LuzdeGaia  
 
  A TERRA É UM GRANDE CRISTAL
A REDE PLANETÁRIA
Por Chris Bird
30 de novembro de 2017
 
luz de gaia
  "Há evidências de que as interseções da Rede/Grade, tornam-se uma espécie de matriz energética que são ativadas alternadamente como semáforos e operam em determinados intervalos de tempo."

Que a nossa Terra e toda a matéria sobre Ela seja considerada "viva" ou "não-viva" é apenas o resultado final de uma transformação de energia por metafísicos- isso é apoiado por vários ramos da ciência contemporânea através da Física.

A história sugere que, longe de ser um esferóide simples, nosso globo começou como um cristal com dimensões angulares. Só depois de milênios de movimento e as ações de muitas forças tornou o cristal em uma esfera.

Teoria de Nikolai Goncharov, sugeriu que poderia haver um padrão, uma regularidade geométrica, por trás de sua gênese - que a projeção da Terra de dentro de si mesma para a superfície forma uma grade dupla geometricamente regularizada.

Embora qualquer matemático possa ser cético e afirmar que a esfera poderia ser decomposta em outras 1001 maneiras, os russos afirmam características intrigantes para as "costuras" dodecaédrico-isochedral aparecerem.

A primeira característica encontrada pelos russos foi a de que as faixas de sua dupla grade coincidem com costelas médio-oceânicas, falhas fundamentais e zonas ativas, e depressões sobre o fundo dos oceanos. Se olharmos para os vértices dos triângulos, encontra-se um deles na região próxima da Florida centro do "Triângulo das Bermudas".

As dez regiões, diz Sanderson, são simetricamente situadas ao redor do globo, cinco acima, cinco abaixo, a distâncias iguais do Equador; e adicionou mais dois pontos, no pólos norte e sul - e podem ser vistos nas imagens do artigo; sendo as regiões onde proliferam atividades vulcânica e sísmica.

Através de mapas meteorológicos, descobriram que todos os centros globais de pressão atmosférica máxima e mínima ocorrem nos nós da Rede, e coincidem com as áreas em que furacões originam-se, e seus caminhos seguem as costelas da Rede, como fazem muitos dos ventos predominantes da Terra e correntes de água."

Sustentam que o desenvolvimento cultural em si poderia ter sido acelerado pelas energias emitidas nos cruzamentos de sua Grade, nos locais de culturas antigas como a egípcia, o Mohenjo, Irlanda antiga, Peru, Ilha de Páscoa, Mongólia e outras ... "

Outras coincidências detectadas por Goncharov, Morozov e Makarov incluem: o cume do meio subaquático do Atlântico traçado por duas das costelas de um dodecaedro) a partir de cruzamentos 10-37(imagem) - afirmam que há evidências de que as interseções da grade, tornam-se uma espécie de matriz energética que são ativadas alternadamente como semáforos e operam em determinados intervalos de tempo.

Esses estudiosos continuam a sustentar que em um desses pontos (interseção 40) na República do Gabão, foi recentemente descoberto um "reator atomico natural" que operava há mais de 1,7 bilhões de anos atrás, e no qual a concentração de U-235 atingiu um nível que deu início a uma reação em cadeia.

Entre outras anomalias apresentadas pela Rede, os autores citam a presença de grandes jazidas de minérios que se encontram ao longo das falhas ou dobras da crosta terrestre e muitas vezes seguem as costelas da grade.

Depósitos de petróleo, como o gigantesco campo de petróleo Tyumen (interseção 3) foram encontrados onde as costelas atravessam (a retirada do líquido traz consequências inevitáveis).

Afirmam que, usando a localização das pirâmides em Gizé como uma intersecção, podem construir todo o sistema de grade.

Também observam na superfície do oceano, listras escuras que se cruzam entre si nos mesmos ângulos. Mais surpreendente é o fato de que as nuvens correspondem as estrias escuras.

Esse fenômeno, sistematicamente repetido, levou à seguinte ideia: a grade de estrias na superfície do oceano deve por sua vez refletir a peculiaridade estrutural do fundo do oceano.

Isto significa que, olhando para uma foto tirada do espaço pode formar a imagem das peculiaridades estruturais da litosfera, examinando a estrutura enlaçada de nuvens e estrias escuras da hidrosfera.

Chama-se "o efeito de regularidade." - que pode ser vista, não só no espaço, mas também no tempo, tornando-se uma Rede geral de todo o Universo.

O que correlaciona as ações de seus links separados ampliando alguns fenômenos e minimizando os outros.

Por exemplo, um engenheiro de Moscou determinou que em momentos de alinhamento da Terra, Marte e Júpiter, a temperatura na terra aumenta rapidamente e que, ao mesmo tempo, o número de manchas solares aumenta e os chamados flares prótons ocorrem."

"É a estrutura", escreve Neiman, "que governa o caminho dos impulsos através do espaço. Cada grupo de sinais viaja ao longo das faces da estrutura.

Nos nós da rede onde três grupos de sinais se cruzam, ou são 'focados', são os locais onde a matéria, muito provavelmente, é criada.

"A própria possibilidade de que algo pode ter " nascido do nada "(na verdade, em detrimento das formas de energia da matéria) já foi previsto teoricamente"... "Se é assim, então não há, sem dúvida, um processo inverso em que a matéria desaparece dentro de "buracos negros ".

As idéias da fusão de matérias em uma espiral são uma reminiscência de uma série de teorias, não menos importante é a do Dr. Wilhelm Reich, que afirmou que a força da vida, ou éter, que ele chamou de orgone, viajou em ondas em espiral que, quando sobrepostas umas sobre as outras, causaram a criação de matéria.

 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Chris Bird -
Um editor contribuindo para NAJ e co-autor do best-seller, A Vida Secreta das Plantas.
http://missionignition.net/bethe/planetgrid_chrisbird1975.php

Tradução (resumida) : Vilma Capuano <vilmacapuano@yahoo.com.br
 
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Outras CanalizaçõesII - IIVoltar HomeII