PERGUNTEM AOS MESTRES
DONS PRECIOSOS
Através das Vozes Celestiais
3 de Maio de 2013
 
 
  REAGIR, SEM AGIR
O QUE É A FÉ?
SOMBRAS NA ESCURIDÃO



Na televisão, nesta manhã, estava a velha canção e a dança sobre os astrônomos buscando encontrar sinais de vida no universo. Coitados! Há muita vida lá fora. Podemos não saber exatamente onde possam estar os nossos amigos (caso entidades não física precisem realmente ter qualquer espaço para estar), mas temos um contato real com centenas de almas que se comunicam conosco de uma maneira útil e significativa. Nunca deixamos de admirar este dom precioso que o universo nos deu.

Três correspondentes têm respostas dos Mestres hoje na página das Mensagens (abaixo). A primeira, sobre questões criadas por uma mãe difícil, vem da China, a segunda carta que recebemos até aqui que vem do país mais populoso do mundo. A próxima, da Grécia, é uma carta feliz que é um verdadeiro prazer em ler. A terceira, da Escócia, diz respeito à memória dolorosa do abuso sexual. Os Mestres respondem a cada uma com a compreensão e o amor com que estamos sempre gratos ao ler.

Assim como estamos felizes em ter contatos pessoais com os guias espirituais e as almas do Outro Lado, também nos dá grande alegria nos comunicarmos com os nossos companheiros encarnados aqui na Terra.

Nós lhes dissemos que um dos correspondentes da semana, na China (embora não saibamos se esta é a República Popular da China, ou a República da China, em Taiwan), e isto ajudou a ser claramente compreendido que o “dom precioso” que mencionamos, do contato com o Outro Lado, está sendo apreciado de uma forma muito íntima com as pessoas em todo o mundo.

Compartilhamos alegrias e tristezas (principalmente a última) com pessoas espiritualmente afins que ao receberem a resposta dos Mestres a sua questão, muitas vezes nos disseram o quanto elas foram ajudados. Vocês podem imaginar o que isto faz a nossa moral!

Como não fomos abençoados com doações durante duas semanas, decidimos não mencionar nesta semana o fundo que temos para a tradução para o Português do Manual de Reencarnação dos Mestres, e não iremos direcioná-los para o link de doações da página das Mensagens do blog. Isto terá que esperar até a próxima vez!

Durante a semana temos a intenção de lhes enviar uma segunda carta sobre o desenvolvimento no Reino Unido que vocês não irão querer perder.

Luz, Amor e Risos.
Toni e Peter.

http://www.MastersOfTheSpiritWorld.com

AS PERGUNTAS

REAGIR, SEM AGIR

PERGUNTA: Mestres, toda a vida da minha mãe é cheia de dores – marido infiel, irmãos invejosos e a ignorância dos seus pais. Ela fica ansiosa em buscar o amor dos outros, mas tem medo de ser traída novamente. O único conforto em sua vida sou eu. Tentei fazê-la compreender que as suas lições de vida poderiam ser aprender a independência, o amor próprio e o perdão. Mas o ódio e a tristeza que ela mantém, impede-a de me ouvir. Ela culpa os outros pela sua vida miserável. Como posso ajudá-la a compreender? Tenho medo de que se ela não aprender, tenha que levar estas lições para a próxima vida e a vida seria difícil novamente. As lições de vida podem ser aprendidas somente pela própria pessoa? Qual é a relação entre a minha mãe e eu? KongKong – China

RESPOSTA: As lições de vida são apenas para a alma. Ninguém pode tirar o fardo de outros ou aprender a tarefa fundamental por ela. Tudo o que você pode fazer é compartilhar o seu conhecimento sobre a jornada da alma com a sua mãe e ver se ela quer aceitar outras possibilidades do que os sistemas de crenças que ela está mantendo de maneira tão afetuosa em seu peito.

As pessoas são somente capazes de receber dos outros o que elas aceitarão. Sua mãe se recusa a aceitar que ela teve uma parte em algumas das coisas negativas que ocorreram em sua vida. Ela não encarou as motivações dos outros e nem viu porque eles tiveram a tendência de tratá-la da forma como o fizeram. Ela não foi uma pessoa realmente agradável com quem conviver e esteve sempre encontrando defeitos nos outros.

Sua mãe criou a negatividade. Ela ficava com ciúmes de algumas habilidades de seus irmãos e familiares. Seus pais não estavam muito preocupados com o que acontecia ao redor da casa e deixou as interações do dia a dia para os filhos. Sua mãe sentia que ela deveria ser “protegida” dos outros e se permitiu um status quase como o de uma princesa. Ninguém na família via a situação desta maneira. Ela se tornou muito amarga.

Ela carregou a sua amargura para o casamento e deu pouca atenção ao seu marido, fazendo-o buscar companhia em outro lugar. Ela nunca tentou compartilhar a sua vida com ninguém, exceto você. Seu ódio pintou tudo o que ela via com negatividade negra. Ela tem que encontrar um amor por si mesmo, antes que possa espalhar a escuridão e encontrar a luz.

Ela pode mudar toda a sua atitude se ela liberar o seu medo e ódio. Ela pode seguir em frente a partir de hoje, deixando ir o passado ao qual ela está se agarrando. Sempre que ela começar a falar sobre os maus momentos, peça-lhe para imaginar apenas um momento feliz e deixe de ficar presa ao passado. Hoje, ela pode criar a energia amorosa positiva e escapar da negatividade.

O QUE É A FÉ?

PERGUNTA: Mestres, eu estudei muitos livros e escrituras, pratiquei yoga e meditação e estou muito interessada em meu crescimento espiritual. Ainda acho que é muito difícil ter fé, algumas vezes. Parte de mim sabe que o amor é verdadeiro, mas uma grande parte minha não pode acreditar que a vida possa ser tão magnífica. Como posso ter mais fé? – Annika, Grécia.

RESPOSTA: A Fé é uma palavra que significa muitas coisas para muitas pessoas. Basicamente, a fé é ter confiança nas crenças, nos ensinamentos ou doutrinas de algum grupo de pessoas. Ela pode ser religiosa, social, médica, etc. Começa com todos os seres humanos tendo fé no que os seus pais, professores e religiosos lhes dizem que é completamente verdadeiro. Isto estabelece os seus sistemas de crenças, que vocês usam para direcionar e controlar a sua vida diária.

Sob o aspecto religioso, fé é aceitar sem sequer questionar, tudo o que é dito pela hierarquia da seita. Isto é onde a maioria dos seres humanos tem as suas primeiras dúvidas sobre a “fé”, porque eles não podem acreditar em algumas das histórias que formam a base de suas doutrinas.

Na verdadeira espiritualidade não há fé envolvida. Você não é solicitado a acreditar no que alguém aceita como verdade, mas sim aceitar somente o que ressoa ou parece adequado para a sua vida. Amor é verdade. A energia do universo e a fonte de todas as coisas é o amor incondicional.

A Terra tem uma configuração padrão de negatividade, que é o oposto ao amor. É assim, porque a Terra é o único lugar que tem a negatividade, o que permite que as almas aprendam lições. Cada alma tem a liberdade de escolha e esta escolha gira em torno de escolher se dever preencher a sua vida com a energia positiva ou a negativa. Escolha a positiva e você terá o amor incondicional por toda parte.

Nem todas as vidas estão cheias de toneladas de lições de vida negativas. Algumas almas vêm à Terra de vez em quando para terem uma vida agradável e amorosa. Você está experienciando uma destas vidas agora. Você pode escolher preenchê-la somente com o amor, ou permitir que algum ódio e medo se intrometam – a decisão é sua.

Tenha fé em si mesmo. Crie o seu mundo que deseja desfrutar.
Sua vida pode ser tão magnífica e maravilhosa quando apenas você permitir.

SOMBRAS NA ESCURIDÃO

PERGUNTA: Mestres, poderiam, por favor, ajudar-me a compreender estas memórias repentinas que eu tive em relação ao abuso sexual? Não me recordo dos verdadeiros atos. Lembro-me de algumas conversas, palavra por palavra e detalhes insignificantes do meu ambiente, com sentimentos intensos de medo, confusão e humilhação. Tentei buscar ajuda e não consegui, assim nem mesmo sei agora se acredito em mim mesma, apesar de fatos incontestáveis que apontam para o abuso. Não tenho medo de descobrir o que e aconteceu, mas o que me apavora é descobrir algo que aconteceu ao meu irmão que é três anos mais jovem. Eu tenho esta sensação terrível de que algo desagradável estava acontecendo a ele e sabia que nada o impediria. Desejo apenas que pudesse me lembrar mais a fim de obter ajuda para nós. Fui pedir ajuda e me disseram que eu teria que esperar três meses. Isto foi há um ano e ainda nada. Assim se eles não acreditaram ou não me compreenderam, quem o fará? – Michelle, Escócia.

RESPOSTA: Suas memórias repentinas são memórias reais de sua vida anterior. Não é que a agência não tenha acreditado em você, mas a sua agenda estava cheia. Você deveria retornar, se desejasse acompanhar isto. Quando você não continuou a sua investigação, eles pensaram que você tivesse desistido e que não queria ajuda.

Além do abuso que ocorreu, esta série de lições se refere a assumir a responsabilidade. Você tem a sensação de que deveria ter ajudado o seu irmão mais novo, mas não estava em uma posição ou idade para fazê-lo. Você carregou a culpa por coisas que, possivelmente, não poderia ter feito.

É o momento de liberar a culpa, perdoe-se e veja o medo como a indicação de estar em uma situação desagradável, onde você não tinha o controle. Sua confusão e humilhação eram aspectos dos eventos e a ameaça do agressor, caso você não se sujeitasse. Acusações foram feitas em relação ao seu irmão sendo ferido, se você não cooperasse.

Você aprendeu a separar estes acontecimentos em sua vida e os colocou na escuridão, onde eles não poderiam ser vistos. Seu subconsciente sabe que é o momento de eliminar estas lições de medo e se sentir melhor em relação a si mesma. Sempre que começar a recordar algumas destas situações, pergunte o que está sentindo neste momento. Entre no sentimento. Substitua a energia negativa, baseada no medo, por energia positiva e amorosa, por ter aceitado e compreendido a lição. Permita que esta energia positiva preencha todo o seu ser com amor próprio.

Seu irmão foi mais um fantoche usado contra você.
Não o envolva em sua jornada, a menos que ele peça isto.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
http://rayviolet.blogspot.com/2013/04/ask-masters-30-ar-2013.html
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII