A MANIFESTAÇÃO E SEUS LIMITES
PERGUNTEM AOS MESTRES
Através das Vozes Celestiais
17 de Outubro de 2014
   
  A MANIFESTAÇÃO E SEUS LIMITES

Não é muito freqüente que ouçamos uma pessoa que expresse o medo de que as suas preces sejam atendidas. Sim, este medo aflige um homem britânico que quer uma namorada e está com medo de que o seu desejo seja concedido, simplesmente porque ele orou por isto. Os Mestres lidam com a idéia da oração, como os seres humanos geralmente entendem, e explicam como o poder criativo da alma funciona – ou não, se a criação desejada estiver em desacordo com as lições de vida planejadas. Este é um ensinamento um pouco fascinante do qual nós todos podemos aprender.

Uma filha deficiente preocupa uma mãe nos Estados Unidos que parece preparada para fazer qualquer coisa pra curar a filha. Aqui, também, vemos um exemplo de lições de vida superando os desejos, bem como o importante princípio que “ninguém pode controlar a vida de outra pessoa.”

A capacidade de finalmente lidar com as suas lições de vida significa que o futuro é de esperança para uma mulher da Finlândia que deseja o amor. Os Mestres lhe mostram a diferença entre os seus antigos mecanismos de enfrentamento e a sua atual abordagem positiva. Então, eles lhe dão algumas dicas úteis para impulsioná-la ao longo do seu caminho e criar a vida que ela quer.

As perguntas e respostas desta semana (abaixo), são reveladoras, com muitas idéias para aplicarmos em nossas próprias vidas. (Deve ser por isto que os Mestres as escolheram!) Ouvimos muito nos círculos espirituais sobre a criação e a manifestação, e estes termos podem ser, ao mesmo tempo, encorajadores e confusos. As idéias nem sempre são simples como elas parecem, e determinadas condições precisam ser atendidas a fim de que elas se realizem. Nunca pode dar errado, contudo, ao se amar, confiar na sabedoria da alma e permanecer positivo.

Luz, Amor e Risos

Celestial Voices, Inc < contact@mastersofthespiritworld.com>
Celestial Voices, Inc | 13354 W. Heiden Circle | Lake Bluff | IL | 60044 | USA


AS PERGUNTAS

MEDO DA MANIFESTAÇÃO


PERGUNTA: Mestres, eu estou preocupado em manifestar uma namorada. Eu sempre adiei isto. Tive a minha primeira e única namorada aos 33 anos, depois de muitas preces. Agora, estou preso, porque sei que a prece funciona e eu temo isto. Se cada capricho meu fosse atendido, a vida se tornaria intolerável e eu não evoluiria. Assim, eu não posso orar, com uma resistência interna criada a partir do medo de que as minhas preces realmente sejam atendidas. Se eu estivesse orando por algo espiritual, eu não teria medo, mas esta prece parece ser somente para satisfazer o meu ego. Mas como eu disse, ter uma namorada é um capricho meu, porque eu somente satisfaço o meu ego de outras maneiras. Como posso transcender este problema, sem me tornar um monge? - George, Reino Unido.

RESPOSTA: A prece, como reconhecida pela maior parte das pessoas, a partir de instruções de religiões organizadas, é a súplica a um ser supremo, que tem o poder de julgamento sobre todos os outros. Acredita-se que este ser tenha o controle sobre tudo o que acontece.

Dentro de cada pessoa está uma alma que é um fragmento da Fonte, que existe no amor incondicional, sem qualquer julgamento. Portanto, a alma de cada pessoa tem as mesmas habilidades e características magníficas da origem de toda a existência. Para os seres humanos, o problema básico é que, em primeiro lugar, eles têm que aceitar e compreender que eles têm estas habilidades. Eles são onipotentes, criadores, magníficos e oniscientes.

Ainda que eles aceitem as suas habilidades, eles podem não ser capazes de usá-las em uma vida específica, porque fazer isto iria interferir ou entrar em conflito com as lições de vida que eles escolheram, antes de virem à Terra. Se algo que for desejado, não estiver em conflito, isto, então, torna-se simplesmente uma questão de pessoas que têm fé em si mesmas e em seus poderes.

Quando eles acham que eles estão orando a uma entidade exterior, eles estão, na verdade, perguntando-se se eles acreditam que merecem, e desejam usar a energia para criar o objeto de seu desejo, em sua vida. Fazer isto é um ato espiritual, porque está usando a própria essência. Um ego não é capaz de criar algo, mas uma alma sim.

Sua dificuldade é ter fé em si mesmo e a necessidade de deixar de questionar o seu merecimento. Lições de vida incluem aceitar-se sem questionamentos. Evitar a negatividade e ver somente os resultados positivos; livrar-se de frases como: “Eu não consigo”. “Não acredito nisto.” “Isto nunca irá acontecer.” Comece a dizer: “Tenho uma bela companheira.” E acredite que ela está vindo em sua direção.

A CAUSA DAS DEFICIÊNCIAS

PERGUNTA: Mestres, minha filha teve um crise médica em sua infância e isto a deixou com graves deficiências. Ao buscar um esclarecimento do “por que” disto, eu encontrei duas escolas de pensamento. 1) Isto é a escolha dela e parte de sua lição de vida. 2) A energia da Fonte e a doença não podem co-existir – ela é causada por pensamentos negativos. A cura está sempre disponível àqueles que a aceitam. Então, o que é: Falta-lhe a fé para lhe permitir a cura? A cura é uma possibilidade para ela, caso seja eu quem esteja pedindo? Ou se ao ter deficiências na escolha pré-vida, há algo que eu possa fazer para mudá-la? – Phoebe, Estados Unidos.

RESPOSTA: Todas as coisas que ocorrem a uma alma enquanto na forma física, foram anteriormente escolhidas pela alma como parte de uma lição de vida. A lição pode ser individual e afetar apenas a uma alma, ou parte de uma lição em grupo, em que aqueles ao redor da alma são afetados, direta ou indiretamente, ao estar na presença da alma.

Embora não haja negatividade no reino da energia da Fonte, as almas que têm um pouco da energia da Fonte, entram na negatividade, a fim de aprenderem lições de vida. É na escolha de como reagir à negatividade que a alma se torna iluminada. Algumas pessoas que ficaram preocupadas com um pensamento negativo, como ter certeza de que irão ter uma gripe, trarão esta energia para elas.

A cura de sua filha nada tem a ver com a sua fé. Cada alma é responsável pela sua própria condição. Ela é a única que pode pedir a própria cura, contanto que ela não entre em conflito com o grau de deficiência com que desejava lidar nesta vida.

O princípio por trás disto é que ninguém pode controlar a vida do outro. Não importa que coisas você faça – enviar-lhe energia de cura, trabalhar com terapia fisioterapêutica, dar-lhe suplementos de saúde, etc. –estes somente serão benéficos se ela os aceitar. Se ela rejeitar os seus esforços, eles serão em vão. É impossível mudar as escolhas de vida das pessoas, sem a sua cooperação e consentimento.

Você é parte da vida de sua filha, aprendendo sobre restrições aos seus desejos. Você quis experienciar a culpa, a depressão, a incapacidade de controlar ou de influenciar, e a paciência. Continue a proporcionar o seu amor incondicional e recebê-lo dela.

LIÇÕES DE VIDA E AMOR PRÓPRIO

PERGUNTA: Mestres, sinto que eu nunca tive um relacionamento satisfatório em toda a minha vida. Já estou com 47 anos e tenho um filho adulto. Desde que eu era menina, estive procurando um verdadeiro amor, mas, geralmente, vivi relacionamentos de violência. Tive muitos períodos de depressão e fui viciada no álcool por muito tempo. Agora eu encontrei ajuda nos grupos dos Alcoólatras Anônimos para os meus problemas com o álcool, mas ainda me sinto solitária e sem amor. Há algo que eu poderia fazer de forma diferente para me ajudar nesta situação? Vejo-me como uma pessoa espiritualizada. Prevejo algumas coisas e “sei” de coisas. Mas não sei como encontrar o amor – Sirpa, Finlândia.

RESPOSTA: Você cria expectativas de como as coisas irão se manifestar e que, então, elas mudarão para corresponderem aos seus sonhos. Você não sabe o que é o amor, porque a sua ideia surgiu de filmes e livros. Uma de suas lições de vida era lidar com o abuso e a violência e compreender que você não tinha que permanecer nestas situações, mas que poderia se afastar delas.

No passado, em vez de enfrentar estas lições, de compreendê-las e escolher se honrar para que pudesse seguir em frente, a sua resposta foi se esconder dos fatos, no álcool e na depressão. Você está despertando para alternativas através dos seus grupos e agora será capaz de criar o tipo de vida que deseja.

A solidão permanecerá até que se aceite como a controladora de sua existência. Quando aqueles que estão ao seu redor estão tristes, você se une a eles, pois é isto que você sempre fez. Mude os seus pensamentos para coisas positivas, felizes e amorosas e você sentirá imediatamente a diferença.

O amor vem primeiro através da aceitação. Assim como você aceitou o seu filho como uma bela pessoa, você se precisa aceitar da mesma forma. Observe todos os avanços que você fez recentemente e congratule-se pelo seu progresso. Alegrar-se, sem mais pensar na violência, é o que você merece. Aprecie dirigir agora a sua vida.

Você traz para si mesma o que precisa experienciar, assim decida o que quer. Imagine a companhia que você merece nesta nova vida. Interiorize-se e busque este Amor Incondicional que a Fonte tem por todos e que uma mãe tem por seu filho. Passe um tempo nesta energia e, então, opte por torná-la a sua emoção padrão.

http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=587 


GUIA DE REENCARNAÇÃO

Márcia, do Brasil, pergunta aos Mestres: Sou casada e fui feliz com o meu marido, mas desde os 13 anos tenho um sentimento muito forte e especial por outra pessoa. Depois de 25 anos, eu encontrei novamente o meu primeiro amor e senti que eu ainda o amava. Estou muito confusa agora e não sei exatamente o que fazer.

RESPOSTA: Estas situações lhe são apresentadas como experiências de aprendizagem. Examine todos os aspectos de sua vida, passados, presentes e futuros, e veja que eles são parte de você. Não é um fracasso mudar de idéia sobre um relacionamento, mas uma maneira de aceitar quem você é.

Sreedhara, da Índia, pergunta aos Mestres: Quero aprender a amar e a servir. É possível nesta vida?

RESPOSTA: Você cria a sua própria realidade. Você pode fazer tudo o que aceitar, acreditar e colocar em prática. A fé em si mesma é fundamental. Não confie no que outra pessoa lhe diga.

Ana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Meu filho tem 21 anos e não quer sair do seu quarto e do computador, e nem estudar ou trabalhar. Os médicos dizem que ele tinha depressão, foi medicado, mas ele ainda diz que o estudo e o trabalho são inúteis. Além disto, ele não ajuda em casa e eu tenho que cuidar dele como a uma criança. Estou cansada. É algum tipo de ataque espiritual que ele sofre? O que eu deveria fazer?

RESPOSTA: Ele está tendo os efeitos da depressão, mas ele também a está usando para controlá-la. Você está facilitando o seu comportamento, cedendo aos seus desejos por alimento, roupas, entretenimento e roupa de cama. Você não tem obrigação de continuar mimando este jovem adulto. Ele é capaz de ajudar a cuidar de si mesmo, mas você o deixa fazer o que ele quer, porque sente pena dele. Você pode permitir que isto continue, ou pode deixar de cuidar dele, a menos que ele contribua com a casa. Se quiser obter a sua atenção, corte-lhe o computador, não o alimente a menos que ele ajude, e se ele ficar agressivo, afaste-o de casa por algum tempo.

Patty, dos Estados Unidos, pergunta os Mestres: Meu casamento esteve se deteriorando lentamente por 20 anos. Sinto que o meu marido não se importa realmente em melhorar o nosso relacionamento. Nós não nos “unimos” como marido e mulher por quatro anos. Acho que seria mais feliz se eu o deixasse e encontrasse outra pessoa, ou apenas criasse uma nova vida para mim. Mas, a cada vez que eu faço planos para partir, ou tento imaginar as coisas do lado financeiro... sinto-me incrivelmente triste e deprimida, como se eu estivesse indo contra a vontade de minha alma, Então, acho que, talvez, isto seja um contrato que fizemos com o outro e ao partir, irei deixar de aprender uma lição. Alguma ajuda?

RESPOSTA: Sua lição aqui é exercitar o seu livre arbítrio. Honre quem você é, fazendo o que lhe permita crescer na compreensão desta vida. Você esteve ignorando este problema por muito tempo. Você se acomodou a esta situação e ficou com medo da mudança. É o momento de aceitar que você pode criar tudo o que desejar; ou pode permanecer em cima do muro, incapaz de seguir em qualquer direção.

May, do Brasil, pergunta aos Mestres: Conheci há dois meses, eu acredito, uma das minhas almas gêmeas. Entretanto, acredito que ele não está sendo honesto. Estou procurando a minha missão na vida. Ele faz parte desta jornada?

RESPOSTA: Todos que você encontra fazem parte de sua jornada, de uma maneira ou de outra. Este homem não é a sua alma gêmea, apenas alguém se aproveitando do seu desejo de ser necessária e amada. Ele não está sendo honesto em relação a muita coisa. Fique com ele se o desejar, mas há pessoas honestas e amorosas na área.

Diane, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Um dia após o nosso casamento, meu marido e eu sentimos este incrível sentimento de AMOR ao nosso redor. Isto durou o dia inteiro. Meu marido declarou que ele sentia que me amava mais do que quando se casou comigo. E isto foi no dia seguinte. Isto aconteceu há 15 anos e nós jamais nos esquecemos deste “sentimento”. O que foi isto?Alguém da Espiritualidade que nos rodeia?

RESPOSTA: Vocês se permitiram se abrir para o amor incondicional da energia de suas almas. Vocês não tinham expectativas, nem noções pré-concebidas, apenas uma consciência aberta e a aceitação do Universo. Ele está sempre aí, mas você tem que entregar completamente o seu ego e os pensamentos pessoais para flutuar nele.

Kell, do Brasil, pergunta aos Mestres: Tenho 57 anos. Cuido da minha família e agora estou procurando o meu caminho na espiritualidade, e tenho a minha criança interior sofrendo muito. Será que vocês poderiam me dizer algo sobre isto?

RESPOSTA: Sua jornada é de sua escolha. Até agora você sempre pensou que tinha que dar aos outros e fez estas escolhas. Você pode continuar ao longo desta linha ou decidir o que lhe agrada. Tudo o que você faz na forma humana é parte de sua jornada espiritual, porque você está enfrentando e aprendendo lições. Você tem o poder de criar o futuro que quiser experienciar. Decida apenas.

Kieran, do Reino Unido, pergunta aos Mestres: Como o assassinato na guerra é justificado no mundo espiritual? Por exemplo, a guerra que acontece no Iraque, onde mulheres e crianças são assassinadas por causa de sua fé. Agora, se enviarmos as nossas forças armadas para pará-los, isto é justificado? Acredito no amor e na compaixão e que todos os homens podem se redimir, mas se pessoas más não estão em uma vibração elevada de amor, temos que agir contra, ou nos encostamos e nada fazemos?

RESPOSTA: Não há justificativas para quaisquer ações no mundo espiritual, porque não há julgamento. Ações como “certas ou erradas” é um conceito aplicável somente na dualidade do planeta Terra. Se coisas são “justificadas” no ego da sociedade, depende dos sistemas de crenças mantidos por aqueles que fazem o julgamento. A redenção, o amor físico, a compaixão humana e a crença de que vocês podem influenciar as ações e o comportamento dos outros, são escolhas para aprender as lições durante a sua vida. O excesso de análise é o ego querendo classificar, avaliar ou justificar os seus sentimentos.

Camila, do Brasil, pergunta aos Mestres: Todas as noites eu tenho sonhos que não consigo me lembrar quando acordo de manhã. Eu tenho apenas a sensação de ter estes sonhos. Por que isto acontece comigo?

RESPOSTA: Esta é uma das ocorrências mais comuns ao despertar. Os sonhos vêm do inconsciente e se você não tomar medidas para lembrá-los, eles retornam ao inconsciente e podem ser recuperados somente através da hipnose ou da meditação. Você pode começar a se treinar para recordar os sonhos. Declare antes de dormir que você deseja se lembrar do que sonhou quando acordar. Coloque um lápis e um papel ao lado de sua cama e registre tudo o que puder se lembrar, antes de sair da cama. À medida que o tempo passar, você irá se lembrar mais e mais.

Michael, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Será que as meditações conduzidas podem me ajudar a aprender a meditar, e, realmente, ficar livre do meu corpo físico?

RESPOSTA: Meditações conduzidas, visualizações ou hipnose podem ajudá-lo a aprender a direcionar a sua própria meditação. Há várias maneiras pelas quais o seu corpo físico se liberta da mente. Você pode experienciar isto em uma viagem fora do corpo, na projeção astral, e visitando os seus registros akashicos para reviver uma vida passada. Você pode alcançá-los também com as práticas acima mencionadas.

Fabiana, do Brasil, pergunta aos Mestres: Por favor, falem sobre os três dias da escuridão, profetizados por vários santos. O que podemos fazer?

RESPOSTA: Negatividade, punição e julgamento somente existem na dualidade da Terra. Eles não são parte da simplicidade espiritual do amor incondicional. Você pode escolher ser uma parte do cenário de julgamento das religiões organizadas pelo ego, ou do universo energético incondicionalmente amoroso da Fonte. Você cria aquilo que acha que precisa experienciar. Escolha o amor.

Estrela, de Portugal, pergunta aos Mestres: Sinto que tenho uma missão aqui, mas não sei qual. Sinto-me inclinada a algumas áreas, mas tenho medo de dispersar e perder a minha energia nesta incerteza. Penso em trabalhar com cura, mas está longe da profissão que tenho. Este trabalho irá acontecer em alguns anos? Sou muito grata.

RESPOSTA: Cada alma tem a capacidade de tomar suas próprias decisões. Você fez planos antes de vir, mas sem detalhes. Veja o que lhe parece certo, o que ressoa com você e siga este caminho. Medo e dúvidas são sinais de lições que você não concluiu. Pergunte por que você tem estes sentimentos sobre as coisas e o que você precisa fazer para trabalhar com isto. Você está no assento do motorista.

Vania, do Brasil, pergunta aos Mestres: Estou em um casamento há 20 anos. Meu marido faz tudo por mim, satisfaz todos os meus desejos, mas já não o amo, e isto me traz muito sofrimento, pois ele me cobra todos os dias amor, afeição e sexo. A cada vez que nós conversamos e decidimos nos separar... não conseguimos dar um fim a este relacionamento que somente nos faz sofrer. Este é algum acordo que fizemos em outra vida?

RESPOSTA: Quando dizemos às pessoas que a sua alma tem a liberdade para escolher a jornada em que está, isto é verdade para todas as almas, a sua, inclusive. Seu marido a está controlando, fazendo com que pareça impossível deixá-lo. Você não precisa pedir a sua opinião, porque você recebeu o controle completo de sua vida. Se quiser realmente sair do casamento, abra e porta e vá embora. Se tiver dúvidas, diga-lhe (novamente) para parar com o absurdo e ser um bom marido para uma mudança.

Alissa, de Israel, pergunta aos Mestres: Será que vocês poderiam falar sobre alguns detalhes em relação ao Templo Domo da Rocha, em Jerusalém, que estiveram perdidos na história, ou que não coincidem com os relatos das escrituras? Há algum conselho que vocês possam oferecer ao Oriente Médio para ajudá-lo a fazer a transição de forma segura, através deste capítulo da História?

RESPOSTA: A literatura sobre estes locais varia de acordo com a fonte. As interpretações serão dadas quando os oradores sentirem a necessidade. O Oriente Médio está envolvido com sistemas de crenças controlados pela mente do ego. Algumas crenças são fanáticas e um convite à guerra. Reunir uma porcentagem de pessoas de cada grupo que possam manifestar a energia do amor incondicional, é a única maneira de resolver a situação.

 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
https://www.facebook.com/pages/Reincarnation- Guide/137191392985848
Traduções para o Português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Vozes+Celestiais
Por favor, respeitem todos os créditos.
Arquivos em Inglês:
http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Celestial  Voices 
Fonte: http://violetflame.biz.ly
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br 
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIMenu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII