Perguntem aos Mestres
PROBLEMAS DE CONTROLE
Vozes Celestiais Através de Toni e Peter
22 de Novembro de 2014
 
   
PROBLEMAS DE CONTROLE


Uma mulher dos Estados Unidos que encontramos pela primeira vez nesta semana, declara que tem uma vida feliz, mas, em seguida, manifesta a sua tristeza, sentindo-se incompreendida e solitária. Como de costume, os Mestres conhecem a verdadeira história e identificam o problema. Nada de bom pode vir quando tentamos fazer com que os outros vivam de acordo com as nossas próprias expectativas.

O isolamento é uma forma de proteção da dor ou do trauma que uma pessoa deseja esconder. Infelizmente, esta maneira de controlar um problema pode levar a problemas ainda maiores. Uma Canadense pergunta sobre as maneiras de superar estes bloqueios, e os Mestres sugerem métodos para alcançar a causa e eliminar o problema de forma permanente.

Uma Brasileira sente-se magoada com o rompimento de um relacionamento e parece que não consegue se contentar com isto. Os Mestres têm que ser severos com ela, para fazê-la compreender como têm sido equivocadas as suas tentativas de controle e o que ela deveria fazer em seguida.

Ao longo da história, a necessidade humana de controle tem causado enormes problemas, e isto continua a ser assim. Através das perguntas e respostas desta semana (abaixo), somos lembrados a verificar em nós mesmos os sinais desta característica e nos esforçarmos para “vivermos e deixarmos viver” a partir de agora.

Luz, Amor e Risos,

Toni e Peter



AS PERGUNTAS
BLOQUEIO DA ENERGIA


PERGUNTA: Mestres, estive lendo sobre as paredes do coração – como erguemos uma ao redor dos nossos corações para nos proteger, após termos sido feridos. Minha amiga, que é intuitiva, diz que não consegue interpretar a minha energia. Será que a liberação da energia negativa e das emoções, usando coisas como ímãs, propostas pelo Dr. Bradley Nelson, funciona? Há uma melhor maneira? – Marnie, Canadá.

RESPOSTA: As pessoas irão erguer paredes, barreiras, bloqueios e interrupções de energia ao redor de qualquer coisa da qual elas desejem se esconder. Um evento traumático levará o inconsciente, automática e imediatamente, a encontrar uma maneira de mantê-lo escondido, para que ele não o prejudique. Algumas pessoas rompem partes de suas personalidades para suportar a dor e impedir que ela seja vista ou atacada por outros. Transtorno de stress pós-traumático é uma forma de eventos ocultos que podem trazer desvantagens para uma pessoa.

Há muitas técnicas para descobrir e lidar com traumas ocultos. Estas feridas podem ocorrer em qualquer um dos corpos ou formas de onda: físico, mental, emocional e/ou espiritual. A sua localização pode ter um impacto sobre o método necessário para “curá-los”. A cura é realmente um equilíbrio de todas as energias do corpo.

Ondas físicas, tais como as magnéticas que o Dr. Nelson usa, podem ajudar a equilibrar o corpo físico, mas ter um efeito mínimo sobre os outros corpos. A maneira mais eficaz de derrotar o evento angustiante é fazer com que a pessoa entenda qual é a lição particular, a razão para escolhê-la e como aprender com ela e liberá-la.

Se a pessoa não se libertar da causa, o tratamento dos sintomas irá encobri-la até que algo desencadeie novamente uma resposta semelhante. Libertar-se da causa irá removê-la definitivamente, sem recorrência.

Através da meditação profunda e/ou da hipnose, a alma retorna a sua provação, para que possa trabalhar através dela da maneira mais rápida, para apagar todos os efeitos. Durante o processo de cura, é importante que o cliente esteja completamente a bordo com o procedimento e acredite que ele alcançará o resultado desejado.

O método sugerido acima funciona, porque permite que o pensamento consciente vá dormir e o cliente ou profissional trabalhe com o inconsciente que não julga, que não é egocêntrico e que se sente parte da pessoa. A obstrução pode ser visualizada e um método encontrado para destruí-lo.

OS OUTROS NÃO ACEITAM O MEU PONTO DE VISTA

PERGUNTA: Mestres, tenho uma vida incrivelmente feliz. Tenho um trabalho incrível que me deixa feliz e sou grata por gostar do que faço para ter o meu sustento. Sou independente, inteligente e bonita. Por fim, estou cercada de pessoas extremamente atenciosas, maravilhosas e carinhosas. Por outro lado, independentemente de todas estas coisas magníficas em minha vida, eu sempre me sinto como se algo estivesse faltando. Sinto-me desorientada, sozinha e completamente diferente dos outros, no que diz respeito aos meus pensamentos, opiniões e pontos de vista sobre a vida. Percebo também que sou frequentemente mal compreendida. As pessoas interpretam as minhas ótimas intenções em relação a elas de forma negativa, como se eu estivesse tentando sabotá-las. Por esta razão, sou incapaz de confiar e de realmente me abrir emocionalmente com todos. O que é que eu não estou percebendo? O que é que eu preciso compreender a fim de evoluir de forma positiva em minha vida? – Max, Estados Unidos.

RESPOSTA: Você tem que compreender que uma jornada espiritual é um esforço único. Você e somente você, determina o que aprende e compreende sobre a vida. Você não tem responsabilidade pelos outros e eles não têm nenhuma necessidade de ouvi-la dizendo-lhes o que fazer, não importa o quanto você ache que é bem intencionada. Você é uma pessoa muito teimosa e nem sempre consegue ver o ponto de vista dos outros.

Cada alma cria a sua própria realidade, que é perfeita para ser vista a partir de sua perspectiva. Você conhece as suas habilidades, mas não pode deixar ir as suas expectativas em relação àqueles com quem entra em contato. Você não pode suportar a rejeição, que é como você interpreta as escolhas das pessoas que tomam decisões que variam de suas idéias.

Pare de se levar tão a sério. Acompanhe o fluxo do universo e permita que os outros façam o mesmo. Seus problemas de confiança vêm de diferir daqueles que você não controla com as suas sugestões. Tente entrar no modo de observação e observe como as pessoas se comportam quando você as está deixando fazer o que querem.

Estabeleça um relacionamento positivo com alguém a quem ouça – sem sugestões e sem nenhuma crítica. Veja se pode entender o seu raciocínio. Seja honesta com eles sobre os seus sentimentos, mas sem a necessidade de controle. Quando você estiver confortável, permita que as suas emoções se manifestem, para que você possa ver como é. Solicite as suas opiniões nas coisas que teria “compartilhado” com eles no passado e veja como isto a afeta, pois esta é uma nova maneira de viver para você.

VOCÊ NEM SEMPRE PODE TER O QUE QUER

PERGUNTA: Mestres, havia um homem que era importante para mim, e eu estava apaixonada por ele. Nosso relacionamento era complicado. Era como se fôssemos dois opostos e complementares ao mesmo tempo. Não tive dúvida do sentimento que tinha por ele, mas senti a sua hesitação e isto me magoou. No final, ele me rejeitou e se casou com outra mulher. Da última vez que falei com ele, eu fui rude e lancei a minha frustração sobre ele e o resultado foi que ele me cortou de sua vida. Mestres, ele sente mágoa e ressentimento em relação a mim? Ele está feliz agora que eu saí de sua vida?Apesar de tudo o que aconteceu, eu senti a raiva e não gostaria de ter feito isto. É possível que nós dois nos encontremos novamente um dia? – Cristiane, Brasil.

RESPOSTA: É impossível fazer os outros refletirem os sentimentos que você tem por eles, a menos que eles estejam sinceramente de acordo com as suas sensações. Por que você ficou magoada por ele não ter os mesmos sentimentos por você? Você ficou desapontada porque ele não correspondeu as suas expectativas? Isto é um pouco egoísta e controlador de sua parte. E se fosse ao contrário e ele a quisesse, mas você não correspondesse aos seus sentimentos? Você gostaria que ele tentasse forçá-la, como você tentou fazer com ele?

Você está agindo como uma criança mimada, que está fazendo birra porque ele não seguiu o seu caminho. Se ele tivesse feito a mesma coisa com você, você também teria cortado todo o contato e dito: “Boa viagem e nunca mais volte a minha porta.”

Ele absolutamente não a suporta neste momento e se sente muito triste por você ter recorrido a um comportamento juvenil. Ele não deseja vê-la novamente nesta vida. Desista disto e siga em frente. Se você está raiva de alguém, fique com raiva de si mesma por tentar forçá-lo a amá-la, quando ele não poderia. Ele está muito feliz em uma parceria de partilha.

Desde o início de sua próxima conexão, seja totalmente honesta em relação aos seus desejos. Encare-a como uma relação de partilha e não como o seu próprio parque de diversões. Honre os desejos do seu companheiro e não apenas os seus.

http://www.mastersofthespiritworld.com/?page_id=587

GUIA DE REENCARNAÇÃO

Andréa, do Brasil, pergunta aos Mestres: Gostaria de perguntar sobre a minha missão na vida, o que está me incomodando já há algum tempo. Estou estudando Direito, mas não estou me sentindo bem neste curso. Estou pensando em Psicologia, porque quero ajudar os outros a mudar a sua mentalidade, a abrir os seus olhos espirituais aos problemas.

RESPOSTA: Deixe de pensar tanto e comece a sentir. Pergunte-se o que a atraiu para o Direito em primeiro lugar? Apenas porque não é tão emocionante como você pensou que poderia ser – você diz que a Psicologia seria melhor? Ambos os campos lhe permitem ajudar os outros e mudar a maneira com que eles agem e pensam sobre si mesmos e o seu caminho espiritual. Tente imaginar o futuro e veja de que maneiras você poderia ajudar em cada carreira. Não se precipite.

Comentário de Raphael Freitas: Isto é uma questão que também me incomoda. Eu também estou estudando Direito e não me sinto confortável com isto, e também pensei no curso de Psicologia porque gosto de compreender o campo mental e psíquico de cada pessoa. Se houvesse tal coisa chamada de “coincidência”, eu a chamaria assim. Esta resposta é também para mim. Assim, agradeço à Andréa e aos Mestres.

Harry, da Grécia, pergunta aos Mestres: O que acontece quando um animal morre? Para onde vai a sua alma/centelha? Eles reencarnam novamente com missões diferentes, como nós?

RESPOSTA: A centelha pode reciclar quando for necessário. As almas fazem escolhas quanto a que tipo de vida, se houver, que elas desejam passar. Veja em www.MastersOfTheSpiritWorld.com. Entradas sobre animais: Dias 3 e 24 de Junho de 2014, 29 de Maio de 2012 e 8 de Novembro de 2011, entre outras.

Ana, de Portugal, pergunta aos Mestres: Por que as pessoas não querem ficar comprometidas hoje em dia? Elas estão com medo do amor? Eu abri o meu coração sem medo, várias vezes, e fui magoada. Por que todos não acreditam no outro?

RESPOSTA: Você está trazendo estes tipos de homens para você por causa de suas fortes crenças de que não é digna de uma partilha com uma pessoa. Deixe de ver e acreditar na negatividade e envie amor para que ele seja retornado na forma de uma pessoa que queira se comprometer.

Pitt, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Fui casada durante 30 anos e vivendo no ninho vazio, às vezes, sinto que deveria deixar o meu marido que tem um temperamento difícil, mas, ao mesmo tempo, sinto que ele morreria se eu o fizesse. Eu sou o seu porto seguro. Vivo esperando fazer algo de bom, mas tenho medo de começar alguma coisa. Por favor, dêem-me alguma orientação.

RESPOSTA: Por que você está se punindo?Uma vida espiritual é uma vida do indivíduo apenas. Você não é responsável pelo seu marido, ou pela maneira como ele se sente. Você permitiu que ele se tornasse dependente de você, porque pensou que não tinha escolha. Você tem uma escolha e esta é a de se cuidar. Ele é responsável por si mesmo e é capaz de se cuidar, se for forçado a fazer isto. Siga os seus sonhos e as coisas que você atrair.

Kirstin, das Filipinas, pergunta aos Mestres: Estou realmente ansiosa a cada dia. Sou sempre tímida na Escola. Tenho sempre medo. O que irei fazer?

RESPOSTA: Você precisa aceitar que é igual a qualquer pessoa. Seu medo é uma falta de autoconfiança e auto-estima. Em vez de se interiorizar e de se conectar com o amor incondicional de sua alma, você está permitindo que o seu ego (a mente pensante) compare-a com os seus colegas através dos padrões da sociedade. Você não é nenhum deles. Seja você mesma. Escolha ser feliz, desde que você é maravilhosa e única. Deixe que os outros se comparem a sua magnificência.

Pelle, do Brasil, pergunta aos Mestres: Rompi com o meu noivado. Sinto-me bem, mas o meu ex está sofrendo muito. Eu não queria lhe causar dor, mas eu também não poderia continuar me enganando que era feliz no relacionamento. O que posso fazer para tornar isto mais fácil para ele?

RESPOSTA: Você está na sua jornada da vida, não na dele. Ele quer que as coisas sejam da maneira que eram, o que seria você fazendo o que ele pensa que quer. Este não é um caminho para você. Deixe-o assumir a responsabilidade pelos seus próprios sonhos. Você está sendo realista e assumindo novamente o seu poder. Não se preocupe com ele, pois ele irá encontrar alguém a quem possa controlar.

Migriam, do Brasil, pergunta aos Mestres: Preciso de um esclarecimento. Sinto-me confusa, não sei que caminho seguir. É difícil meditar e trabalhar com a cura. Sinto-me infeliz com o meu corpo. O que está acontecendo?

RESPOSTA: Você está tentando analisar tudo, em vez de permitir que as coisas aconteçam. Você está em uma encruzilhada onde novas experiências surgirão, se você lhes permitir. Limpe a sua mente de todas as coisas e a meditação virá, aonde os seus guias irão lhe fornecer sugestões.

Charmaine, da África do Sul, pergunta aos Mestres: Se os mortos se mudam para o mundo espiritual onde eles não têm nenhuma ligação com o mundo material... por que nos é dito por mediuns em uma sessão ou a qualquer momento que o seu pai, ou os chamados mortos estão presentes?

RESPOSTA: Há uma diferença aqui na interpretação da linguagem. Uma vez que uma alma deixa um corpo, uma pessoa morre como você sabe, e a alma deixa o corpo e ela se torna energia. Esta energia pode ir a qualquer lugar que desejar. Quando lhe é dito que um morto está com você, não é no sentido físico, mas no sentido da energia – a energia da alma que habitava aquele corpo veio visitar.

Anu, da Índia, pergunta aos Mestres: Sou uma mulher de meia-idade. Nada em minha vida funcionou até aqui – nem financeiramente, nem em termos de carreira, nem em termos de casamento ou de ter uma família. Alcancei o final da minha corda e agora estou necessitada financeiramente. Isto se deve a algum Karma do passado?

RESPOSTA: O Karma não existe. É apenas uma desculpa que as pessoas negativas usam, em vez de fazer o trabalho para trazer a felicidade a sua vida. Você precisa aceitar que você tem o poder de mudar a sua vida através das escolhas que faz. Saia da mentalidade da pobreza que você aceitou como a sua sorte na vida. Crie uma abundância, sabendo que você pode e expulse todos os pensamentos negativos em contrário.

Sandy, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Sou um educador, produtor de cinema e começando a fazer regressão a vidas passadas. Tive uma sessão em que eu estava no Lar e estava usando um medalhão de ouro com raios do sol nele. Estou agora buscando o contato com os meus guias, mas o meu terapeuta sugeriu que sou um guia de mim mesmo. Sinto-me como um novato em alguns aspectos, sábio em outros. Será que isto é possível?

RESPOSTA: Você teve muitas vidas e aprendeu muito, o que é uma parte dos seus registros akashicos, onde todas as suas ações são registradas. Nesta vida, você não abriu completamente os seus registros, assim alguns parecem familiares e outras coisas, não. Você foi muitas coisas para muitas almas, incluindo um guia, mas nesta vida a sua sabedoria irá surgir. Peça aos seus guias para que se identifiquem para você durante a meditação, ou na auto-hipnose.

LS, do Brasil, pergunta aos Mestres: Amo minha mãe e a minha família, mas não consigo ficar muito tempo com eles porque me sinto irritada perto deles. Sinto que preciso manter um pouco de distância. Por que me sinto assim? E por que gosto de ficar sozinha? Estou deprimida?

RESPOSTA: Você alcançou um ponto onde sente a negatividade muito fortemente e a sua família é negativa em relação a tudo. Eles tentam trazê-la para a sua infelicidade, porque a tristeza adora companhia. Você se sente ótima quando está sozinha porque não tem que combater a negatividade dos outros. Isto não é depressão – isto é não ter sentimentos sobre qualquer coisa. Aprenda a projetar os seus sentimentos positivos aos outros e você achará mais fácil e um pouco agradável estar com os outros.

Mani, dos Estados Unidos, pergunta aos Mestres: Qual é o propósito de minha vida na Terra?

Resposta: Seu propósito, como o de todas as almas, é descobrir quem você é como uma alma. Compreender que você é um fragmento da Fonte com todos os seus poderes e habilidades que você pode usar para compreender as lições de vida que escolheu, antes de vir à Terra.
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
https://www.facebook.com/pages/Reincarnation-Guide/137191392985848
Traduções para o Português:
http://rayviolet2.blogspot.com/search?q=Vozes+Celestiais
Arquivos:
http://rayviolet.blogspot.com/search?q=ask  the masters
Fonte: http://violetflame.biz.ly
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIMenu Perguntas aos MestresII - IIVoltar HomeII