PERGUNTEM AOS MESTRES
Através das Vozes Celestiais Por Toni e Peter
21 de Agosto de 2015
  luz de gaia  
  ORIENTAÇÃO DOS PAIS E MUDANÇA DE CANAL?

Não, as perguntas desta semana nada têm a ver com a televisão. Quando pensarem nisto, o título um tanto enganador, poderá ser assimilado de outras maneiras.

Durante toda uma vida interagindo com uma mãe difícil, uma Americana busca ajuda para lidar com os anos restantes de sua mãe de 92 anos. A avaliação dos Mestres sobre a vida da mãe deveria ajudar, mas o verdadeiro incentivo deveria ser o fato de que a filha tem a responsabilidade apenas com ela mesma.

Da Finlândia, uma mulher gostaria de saber se o seu ex-marido que não é confiável, deveria realmente ter muito contato com os seus filhos. Os Mestres explicam a lição de vida inerente na situação e sugerem como proceder.

Novamente, dos Estados Unidos, uma mulher ansiosa por estimular a espiritualidade do seu marido, pergunta sobre a legitimidade de um famoso canal e sobre a sua fonte de informação. Ela é tranqüilizada pela resposta dos Mestres, bem como informada sobre os critérios das mensagens canalizadas válidas.

Vocês podem ler estas perguntas e respostas, clicando no link (página das mensagens, ou abaixo). E se já não tiverem feito isto, cliquem em Livraria – ou usem este link: http://celestialvoicesinc.com/?page_id=24 – para baixarem o seu manual gratuito dos Mestres, com opção para oito idiomas (até agora).

Luz, Amor e Risos,

Toni e Peter
contact@mastersofthespiritworld.com
Celestial Voices, Inc | 13354 W. Heiden Circle | Lake Bluff | IL | 60044 | USA

AS PERGUNTAS
QUAIS SÃO AS RESPONSABILIDADES DE UMA FILHA?

PERGUNTA:
Mestres, eu quero entender melhor a minha mãe. Questões retornaram desde que passei a ficar mais em contato com os meus pais (92 anos), com os seus problemas de saúde e transferi-los para uma casa de repouso. Sabemos que os diálogos internos de minha mãe nunca foram amorosos e isto contribuiu para a sua raiva quando éramos jovens. Eu também compreendi que uma falta de nutrição correta contribuiu diretamente para a sua intensa irritação na meia-idade. A partir dos 45 até os 60 anos, foi este narcisismo que a deixou tão “estranha”, especialmente em torno dos tempos de Anita Bryant, recusando a terapia familiar. O que não entendi sobre ela e ao que preciso prestar atenção em seus anos restantes? – Margaret, Estados Unidos

RESPOSTA: Sua mãe sempre foi uma pessoa muito amarga, vivendo na negatividade. Ela tem medo de tudo e é agressiva com as pessoas, para que elas não reconheçam o seu medo. Quando ela se compara aos outros, ela sempre se encontra querendo isto, assim ela tenta fazer com que todos ao seu redor se sintam tão infelizes quanto ela. É a sua maneira de se esconder da plena vista dos outros.

Ela a observava quando criança e ficava com ciúmes porque ela pensava que você tinha uma vida melhor do que a dela, assim ela tentava destruí-la da maneira que podia. Isto fazia parte de sua lição de vida escolhida: reconhecer que ela é uma alma com a energia da Fonte. Ela se sente abandonada e abusada.

A falta de uma boa nutrição não afetou o seu sistema nervoso e as suas glândulas, mas isto foi apenas secundário às escolhas que ela fez. Ela tinha que lutar contra uma sensação de mal-estar, devido a uma constituição fraca, mas ela optou por ser infeliz o tempo todo. Ela não aceitou a terapia, porque alguém poderia saber como ela se odiava e estava sempre com medo. Ela tinha uma idéia de como se sentir melhor, mas ela escolheu não fazê-lo.

Você tem uma jornada própria, independente da dela. Você não tem responsabilidade espiritual pela sua vida e suas escolhas, a menos que você escolhesse estar envolvida – então, você está lhe entregando o seu poder e dizendo: “Faça comigo o que você quer.” Ela é como um animal ou uma criança, vendo até onde ela pode empurrá-la para se sentir superior. A cada vez que você lhe cede, ela se alegra com o seu poder.

Para a sua própria sanidade, mantenha o controle em seu mundo e não ceda as suas exigências. Ela está sempre testando para ver quanto controle ela tem. Respeite-se e viva a sua própria vida.

AS CRIANÇAS CORREM PERIGO COM O EX?

PERGUNTA:
Mestres, eu estive pensando em meu ex-marido. Ele é bom para os nossos filhos? Durante todos estes 17 anos, ele fez muitas promessas, mas não fez o que prometeu. Meus filhos estão muito desapontados com ele. Estive em contato com ele por causa dos nossos filhos. É bem difícil. Será que ele e os nossos dois filhos têm contratos que permanecem para que sejam concluídos? Acho que ele faz mais mal do que bem aos nossos filhos. Será que temos que passar por algo assim? Esforcei-me muito para que ele e os filhos interajam. Eu acho que lhe permito fazer o que ele quer, ou não? Sinto que apóio este relacionamento, talvez até demais. Ele é alcoólatra e tem outros problemas de cabeça. Muito triste, eu acho – SV, Finlândia.

RESPOSTA: Seu ex nunca amadureceu. Seu mundo se refere a ele apenas e ao que ele quer. Ele sente que não tem obrigações com ninguém. Ele mantém contato somente se ele sentir que poderá ter algo em troca. Seus filhos optaram por tê-lo como pai, para que eles pudessem observar uma maneira de tratar os outros e fazer escolhas com base nesta experiência, para a sua própria aprendizagem.

Seus filhos estão aprendendo a ineficácia das expectativas e de confiar nos outros que tenham somente os seus próprios interesses em mente. Deixe que os seus filhos decidam quanto contato eles desejam ter com o seu pai – não force a interação. Eles precisam ter algum poder de decisão em suas vidas.

Não há respostas certas ou erradas para esta situação, somente variáveis a serem exploradas. Permita que ele e os seus filhos encontrem o seu próprio equilíbrio de participação. Forçar a questão, permite que o seu ex pense que ele é importante na vida dos seus filhos, e ele não é – exceto para deixá-los ver o que eles poderiam se tornar, se eles seguissem o tipo de existência que ele escolheu.

Ensine os seus filhos que eles são responsáveis pelo seu futuro, pelas escolhas que eles fazem. Eles não têm obrigações com ninguém, a não ser com eles mesmos. Eles têm o livre arbítrio, em cada aspecto da vida. Eles podem escolher os seus amigos e os seus contatos, até os pais. Eles já têm idade suficiente agora para apreciarem as suas escolhas.

QUEM É KRYON?

RESPOSTA:  Kryon é um grupo de almas não físicas que entregam mensagens àqueles na forma humana através do seu canal, Lee Carroll. Tal como acontece com todas as mensagens canalizadas, tais como aquelas entregues através de Lee, Esther Hicks (Abraham) e o nosso canal, Toni Winninger, eles estão com fins de informações para ajudarem as almas a terem uma experiência humana, para fazerem as escolhas necessárias, para que criem uma realidade que lhes permita aprender.

Nem todas as almas estão prontas para receber mensagens de um canal particular. As mensagens são entregues com vários graus de sabedoria. Algumas são apropriadas para o início do despertar, outras para o nível intermediário ou avançado. As pessoas devem receber a informação e ver como ela as faz sentir. Elas ressoam com o ensinamento? Será que elas podem usar a informação para ajudá-las a exercitar o seu livre arbítrio, para que resolvam as lições que elas escolheram antes de virem à Terra?

Todos os canais que são capazes de separar os seus pensamentos conscientes da mensagem que eles entregam, e que não têm nenhuma intenção relacionada com o ego para o seu trabalho, são de integridade e uma fonte de ensinamento para aqueles que estão na fase do desenvolvimento que elas estão tratando. Não há coisas absolutas na dualidade da Terra. Todas as variáveis têm que ser consideradas na avaliação do benefício das mensagens. Esta veracidade pode variar de tempos em tempos. As mensagens de Kryon, de Abraham e as nossas (Mestres do Mundo Espiritual), vêm basicamente com amor e verdade.

Como sempre dissemos, nunca aceitem a importância ou a autenticidade de qualquer material canalizado, a menos que ele lhes pareça confortável. Assim, podem incorporá-lo em seu sistema de crenças e, portanto, em sua realidade. Não há cronograma para quando as pessoas estão preparadas para assumirem a responsabilidade de tomarem as suas próprias decisões sobre a sua jornada espiritual.

Seu marido está curioso, mas não ainda comprometido. Exponha-o de forma gradual, para ver qual é a sua tolerância à espiritualidade. Você não saberá quando ele estiver aceitando, até que lhe dê a opção.

De: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=587
Perguntas: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=2056

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Gabriel, do Brasil, pergunta aos Mestres: Minha vida espiritual começou aos 18 anos. A partir daí, eu passei por situações que me trouxeram a cura e sou profundamente grato por isto. Minha terapeuta me disse para entrar em um curso para ajudá-la. Estou muito animado para fazer uma diferença neste mundo e servir a Deus da melhor forma possível. Isto tem sido a minha razão de viver e, praticamente, o único propósito pelo qual estive lutando. Mas, eu me sinto muito despreparado pelas constantes mudanças em meu comportamento com a minha família e no trabalho. Será que curo as minhas falhas e evoluo em um curto espaço de tempo, a um ponto onde possa realmente ajudar os outros e, talvez, fazer algo para tornar o mundo melhor?

RESPOSTA: Você não compreendeu esta experiência humana para você. Você veio aqui para aprender quem você é, como uma alma, e com lições específicas para aprender em mente. Você deve se livrar da negatividade em sua vida, isto é, de quaisquer conflitos que tenha. Você precisa ficar longe dos julgamentos sobre qualquer coisa e nada ver como certo ou errado, mas apenas como uma experiência de aprendizagem. Esta é a sua jornada, não de qualquer outra pessoa. Você não tem obrigação com qualquer pessoa, ou com qualquer coisa, exceto com você mesmo. Você não pode “curar” os fracassos, porque eles são lições.

Jessica, do Brasil, pergunta aos Mestres: Sou terapeuta e trabalho com o apoio da espiritualidade, ajudando as pessoas a encontrarem uma maneira de manter os seus corpos fisicamente em harmonia com as suas essências divinas. Mas, em alguns meses, as visitas diminuíram. Embora a minha intenção seja a de ajudar as pessoas, tenho o meu trabalho como uma fonte de renda e estou tendo dificuldade para manter as minhas despesas básicas. O que está acontecendo? É uma fase, ou é algo comigo?

RESPOSTA: Você começou a duvidar de si mesma e de seu propósito na vida. Toda a cura e a ajuda vêm através do terapeuta (você) da energia incondicionalmente amorosa da Fonte. Os clientes começaram a sentir o seu ego mesclado com a sua terapia, e não recebendo a conexão espiritual que eles precisavam. Alguns não estavam preparados para nada, além da terapia, sem você lhes dizendo o que eles deveriam sentir, ou onde eles deveriam estar em um plano espiritual. Examine como você se sente em relação a si mesma e ao seu crescimento. E, então, comece a ajudar os outros, pelo exemplo.

Souza, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou em contato com uma mulher que amava BC. Ela diz que nada sente por mim, sentindo um bloqueio, por causa do que aconteceu em outra vida. Será que ela conseguirá me amar novamente nesta vida?

RESPOSTA: Deixe de sonhar e comece a perceber que não há nenhuma maneira desta mulher estar com você nesta vida. Ela tem medo de sua intensidade, porque você entrou com muita força, acreditando que há uma ligação, quando nada existe.

Anna, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Passei um período anteriormente na casa de minha mãe. Meu marido teve um ano difícil com um problema médico que o impediu de trabalhar. Agora que está tudo tranqüilo, espero retornar para a força do trabalho. Minha paixão e, realmente, a única coisa com que fui dotada, é escrever e gostaria de saber se esta é a direção que deveria tomar a minha vida, se esta é a escolha que eu deveria fazer, ou ir em busca de algo que não tenho nenhum entusiasmo para manter a família. Sinto que este é um momento significativo na minha vida, em nossas vidas. É este o momento em que eu devo assumir o risco, considerando o quanto está em jogo? Ou estou sendo chamada para outro caminho?

RESPOSTA: As almas entram em corpos humanos para experienciarem lições de vida e exercitarem o seu livre arbítrio. Nada é pré-determinado, e tudo pode mudar, tão logo você o deseje e agir de acordo com os seus desejos. Você cria a realidade da vida que deseja. Você é somente responsável espiritualmente pela sua própria existência. Como um ser humano, você aceita outras obrigações através da família e das necessidades físicas. Você sabe que a sua paixão é a escrita. Examine se há uma maneira de entrar no mercado de trabalho que lhe permita segui-la. Se o dinheiro for uma preocupação, então, você terá que equilibrar a sua paixão com as suas necessidades financeiras. Saiba apenas que se você tiver que começar em uma direção, poderá sempre mudar de idéia e seguir em outra direção.

Marie, do Brasil, pergunta aos Mestres: Como posso me recuperar da doença do pânico? Gostaria de seguir em frente, a partir desta situação e começar a viver uma vida maravilhosa!

RESPOSTA: Todas as suas lições de vida chegam até você como medos e dúvidas, que se desenvolvem no pânico. Quando você sentir que o pânico está se aproximando, pergunte-se: O que está causando este sentimento? Por que ele está aqui? Ouça o que o seu inconsciente lhe diz e trabalhe para remover o medo. Você não tem autoconfiança, não consegue lidar com nada que lhe é desconhecido, e acha que não merece ser bem tratada. Você precisa se lembrar de que é uma alma, que é um fragmento da Fonte, e é onisciente, onipotente e magnífica.

Darlene, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Meu filho deixou este mundo há quase 3 anos e 6 meses, através do suicídio. Em um sonho que eu tive com ele, ele me disse que já tinha feito isto muitas vezes antes. Ele quis dizer que cometeu o suicídio, ou ele estava tentando entrar em contato comigo?Onde ele está agora e como ele está indo? Ele já se encontrou com o seu pai e os seus avós?

RESPOSTA: Ele quis dizer que ele tinha tentado atrair a sua atenção em inúmeras ocasiões diferentes. Ele tentou obter a sua atenção durante o seu sono e quando você desperta pela manhã. Ele já se encontrou com os parentes e também com os amigos desta vida e de outras. Ele lhe diz para ser forte, para ficar atenta e alerta para o seu contato.

Sonia, de Portugal, pergunta aos Mestres: Poderiam, por favor, confirmar se o relacionamento com João é adequado para mim? Sinto que é muito difícil estar com ele.

RESPOSTA: Não há uma pessoa “certa” para todos. Você traz para si mesma o que precisa experienciar. Todos os relacionamentos são lições de vida. Todas as almas têm o livre arbítrio para aprender o que lhes é apresentado, e elas também têm a capacidade de avançarem para outras coisas, quando necessário. Nesta situação, respeite-se e a esta jornada.

Pacheco, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Eu sempre soube da minha missão de vida: Estou aqui para servir os outros. Sinto-me como um trabalhador da luz. Desejo ser o melhor que possa para distribuir amor, esperança e inspirar os outros a serem melhores. Assim, eu escolhi trabalhar com a arte: eu proporciono felicidade/alegria através da música. Concluí um livro espiritual de auto-ajuda, começarei a estudar Psicologia e estou prestes a me tornar um professor de ioga. Será que este é o caminho certo? Há algo que eu possa fazer para tornar o nosso mundo um lugar ainda melhor?

RESPOSTA: As almas entram na experiência humana com o propósito de aprenderem lições e reconhecerem quem elas são como almas. Uma vez que isto é alcançado, elas podem usar os poderes e habilidades que elas têm, como fragmentos da Fonte, para desfrutarem plenamente do restante da vida humana. Faça as coisas porque elas criam uma paixão em você, não porque você ache que elas irão ajudá-lo a auxiliar os outros. Esta jornada é sua. Ninguém pode levar os outros a fazer algo que eles não queiram fazer. As pessoas que você quer ajudar devem ter a escolha de que você as ajude, da maneira que o está fazendo. Ser você mesmo é a melhor maneira de ajudar os outros.

Abam, de Ghana, pergunta aos Mestres. Estou com 20 anos. Gostaria de saber como o meu espírito trabalha em mim.

RESPOSTA: Sua força vital, que é a sua consciência em seu corpo, é a sua alma. Quando você meditar e entrar em contato com a sua energia, será capaz de se conectar com tudo o que a sua alma tem feito, tanto nesta vida, quanto nas outras. Limpe a sua mente de pensamentos pessoais e faça perguntas ao seu eu superior (inconsciente). Seus guias podem também ser ouvidos desta maneira.

Rem, do Brasil, pergunta aos Mestres: Tivemos este cão em nossas vidas, mas ele morreu há sete anos. Nós o amamos muito, uma vez que ele nos ensinou o significado do puro amor incondicional na Terra, e temos muitos sonhos com ele. Nesta semana, a minha irmã comprou outro cão. Será que é ele de volta para as nossas vidas? Se assim não for, poderiam nos dizer como ele está no mundo espiritual?

RESPOSTA: Este novo cachorro tem a mesma centelha de vida que o seu antigo cão. Todos os animais vivem no amor incondicional. Eles não têm negatividade em seu ser. Eles podem aprender a serem agressivos para algumas pessoas, mas eles ainda têm somente amor pelos seus proprietários.

Katia, de Angola, pergunta aos Mestres: Gostaria de saber por que nos últimos dias eu sonho com alguém e, então, algo está prestes a acontecer e em meu sonho eu paro e começo a sonhar com outra pessoa e a mesma coisa acontece. Espero que possam me responder.

RESPOSTA: Os sonhos são, às vezes, pré-programados pela mente inconsciente para seguir o que você esteve pensando ou lendo, ou que assistiu em um filme. Seus pensamentos podem vacilar, como na sua mudança de pessoas, se você se aborrecer com facilidade.

Rebecca, do Reino Unido, pergunta aos Mestres: Poderiam, por favor, explicar por que eu tive uma relação tão difícil com a minha mãe e a minha irmã? Elas estão ligadas? Esta é uma lição que eu optei por aprender, e se assim for, qual é o aprendizado? Será que eu deveria me esforçar muito para resolver isto ou é melhor deixar as coisas acontecerem?

RESPOSTA: Você escolheu lições que têm a ver com os relacionamentos interpessoais e como eles afetam a sua vida. Você é uma pessoa muito sensível que tem também dificuldade em lidar com pessoas insensíveis, ignorantes, intolerantes e fanáticas. Sua mãe e a sua irmã se encaixam em várias destas categorias. A um nível espiritual, você não tem obrigação de tentar fazer com que as coisas “funcionem” com elas. Respeite-se como uma bela pessoa espiritualizada e não permita que elas a incomodem. Não discuta com elas – é isto o que elas querem. Quando você apenas observar, em vez de participar, elas irão desistir e a deixarão sozinha.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=1453
Traduções para o Português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=vozes+celestiais 
Agradecimentos: Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com
Por favor, respeitem todos os créditos.
Arquivos deste autor: http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Toni and Peter
Fonte: http://violetflame.biz.ly
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII