PERGUNTEM AOS MESTRES
Pelas Vozes Celestiais
14 de Setembro de 2014
   
  Nesta semana, uma mulher britânica está confusa com a diferença em sua atitude, quanto ao seu relacionamento, dependendo de se ela e o seu companheiro estão sozinhos ou com outros. Os Mestres explicam o que pode acontecer quando é permitido ao ego substituir sentimentos na tomada de decisões.

É dito a uma mulher da Finlândia que ela precisa abraçar a vida em vez de evitá-la. Não há problema algum em querer determinadas coisas, mas elas não irão aparecer de maneira mágica sem que se assuma o comando e vá em busca delas.

Um homem americano parece ansioso para mostrar o amor incondicional a todos, mas, na realidade, ele está tentando controlar os sentimentos e reações das pessoas. Os Mestres lhe afirmam que controlar as emoções dos outros, é impossível. Ele deveria deixar ir e apenas tratar os outros como ele gostaria de ser tratado.

Estas perguntas aos Mestres nos dão um vislumbre de três tipos diferentes de lições que não estão claras às pessoas envolvidas. Algumas vezes, estamos tão próximos de uma situação que não vemos facilmente o que está acontecendo. Talvez estes exemplos possam nos ajudar a examinar as nossas próprias vidas de novas maneiras – até mesmo considerando as possibilidades – que nos deixam desconfortáveis. O resultado poderia ser maravilhoso.

Luz, Amor e Risos

Celestial Voices, Inc
< contact@mastersofthespiritworld.com >
Celestial Voices, Inc | 13354 W. Heiden Circle | Lake Bluff | IL | 60044 | USA



AS PERGUNTAS
DECISÕES SOBRE AS EXPERIÊNCIAS DE VIDA

PERGUNTA: Mestres, estou em um relacionamento onde a minha cabeça diz que não é adequado, que não combinamos e que não estou obtendo o que preciso dele. Mas o meu coração sente diferente. Quando estamos sozinhos, ele parece surpreendente e sinto muito amor. Mas, quando estamos entre outras pessoas, a minha cabeça protesta e parece errado novamente. É muito confuso, mas sei que há uma lição poderosa aqui. Poderiam me ajudar a compreendê-la? – Suzanne, Inglaterra.

RESPOSTA: Quem disse que havia somente um aspecto com a vida? Ao viver em uma dualidade, você tem escolhas negativas e positivas que a confrontam constantemente. Oh, e não se esqueça da influência do ego e do eu superior. Você está aqui para aprender lições, usando o seu livre arbítrio. Estas escolhas vêm da absorção do seu sistema de crenças, de suas emoções,de suas reações físicas aos eventos e do seu diálogo interno.

Já ouviu falar que os opostos se atraem? Sua situação tem algumas características a partir das reações do seu corpo físico com a ligação entre vocês dois. Duas ervilhas se encaixam em uma vagem, confortáveis e aconchegantes. Esta é uma lição de desfrutar das funções que podem apenas ser sentidas pela alma, quando em um corpo físico. Isto está errado? Não do ponto de vista humano ou espiritual.

Agora, vamos encarar os fatos. Sua “cabeça diz que não é adequado”. Isto significa que a parte do seu ego, com as contribuições de suas crenças provenientes da aprendizagem e da sociedade, acha que você não deveria estar onde está. “Não estou obtendo dele o que preciso.” Mais uma vez, o julgamento das crenças e da sociedade com uma pequena contribuição do seu eu superior, porque você tem uma sensação do que tem direito de receber dos outros. Isto mostra que você conhece e aceita o seu poder e não quer entregá-lo a ninguém.

A parte física do amor e interação é a parte que a sua alma precisa para validação de sua vida como uma parceira com alguém. A reação que você tem quando está com os outros mostra que, em suas decisões relativas ao seu amante, você se submete às opiniões dos outros. Sua cabeça, seu ego, não quer que você seja julgada pelos outros quando sente que eles desaprovam as suas escolhas. Você pode deixá-las seguir em sua vida, ou pode ignorá-las e fazer as suas próprias escolhas. Não há certo ou errado para esta situação – apenas as suas habilidades de fazer suas próprias escolhas. Siga os seus pensamentos, não o que os outros pensam.


SEJA SINCERO. DÊ UMA BOA OLHADA EM SI MESMO

PERGUNTA: Mestres, o que eu deveria fazer para que eu pudesse encontrar o meu propósito na vida? Minha profissão atual é muito valorizada em nossa sociedade e dá um bom rendimento. Estive com uma licença para tratamento de saúde por mais de quatro anos e estou agora recebendo uma pensão por um tempo determinado e esta contribuição irá até o final do ano, em 31 de Dezembro de 2014. Não há nenhum emprego em que eu possa continuar. Assim, qual é a melhor maneira para que eu possa encontrar um emprego, a fim de levar uma vida abundante e refletir esta prosperidade e o amor divino aos outros, ao meu redor? – Minna, Finlândia.

RESPOSTA: Você está fazendo um trabalho fantástico de se esquivar da vida. Você teve quatro anos para se interiorizar e ver o que ressoa com a sua alma, e em vez disto, você passou a maior parte do tempo em um modo “coitada de mim”, sentindo pena de si mesma. Você está acolhendo a negatividade e o fracasso. Limpa a sua lousa de trabalho, como se nunca tivesse sido empregada.

Desde que a sua pensão por doença está chegando ao fim, foi decidido que você está apta para retornar a algum tipo de trabalho, o que será determinado por você. Seu propósito na vida é descobrir sobre si mesma como uma alma e usar os poderes e habilidades interiores, para ter uma vida ótima.

Encontre o que lhe interessa. Encontre o que é bom para você. Você é uma pessoa muito inteligente, mas está encostada, querendo que o mundo venha até você e lhe diga o que fazer. Isto não funciona assim. Cada alma tem o livre arbítrio. A iluminação decorre da tomada de decisões e de assumir a responsabilidade pelas consequências destas escolhas.

Afaste os medos e dúvidas que vêm ao se aventurar em uma nova direção. Lembre-se: Você está começando novamente, assim não há nenhuma história que tenha que ser tratada. Não espere até o final do ano – explore agora quais são as suas possibilidades. Você pode interagir facilmente com as pessoas. Ainda que tenha se afastado disto, comece por isto como um tema central. Há muitos tipos de profissões que irão lhe dar satisfação. Se você investir o seu tempo e criatividade, compartilhará as suas habilidades e o amor com os outros.

ANALISANDO MINUCIOSAMENTE

PERGUNTA: Mestres, acho difícil superar desafios específicos da vida, especialmente quando elas dizem respeito aos estados emocionais dos outros. Por exemplo: em meus relacionamentos, eu tive que lidar com o amor universal e o desafio de ficar comprometido com um ser, enquanto tentava não fazê-lo se sentir menos importante pela falta de melhores condições. O que não estou entendendo? Parece-me que não importa quais palavras eu escolha sobre qualquer coisa, é prejudicial. Importo-me com todos igualmente e quero ajudar qualquer pessoa e todas as almas companheiras através desta jornada. Sinto-me atraído para todas as direções. – Jerry, Estados Unidos.

RESPOSTA: Você está se colocando como o juiz supremo do que imagina que outras pessoas estão pensando, quando é impossível estar em seus corpos para saber o que elas sentem. Através da observação, você pode ser capaz de ter uma noção de como o outro reage a um situação, mas você não pode dizer com certeza se as suas conclusões são corretas.

Cada pessoa controla como e por que ela ama o outro. Amar alguém de modo incondicional não tem nenhum impacto no que esta pessoa sente ou como retorna a você. Algumas pessoas são incapazes de compreender o que é o amor. Você pode lhes enviar muito amor incondicional e a sua resposta pode ser a de se sentirem menosprezadas, porque você não as elogiou pelo seu novo traje.

Não tente assumir a resposta emocional daqueles ao seu redor. Não se sinta responsável pela forma com que os outros interpretam as suas trocas amorosas. Seja você mesmo. Faça o que você gostaria de fazer para e por você. Você nunca pode dizer quando as suas palavras são mal interpretadas. Algumas pessoas prosperam nas energias negativas e somente vêem o que decorre delas como negativas ou destrutivas. Você não pode mudar ou influenciar a sua interpretação de uma questão.

Cada alma está em sua própria jornada. Você não pode dar um único passo, ou tomar uma única decisão por ninguém. Você não pode programar como os outros irão responder a uma situação. Deixe de tentar direcionar aqueles ao seu redor. Eles têm lições que escolheram experienciar, e as coisas acontecerão para eles através de sua escolha. Desista da sua necessidade de controle.

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Mona, da Noruega, pergunta aos Mestres: Sinto-me com falta de energia e estressada. Preciso de um conselho de como seguir em frente para conseguir um emprego gratificante que esteja mais ligado a minha missão de vida. Gostaria também de saber como a minha dívida karmica influencia a minha vida atual?

RESPOSTA: Em primeiro lugar, você tem que observar onde está agora e como se sente em relação a si mesma. Você tem deixado que toda coisa negativa ou depressiva em relação a você, oprima-a, ou direcione o seu humor. Escolha ver somente coisas positivas, belas e felizes. Você cria a sua realidade através das escolhas que faz. Não há nada de suas vidas passadas que esteja influenciando a sua vida – deixe de usar isto como uma desculpa.

Chucx, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Como posso manifestar a levitação em objetos externos?

RESPOSTA: Aceite que você tem os mesmos poderes e habilidades que a Fonte, de que a sua essência esteve separada. Saiba que você pode usar estas habilidades e, então, comece a usá-las. Veja o objeto como composto de energia e que você deseja aliviar a intensidade dele, de modo que ele possa flutuar. Comece com algo que tenha um peso leve, como o papel, ou uma pena e avance para objetos mais pesados. Isto requer muita fé em si mesmo, paciência e prática.

David, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: No “Perguntas e Respostas”: “Por que estou deprimido e sou incapaz de ser feliz?”, afirmam que: “A razão para a depressão, se não for química, é também uma lição de vida”. E quanto à depressão crônica? É também uma lição de vida, semelhante a outras doenças físicas?

RESPOSTA: Tudo o que acontece em uma vida física, é uma lição de um tipo ou outro. Algumas depressões são os meios escolhidos para proporcionar crises e interações na vida humana, assim como as deficiências e doenças físicas.

Cristiane, do Brasil, pergunta aos Mestres: Por que me sinto tão triste e solitária? É porque eu tenho muita dificuldade em me abrir para os meus relacionamentos emocionais? Vivo neste conflito de me aproximar de alguém e tentar um relacionamento amoroso e afetivo, ou de me isolar e não deixar que ninguém me magoe novamente. Esta dificuldade é uma lição que preciso aprender? Onde é que estou errando? Algumas vezes, parece que estou andando em círculos.

RESPOSTA: Você está lidando com a falta de confiança, com o amor próprio e o medo da rejeição. O primeiro passo é resgatar o seu poder daqueles que a rodeiam. Você dá ouvidos ao que os outros dizem sobre você e o aceita quando isto não é verdade. Deixe de acreditar no que todos dizem e comece a se valorizar. Você é uma alma bela, poderosa e amorosa que não se aceitou ainda. Saiba que você é tão boa quanto os outros e merece ser tratada com respeito. Outros irão abusar de você somente se lhes permitir, respondendo as suas palavras negativas – ignore-as e escolha uma vida amorosa e positiva.

Layla, do Brasil, pergunta aos Mestres: Sou uma advogada e tenho este sonho/objetivo de fazer do meu escritório, um dos maiores da minha cidade. Tenho participado de vários cursos para a expansão de minha consciência sobre a prosperidade e a abundância. Acredito que eliminei muitas crenças antigas que costumavam limitar a minha vida. Se vocês pudessem me dar algum conselho adicional para prosperar, qual seria?

RESPOSTA: Use a sua própria e forte percepção, que se baseia em se amar, e criar o que você imagina. Continue a ter a fé de que o que você deseja pode ser manifestado por você. Veja somente o positivo, sempre. Quando sentir qualquer coisa negativa tentando se esgueirar em sua vida, suspenda-a imediatamente e veja a sua magnificência.

Brenda, dos Estados Unidos, pergunta aos mestres: O céu é real?

RESPOSTA: O “CÉU” das religiões organizadas, com os portões dourados e o acerto de contas na revisão da vida, onde você é recompensado por todas as suas “boas” ações e punido por todas as suas transgressões, não existe. Há um céu na Terra quando você cria tudo o que deseja na energia positiva e bane toda a negatividade. Uma vez que uma alma deixa o seu corpo terrestre (isto é, morre), ela retorna ao amor incondicional, onde não há julgamento, nenhuma negatividade, nenhuma retribuição – alguns chamam a isto de céu.

Mike, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Quem matou realmente John Kennedy? Lee Harvey agiu realmente sozinho? E a morte de John Kennedy foi planejada antes que ele encarnasse?

RESPOSTA: Nós lhe perguntamos – Por que você precisa saber? O que acontece às almas quando elas partem da Terra é por seu próprio plano. A esposa de John Kennedy inclusive. Aqueles que causam a ação desejada estão também de acordo com alguma lição que eles escolheram.

Jaide, do Brasil, pergunta aos Mestres: Sou uma pessoa que desde a infância percebi a minha curiosidade sobre o assunto: ”Por que existimos?” Mas somente agora depois de adulta, desperta para a realidade espiritual, que confesso: é muito difícil compreender e aceitar a vida dimensional, enquanto em nosso mundo tridimensional. Mas, muitas vezes, pergunto-me qual seria a minha missão aqui na Terra e é isto que estou fazendo e que foi programado?

RESPOSTA: Você é uma alma que tem uma experiência física, a fim de aprender algumas lições de vida, que podem ser concluídas na dualidade da Terra. Você, e apenas você, planejou as experiências que está tendo.

Jen, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Algumas vezes, sinto as minhas jornadas passadas. Vocês sabem se as tive e quando/onde?Fui capaz de me conectar com o meu companheiro de alma ainda nesta vida?

RESPOSTA: Você teve contato com vários do seu grupo de alma: amigos, um professor e um antagonista. O tempo existe somente na Terra, assim tudo acontece ao mesmo tempo. Você está revivendo algumas vidas passadas e também vendo algumas lições que você precisa aprender. Basta observar os sentimentos que vêm junto com a revisão.

Tania, de Portugal, pergunta aos Mestres: Sinto uma urgência de descobrir o meu propósito na vida. Eu tenho um dom a compartilhar com a humanidade? Eu posso ajudar de alguma maneira? Qual deveria ser o meu próximo passo? Será que tem a ver com as minhas mãos?

RESPOSTA: Seu propósito como todos, é se conhecer e encontrar as suas respostas em seu interior. “Sinta” qual é o próximo passo para você e assuma a responsabilidade de fazer as escolhas para a sua própria vida. É o momento de assumir o comando e deixar de depender dos outros para tomar as decisões.

Evelyn, da Noruega, pergunta aos Mestres: Minha mãe morreu em 20 de Março. Por favor, digam-me se ela está feliz com o seu amado Joseph e com que idade ela está agora.

RESPOSTA: Quando uma alma deixa o reino humano, ela entra no amor incondicional. Ela pode ir para onde escolher e ter qualquer idade que escolha. Desde que o tempo não existe no Lar, ela, geralmente, não costuma habitar em um corpo, porque ele a impede de se mover com facilidade e estar em mais de um lugar ao mesmo tempo.

Conception, do Canadá, pergunta aos Mestres: Tenho visões em sonhos quando durmo, mas na maior parte do tempo, quando não estou dormindo. Há imagens que surgem nestas visões, que eu entendo que são da minha origem e fico fascinada pela paz que isto me traz. Agora, eu vejo a vida na Terra com desapego, frieza e desinteresse, mas ainda sou grata a cada manhã e, surpreendentemente, sinto-me mais forte. Por que estou tocando o que considero como outras camadas?

RESPOSTA: Você está em um estágio em sua vida, onde tem decisões a tomar sobre o que fazer a seguir. Você está sendo exposta a várias camadas da existência não física e você deve decidir se quer incorporá-las em sua vida, ou apenas, observá-las. Se desejar participar, comece a se comunicar com os espíritos que estão próximos – eles estão aqui para ajudá-la se você desejar. Proteja-se de qualquer negatividade que esteja também por perto.

Michael, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Gostaria de saber se a garota em que estive pensando por tanto tempo é a minha alma gêmea, ou apenas uma obsessão da qual não consigo me livrar. Além disto, tenho problemas com a luxúria e sou um Cristão desde os 10 anos. Conheço-a desde a quinta série, mas nunca tivemos realmente uma conversa longa.

RESPOSTA: Sua alma gêmea não está na Terra neste momento. Você está apaixonado por esta jovem e tem expectativas irracionais de que ela retorne o seu interesse. Por você nunca ter falado com ela, esta não tem opinião em relação a você. Tenha uma conversa com ela e lhe peça para ir a um café, ou fazer um lanche.

Andrea, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Estou apaixonada pela pessoa errada?

RESPOSTA: Depende do que você vê como o seu futuro. Cada alma cria a sua própria realidade com decisões com base no livre arbítrio. Você tem que se perguntar o que espera desta união e se está recebendo o que precisa em troca. Nada é certo ou errado nesta vida. Tudo proporciona lições – algumas positivas e algumas negativas.

January, da Austrália, pergunta aos Mestres: Poderiam, por favor, explicar-me os buracos ou bolhas na Terra, como eles são, algumas vezes, referidos?

RESPOSTA: Os buracos são características geologicamente esculpidas na área de superfície, geralmente pelo movimento da água, ao longo de muitos séculos na Terra. Eles também podem ser esculpidos pelos cursos de água que enfraquecem o teto da caverna, através do qual eles fluem, fazendo com que entrem em colapso. Isto deixa um buraco para a pressão ser liberada, a partir do movimento da água. Eles também se formam da pressão da água aquecida das estruturas geotérmicas que escapam do subsolo.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Arquivos:

Em Inglês:

http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Celestial+Voices

Traduções para o Português:

http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Vozes+Celestiais

Por favor, respeitem todos os créditos.

Fonte: http://violetflame.biz.ly


Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIMenu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII