PERGUNTEM AOS MESTRES
Através das Vozes Celestiais
Mensagem canalizada por Toni e Peter
20 de Fevereiro de 2016
  luz de gaia  
  Uma apresentação prévia dos ensinamentos dos Mestres

Uma mulher do País de Gales pergunta sobre a origem do que consideramos como mal, e sobre a retribuição. Os Mestres explicam o propósito da Fonte ao distribuir partes de si mesma para experienciar a negatividade.

No Brasil, uma mulher por outro lado feliz, tem grande dificuldade em lidar com a família do seu marido. Os Mestres esclarecem sobre a desarmonia e oferecem sugestões úteis.

As questões sobre o seu casamento que acabara, levou uma mulher do Reino Unido a se perguntar sobre o curso que a sua vida está tomando. Ela deve encontrar algum conforto no que os Mestres lhe dizem.

Vocês podem ler estas perguntas e respostas na página de Mensagens no site dos Mestres: http://www.mastersofthespiritworld.com/. (ou abaixo).

O MANUAL DOS MESTRES SOBRE A REENCARNAÇÃO irá aparecer em breve em outro idioma. Vocês terão conhecimento disto, assim prestem atenção a este espaço.

Enquanto isto, cliquem neste link: http://celestialvoicesinc.com/?page_id=24, ou na guia Livraria, no site dos Mestres – para baixarem o seu manual gratuito dos Mestres, com opção para NOVE idiomas (até agora).

Amor, Luz e Risos,

Toni e Peter.
Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com 
13354 W. Heiden Circle | Lake Bluff, IL | 60044 | USA

AS PERGUNTAS
A FONTE PERFEITA E O MAL


PERGUNTA: Mestres, eu me esforço para entender: Se todos nós somos parte da fonte perfeita, de onde todos os maus pensamentos e atos se originam? Se alguém assassina dez pessoas, ele tem que viver mais dez vezes para ser assassinado em troca? - Anne, País de Gales.

RESPOSTA: A Fonte é a energia perfeita, composta unicamente de amor incondicional, onde nenhuma negatividade existe. Antes que as partes individuais fossem afastadas da Fonte (almas), a sua consciência era somente perfeição. Quando você não tem nada a comparar, você não tem qualquer experiência das possibilidades. A Fonte sabia o que era, mas não tinha noção do que não era.

As partes, almas, permitiram que a Fonte estivesse em muitos lugares ao mesmo tempo e participasse de inúmeros eventos. A Fonte criou um lugar, o Planeta Terra, formado de partes iguais de energia negativa e positiva. As almas receberam total livre arbítrio para decidir se elas queriam viver na negatividade ou na positividade. Ser capaz de comparar o amor da positividade com o ódio da negatividade dá definição ao conceito e sentimento do amor, permitindo à Fonte apreciar o que é e o que não é.

Não há nenhuma mentalidade de “na mesma moeda”, ou “olho por olho”, no aprendizado das lições de vida. O fato de você ter feito algo em uma vida não significa que você tenha que fazer o oposto na próxima vida ou nas subseqüentes. Seu assassino pode nunca optar por vir experienciar ser uma vítima se a sua lição original envolvia problemas de controle.

Uma vez que uma lição é escolhida, a alma entra na dualidade da Terra. O aspecto negativo da situação é apresentado à alma, para que ela possa optar por continuar no negativo ou optar pelo positivo. A dualidade é um lugar de julgamento controlado pelo ego, que julga tudo contra tudo.

Para a alma aprender, ela tem que se afastar do julgamento do ego e avaliar o que deseja para o crescimento. Ela deve evitar o negativo e olhar para o amor incondicional, a fim de se conectar com a sua própria essência e a energia da Fonte.

Suponha que o assassino como aquele que você mencionou quer ter um controle supremo sobre outras pessoas. Ele demonstra isto ao terminar com a existência dos outros. Em termos espirituais, ele, então, tem uma oportunidade ou de aproveitar o poder que ele mantinha sobre o falecido, ou compreender que o controle é uma ilusão, porque as pessoas não mais existem para ele controlar. Se ele perceber a futilidade de seus atos, ele aprendeu a lição e poderá avançar.

INTERAGINDO COM A FAMÍLIA

PERGUNTA:
Mestres, tenho a certeza de que o meu marido é a minha alma gêmea. Eu o amo muito. Entretanto, estou tendo dificuldades de interagir com os seus pais e irmãs. Eles são pessoas muito superficiais e materialistas. Parecem ser obsessivos sobre nós e estão sempre tentando controlar as nossas vidas. Estou me esforçando para colocar limites, mas não quero ferir os sentimentos do meu marido. Geralmente, eu me sinto drenada e esgotada a cada vez que preciso estar com eles e por causa disto, não gosto de me encontrar com eles, muitas vezes. Por que é tão difícil interagir com eles? O que posso fazer em relação a isto? O meu marido deve ser o único a estabelecer limites? Devo lhe pedir que faça isto? – Matilda, Brasil.

RESPOSTA: A magia na manutenção dos relacionamentos é a comunicação. Para ter este relacionamento de partilha perfeita, é imperativo que o seu marido esteja ciente de todos os seus sentimentos, tanto entre você e ele, quanto entre você e os outros membros de sua família. Permita que ele saiba como eles colidem com a sua vida e que eles absorvem a sua energia quando estão próximos, de modo que você fica exausta.

Seu marido não é a sua alma gêmea. Se ele fosse, a única coisa que vocês veriam neste mundo é um e o outro. Vocês não sentiriam a necessidade de interagir com mais ninguém. Seu foco seria em você apenas, e ele não teria qualquer contato com a sua família.

A família dele tem ciúmes da ligação que vocês dois compartilham. Vocês estão contentes, felizes e positivos na maior parte do tempo, o que os intriga porque eles tendem a ser negativos, infelizes e com raiva. Ele cresceu com a energia deles ao redor e construiu uma barreira a sua, afetando-o. A menos que lhe explique o impacto que as suas ações têm sobre ele, ele não reconhecerá o problema.

Você deve aceitar que ele está em sua própria jornada, e interagir com a sua família é parte desta jornada. Isto não significa que você tenha uma obrigação de passar mais tempo com eles do que seja confortável para você. Outra possibilidade é que você se envolva com a energia positiva a cada vez que tiver contato com eles, assim eles não serão capazes de roubar a sua energia. Sempre que eles tentarem controlar a sua vida, agradeça-lhes pelo seu interesse e lhes diga que você considerou a informação que eles lhe deram e que ela não lhe parece adequada.

LIÇÕES DE VIDA

PERGUNTA:
Mestres, eu planejei deixar o meu marido agora e sendo assim, quais foram as lições ao fazer isto, pois eu ainda me sinto culpada. Eu estava apenas entediada ou era o momento de aprender novas lições, pois eu sinto que agora a vida não está tão harmoniosa como costumava ser com o meu ex. Será que esta parceria é adequada para mim? Sinto uma ligação muito forte com o meu único filho. Tivemos uma vida juntos, antes? Acho que estou evoluindo espiritualmente. Estou certa ao pensar que eu ajudo as pessoas a minha própria maneira? – Joanne, Reino Unido.

RESPOSTA: Você tinha feito o plano de ter uma série de experiências variadas em um modo de relacionamento. Suas lições incluíam a clareza de entendimento quando você alcançasse um espaço onde uma parceria tivesse se tornado não funcional e quase destrutiva. Este era o seu sinal de que você tinha aprendido tanto quanto podia nesta união e se você quisesse continuar a aprender, era imperativo que você seguisse em frente.

O sentimento de culpa decorre da influência daqueles ao seu redor, e da sociedade em geral, dizendo que você não dá uma tentativa e o casamento é para sempre. O tédio nada tinha a ver com a sua percepção de que era o momento de ir para outro lugar, desde que as suas experiências tinham se estagnado.

A sensação de que a sua vida está menos harmoniosa decorre da saída de uma zona de conforto, onde você sabia o que estava por vir. É mais desconcertante enfrentar o desconhecido e se perguntar como isto se manifestará. Como sempre dizemos, você está exatamente onde precisa estar, quando aí está.

Quando você entra em uma nova parceria, há uma curva de aprendizagem e caminhos desconfortáveis e acidentados, até que você se adapte à nova cena. Dê-lhe um tempo. Você e o seu filho tiveram vidas juntos no passado e sempre foram próximos. Tudo isto é parte de seu caminho espiritual. Suas questões demonstram que você está espiritualmente consciente e movendo-se ao longo do seu caminho desejado.

Você realmente ajuda as pessoas, mas deve se preocupar em primeiro lugar, em cuidar de si mesma. Você precisa se conectar mais com a Fonte e sentir este amor incondicional. Quando tiver alcançado o pleno amor próprio, poderá, então, preocupar-se com os outros.

De: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=587
Perguntas: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=2056

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Marjo, da Finlândia, pergunta aos Mestres: Assisti a um show na TV sobre os espíritos e mencionaram como os membros da família, às vezes, eram enterrados junto a uma árvore de carvalho, no próprio quintal da família, na América, no século 20. Durante anos, eu tive este forte sentimento de que depois que eu morrer, gostaria de ter as minhas cinzas enterradas ao lado da árvore de carvalho, na minha própria fazenda. Será que este sentimento tem uma ligação com uma vida passada, onde eu realmente teria sido enterrada perto de um carvalho? Estou muito curiosa sobre isto e gostaria realmente de saber a resposta.

RESPOSTA: Esta história refletiu os costumes daquele período de tempo, quando os membros da família eram enterrados em sua própria propriedade, porque não havia cemitérios disponíveis. Você não experienciou esta prática, mas sendo uma romântica, isto lhe agrada. Não há nada de errado em ter este tipo de sonho.

MM, de Portugal, pergunta aos Mestres: Estou cansada. Eu sempre pensei que amava o meu marido, embora houvesse sempre bloqueios quando se trata de nossa intimidade. Conheci um médico que me ajudou muito. Ele é alguém a quem admiro, alguém que me ensinou muito e eu não consigo deixar de pensar nele. O que eu sinto pelo meu marido? O que eu sinto por este médico é apenas admiração ou algo mais? Quais são as suas intenções em relação a mim?

RESPOSTA: Todas as pessoas que são ajudadas a compreender as suas dificuldades e sentimentos “apaixonam-se” pela pessoa que as ajuda. Uma vez que as suas emoções estão abertas, uma pessoa amorosa, aberta e gentil acumula toda a sua admiração e amor. O médico a vê como alguém que ele foi capaz de ajudar e ele deseja apenas boas coisas e compreensão para você. Seu marido foi a primeira pessoa que você pensou que amou porque você não tinha ainda experienciado outro tipo de relacionamento. Ele não sabe o que é o verdadeiro amor e a vê como uma posse. Examine a sua situação e veja se precisa fazer uma mudança.

Luciana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Meu filho foi hospitalizado duas vezes em uma clínica, involuntariamente, para viciados em drogas. A hospitalização durou um ano no total. Hoje, Graças à Deus, ele está livre de qualquer substância. Está muito bem e faz faculdade. O ponto é que ele me acusa da hospitalização o tempo todo e diz que me odeia. Eu nunca usei drogas. Criei o meu filho sozinha e me separei do seu pai porque ele fazia uso imoderado de bebidas alcoólicas e usava drogas. Como devo proceder?

RESPOSTA: Seu filho está tentando manipulá-la, fazendo –a sentir que toda a sua vida é por sua culpa. Ele é uma criança mimada e ingrata que nunca amadureceu para entender a extensão de seu amor por ele. Não lhe permita que ele a faça se sentir mal. Somente você pode lhe permitir afetá-la. Você sabe quem você é. Deixe-o se encontrar. Você não é responsável por ele e por suas escolhas.

Luisa, de Portugal, pergunta aos Mestres: Gostaria de saber por que sou uma mulher tão solitária. Tenho 60 anos e não me sinto assim, mas não consigo ter uma família. Não consigo ter um homem em minha vida para ficar comigo. Todos são passageiros. Não fui criada com os meus pais, minha família de sangue é disfuncional, ninguém se importa comigo, nem mesmo o meu filho, que ficou sem visão por 20 anos. Faço todas as coisas, sozinha. Não consigo ter laços emocionais com ninguém, ninguém realmente me conhece, mas eu amo os animais. Gostaria de saber o que Deus quer de mim.

RESPOSTA: Todas as almas criam as suas próprias vidas e realidade. Se você está sozinha, é somente porque você não se colocou em situações para conhecer e fazer amizade com as outras pessoas. Você tem que ir a locais onde outras pessoas passam o tempo, a fim de encontrar um homem com quem compartilhar a sua vida. O passado está ainda impedindo-a de ser uma pessoa próspera porque você o permite. Comece a viver no momento. Deixe ir o passado. Aproveite o amor que tem pelos animais e o estenda para incluir pessoas. Isto você poderá fazer se liberar o seu medo das pessoas.

Elaine, do Brasil, pergunta aos Mestres: Podemos ter ancestrais ligados a pessoas nesta vida? Conheci um homem e ele e eu temos uma forte ligação, e nossos ancestrais em comum são índios. Atualmente, sou uma praticante de Tao e acredito em causa e efeito. Qual é a situação que temos que aprender juntos? Temos uma relação amorosa.

RESPOSTA: As almas têm tantas vidas que há, inevitavelmente, conexões maiores e menores entre os relacionamentos físicos de quaisquer duas almas. Você compartilha vidas com muitas almas durante as suas várias encarnações e, com frequência, escolhe compartilhar uma vida subseqüente juntos. Isto pode ou não ter algo a ver com a família genética. Todas as almas fazem as suas próprias escolhas, assim qualquer ligação romântica cabe aos dois.

Alexandra, de Portugal, pergunta aos Mestres: Quais são as lições a serem aprendidas quando você nasce em uma família – pai, mãe, irmã – que não o ama?

RESPOSTA: Você pode dizer que a sua principal lição de vida é explorar o amor em todos os seus aspectos. Você precisa entender que pode amar o outro somente na medida em que se ama. Você deve se perguntar: Será que a falta de amor deles em relação a você se deve ao fato de você se apresentar para eles como um membro não amado da família? Interiorize-se no amor incondicional que é a sua ligação com o universo, e use este como um exemplo do que você pode escolher e compartilhar com outros.

Alan, do Reino Unido, pergunta aos Mestres: Estou interessado em saber se os pais que são divorciados enquanto vivos, reúnem-se/re-conectam-se quando juntos novamente em espírito?

RESPOSTA: Cada alma tem a sua própria vida. Uniões criadas em uma vida, na dualidade da Terra, não são mais importantes do que aquelas feitas em qualquer uma de outras vidas que as almas tiveram. Duas almas que compartilharam uma vida ou parte de uma vida, têm uma história mútua em que elas podem se reunir para comentarem quando elas estiverem no Lar.

Rita, de Portugal, pergunta aos Mestres: Conheci uma mulher e ficamos amigas. Parecia que já nos conhecíamos há muito tempo. Meu desejo era muito grande de estarmos juntas, de lhe dar todo o meu carinho. Até que percebi que o seu marido não gostava de mim. E a partir daí, tudo começou com desconfiança, ciúme, mágoas.... Nós nos separamos, mas a dor da ausência e do amor continua. O que irá nos acontecer?

RESPOSTA: A escolha cabe a cada uma de vocês, desde que vocês têm o livre arbítrio do que fazer em sua vida. Esta é uma lição para você ver que não pode fazer com que outros gostem de você, ou façam algo que você queira, a menos que eles queiram fazer isto. Seus sonhos são seus e não compartilhados. Deixe ir o passado e comece a procurar algo novo no presente.

Francis, da Nigéria, pergunta aos Mestres: Como eu faço para mudar a natureza corrupta do meu país e ser um herói?

RESPOSTA: É impossível levar as pessoas a fazerem o que você quer, a menos que elas queiram mudar. Pessoas corruptas são geralmente movidas pelo poder e pela ganância. Não há nada que levará a maioria delas a abrir mão de suas expectativas. A única pessoa sobre a qual você tem qualquer controle é sobre si mesmo, assim você está participando de uma batalha impossível contra as dezenas de milhares daqueles que querem manter o controle. Sua única contribuição para uma mudança pode ser enviar a intenção a todas estas pessoas de que elas compreendam o que elas estão arruinando e para que vejam a necessidade de ajudar os seus companheiros humanos.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
Toni e Peter
http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=1453
Traduções para o Português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=vozes+celestiais 
Agradecimentos: Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com
Por favor, respeitem todos os créditos.
Arquivos deste autor: http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Toni and Peter
Fonte: http://violetflame.biz.ly
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII