PERGUNTEM AOS MESTRES
O MEDO
Através das Vozes Celestiais
25 de Abril de 2013
 
 
  O MEDO PELOS FILHOS
A VIDA CONTROLADA PELO MEDO
ACEITANDO O MEDO

Na semana passada, na América, nós vimos muitas coisas terríveis acontecendo no ataque em Boston e na explosão da Fábrica de Fertilizantes, no Texas. Não estamos sozinhos em acontecimentos terríveis, no entanto, entre outros incidentes, uma província Chinesa foi destruída por um grande terremoto.

As três perguntas desta semana aos Mestres estão focadas na negatividade, na forma de desafios a um nível pessoal. Todas estas coisas e problemas pessoais de nossos amigos, os assassinatos na Maratona de Boston, a explosão no Texas, e as boas pessoas da China soterradas pelo terremoto, trazem-nos a mesma resposta básica: o medo.

As pessoas dizem que o oposto do amor é o ódio, mas pensem nisto: o ódio sempre envolve algum aspecto do medo. É o medo que é o oposto do amor, porque ele diz que, na verdade, aquilo que pode ser a razão para o nosso medo não pode ser mudado. Mas é através do amor que os nossos medos podem ser removidos.

Em uma de suas respostas desta semana, os Mestres dizem: “Você está permitindo que os seus medos controlem a sua própria existência. Eles não podem se manifestar e assumir o controle, a menos que você permita que eles entrem em sua vida.” Quando estamos deprimidos com alguma situação que nos despertou sentimentos de medo, deveríamos reconhecer que o “Medo é a indicação de algumas lições que a sua alma queria que vocês compreendessem.”

Entender por que coisas ruins acontecem a pessoas boas, como nas três situações de vida escritas nesta semana, obriga-nos a ter uma visão clara do por que elas acontecem. Nossa alma quer que tenhamos o desafio que é uma lição de vida terrestre. O sofrimento do povo chinês cavando os escombros das aldeias para os seus parentes e vizinhos, é uma lição de vida em ampla escala.

Milhares, até milhões de almas escolheram estar presentes durante o terremoto, a fim de terem as lições que ele proporcionava. O mesmo é verdadeiro para os nossos correspondentes: um está aterrorizado por seus filhos aprenderem a dirigir em estradas perigosas. O outro está consumido pela ansiedade, apesar de sua boa vida familiar, onde existe muita felicidade. O terceiro experiencia um terror inabalável e irracional.

Temos que voltar à estaca zero na jornada da alma. Por que estamos aqui no planeta Terra? Por que o nosso planeta é o único lugar no universo com uma dualidade de energias positivas e negativas, em igual medida? Por que temos estas chamadas lições de vida? As respostas são que as nossas almas estão aqui porque elas escolheram livremente estar aqui.

Esta escolha foi motivada pelo desejo da energia incondicionalmente amorosa da Fonte para a Iluminação. A eterna energia não física, da qual a nossa alma é um fragmento, está aqui para experienciar “coisas desagradáveis”, a fim de compreender não apenas como é a negatividade, mas em comparação, como é também o seu oposto – o amor incondicional. A Terra é o único lugar onde este experimento está acontecendo. O resto do universo é benignamente amoroso.

Temos lições de vida com duas faces. Muito frequentemente, enfrentamos dificuldades que podemos resolver pela aplicação do amor próprio a nossa situação infeliz. Mas, algumas vezes, uma experiência negativa não pode ser removida. É necessário que a enfrentemos e aprendamos como viver com ela, até a morte do nosso atual corpo.

As coisas ruins que estão acontecendo aos três correspondentes desta semana parecem estar entre estes desafios que podem ser enfrentados e superados. Desejamos que eles sigam as sugestões dos Mestres. Todos eles apresentaram um elemento comum em tais circunstâncias. Eles experienciaram o medo, mas não conseguiram reconhecer que ele trazia a marca de uma lição de vida.

Se vocês tiverem que enfrentar um problema semelhante, lembrem-se de que vocês podem ser bem sucedidos em expulsar a noite negra, trazendo a sua situação à poderosa luz do amor do novo dia.

Para ter conhecimento sobre mais lições de vida, por favor, leiam o Livro “Lições de Vida dos Mestres, O Nosso Objetivo em ser Humano”.

Atenção, leitores e amigos dos Mestres. Precisamos ainda de 612 dólares para alcançarmos a nossa meta de 1.250 dólares para o Manual de Reencarnação dos Mestres a ser traduzido para o Português. Doações poderão ser feitas através do Link de doações em: http://www.MastersOfTheSpiritWorld.com

Gratos pela sua consideração a este apelo!

Luz, Amor e Risos.
Toni e Peter

http://www.MastersOfTheSpiritWorld.com


AS PERGUNTAS:

O MEDO PELOS FILHOS

PERGUNTA: Mestres eu fico ansiosa pelos meus filhos aprenderem a dirigir. Vivemos em uma área de grande tráfego (Seattle) e compartilho as nossas estradas chuvosas com caminhões-pipa em alta velocidade e motoristas em telefones celulares. Vemos um acidente por mês. Sinto que não há margem para erros, desde que vivemos em uma estrada montanhosa e cheia de curvas. Eles fizeram o curso para habilitação, mas não têm tempo suficiente na estrada para passar no exame de habilitação. Eu os levo em todos os lugares, ou eles utilizam o transporte público. Sinto como se não estivesse agindo corretamente ao não estimulá-los para dirigir. Meu marido aprova que eles obtenham a sua licença após a faculdade. Poderiam me dar alguma ajuda ou insight? – Carrie, Estados Unidos.

RESPOSTA: Você está fazendo o papel de mãe amorosa e super-protetora. É muito normal na sociedade querer proteger a sua prole de qualquer perigo que venha de dentro ou de fora. Os filhos nunca aprenderão a assumir a responsabilidade pelas suas ações, a menos que lhes seja dada a oportunidade, de modo que uma tomada de decisão é importante. Seus filhos estão muito bem ancorados na energia da preservação. Eles não são descuidados.

O que gostaríamos de aconselhá-la é que lhes dê o senso de que eles têm algo a temer, independentemente de sua preparação para a vida. Quando você se fixa em um cenário, o universo diz: “Oh, interessada nisto? Vamos ver o que podemos fazer para garantir que você o experiencie.” Você pode invocar os medos ao ser físico. Quando um filho se conscientiza do medo de um pai, este se torna mais real para eles e eles começam a temê-lo também e a lhe dar ainda mais energia.

Há muitos perigos em potencial em seu mundo: o tráfego, os animais selvagens, seres humanos transtornados – tudo pode ser mantido à distância se você disser e realmente acreditar na verdade de sua declaração: “Eu não preciso experienciar isto!” Você não tem que praticar inicialmente em sua estrada cheia de curvas. Você pode dar aos filhos um tempo de prática de direção em estacionamentos, pátios de escolas, ruas e rodovias abertas e então se dirigir para a sua estrada.

O importante é o que eles pensam. Eles se sentem um pouco privados, porque não têm uma carta de habilitação como os seus amigos? Eles ficam humilhados ou embaraçados porque os seus pais têm que levá-los a todos os lugares? Ou eles não estão com pressa de estar atrás do volante? Deixe-os tomar a sua própria decisão. Se eles concordarem que seja após o término da faculdade, então espere. Mas não permita que os seus medos despertem os medos deles.

A VIDA CONTROLADA PELO MEDO

PERGUNTA: Mestres, eu tenho uma vida muito boa, sem problemas práticos. Sou saudável, não tenho problemas com o dinheiro, tenho filhos felizes e amorosos e um marido que me ama e a quem eu amo. Assim, por que estive sofrendo de ansiedade, ataques de pânico e depressão durante 10 anos? O medo me bloqueia tanto que eu não sou capaz de desfrutar de todas as coisas boas. Eu tentei a psicanálise, a yoga, o renascimento, a hipnose e a meditação, mas nada parece funcionar. Eu tenho muito a dar, e muitos talentos, mas sou incapaz de fazer qualquer coisa, além das minhas tarefas diárias, por causa dos meus medos e a minha imensa sensação de fraqueza. Eu tenho pedido repetidamente aos mestres para que me digam o que estou fazendo de errado. Não consigo encontrar força para fazer as coisas. Por que é assim? O que eu posso fazer? Por que não posso encontrar uma maneira de me expressar e de usar os meus talentos? – Chiara, Itália.

RESPOSTA: Você está deixando que os seus medos controlem a sua existência. Eles não podem surgir e assumir o controle, a menos que você permita que eles entrem em sua vida. O medo é a indicação de algumas lições que a sua alma queria que você compreendesse. Em vez de trabalhar para o entendimento, você está fugindo e aceitando que é indigna, incapaz de lidar com a situação e merecedora de todos os sentimentos negativos que afligem a sua vida. Bem, você é uma alma onisciente, maravilhosa, mas que não se permite ver.

A ansiedade é o medo de estar fora do controle. Pergunte-se por que você se sente assim quando tem a capacidade de ter uma família tão fantástica que você mantém unida. Quando este medo se manifestar entre nos sentimentos e procure a origem. Você irá perceber que está mantendo as inseguranças de sua infância.

Os ataques de pânico decorrem do fato de você acreditar que os outros irão perceber que você não é quem eles pensam que você é. Você aceitou como uma realidade os comentários dolorosos que lhes foram feitos ao longo de sua vida. Eles podem continuar a feri-la somente se você acreditar que eles são verdadeiros. Olhe para o amor que você tem dado aos outros e que os manteve em harmonia com a sua vida.

Concentre isto em seu interior e sinta o verdadeiro você.
Ame a si mesmo, como ama os outros.

A depressão é uma falta de ter qualquer impressão de quem você é. Ela cria um vazio em sua vida e é fácil de preencher. Se você não se preencher, outros ficarão felizes em contribuir e você não ficará feliz com as idéias deles. Crie como você deseja ser. Assuma todos estes talentos e habilidades e se identifique com eles. Você os tem, mas não os vê como definindo quem você é. Mude isto e se torne quem você quer.

Seu primeiro passo deveria ser o de banir toda a negatividade, seja o medo, a ansiedade, o pânico ou a depressão. Quando algum destes entrar em sua consciência, traga imediatamente à mente a sua realização mais maravilhosa. Quando estiver sentindo medo, coloque-se em um espaço seguro e belo, cheio de amor incondicional. Quando tiver esgotado a sua energia, use a sua intenção para atrair a energia universal que a rodeia.

Você tem sistemas de crenças muito fortes, pelos quais você julga tudo o que lhe acontece. Nenhuma de suas tentativas anteriores foi bem sucedida, porque as crenças lhe dizem que elas não irão funcionar. Você tem a capacidade de mudar cada aspecto de sua vida. Liberte-se destas crenças limitantes e se veja como poderosa. Quando você se livrar de cada dificuldade de controle sobre você, aceite que você pode mudar, então acredite que irá mudar e comece a viver a sua nova vida.

ACEITANDO O MEDO

PERGUNTA: Mestres, eu estive em um caminho espiritual e os sentimentos negativos que estiveram surgindo recentemente, têm sido opressivos. Tornei-me ciente de meus problemas que parecem ser abundantes. Estou me preocupando muito e perdendo a grande cena? Qual é uma boa maneira de enfrentar e de dissipar todos os sentimentos negativos que eu reprimi? Algumas vezes, eu também tenho um profundo sentimento de medo interior. De onde vem este sentimento? E que sentimentos/problemas causaram o bloqueio na área do meu quadril direito? Eu também tenho sonhos estranhos, onde algo está tentando me arrancar do meu corpo, ou eu grito tentando mover o meu corpo. Do que se trata estes sonhos? – KL, Hong Kong.

RESPOSTA: Deixe de pensar tanto! Você está se concentrando nestas condições das quais se tornou ciente e lhes deu força para assumir o comando. Você está aceitando que nada pode ser feito para controlá-los. Confie em sua formação espiritual. O primeiro passo para o crescimento espiritual é se libertar do julgamento. Você não pode ficar desconfortável, a menos que aceite a causa. Você não pode ficar cheia de negatividade, a menos que a aceite e pense que nada pode fazer em relação a isto.

O medo é um sinal de que você está diante de uma lição de vida. É normal.
Não é nem certo e nem errado. Aceite isto e você estará se livrando do julgamento.

Você precisa entrar no sentimento que vem com o medo e perguntar: “Por que eu estou me sentindo assim? De onde isto se originou?” Se você julga que isto é errado, fugirá disto e ele se intensificará. Em vez disto, veja que há outra maneira de encará-lo. Você pode vê-lo como uma lição a aprender e então bani-lo.

Todas as vezes em que os pensamentos ou sentimentos negativos surgirem, decida como você quer se sentir, e então imagine-se nesta energia.

Os bloqueios em seu corpo são problemas que você está deixando de enfrentar. Ignorar um problema não faz com que ele desapareça. Assim como os medos, você tem que ir atrás da causa. Medite e pergunte ao seu corpo o que você não está compreendendo. Seus sonhos estão tentando lhe dizer para se tornar ativa em sua própria vida espiritual. Aprenda as lições, vá para o lado positivo e afaste-se da negatividade.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
http://rayviolet.blogspot.com/2013/04/ask-themasters-23-ar-2013.html
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII