ter se unido a algum grupo, cabe a eles fazer o próximo movimento. É quase como quando você ia à escola e deixava todas as decisões e direções sob a responsabilidade do professor e não assumia a responsabilidade por reforçar ou melhorar a experiência.

Quando você fica de braços cruzados e espera que os seus novos amigos iniciem todo o contato posterior, eles têm a ideia de que você não quer realmente conhecê-los e ser amiga deles, porque você nada tem a contribuir com a união. Você deve ser empreendedora. Tem que chamá-los e planejar ir a um café, ou a um passeio.

Você e aqueles com quem vocês entram em contato são iguais. Todas as almas se separaram da energia da Fonte e têm os mesmos poderes e habilidades. Uma destas é o total livre arbítrio. Em seu caso, as escolhas envolvem como você deseja interagir com eles.

Você precisa começar a se ver como uma parte magnífica da Fonte. Você teve experiências anteriores que pode compartilhar com outros, mas tudo começa por se amar por tudo o que você foi capaz de suportar. Quando você recuar e sair do medo que atraiu para si mesma, escolha acolher a felicidade, sendo livre para se unir aos outros. Liberte-se de todas as expectativas negativas de fracasso, as quais você esteve se apegando.


MEMÓRIAS PRECOCES

PERGUNTA: Mestres, na mesa da cozinha, quando cuidava de nós, minha avó Clara costumava nos contar a história de como o seu pai tinha assassinado a sua mãe quando ela tinha 9 anos. Ela saiu de casa aos 14 anos para ir trabalhar, como as suas irmãs. Porque eu ouvi isto quando criança, eu nunca pensei em questionar isto. Na idade adulta, percebi as implicações do que ela disse. Anos mais tarde, eu descobri que a minha bisavó morreu de pancreatite e Clara tinha 15 anos e não 9. Minha irmã Marilyn disse que a nossa avó nunca contou esta história. Minha lembrança de infância era concreta, sem fantasias. Nas discussões, sugeriram que, talvez, eu estivesse vivendo em dimensões um pouco diferentes do que a atual, e talvez, tivesse ouvido as histórias em uma delas. Minha irmã sugeriu que eu realmente ouvi os pensamentos de Clara sobre a morte de sua mãe, telepaticamente. Qual é a realidade? – Margaret, Estados Unidos.

RESPOSTA: Na época em que Clara estava com você, ela teve muitas lembranças de sua infância, e, cada uma, era uma versão um pouco diferente da verdade. Ela se sentia abandonada pelos seus pais e desejava lhes atribuir a culpa pelos seus sentimentos. Sua mãe estava doente quando Clara tinha cerca de 9 anos, de modo que foi quando o seu mundo começou a desabar. Ela sempre se identificou mais com você do que com as suas irmãs, assim ela “confidenciou” suas lembranças terríveis para você e não para elas.

Clara era uma sonhadora e tinha uma imaginação vívida e ela a atraiu para a linha alternativa do pensamento, o que a tornou uma sobrevivente trágica de uma infância caótica. Você poderia ser muito pensativa quando criança e isto alimentou os sentimentos de Clara, desde que ela se identificava com este tipo de energia. Na intensidade em que você se encontrava, você foi sugada para a realidade que ela realmente experienciava.

Suas irmãs eram mais despreocupadas e não queriam participar de nada que não fosse suave e feliz. As vibrações negativas de Clara iam direto para as suas cabeças enquanto elas estavam com os seus brinquedos. Em sua partilha, uma parte das lembranças de Clara sobre a sua juventude, você foi capaz de ajudá-la a ver da maneira que ela pensava que as coisas eram: como uma história agradável e algo de que ela poderia deixar ir.

A realidade é diferente para cada pessoa. Depende do que você aceita como real para você e como você interpreta a sua posição nesta situação. Quando você tem um sonho que reproduz um filme que você viu, ou uma história que leu e você é uma personagem nela, isto, então, torna-se uma realidade para você? Sim, na medida em que você sente que é uma parte de sua existência.

Permita que o que ressoa e lhe pareça adequado, seja aceito como uma parte de você. Não se apegue ao que os outros procuram reivindicar como a sua realidade. Você está vendo as coisas a partir de sua própria perspectiva.

http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=587

Para enviar uma pergunta:

http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=2056


GUIA DE REENCARNAÇÃO

H. da Finlândia, pergunta aos Mestres: Eu diria que sou uma pessoa espiritualizada, no entanto, nestes dias, sinto que é cada vez mais difícil estar no meu próprio poder e não viver nas energias desarmônicas. É como se recuasse em meu caminho espiritual. Vocês teriam alguma orientação para a minha situação?

RESPOSTA: As energias negativas, em que todas as lições são incorporadas, são abundantes. É parte da lição descobrir que você sempre tem a escolha de rejeitar o negativo e viver no positivo. Quando você sentir que o julgamento do ego da sociedade começa a assumir a sua vida, é um sinal de que o momento é propício para se colocar conscientemente no amor incondicional e observar, em vez de participar da negatividade.

Mamta, da Índia, pergunta aos Mestres: Desejo fazer um progresso real no caminho espiritual. Quando serei capaz de me libertar dos padrões debilitantes e negativos que dominam a minha mente?

RESPOSTA: Cada alma tem total controle sobre o seu próprio progresso. Você tem liberdade para optar por se afastar da negatividade e trazer a positividade para a sua vida. Saia do julgamento; observe simplesmente o que está ocorrendo, em vez de participar e, então, escolha a direção amorosa e positiva.

Eero, da Finlândia, pergunta aos Mestres: O que se passa? O que é esta energia que se encontra entre os Mestres e os Arcturianos?

RESPOSTA: As almas escolhem experienciar a vida, pois os Arcturianos não existem em uma dualidade de partes iguais de energias positivas e negativas. Eles não vivem pelo julgamento do ego, classificando e julgando tudo o que ocorre. Eles são basicamente observadores no momento. Eles têm uma hierarquia em sua cultura e usam o termo “mestres” para indicar os seus líderes. Esta não é a forma com que usamos o termo, que se refere às almas que alcançaram a sabedoria total sobre uma característica humana, de modo que possam ajudar os outros a adquirirem o mesmo conhecimento. Os Arcturianos são “mestres” em argumentos ideológicos e filosóficos.

Gabi, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou me sentindo desorientada neste momento, porque conheci alguém que me fez sentir e compartilhar um tipo de energia maravilhosa, mas, infelizmente, esta pessoa tem uma vida muito difícil. Tentei ajudar, mas eu me perdi neste caminho. Recentemente, nós rompemos, mas eu ainda sinto que algo está ocorrendo conosco, o nosso sentimento um pelo outro. Não quero ser egoísta e desejo o melhor para nós dois. Sinto ainda falta desta pessoa e gostaria de desenvolver uma boa vida para nós. Como posso ser uma pessoa melhor, sem ser egoísta e desejar o melhor para esta pessoa com todo o meu coração, ainda que não fiquemos juntos?

RESPOSTA: Você não está sendo egoísta. Você tem um senso de auto-preservação e sobrevivência. Esta alma escolheu lições difíceis que não foram trabalhadas ativamente. Estas pessoas se apóiam em quem quer que lhes permita tirar a energia positiva deles – o que é chamado de vampiro de energia. Vocês tiveram alguns momentos muito bons juntos e você não encontrou um substituto, assim você ainda deseja esta companhia. Nada é certo ou errado, então, faça o que parecer certo para você, mas saiba que esta pessoa não está preparada para mudar.

NR, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou em um relacionamento há mais de quatro anos, mas não sou completamente feliz! Estou tentando elevar a minha vibração, mas a penúria me suga! Esta é uma lição que eu decidi aprender?

RESPOSTA: Sua lição é ser capaz de analisar o que está acontecendo em sua vida e decidir qual o caminho que lhe permite se respeitar, sem ser controlada por outros. Você queria desesperadamente um relacionamento a que você se moldasse ao que você pensava que o seu parceiro queria que você fosse. Você viu agora que isto a impede de ser feliz, porque você tem que continuar nesta charada. Faça o que pareça adequado a você, e, também, seja totalmente verdadeira e honesta com os seus sentimentos nos relacionamentos.

Débora, do Brasil, pergunta aos Mestres: O que aconteceu comigo no passado quando eu tive grandes experiências de vida, e como posso obtê-lo novamente sem sofrimento? Posso alcançar este novo caminho espiritual que veio para mim?

RESPOSTA: Quando você completa as lições, aprendendo o que lhe traz a energia positiva, você, então, avança para lições mais difíceis. As situações avançadas são mais difíceis e exigem trabalho. Quando o seu caminho espiritual envolver deixar para trás o julgamento do ego da sociedade e seguir os seus sentimentos, você irá progredir.

Gisela, do Brasil, pergunta aos Mestres: Mais uma vez, eu pergunto sobre as consequências da mudança de uma família para a Dinamarca com o marido, dois filhos, de 5 e 17 anos. Sou funcionária pública no Brasil, há 25 anos, o que nos permite uma condição média. É a única ligação aqui que nos retém. Na Dinamarca, teremos que começar do zero.

RESPOSTA: Nós não lhe diremos o que fazer porque você tem total livre arbítrio. A razão desta mudança veio até você porque você chegou a um auge nesta vida e tem a oportunidade de avançar e aprender mais. Isto será um recomeço em alguns aspectos, mas você tem toda a experiência e a sabedoria de seu trabalho passado e de sua vida no Brasil. Examine como é a forma com que você deseja prosseguir, e, então, traga a situação desejada para si mesma.

Ana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Eu me formei em Psicologia no ano passado. Gosto da profissão que escolhi e sinto que é esta a minha missão. Quero realmente trabalhar e ser capaz de ajudar os outros através do meu trabalho. Mas não consigo encontrar um emprego nesta área. Estudei muito, mas não consigo ir a lugar algum. O que estou fazendo de errado? Continuo tentando para conseguir no momento certo, ou desisto porque não é esta a minha missão?

RESPOSTA: Uma carreira não é realmente uma missão. O resultado do que você pode fazer com um trabalho pode ser uma missão. Somente você sabe o que é, porque isto tem a ver com os sentimentos que você obtém da profissão. Sua ansiedade e excesso de análise sobre todas as possibilidades futuras estão sabotando o seu progresso. Acalme-se. Veja a posição que deseja. Envie energia ao universo para trazê-lo para você – mas, mesmo assim, você tem que sair e encontrar onde ele existe; isto não virá bater a sua porta.

Maria, de Portugal, pergunta aos Mestres: Minha família rejeita o meu modo de vida espiritual. Muitas vezes eu quero viver e sinto que quero começar uma vida diferente. Tento amar o meu marido e os meus filhos como eles são. Eles ocupam os dias somente com coisas materiais. Eu não posso escolher dentro de mim.

RESPOSTA: Cada alma toma as suas próprias decisões na vida. Vocês são todos seres humanos e para muitos humanos, a sociedade e os bens materiais é tudo o que eles podem ver. Você não pode levá-los a observar qualquer outra coisa, a menos que eles estejam preparados. Não permita que a falta de um desejo espiritual deles amorteça o seu, mas não tente forçar as suas crenças sobre eles, também.

Everaldo, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou em uma forte busca pelo meu desenvolvimento espiritual, mas me sinto ligado a minha atual dependência financeira. O que posso fazer para me libertar?

RESPOSTA: Tome a decisão de permitir ao Universo que ele o supra. É uma escolha difícil e requer total fé em si mesmo e em sua capacidade de manifestar. Comece por trazer mais dinheiro a sua vida, vendo ele aparecer e seguindo o caminho para ele ser produzido. Quaisquer dúvidas, contudo, e ele desaparecerá, assim tenha a confiança de que isto é assim.

Lauren, da Austrália, pergunta aos Mestres: Meu ex-namorado cometeu suicídio no ano passado. Gostaria de saber se ele está bem e se é ele que, às vezes, sinto perto de mim. Ele já retornou ao lar ou está ainda preso à Terra?

RESPOSTA: Ele retornou ao Lar, mas está ainda na fase de interrogatório, onde está revendo tudo o que aconteceu enquanto estava na Terra. Não é a sua alma que você sente, mas um amigo dele que a está observando, até que ele esteja disponível para vir por si mesmo.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Toni e Peter
https://www.facebook.com/Reincarnation-Guide-137191392985848/
Agradecimentos a: Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com

Por favor, respeitem todos os créditos.

Arquivos deste autor:
http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Celestial+Voices
http://violetflame.biz.ly/blog/?tags=celestial+voices

Traduções em Português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=vozes+celestiais
Compilado por: http://violetflame.biz.ly/
Todos os artigos são de responsabilidade dos respectivos autores ou editores.
Crenças religiosas ou políticas não são defendidas aqui.
Mais em: @ http://violetflame.biz.ly

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII