PERGUNTEM AOS MESTRES
LIDANDO COM OS PROBLEMAS
Através das Vozes Celestiais
15 de junho de 2014
 
  Há um fio comum passando pelas perguntas desta semana aos Mestres e que podem ser familiares aos leitores do boletim.

O primeiro correspondente, da Finlândia, foi intimidado quando criança, e agora na universidade está sofrendo da atitude e dos insultos de um indivíduo. O escritor está consciente de que esta é uma lição de vida para ele lidar, e também de que podemos atrair problemas deste tipo para nós mesmos. A resposta dada por nossos guias espirituais é que isto é, acima de tudo, uma lição sobre a baixa auto-estima. O escritor não tem que ficar perturbado, e ele não é sábio ao aceitar as declarações feitas sobre ele pelo indivíduo como verdadeiras. Eles sugerem atitudes que ele pode adotar e forças internas com que ele pode depender. Esta é uma grande resposta para todos compartilharem desta experiência.

Ligações negativas é o tema levantado pelo segundo correspondente, da Grã-Bretanha, que pergunta sobre as terapias que podem ser usadas para remover esta infiltração nas vidas das pessoas. Ele cita o trabalho do Dr. Shakuntala Modi, que escreveu sobre a liberação de entidades negativas e de demônios e afirma que isto é uma fonte de algumas doenças mentais. Os Mestres apreciam o trabalho feito pelo Dr. Modi e nos dão idéias de como impedir e como lidar com tais ataques negativos.

Da Noruega, nosso terceiro correspondente menciona perturbações físicas como lições de vida e gostaria de saber por que se livrar de tais problemas físicos, desde enxaquecas até fadiga crônica, podem ser tão difíceis. A resposta dada pelos Mestres gira em torno da questão. Eles apontam para a importância de compreender a razão para tais dificuldades. Eles dão dicas para o escritor e sugerem um mantra geral que pode nos apontar na direção de procurar uma causa, e não desejar um remédio.

Luz, Amor e Risos,
Toni e Peter

Celestial Voices, Inc
contact@mastersofthespiritworld.com 

AS PERGUNTAS

RECONHECENDO OS SEUS PONTOS FORTES

PERGUNTA: Mestres, ao longo da minha vida, fui intimidado por outros. Estou agora na Universidade e lidando com uma pessoa vingativa e muito egocêntrica, em uma casa compartilhada. Ele é manipulador, egoísta e me insulta e aos outros, sem se importar com limites sociais. Esta pessoa tem me aborrecido muito no último ano. No entanto, ele tem muito carisma e energia e tenta controlar a todos em nosso círculo de amizades. Qual é a lição que eu deveria aprender com esta experiência? Será que eu atraí isto? E por que ele se comporta desta maneira? Ele é realmente uma pessoa ruim? – Jay, Finlândia.

RESPOSTA: Nesta vida, você escolheu lidar com uma lição de baixa auto-estima. Isto faz com que você seja mais facilmente intimidado, porque leva tudo de modo muito pessoal e aceita alguns dos comentários desagradáveis como sendo verdadeiros. É como se você estivesse pedindo a estes valentões que abusem de você. Você não acha que é digno de ser uma pessoa digna, e julga os outros pelo que vê.

Você pode somente ser perturbado caso se permita ser. Para ficar chateado, você tem que acreditar que as provocações do seu abusador são mais verdadeiras do que a realidade de sua vida. Em outras palavras, você está dizendo que esta pessoa sabe mais sobre quem você é, do que você. É o momento de resgatar o seu poder, de tomar as suas próprias decisões sobre o que está acontecendo ao seu redor e quem você é.

É possível permanecer nesta situação se você ignorar as palhaçadas do valentão. Sempre que ele começar com você, ou com alguém em sua presença, recue por um momento e analise o que está acontecendo. Veja-o como um menininho assustado que usa a sua boca para se fazer importante. Se você não lhe der qualquer consideração às suas ações, ele permanecerá como um fanfarrão, tentando intimidar aqueles que o permitirem. Ao ignorá-lo, você irá furar o seu balão inflado e todo o ar escapará.

Aceite-se como uma alma que é um fragmento da Fonte, com todos os poderes e habilidades da Fonte. Estes ficarão fora da vista até que você se permita acreditar que tem estes poderes. Vá à essência do seu ser onde esta energia está sempre presente. Primeiro, encontre o amor incondicional que aí está e, então, todas as outras habilidades.

O progresso virá lentamente no início, mas quando encontrar a sua força, você será capaz de fazer qualquer coisa que deseje.

Seu agressor usa esta característica para se esconder de suas inseguranças. É parte de suas lições de vida. Ele não é uma pessoa má, apenas uma pessoa que se sente segura quando está cercada pela negatividade. Se você enviar a energia amorosa e positiva em sua direção, ele não saberá o que fazer com ela.

Sua liberdade de escolha lhe permite receber a negatividade que o tem atormentado durante toda a sua vida e substituí-la pela energia amorosa. Ame a vida que você pode viver. Enquanto as pessoas tentam sugá-lo com ações negativas, rejeite-as com o conhecimento de que a escolha é sua.

LIBERANDO AS LIGAÇÕES NEGATIVAS

PERGUNTA: Mestres, eu gostaria de perguntar qual é a sua opinião sobre as terapias que trabalham com a remoção de entidades e “demônios’ e as reivindicações feitas pelos terapeutas que estão trabalhando neste campo. Atualmente, estou lendo o trabalho do Dr. Shakuntala Modi (um psiquiatra licenciado) sobre a liberação de entidades e de ligações “demoníacas”. Ele afirma que a maior parte das doenças e dos distúrbios é causada por entidades demoníacas ligadas a nós e ao liberá-las, uma imensa cura ocorre com os seus clientes. Isto é verdade, ou é parte da projeção da mente subconsciente que está se curando ao usar esta terapia? – Jay, Inglaterra.

RESPOSTA: Lições de vida vêm para as almas na Terra como experiências negativas. Demônios e desencarnados que não querem voltar ao Lar, são pura negatividade e ajudam a proporcionar um treinamento para lições de vida. Nem toda a negatividade encontrada nas lições de vida é o resultado dos demônios.

Dr. Modi e outros fizeram um grande trabalho com os clientes, utilizando a hipnose regressiva. O retorno a uma forte lição negativa que você foi incapaz de compreender em outra vida e até mais cedo nesta vida, permite-lhe ver a lição de outra maneira e lhe dá uma segunda oportunidade para completar o seu trabalho de aprendizagem.

Somente uma pequena porcentagem de lições de vida incompletas é causada pela interferência de um demônio. As pessoas podem também ter dificuldades em trabalhar com os seus próprios trabalhos, se elas estiverem cercadas por entidades negativas que não querem uma conclusão. O término de uma lição negativa permite que as almas tragam a energia positiva e amorosa que afugenta os seres negativos. Eles não gostam de serem expulsos, assim eles lutam no processo.

Aqueles que convidaram, consciente ou inconscientemente uma ligação negativa para se unir a sua vida, podem sempre se beneficiar de ajuda para remover a ligação. A liberação da negatividade pode ser feita através da hipnose, de um curador espiritual ou das próprias pessoas que conscientemente retiram a permissão para que a entidade esteja lá.

A prevenção ocorrerá se as almas aprenderem a substituir os pensamentos negativos e a energia por atividades, energia e pensamentos positivos. Ser cercado por negatividade também pode causar doenças e outras dificuldades. As pessoas querem ser capazes de dizer que um mais um é sempre igual a dois, mas quando vistos de outra maneira, iguala-se a onze.

SUPRIMINDO AS LIÇÕES DE VIDA

PERGUNTA: Mestres, eu gostaria de saber por que eu acho tão difícil traduzir a minha crença espiritual para o meu corpo e desta forma ser capaz de liberar os problemas físicos que eu tenho. Por exemplo, a minha erupção de pele que tenho sob o meu pé esquerdo. E por que eu não consigo liberar a dor de cabeça que tenho todos os meses? E por que o meu filho não consegue deixar ir o seu peso? E por que tantas pessoas sofrem de fadiga crônica? – Anne, Noruega.

RESPOSTA: Você está pedindo uma maneira de se livrar de todas as indicações de suas lições de vida, sem aprender a razão pela sua presença. A negatividade é a maneira exterior para que você saiba que tem um problema com o qual não lidou.

O crescimento espiritual pode ser feito enquanto há ainda lições a serem concluídas. Deveria ser mais fácil para você compreender que cada tarefa deve ser tratada separadamente. É possível deixar ir o ego e o julgamento e ainda não ter reconhecido o sinal de uma lição em seu ser físico.

Você está lidando também com crenças que sente que não pode superar. Seu pé está lhe mostrando que o seu movimento na vida está sendo impedido. Desde que o problema aparece em seu pé esquerdo, você está hesitando em avançar com um projeto, porque você tem medo de não ser bem sucedida. As dores de cabeça são um reflexo de desequilíbrios internos que oscilam a cada mês, e uma indicação de que você se sente oprimida com a sua vida em geral.

Seu filho e todos os outros que você mencionou, estão enfrentando as suas próprias dificuldades. Cabe a eles descobrir estes problemas e decidir como lidar com eles, e aprender sobre si mesmos ao descobrir as respostas.

Que cada um pergunte: “Por que estou me sentindo assim?”, sempre que surgir um problema.

Ao entrar no sentimento, você pode chegar à causa, que é a lição que você está tentando compreender. Uma vez que conheça a mensagem, você pode resolvê-la e não ter que enfrentá-la novamente.

http://www.mastersofthespiritworld.com/ 

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Carla, do Brasil, pergunta aos Mestres: Descobri que sou um Índigo Adulto. Fiquei aliviada porque não compreendia o fato de ter pensamentos diferentes das pessoas ao meu redor. Eu recebi a tarefa de criar quatro crianças, que deveriam ser cinco, mas abortei, e lamento muito, pois agora sei que seria capaz de criá-la. Quero saber por que eu continuo tendo dificuldades financeiras, não consigo encontrar o meu caminho, amo o meu companheiro, gosto de ajudar as pessoas a compreender o lado maravilhoso da vida, mesmo quando tudo parece difícil. Por que não posso ter a minha liberdade financeira?

RESPOSTA: Quem lhe disse que um Índigo poderia evitar as lições de vida? Você veio experienciar a negatividade, assim você teve abortos, problemas com dinheiro, e se sentiu desorientada. Veja-os pelo que eles são: oportunidades para trabalhar com a sua alma e resolver os problemas. Conte as muitas maneiras em que você foi bem sucedida e aprenda a reconstruir a sua auto-estima. Você tem muito com que se orgulhar em sua vida. Os Índigos não recebem um passe das lições de vida.

Pieter, de Singapura, pergunta aos Mestres: Nós recebemos pistas ou sinais de alerta em dias, horas ou até minutos que antecedem a nossa morte “programada”, seja uma morte devido a uma idade avançada, doença ou acidente? Se assim for, como reconhecemos estes sinais? No ano passado, um parente que teve uma longa doença, morreu em meu aniversário. Sua neta nasceu no dia anterior. Agora, há algum significado neste tempo, ou apenas pura coincidência? Além disto, quando a minha mãe estava sofrendo com uma doença, ela me disse que queria morrer e cerca de uma semana depois, ela morreu.

RESPOSTA: Quando a morte física vem rapidamente, a alma se retira pouco antes que isto ocorra. Quando a morte vem mais lentamente, o ser humano é, muitas vezes, visitado por amigos e a família de nosso lado para ajudar ao longo do processo. Os nascimentos, geralmente, não estão relacionados com mortes. A alma pode influenciar quando ela deseja morrer. Os seres humanos com sensibilidade, muitas vezes, têm uma clara compreensão de quando a transição irá começar. Sua mãe teve esta consciência e ela refletiu a sua compreensão dizendo que ela estava preparada.

Shruti, da Índia, pergunta aos Mestres: Não sei como combater os problemas que a minha família está enfrentando e qual caminho na carreira eu deveria escolher? Tenho fracassos, mas eu tento com dificuldade. Perdi o meu irmão e após a sua morte eu encontrei o meu mestre no mundo espiritual (Meher Baba). Estou fazendo escrita automática. Estou no caminho certo? Será que o meu Baba ouve as minhas preces e sente o meu amor? Quando eu faço a escrita automática o meu irmão Shalabh e o meu mestre vêm?

RESPOSTA: Suas preces são sempre ouvidas. A escrita automática não é isenta de problemas e pode vir da fonte errada. A lei universal é o livre arbítrio e você achará útil testar as mensagens e não supor que elas venham de uma fonte confiável. Você pode encontrar maneiras de ajudar a família e encontrar uma carreira. Confie em sua intuição, sobretudo nas mensagens que você recebe. Quando algo lhe parecer certo, faça-o.

Elsa, de Portugal, pergunta aos Mestres: Qual mensagem o meu guia me enviaria nesta fase de minha vida?

RESPOSTA: Nós a felicitamos pelas muitas coisas que você fez, enquanto segue o seu caminho, que está em sintonia com a essência do amor incondicional de sua alma. Você tem oportunidades que lhe darão novas formas de trabalhar com a alma, para compreender mais claramente a natureza da negatividade em sua experiência. Ame a si mesma, sempre.

Kullwant, do Reino Unido, pergunta aos Mestres: Fiz vários workshops relacionados ao bem-estar e realmente eu deveria ser uma terapeuta agora, mas acho que não tenho a confiança para ir lá e praticar. Trabalho com crianças e gosto de trabalhar, mas as horas são longas e o salário é mínimo. Preciso de alguma orientação.

RESPOSTA: Não podemos ensinar o que o nosso coração não compreende. Isto é verdade para todas as almas. Sua capacidade de dar a terapia aos outros se baseia menos na convicção do que em seminários. Antes de começar como uma terapeuta, descubra o que a sua mente superior lhe está sugerindo. Seu relacionamento com a sua alma se baseia no que você pergunta e nas respostas que voltam como sentimentos intuitivos. Tendo despertado para os seus sentimentos, aprenda a colocar em ação os sentimentos positivos que tenha.

Ks, da Índia, pergunta aos Mestres: Tenho muitos problemas na vida de casada e o meu marido sempre culpa as pessoas pelas suas perdas, ou pelo seu comportamento. Há algum fim para isto? Por que não podemos nos conectar um com o outro? Isto se deve a alguma maldição, a algum Karma de vidas passadas?

RESPOSTA: Não esperamos que o seu marido abusivo mude a sua maneira tão cedo. Isto significa que se vocês permanecerem juntos, continuará a deixar de se comunicar com ele, porque ele não irá ouvir. Não brinque com idéias de maldições ou karma. Você não está amaldiçoada e as vidas passadas não a afetam. O karma que você tem é a consequência de ter se casado com o bruto. Desenvolva o seu amor próprio até que você seja uma fonte de energia espiritual. Sua alma a ajudará a fazer isto.

John, do Reino Unido, pergunta aos Mestres: O físico é um subconjunto do espiritual e é, principalmente, holográfico, na natureza?

RESPOSTA: A vida é uma escola para a alma aprender. É necessária pelo tipo de lições, para que a alma esteja em um corpo físico, que tem a habilidade de sentir os estímulos físicos, mentais e emocionais. A essência interior é a alma, assim não é um subconjunto, mas sim, uma participação espiritual na configuração física, projetada especificamente para a experiência. O espiritual é energético, mas ele tem a capacidade de manifestar o físico, de modo que uma alma pode interagir com outras almas em um meio físico.

Paulo, do Brasil, pergunta aos Mestres: Durante os últimos anos, eu perdi a minha filha, perdi algumas namoradas, a minha carreira, a maior parte dos meus amigos se foi e agora eu perdi o meu emprego. Qual é a lição em todas estas perdas que eu não compreendi ainda?

RESPOSTA: Sua alma não teria concordado que estas lições viessem a você se fossem inadequadas para a tarefa de aprender com elas. O fato de que você pode ver que o que lhe está acontecendo tem um significado e um propósito, é um sinal de que você progrediu neste caminho rápido de experiência. Não caia no erro de pensar que a perda e a dificuldade são inevitáveis. Veja-se voando alto, cheio de autoconfiança e boa sorte. Com grandes objetivos e realizações sempre em mente, você será bem sucedido.

January, da Austrália, pergunta aos Mestres: Estive lendo a sua coluna por muitos anos, com interesse. Poderiam, por favor, explicar “Falar idiomas” que algumas religiões praticam?

RESPOSTA: Acredita-se que em um estado de entusiasmo espiritual aumentado é possível se expressar em um idioma que não é o próprio. Acredita-se que isto seja uma linguagem “celestial”. Algumas pessoas honestas acreditam que isto seja verdade, mas a única vez em que algo tem resultados valorosos, é quando o intérprete do discurso tem idéias positivas para alimentar a tradução. Não há linguagem celestial, seja na Terra, ou aqui no Lar. Nós não temos bocas, línguas, cordas vocais ou ouvidos. Comunicamo-nos com vibrações e símbolos, algumas vezes, chamada de Linguagem da Luz. Algumas pessoas em transe profundo permitem que os espíritos negativos usem os seus corpos para se comunicarem e isto pode vir em uma linguagem que não é da própria pessoa.

Shelly, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Minha filha se aprisionou no isolamento, na solidão e no medo. Ela nunca atende conselhos, faz uma mudança, ou age. Ela está em um medo constante de perseguição. Ela está levando um trauma desta vida, de vidas passadas? Ela está possuída por espíritos negativos? É a doença mental uma lição de vida que ela escolheu para esta vida, bem como para toda a nossa família? Quais são as lições espirituais, o caminho para a cura e para viver o seu potencial pleno?

RESPOSTA: Sua filha acumulou algumas entidades negativas. Às vezes, quando ela estava se sentindo deprimida, ela pediu ou permitiu que elas invadissem o seu espaço. Uma coisa que você pode fazer é investigar o atual estado desta situação. A alma dela escolheu estar nesta situação, mas compreenda que a sua vida humana é de sua própria responsabilidade. Isto não significa que você deveria deixar de ajudá-la a resolver os seus problemas, que foram dados a ela. E ela é capaz de fazer mais por si mesma do que você possa ter sido preparado para perceber. Esteja disposta a considerar o amor resistente como uma ajuda para efetuar a mudança.

Debbi, dos Estados Unidos, pergunta: Como podemos aumentar as nossas próprias comunicações espirituais com os mestres ascensionados? Existem algumas dicas específicas sobre isto, que poderiam me dar? Vocês vêem pessoas o tempo todo que canalizam, dizem que podem canalizar com a sua ajuda benevolente. Quero fazer isto por mim mesma.

RESPOSTA: Em primeiro lugar, você deve aceitar a sua própria energia da Fonte – que você é igual a cada alma, incluindo aquelas referidas como mestres ascensionados. Então, você deve encontrar o amor incondicional interior, que é o caminho para os outros espíritos. Relaxe neste espaço e comece a expressar silenciosamente as suas perguntas e ouça/sinta as respostas. Para obter a ajuda que você deseja, precisa apenas deixar que o seu Eu Superior, a parte inconsciente de sua alma, explique como as coisas são. Você não precisa realmente de ajuda exterior.

Ana, de Portugal, pergunta aos Mestres: Estamos com o objetivo de aumentar a família, no entanto, com o sistema financeiro caótico e a direção da economia que não está a favor das pessoas comuns, é muito difícil confiar em nós mesmos de que tudo dará certo, e que criar outro bebê trará mais alegria do que os desafios que as finanças trazem. Mas, algumas vezes, o medo de falhar e de faltar as nossas obrigações atuais fala mais alto do que o meu coração.

RESPOSTA: Você está ouvindo o seu coração. Muitos dos sentimentos que vêem da sua mente superior, que as pessoas chamam de seu coração, são muito práticos. É sábio perguntar sobre questões financeiras antes de aumentar a sua família. Se não puder sustentar um bebê, uma das pessoas que mais serão afetadas será o bebê. Se você seguir em frente e tiver um filho, lembre-se de que a alma que vier com ele, escolheu especificamente a sua família com pleno conhecimento do seu status econômico. Assim como as almas em cada família.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
https://www.facebook.com/pages/Reincarnation-Guide/137191392985848
Mais: http://www.mastersofthespiritworld.com/

Tradução de: Regina Drumond Regina.drumond.2007@gmail.com
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/06/perguntem-aos-mestres-lidando-com-os.html
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntem aos MestresII - IIVoltar HomeII