PERGUNTEM AOS MESTRES
PLANOS DA ALMA
Através das vozes Celestiais
28 de Agosto de 2014
 
   
OH, OS PLANOS QUE FAZEMOS!

A comunicação é muito importante, no entanto, ela pode causar muitos problemas. Por sermos todos diferentes, com variações culturais e linguísticas, as pessoas nem sempre comunicam o que elas pretendem realmente transmitir – ou compreendem exatamente o que lhes é dito. Nesta semana, um questionador da Singapura, expressa confusão decorrente de vários relatos canalizados do planejamento pré-parto. Os Mestres explicam cuidadosamente os seus termos e ensino, em um esforço de esclarecer o conceito.

Uma mulher Americana sabe que esta não é a primeira vida que ela o seu ex-marido compartilharam, mas apesar dos planos pré-nascimento que eles fizeram, o panorama parece sombrio para atingir a meta de seu progresso espiritual. O comentário dos Mestres indica que até mesmo a força legal pode não ser o suficiente para fazer com que o rapaz supere o seu ego e aprenda a sua lição.

O planejamento para aprender sobre o amor levou a duas experiências dolorosas para uma mulher norueguesa. Levou também a uma experiência espiritual que ela não compreendeu, até que os Mestres explicaram o seu verdadeiro significado. Agora ela tem a oportunidade de se reconectar com o amor dentro dela e deixá-lo atrair relacionamentos amorosos e saudáveis.

Há um ditado que diz: “A vida é o que acontece quando você fez outros planos.” Algumas vezes, estes são planos que surgem do ego que se deparam com aqueles feitos pela alma. Às vezes, é o contrário. Estas perguntas e respostas semanais nos mostram algumas das inúmeras formas com que podemos ser surpreendidos com o que acontece em nossas vidas. Cada caso pode ser uma valiosa ferramenta de ensino, se estivermos realmente abertos para aprendermos com ele.

Luz, Amor e Risos
Toni e Peter

Celestial Voices, Inc - contact@mastersofthespiritworld.com
Celestial Voices, Inc | 13354 W. Heiden Circle | Lake Bluff | IL | 60044 | USA


AS PERGUNTAS

QUEM FAZ O PLANEJAMENTO?


PERGUNTA: Mestres, estou confusa sobre “quem” faz o planejamento “pré-natal”. Alguns dizem que somos nós que estamos conscientes de nós mesmos como FONTE, enquanto outros dizem que somos “nós”, que somos apenas não físicos, mas não conscientes de “nós’ como Fonte. Recentemente, eu li alguns materiais de Seth, onde Seth descreveu uma entidade que deu uma compensação excessiva ao seu planejamento pré-natal, resultando em difíceis lições de vida para a personalidade encarnada que “não precisavam ter ocorrido” (eu entendi que significavam que elas eram “desnecessárias”.) Em outro livro, Jeshua, uma entidade canalizada, descreve a “alma’ que faz o planejamento pré-natal,como uma mistura de amor e de falta de amor, e que o planejamento pré-natal é a criação de uma vida para “eliminar’ a falta de amor da alma. Isto parece contraditório com a ideia das nossas versões perfeitas da “Fonte” que estão fazendo o planejamento pré-natal. Quem faz o planejamento e como podem estes “planejadores” falharem, resultando em “supercompensação”? - B. Singapura.

RESPOSTA: A confusão com os vários materiais que você leu é que não há nenhuma descrição comum ou compreensão do que as diferentes palavras significam universalmente. Quando as pessoas falam da alma, elas querem dizer o espírito, o fragmento que veio da Fonte, ou o aspecto inconsciente do ser humano? Ou elas querem dizer todos os itens acima? As canalizações só podem expor as palavras que elas têm em seu vocabulário. Elas não podem usar termos de outro idioma, a menos que o seu corpo tenha sido assumido por outra alma.

As fontes que você citou também vêm de diferentes períodos e locais onde a terminologia varia um pouco. Nós iremos responder a sua pergunta definindo as nossas palavras, à medida que avançarmos.

O fragmento afastado da Fonte é ao que nos referimos como alma. Quando ela é não física, pode também ser chamada de espírito ou reflexo da alma, quando ela habitava o corpo. Quando a alma é não física e está no Lar, no amor incondicional, ela não tem aspectos de negatividade ou falta de amor. Uma vez que a alma entra no amor incondicional, está totalmente consciente de sua essência de energia da Fonte.

Quem faz os planos? A alma consciente da Fonte, que entende plenamente as lições de vida e o livre arbítrio, expõe a sua vida desejada. Embora cada alma seja aconselhada pelo seu próprio conselho de assessores, eles não tomam qualquer decisão pela alma. Assim como vocês, humanos, comem mais do que o seu corpo necessita ou pode suportar, porque os seus olhos são maiores do que o seu estômago, as almas podem superestimar o número de lições que elas podem completar em uma única vida.

Todo o propósito do planejamento é experienciar situações que a alma nunca encontrou antes. Desde que as almas não estão conscientes da extensão da dificuldade que elas podem enfrentar, é possível sobrecarregar os seus pratos. Esta é uma das razões pela qual as pessoas podem cometer suicídio – elas ficam oprimidas pelos seus planos. Não é errado. É apenas outra lição.

REPETINDO O PASSADO

PERGUNTA: Mestres, eu fui divorciada por quase 14 anos. No segundo casamento estive casada por 16 anos, e tenho uma filha. Esta é a sexta vez que vou ao Tribunal pelo não pagamento de obrigações. Estou com mais de 60 anos e financeiramente dependo dele. Tivemos muitas vidas juntos. Ele tem inveja, ciúme e ressentimento de nossa filha e de mim. Assumimos nesta vida a tarefa de ajudá-lo na evolução espiritual. Estou exausta de ir aos tribunais. Esta será a última vez? Este será o ponto decisivo, ou estamos condenadas a toda esta vida de sofrimentos? – Jane, Estados Unidos.

RESPOSTA: Você teve uma história de ser o doador, deixando que outros tomasem as decisões por você. Seu ex a vê como fácil de manipular e não espera que você aja em sua própria defesa. Ele também está ciente da ansiedade que ele gera pelas suas ações e acha isto divertido.

Ainda que ele seja respeitado em sua profissão, ele é ingênuo e mimado quando se trata de interagir com você e a sua filha. Você está correta de que isto é uma série de interações que duraram muitas vidas. Ele está ainda lutando para vencê-la e fugir das obrigações que foram impostas a ele. Ele é perfeitamente capaz de cumprir as ordens do Tribunal, mas ele prefere deixá-la angustiada. O Tribunal está farto de suas atitudes e está prestes a lhe dirigir uma ameaça de pena de prisão se ele não parar de brincar.

Nada irá fazê-lo ver o crescimento espiritual por trás desta batalha. Ele vê tudo através do seu ego. Ele tem a possibilidade de ver isto como uma lição de vida, mas isto iria retirar a sua manipulação. Ele fica com ciúmes com a “facilidade” com que você é capaz de realizar as coisas. Ele percebe que não teria feito isto através da faculdade e de várias residências sem a sua ajuda, e isto o torna ressentido de que não poderia fazer isto sozinho.

Continue a trazê-lo de volta à sua responsabilidade e algum dia ele poderá recuar e ver que idiota ele tem sido – mas não perca o fôlego.

APRENDENDO A SE AMAR E A SE ACEITAR

PERGUNTA: Mestres, há 15 anos eu deixei o meu marido e pai dos meus filhos, porque ele era uma pessoa muito manipuladora. Ele achava que sabia o que era melhor para mim e, inconscientemente, eu me submetia. Sofri de uma grave psoríase e fiquei também gravemente doente. No Hospital, tive uma experiência espiritual. Estava cheia de luz e de amor, e uma voz me dizia para me divorciar do meu marido. Esta luz me enviava muito amor, não se importando com o que eu fiz. Ao mesmo tempo, eu fiquei profundamente apaixonada por outro homem, que me ajudou com o meu divórcio. Vivemos juntos durante 12 anos. Eu o amava incondicionalmente, ainda que ele me traísse. Há quatro anos, ele me deixou e se casou com outra mulher. Eu ainda sofro e tenho um sentimento de ligação espiritual com ele. Por que isto ocorre e não consigo seguir em frente e ser feliz? – IA, Noruega.

RESPOSTA: Sua importante lição de vida foi analisar do que se trata o amor e como pessoas diferentes o experienciam e o que elas entendem por “amor”. Para o seu marido, o amor significava que você faria exatamente o que ele queria e nada mais. No início, você aceitou a sua definição e ficou escravizada ao relacionamento. Isto tirou todo o seu poder e energia, o que a deixou doente.

Quando você percebeu que o amor não tinha nenhuma destas características, você se divorciou dele e seguiu em frente. Você ainda não tinha ideia do que era o amor, assim você interpretou a compaixão do seu amante como amor. Você aceitou que ele não oferecesse o amor incondicional, porque ele se exibia para os outros, mas isto era definitivamente melhor do que o que você teve com o seu marido.

Quando ele a deixou, foi por razões pessoais e financeiras e pelo fato de ele poderia se beneficiar de um casamento com outra mulher.

A experiência que você teve no hospital – a luz, a voz e o sentimento do amor – foi uma conexão com a sua alma, com o seu Eu Superior, com o seu inconsciente não físico. Ele está sempre com você. Você precisa apenas escolher se interiorizar e trazê-lo.

Você não pode deixar ir a conexão espiritual que você sente que tem com alguém que foi embora, porque isto foi tão bom. Mas não era ele – era você! Você apenas acreditou que era ele, porque ele aí estava quando você primeiro se conectou com ele. Crie uma vida onde você seja o centro do seu universo, onde você traga o seu amor. Então, você poderá fazer tudo o que quiser e pode ter o amor que busca.

http://www.mastersofthespiritworld.com/

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Maria, do Brasil, pergunta aos Mestres: Eu preciso entender o que aconteceu comigo, o que eu tenho a aprender e fazer, já que perdi o meu emprego, o meu casamento, amigos. Vivo em uma situação difícil. Nos últimos dois anos eu estudei e participei de grupos, a fim de desenvolver e compreender a minha missão, mas nada mudou.

RESPOSTA: Você ouve, mas não compreende. Você está esperando que alguém a leve pela mão e diga que este é o único caminho a seguir. Isto nunca irá acontecer. Você deve sair da depressão em que entrou. É por isto que parece que todos a abandonaram. Seus grupos deveriam lhe ter dito que todos são diferentes e que você tem o livre arbítrio. Siga o positivo, afaste o negativo e você será capaz de ver um futuro.

Guida, de Portugal, pergunta aos Mestres: Estou em uma fase de transição em minha vida. Saí do um emprego, por causa do não pagamentos dos salários. O meu chefe não quer entrar em um acordo e me pagar os benefícios a que eu tenho direito. Será que eu deveria entrar com uma ação contra eles, reivindicando o que é meu, por direito? Eles não são boas pessoas. Por outro lado, o meu marido quer ir viver no Brasil no final deste ano, comigo, é claro, pois somos muito felizes. Uma parte minha está disposta a ir e descobrir novos horizontes. A outra parte quer permanecer por mais tempo em Portugal. Sei que apenas eu posso responder, mas acredito que a orientação poderia ser muito útil para mim neste momento.

RESPOSTA: Você precisa ficar no banco do motorista, assumir o controle e ir aonde a vida parece boa para você. Resgate o seu poder daqueles que o agarraram e o tiraram de você. Você precisa de umas férias da tensão em que esteve vivendo. A ida ao Brasil poderia lhe proporcionar isto, mas você tem que estar investida na transição. Confie em seus sentimentos em relação a todas as coisas.

Kolawole, da Nigéria, pergunta aos Mestres: Sou um homem de 49 anos, da Nigéria. Surgiram sérias dificuldades quando eu perdi o meu emprego há 3 anos. Nenhuma ajuda parece fluir de ninguém. Isto é uma lição, ou um pecado da poligamia? Por favor, aconselhem sobre o caminho a seguir.

RESPOSTA: Há uma série de lições que nada tem a ver com a poligamia. Você está emitindo desespero e ninguém quer adicionar mais negatividade às suas vidas. Comece por planejar o futuro que você quer ver. Envie uma mensagem clara de que você está pronto para reentrar no mundo como uma pessoa produtiva e, então, coloque-se em uma posição de ser notado.

Jerome, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Ao tentar obter respostas sobre o meu propósito espiritual e o meu propósito natural, eu me interiorizo e nada sinto. Tento perguntar ao meu coração e alma e me ligar a minha essência, mas nada sinto. Sinto como se estivesse morto, interiormente. Por que o Poder Supremo (Deus) não fala comigo e ninguém do Mundo Espiritual me ajuda também? Sinto-me sozinho e quero desistir e deixar de tentar. Estou chegando ao fim da corda. Poderiam me ajudar?

RESPOSTA: Você entrou em uma fase: “Coitado de mim”. Nada em uma forma humana é fácil. Seu maior problema surge das expectativas específicas que você desenvolveu sobre como as coisas deveriam ser. Você pensa muito quando se trata de conexão com o mundo espiritual, não físico.

Se você se sentar aí e pensar: “Eu não sinto nada”, é claro que não sentirá, porque o seu foco está no que você acha que deveria sentir, em vez de apenas se aquecer na energia. O contato do Espírito com você pode não estar em palavras, mas em oportunidades e esclarecimento. Esteja aberto. Permita-se seguir o fluxo do universo, enquanto você chega e sente aqueles ao seu redor. Então, faça perguntas específicas e “observe”, não apenas ouça, a resposta.

Divya, da Índia, pergunta aos Mestres: Qual é o propósito desta fase de minha vida? Ela parece estagnada e eu anseio por uma mudança a partir desta monotonia. E por que eu sinto que esta fase é como uma calmaria antes da tempestade? O que eu devo aprender com esta fase da minha vida?

RESPOSTA: Você já completou uma série de lições e não seguiu para o próximo segmento de sua vida. Ela será tão difícil quanto algumas de suas lições, mas terá grandes recompensas. O programa não será iniciado por conta própria. Você deve iniciar o processo. É o momento de entrar nos novos interesses e em uma compreensão mais profunda de si mesma, como através da meditação ou chi, ou algum ou outro tipo de exercício. As escolhas são todas suas.

Wiktoria, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres:
Gosto do meu atual emprego, mas sinto que há algo faltando. Não acho que permanecerei neste campo pelo resto de minha vida. Estive pensando sobre alguma direção, o que eu deveria estar fazendo nesta vida que me traga satisfação, bem como uma renda. Estou também confusa sobre se devo ou não com o exame de CPA.

RESPOSTA: Você é uma pessoa do povo e está em um emprego onde não tem muita interação com os outros. É o momento de recuar e ver o que está acontecendo ao seu redor. O que chama a sua atenção e o que parece divertido? Você tem total liberdade de escolha para agir sem a participação dos outros.

Vani, do Brasil, pergunta aos Mestres: Sinto que o meu marido não gosta do meu filho, implicando com tudo o que ele faz. Às vezes, sinto que eles se odeiam. O que vocês têm a dizer? Serão inimigos que estavam em outra vida?

RESPOSTA: Seu marido e seu filho passaram muitas vidas juntos e nunca estiveram em termos amigáveis. É uma escolha que eles fizeram de compartilhar outra vida, sabendo como seria, provavelmente. Eles têm que resolver isto entre eles mesmos. Desta vez foi para compreender e colocar um fim às hostilidades – mas isto cabe a eles. Tenha paciência e lhes envie a energia do amor incondicional para ajudá-los a ver o seu caminho através das dificuldades.

Delfim, de Portugal, pergunta aos Mestres: O que há de errado comigo? Por que toda esta dor? Eu oro e quero sair disto. Porque não posso sair desta situação?

RESPOSTA: Você nem mesmo sabe do que é que quer sair. A dor está em estar no lugar errado, na hora errada, porque lhe falta a capacidade de desejar a mudança que você tem que trabalhar. Cada alma cria a sua própria realidade e tem liberdade para escolher os elementos da vida. Você deve traçar um curso fora do mundo de hoje para entrar em um mundo futuro diferente – caso contrário tudo permanecerá igual.

Ana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Meu marido tinha sofrido de abuso sexual quando criança. Ele, supostamente, superou o seu terrível trauma, mas ele tem muita raiva dentro dele e sofre de depressão crônica. Parece-me que ele não consegue ver o bem e a luz ao redor. Compreendo que isto é a sua própria lição de vida para ser aprendida, e que a sua alma tem a declaração final sobre esta experiência, mas, realmente, eu gostaria de saber se há alguma maneira que eu possa fazer para ajudá-lo a superar isto e recuperar a sua capacidade de viver com leveza e harmonia.

RESPOSTA: Você está certa que a decisão é dele. Se você lhe demonstrar o quão positivamente você pode viver na luz e na felicidade e convidá-lo para se unir a você, ele poderá decidir lhe dar uma chance. Envie amor incondicional à sua alma para ajudá-lo a livrar a sua vida da raiva e das dúvidas ao redor dele. Ele ainda tem medo de realmente confiar em alguém, assim ele se torna desagradável, e as pessoas o deixarão sozinho.

Nina, da Finlândia, pergunta aos Mestres: Este homem que eu conheci recentemente é tudo de bom, é leal e adorável, mas não espiritualmente, sob qualquer condição. Isto pode ser o suficiente para mim? Ou eu preciso de um homem que seja desperto espiritualmente, etc... (Sei que não irei conhecer a minha alma gêmea nesta vida). O nosso relacionamento é apenas Karmico, ou poderia ser duradouro, alguma chance? Devo ficar sozinha? Não quero magoá-lo.

RESPOSTA: A escolha é sua. Seu crescimento espiritual pode ser uma jornada individual e o seu relacionamento romântico uma aventura em comum com alguém, se ele não interferir com a sua jornada. Não há certo ou errado, apenas o que você está disposta a aturar. Viver com uma pessoa espiritualizada torna mais fácil evoluir mais rapidamente, porque vocês estão disponíveis a se ajudarem. A espiritualidade está interessada em sua conexão com os reinos não físicos, enquanto que um romance lida com o mundo físico tridimensional. Eles não têm que se equiparar vibracionalmente.

Maria, do Brasil, pergunta aos Mestres: Por que eu tenho tantos altos e baixos em minha vida profissional? Às vezes, tenho boas oportunidades e posso trabalhar em uma Companhia muito boa, com um bom salário, e outras eu tenho somente escolhas ruins. Agora estou em um momento desagradável e não sei o que fazer, como continuar...

RESPOSTA: Dê um passo de cada vez. Cada posição lhe permite aprender muito sobre você e a lidar com outras pessoas. Procure a lição e o positivo em cada situação. Escolher ser feliz, é realmente uma escolha como cada faceta de sua existência.

Nina, da Finlândia, pergunta aos Mestres: Por que estou tendo um relacionamento tão ruim com a minha mãe? A cada vez que nos encontramos, acabamos brigando. Ela começa, geralmente.

RESPOSTA: Vocês são muito parecidas ao querer dizer para a outra o que fazer. Nenhuma de vocês respeita realmente a outra e acham que é um desperdício de tempo até mesmo conversarem. Deixe de julgar e as discussões terminarão. Apenas avalie o que ela diz pelo valor que isto poderia servir a sua vida e siga em frente.

Jaana,da Finlândia, pergunta aos Mestres: Tenho um profundo sentimento de solidão aqui na Terra. Não tenho contato com o mundo espiritual, e nem os guias espirituais. Por favor, poderiam me dizer sobre os meus guias, anjos da guarda, etc? Quem são eles? O que eles têm a me dizer? Como eu poderia criar um contato vivo com eles, em uma base diária, para me comunicar com eles? – Ou eu fui deixada totalmente sozinha aqui?

RESPOSTA: Ninguém está sozinho. Deixe ir as expectativas específicas do que acha que deveria estar acontecendo e abra-se para as energias ao seu redor. Seus guias estiveram tentando se comunicar com você, mas você quer que venha em uma linguagem, apenas. Eles, muitas vezes, enviam-lhe intensos sentimentos em seu plexo solar, pontos de luz e pensamentos incomuns. Faça-lhes uma pergunta e procure a resposta em qualquer uma das várias maneiras. Eles querem se apresentar.

Ana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Onde eu posso encontrar esta centelha novamente em minha vida? Sinto-me distante de minha família e profissionalmente. O que não estou percebendo? São muitas questões para pouco espaço, mas não quero ser tão cega.

RESPOSTA: Frequentemente, você está escolhendo seguir a energia negativa que a envolve, em vez de escolher a positiva. O amor incondicional existe somente na energia positiva. O julgamento do ego reside na energia negativa, como a depressão, a infelicidade e o aborrecimento.



Quem quiser fazer pergunta para os Mestres acesse:
http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=2056
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
https://www.facebook.com/pages/Reincarnation-Guide/137191392985848
Arquivos: http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Celestial+Voices
Traduções para o Português: http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Vozes+Celestiais
Fonte: http://violetflame.biz.ly/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIMenu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII