COMPREENDENDO A LIBERDADE DA ALMA E AS LIÇÕES DE VIDA
PERGUNTEM AOS MESTRES
Através das Vozes Celestiais
Por Toni e Peter
26 de Julho de 2015
  luz de gaia  
  COMPREENDENDO A LIBERDADE DA ALMA E AS LIÇÕES DE VIDA

Tão espiritualmente consciente quanto é esta Americana, nossa primeira questionadora ainda mantém algumas suposições equivocadas. Os Mestres esclarecem a natureza das comunicações diárias que ela teve, e explicam por que a sensação de que ela não retornará à Terra poderia não ser precisa.

Um funcionário de um gabinete está desconfortável com a política do local de trabalho, e os Mestres apontam a causa – lições de vida, é claro! Trabalhar nas próprias atitudes pode fazer uma imensa diferença no nível de conforto, em quase todas as situações.

Uma jovem da Finlândia tem sonhos, mas se sente retida pela família e amigos. Mais uma vez, as lições de vida entram em jogo – a escolha de sua própria vida, ou da vida que os outros preferem para você.

Esperamos que estes três admiradores sigam o conselho dos Mestres e sejam capazes de viver com maior compreensão de sua própria situação – e, talvez, as dos outros. Esperamos o mesmo para todos vocês. Cliquem no link (página das Mensagens ou abaixo), para as perguntas e respostas completas, e, em seguida, cliquem em Livraria – ou usem este link: http://celestialvoicesinc.com/?page_id=24 – para baixar o seu manual gratuito dos Mestres, com opção para oito idiomas (até agora)

Luz, Amor e Risos,

Toni e Peter
contact@mastersofthespiritworld.com
Celestial Voices, Inc | 13354 W. Heiden Circle | Lake Bluff | IL | 60044 | USA


AS PERGUNTAS

A ÚLTIMA VIDA E ALMA GÊMEA


PERGUNTA: Mestres, descobri que estou ascendendo e que esta é a minha última vida aqui na Terra. Estou em contato telepático com a minha alma gêmea em espírito, em uma base diária. Estou ciente de que nos reuniremos permanentemente, uma vez que chegue o meu momento de fazer a transição para o lar. Estou confusa se a minha alma gêmea está do outro lado, ou se uma parte ou fragmento está ainda encarnado. Será que todas as almas gêmeas se reúnem fisicamente aqui na Terra, se for a sua última existência, ou é diferente para cada série de chamas gêmeas, dependendo de seus caminhos e de sua situação? – Jeana, Estados Unidos.

RESPOSTA: Todas as almas têm livre arbítrio total para decidir o que elas farão e quando o farão. Quando você está em um corpo humano, as decisões de sua alma não são conhecidas a você. O que a sua consciência humana pensa que acontecerá (a partir de sua perspectiva limitada da terceira dimensão), não governa as ações de sua alma.

A maior parte dos seres humanos, por causa das lições que eles têm sofrido, acredita ou proclama inflexivelmente que esta é a sua última vida humana. Mas e se, como uma alma, você fosse ver algo que gostaria de experienciar e que, simplesmente, deveria se envolver e, bum! – você está de volta à Terra em outro corpo? Você não decidiu o que fará, uma vez que retorne ao Lar.

Almas gêmeas quase nunca encarnam ao mesmo tempo. Elas estariam tão interligadas, uma com a outra, que nem seriam capazes de trabalhar em qualquer lição. Você e a sua alma gêmea tiveram experiências diferentes. Sua alma gêmea não é tão evoluída quanto você, assim a chance de que ela queira vir à Terra, em um futuro próximo, é muito boa. Neste momento, ela está completamente no mundo não físico.

Todas as almas são diferentes, até mesmo as almas gêmeas, sobre o que elas querem dominar. Suas conversas diárias não são sempre com a sua alma gêmea. Alguns dos seus outros companheiros de alma – e até mesmo alguns desencarnados – envolvem-na no discurso. Sempre que um deles disser que você tem que fazer algo, ou que algo definitivamente irá ocorrer, não é um espírito de luz, porque os espíritos de luz não podem interferir em sua jornada.

Você perceberá que o seu tempo restante nesta vida é muito mais gratificante, se deixar de passar tanto tempo no futuro e viver no momento, absorvendo todas as lições ao seu redor. Cada segmento de tempo dura somente um segundo. Se você não captá-lo quando isto acontecer, ele se vai e você não poderá se beneficiar dele novamente. O mundo humano é um lugar fantástico para experienciar. Não perca nada, pensando e planejando demais.

VIVENDO COM OS OUTROS

PERGUNTA: Mestres, não sei como lidar com a política humana e isto parece estar acontecendo em todos os lugares. Pensei em deixar o meu emprego, mas após tantos anos, sou ainda incapaz de saber o que eu quero e o que posso fazer se não estiver trabalhando, desde que preciso de dinheiro para sobreviver. Tenho muito medo de me envolver na política e fico muito tenso ao lidar com isto e de causar problemas ao meu chefe. Sinto-me mal e tenso, como se fosse culpado e não me atrevo a falar para oferecer a minha ajuda, com medo de problemas. Será que deveria ir atrás de outras oportunidades e poderia sobreviver lá fora com a minha personalidade? – Jun, Singapura.

RESPOSTA: Suas lições de vida de falta de autoconfiança e de aceitar sem questionar tudo o que lhe for dito, está na raiz de suas dificuldades pessoais. Você é extremamente sensível ao que está acontecendo ao seu redor, ainda que nada tenha a ver com você. Você acha que as pessoas estão falando de você o tempo todo e imagina o que acha que elas estão falando contra você, até mesmo quando elas não estão dizendo nada sobre você.

A verdade é que a maior parte dos funcionários fala sobre você somente quando eles sabem que eles podem perturbá-lo – é como um jogo para eles. Estas pessoas podem realmente incomodá-lo somente se você lhes permitir. Se não prestar qualquer atenção ao que eles estão dizendo, eles desistirão, porque não é divertido quando eles não obtêm uma reação de você.

O que você chama de política humana, nada mais é do que a interação entre pessoas que ocupam o mesmo espaço. Quando for solicitada a sua opinião sobre algo, você hesita, não querendo se fazer vulnerável às críticas, porque você sente que está sendo constantemente julgado. Não é este o caso. Alguns dos seus companheiros acreditam que você tem algo a oferecer e estão apenas tentando levá-lo a participar.

Você pode mudar a maneira com que sente as coisas no local de trabalho se compreender quem você é e quais são os seus pontos fortes. Isole-se dos outros e veja como isto o faz se sentir confortável. Então, assimile esta sensação de conforto e se abra para a interação com os outros. Quando sentir que uma coisa é adequada para você, não permita que ninguém o faça mudar de idéia.

A única outra situação possível para você, seria aquela em que você trabalharia sozinho, sem contato com pessoas. Isto seria muito solitário e iria impedi-lo de aprender sobre si mesmo e o significado por trás de suas lições de vida. A escolha cabe a você.

VIVENDO A SUA PRÓPRIA VIDA

PERGUNTA: Mestres, sou uma jovem de 20 anos e gostaria de seguir o meu coração e os meus sonhos. Meu coração deseja ver o mundo, talvez, viver no exterior. Eu já comecei a minha jornada em direção aos meus sonhos. Agora, meus pais, especialmente, a atitude inadequada de minha mãe, retêm-me. Minha pergunta é: Posso realmente fazer tudo o que quiser em minha vida, ainda que isto realmente choque os meus pais e outras pessoas ao meu redor? Sinto-me entusiasmada por começar a minha própria vida, mas, ao mesmo tempo, sinto-me triste, porque ninguém me apóia em minha família. Poderiam me ajudar? – Heli, Finlândia.

RESPOSTA: Esta é a sua vida. Não a de seus pais, de seus amigos ou da sociedade. Você esteve procurando em outros, uma indicação quanto ao que deveria estar fazendo com a sua vida. Eles estiveram lhe dizendo o que eles pensam que é certo, mas eles não estão em seu corpo, assim eles não sabem o que você está sentindo, ou o que os seus desejos acarretam. Parte do processo de amadurecimento é tomar as suas próprias decisões e ser responsável pelo resultado.

Se você quer realmente criar a sua própria vida, então, faça-o. Compreenda que seguir os seus sonhos pode criar um rompimento por algum tempo entre você e os seus pais. É também possível que eles não financiem qualquer aventura em que eles não acreditem, assim, você terá que encontrar uma maneira de pagar tudo sozinha.

Sua mãe está com ciúmes de que você possa ter experiências que ela sempre quis. Não deixe que os sonhos dela, não realizados, tornem-se seus. Se quiser estudar no exterior, comece a procurar bolsas de estudo disponíveis em assuntos do seu interesse. Se você apresentar um plano completo para os seus pais, eles compreenderão que você está levando a sério o seu futuro. Isto pode ou não influenciá-los na aprovação dos seus planos.

Cada alma tem o livre arbítrio e isto faz parte das lições de vida que você escolheu antes de vir. É o momento de decidir se acredita em si mesma, ou se ainda quer ser dirigida por aqueles que têm agendas diferentes das suas. Nada é certo ou errado. Você aprenderá a partir de qualquer escolha que faça.

De: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=587

Perguntas: http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=2056

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Maria, de Portugal, pergunta aos Mestres: Gostaria de saber por que o nosso ego foi criado de tal maneira que somente com grande esforço é possível ver a luz dentro de nós. Será que o Criador vê o sofrimento que o ego traria ao planeta? Será que não poderia nos ter criado de maneira diferente, com menos ego forte, ou seja o que for?

RESPOSTA: Você veio à Terra para aprender sobre o seu poder interior. A superação do ego é uma parte deste aprendizado. Cada teste envolve a liberdade de escolher o que fazer e como fazê-lo. Se ele não fosse desafiador, não seria tanto uma lição.

Kelly, da Austrália, pergunta aos Mestres: Ao crescer, eu tive um relacionamento muito difícil com a minha mãe. Há alguns anos, eu fiz a escolha de me afastar. Será que esta foi uma decisão certa? Sinto como se uma parte minha estivesse faltando.

RESPOSTA: Esta é a sua vida e as suas decisões – é por isto que você está aqui. A parte que você sente que está faltando é o conceito humano de precisar e de estar sujeita à família. Este não é um conceito espiritual e é algo que mantém muitas pessoas deprimidas, incapazes de avançar em sua vida e com as suas lições. Contanto que a separação ainda lhe permita estar confortável com você, preencha este espaço com algum novo amor ou interesse. Tire um tempo para se felicitar por compreender que não precisa dela em sua vida.

Irene, da Noruega, pergunta aos Mestres: Há um homem em minha vida que há quatro anos tem estado constantemente em minha mente. Tem havido uma atração muito forte entre nós, mas sem relacionamento. Ele é solteiro, e eu sou divorciada há quase um ano. Trabalhamos no mesmo campo, mas a uma distância. Ambos tememos a rejeição, eu acho, e outras pessoas tendem a ficar sempre entre nós. Gostaria de saber qual é o significado de nossa forte ligação energética, e como poderia lidar com esta situação. Devo esperá-lo, ser mais ativa ao conectá-lo, ou fazer o melhor possível para continuar sem ele? É um relacionamento kármico?

RESPOSTA: Isto nada tem a ver com o karma, mas tudo a ver com lições de vida. Ele se sente seguro com você e, portanto, entusiasmado. O próximo passo cabe a você. Você pode continuar em dúvida sobre um relacionamento, ou pode deixá-lo saber do seu interesse e ver se ele compartilha isto.

Iwona, do Reino Unido, pergunta aos Mestres: Eu o conheci há 5 anos. Gostamos muito um do outro. Não estava preparada para ficar com ele. Durante os cinco anos seguintes, nós nos encontramos algumas vezes. Há 8 meses, algo aconteceu. Não entendi o que estava acontecendo, não consegui nomear os meus sentimentos, chorei e fiquei pensando nele constantemente. Senti que já o tinha conhecido de vidas anteriores. Ele me disse que nos conhecemos há muito tempo. Por alguma razão, ele deixou de entrar em contato comigo, nada disse. Será que sinto uma profunda conexão, amor incondicional? O que devo fazer, como me esquecer, tentar ter um contato? É realmente doloroso.

RESPOSTA: Esta é uma alma que você conheceu em vidas passadas, daí a forte atração. Ele está em um caminho diferente do seu, nesta vida, e não compartilha do seu interesse. É por isto que ele interrompeu o contato. Você ficou apaixonada pela idéia dele. Isto não é amor, mas uma zona de conforto. É o momento de avançar para outra coisa.

Andrea, do Brasil, pergunta aos Mestres: Comecei recentemente a estudar os “Ensinamentos de Luz”, e sei e sinto a Verdade, mas não me sinto capaz de me conectar com o meu Eu Superior através da meditação. Não posso dizer que tente muito, mas é difícil manter a concentração, os olhos fechados e o silêncio por muito tempo. Às vezes, sinto também que as minhas preces não são suficientemente fortes. Não são superficiais as minhas intenções/emoções? Por outro lado, sinto o peso do mundo em meus ombros. Fico profundamente preocupada com a infelicidade dos outros e perdi a minha alegria de viver (sem razão, porque tenho uma vida abençoada). Estou tentando encontrar novamente a felicidade e a gratidão pela vida, mas parece que algo me está bloqueando. Poderiam me esclarecer?

RESPOSTA: Você é demasiadamente séria e tem expectativas específicas de todas as suas ações, sem uma base na realidade. Você não aprendeu a andar em um dia e nem se conectará com a sua força interior apenas porque o deseja. O que você imagina que as suas preces têm a ver com as suas ações? Uma força exterior não pode levá-la a fazer algo que não esteja disposta a passar muito tempo em dominar. Você não está sendo fiel as suas intenções. O quanto você quer realmente esta conexão? Você tem que trabalhar tanto quanto os seus desejos exigem.

Matias, da Finlândia, pergunta aos Mestres: Meu pai morreu em 2008. Não éramos muito próximos, o que causou problemas em minha vida. Gostaria de saber se ele tem algo a me dizer do outro lado. Por que ele não me amou como a um filho? Por que eu tenho que passar por tudo isto?

RESPOSTA: A alma de seu pai relata que uma de suas lições nesta vida era aprender sobre o amor, o que ele não realizou. Você sabia antes de vir para a família que ele estava lutando com questões de amor, e você precisava aprender como se sentia em relação a isto. Você também aprendeu que é impossível para as pessoas mudarem a maneira com que outros sentem ou reagem a eles. É o momento para que você examine por que não se ama – é isto que o está impedindo de resolver estes sentimentos sobre o seu pai.

Luís, do México, pergunta aos Mestres: O mundo deve mudar? Deveríamos parar com as guerras, a pobreza, o ódio, ou está em sua natureza permanecer desta forma?

RESPOSTA: O planeta Terra é uma dualidade de energias e emoções positivas e negativas. Ele foi criado, de modo que a alma tivesse a oportunidade de exercitar o seu livre arbítrio para as experiências que ela precisa aprender. Sem toda a negatividade, ou coisas ruins, uma alma não seria capaz de aprender através de suas escolhas.

Pieter, de Singapura, pergunta aos Mestres: Nos últimos 6 a 7 anos, vimos inúmeros bancos centrais ao redor do mundo, diminuindo as taxas de juros para quase zero, acreditando que isto iria impulsionar as suas economias, os seus negócios, criaria empregos, etc. Mas eles exageraram e o efeito colateral é que isto impulsionou preços de ativos como ações, os imóveis, formando as chamadas “bolhas”. Isto fez com que as pessoas que mantêm propriedades, ficassem felizes, mas fez com que outros, como eu, um poupador, ficássemos muito infelizes ao vermos as nossas economias corroídas. Isto é sem precedentes, pois nunca tivemos taxas anormalmente baixas e por tanto tempo. Estou prevendo uma crise financeira se tornando pior ainda, do que qualquer coisa que já vimos, a menos que os bancos centrais possam manter as taxas de juros perto de zero, para sempre. Há outras variáveis importantes das quais não tenha conhecimento?

RESPOSTA: As variáveis são as escolhas que estão sendo constantemente feitas pela multidão de almas que estão tendo experiências humanas. Esta é uma energia ativa, verdadeira, que oscila com base no pensamento da maioria, a qualquer momento. A sociedade é dirigida por pessoas críticas, que pensam apenas em si mesmas e no que elas desejam realizar. O equilíbrio no governo, a interação entre os países e as grandes empresas de energia – tudo isto contribui para o futuro. Há tantas variáveis que é impossível dizer quais os processos de tomada de decisão ocorrerão na economia.

Malu, do Brasil, pergunta aos Mestres: Tenho uma pergunta sobre o meu companheiro Cristian. Será que ele é a minha alma gêmea?

RESPOSTA: Ele é do mesmo grupo de alma de você, mas não é a sua alma-gêmea. Ele está em sua vida para ajudá-la a evoluir e compreender a si mesma. Pergunte-se sempre: “Isto é certo para mim?”

E., da Finlândia, pergunta aos Mestres: Sinto que tenho dificuldades em fazer novos amigos com interesses e pensamentos similares. Não estou completamente sozinha, mas, às vezes, sinto que há uma profunda solidão em meu coração. Como posso superar isto e começar a aproveitar a vida com as pessoas?

RESPOSTA: A solidão que você sente é a desconexão dentro de você, por não ser capaz de se amar. Você pode amar ou se associar com o outro, apenas na medida em que se conhece e se ama. Você tem medo de que outros saibam algo sobre as suas inseguranças, assim você evita estabelecer um relacionamento. Comece a aprender mais sobre os sentimentos que são a sua essência. Aprenda a se conectar com o amor incondicional e outros sentirão a mudança em você e desejarão estar com você.

Daniela, do Brasil, pergunta aos Mestres: Eu sempre senti que se construísse uma casa para mim, isto finalmente iria me dar segurança e um sentimento de dignidade. Agora que construí, tenho dois sentimentos distintos: um medo opressivo de que algo terrível irá me acontecer e um imenso desejo de usar a casa para um bem maior, como uma forma de retornar à sociedade toda a bondade que recebi em minha vida. Eu lhes pergunto: Estou no caminho certo? Qual é a minha missão? Que medo é este que eu sinto?

RESPOSTA: Você está sempre exatamente onde deseja estar, quando aí está. A missão de sua alma é a de se conhecer e de se compreender como uma alma e que poderes e habilidades, como um fragmento da Fonte, pertencem-lhe. Medos e dúvidas são indicações de lições de vida que você ainda não completou. Você não tem obrigação de dar nada a ninguém, a menos que o deseje. Aprenda a relaxar e a desfrutar dos frutos do seu trabalho. Observe estes medos e veja de onde eles vêm, e, então, você será capaz de lidar com eles.

Silva, de Portugal, pergunta aos Mestres: Tenho um sentimento de não ser amada no meu relacionamento amoroso e sinto que o meu companheiro não me ama mais, ainda que ele seja uma pessoa querida e boa. Será o meu medo ou a minha forte intuição que não quero aceitar? Uma lição neste relacionamento?

RESPOSTA: Seu companheiro não sabe o que é o verdadeiro amor e acredita que a paixão e o contato físico são suficientes. Ele é uma pessoa sincera e carinhosa na medida em que sabe ser. Você se acomodou muito a este relacionamento e é difícil considerar quaisquer mudanças. Nada precisa ser feito, a menos que as suas necessidades não estejam sendo satisfeitas nesta parceria.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=1453
Traduções para o Português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=vozes+celestiais 
Agradecimentos: Celestial Voices, Inc contact@mastersofthespiritworld.com
Por favor, respeitem todos os créditos.
Arquivos deste autor: http://rayviolet.blogspot.com/search?q=Toni and Peter
Fonte: http://violetflame.biz.ly
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII