LuzdeGaia  
 
  NEGAÇÃO E TRANSFERÊNCIAS DE CULPA
Por Lisa Renee
03 de junho de 2018
 
luz de gaia
“Para que as forças das trevas permaneçam conectadas para manipular a mente subconsciente da pessoa inconsciente, elas usarão táticas de desvio para manter a atenção longe da sua existência e manter o foco em outras pessoas e coisas externas que podem ser usadas para transferência de culpa. Esta é uma maneira potente de continuar a apresentar a programação de laços de escravidão/submissão de arquétipos de vítima-vitimização, que amplificam polaridades nas energias e, portanto, alimentam parasitas e predadores.”

Quando entendemos como o medo é criado no corpo, é útil liberar o controle dos padrões de ansiedade e medo. As pessoas que são acionadas em medos e ansiedade mental podem impulsivamente transferir a culpa, ou a projeção de seus medos, para os outros. Quando as pessoas estão com dores profundas e sofrendo, muitas vezes elas movimentam impulsos inaceitáveis ??em si mesmas, e as colocam em outra pessoa. Às vezes, se outra pessoa ou situação a fizer sentir desconfortável, a pessoa o culpará por seu próprio desconforto. Desta forma, é uma negação da responsabilidade pessoal, atribuindo aos outros os seus próprios pensamentos ou emoções inaceitáveis ??ou indesejados.

Quando uma pessoa está transferindo a culpa para um tipo de pessoa com empatia intuitiva, isso pode parecer alguém jogando um peso energético sobre ela, enquanto tenta fazer com que o empata processe o lixo emocional. Desta forma, a transferência da culpa está jogando fora o lixo emocional para outra pessoa que ela percebe que pode processar suas coisas emocionais.

Essa diminuição do peso energético na transferência de culpa ou projeção é um método usado para liberar a sua própria ansiedade interna, no qual essa pessoa procura liberar a pressão interna fazendo-a sentir-se imediatamente melhor consigo mesma. Há uma compensação emocional que existe na transferência da culpa. Os transferidores de culpa tendem a encontrar justificativa para os seus próprios comportamentos negativos. Eles convenientemente colocam a culpa nos outros para continuar com o seu próprio senso de autolegitimidade (ego) para se comportarem de uma maneira que facilite o enfrentamento do estresse.

Em vez de chegar à raiz dos problemas, eles os negam transferindo a culpa pelo problema para os outros.

A projeção psicológica acontece quando os humanos se defendem contra seus próprios impulsos inconscientes ou qualidades (tanto positivas quanto negativas) negando a sua existência dentro de si mesmos, enquanto atribuem essas mesmas qualidades aos outros.

Por exemplo, uma pessoa que é habitualmente grosseira pode constantemente acusar outras pessoas de serem rudes. Isso incorpora a transferência de culpa.

A negação da verdade é a semente de todos os Mecanismos de Defesa do Ego. O conceito de negação é particularmente importante para o estudo da dependência, já que enfrentar a negação chega à raiz e à causa da personalidade dependente.

Quando a negação ocorre em mentes mais maduras, ela é mais frequentemente associada à morte, à agonia e ao estupro. Tais como considerar como informações verdadeiras os pensamentos de crimes contra a humanidade, que são terríveis e induzem ao medo, então elas os negam. Tópicos extremamente difíceis, como abuso/satanismo ou a morte, podem desencadear grande ansiedade e medo internos, e geralmente são desativados para discussões posteriores porque muitas pessoas têm medo de confrontar esses tópicos por uma série de razões.

A negação está em colocar uma barreira de pensamento e argumentar contra um estímulo provocador de ansiedade, afirmando que isso não existe.

Quando vivemos em negação, estamos nos recusando a perceber os aspectos mais desagradáveis ??da realidade externa, assim como muitos aspectos desagradáveis ??que podem estar ocultos em nosso próprio comportamento e personalidade.

A negação pode significar também negar o acontecimento de um evento ou a confiabilidade da informação, o que pode levar a um sentimento de indiferença sobre o assunto em geral, e ignorar completamente a possibilidade de informação benéfica.

Uma pessoa que está rejeitando verdades desagradáveis ??ou dolorosas dentro de si ou em situações pode usar:

Negação Simples: negar a realidade do fato desagradável completamente.

Minimização: admitir o fato, mas negar sua seriedade e impacto através de uma combinação de negação e racionalização.

Projeção: admitir tanto o fato quanto a seriedade da questão, mas negar a responsabilidade pessoal culpando alguém ou alguma outra coisa como o problema.

É importante notar que o que faz a recusa da negação, e não apenas rejeitar admitir ou aceitar uma verdade ou fato, repousa no grau de experiência direta do indivíduo e a consciência da existência real da verdade ou do fato.

Na negação, um indivíduo não vê ou é inconsciente da existência da verdade ou fato. A escolha de rejeitar a realidade, então, é inconsciente também.

A recusa em admitir ou aceitar uma verdade ou fato difere da negação, na medida em que o indivíduo reconhece ou é consciente da existência da verdade ou do fato, mas conscientemente se recusa a aceitá-la como tal.

A recusa em admitir uma verdade ou fato, especialmente quando se trata de outras pessoas envolvidas, pode ser considerada uma tática complexa de manipulação psicológica e emocional projetada por motivações egoístas.

Quando não temos consciência de nossas reações e pensamentos subconscientes, é fácil projetar as qualidades inconscientes em outras pessoas, e isso é uma ocorrência comum na vida cotidiana.

É útil entender que as forças das trevas em seres humanos e não-humanos comumente usam a transferência de culpa como uma ferramenta de guerra psicológica para enfraquecer e explorar pessoas que despertam espiritualmente.

A transferência de culpa é uma maneira potente de usar o controle da mente baseado em trauma para enfraquecer as pessoas, e assim os tipos de controladores e manipuladores usam essa tática habilmente para explorar os que estão ao seu redor.

A transferência de culpa também pode ser acompanhada pela Iluminação Falsa. Devemos lembrar que o objetivo das forças das trevas é explorar e enfraquecer aqueles que estão espiritualmente ativados. Assim, eles terão como alvo o corpo mental, corpo emocional e corpo espiritual, de modo a explorar as fraquezas pessoais.

O plano de ação é fazer com que essa pessoa duvide de si mesma ou descubra/intua o que realmente aconteceu com ela, mesmo que ela se lembre do que aconteceu com muita clareza. Quando uma pessoa está em perpétua dúvida, isso enfraquece grandemente a sua mente e comunicação espiritual.

A Iluminação Falsa é uma forma de abuso psicológico-emocional que tipos de controle de personalidades e forças das trevas usam para que a vítima seja manipulada para duvidar e desacreditar das suas próprias memórias, percepções, experiências e sanidade.

Quando as pessoas não têm a imagem completa dos acontecimentos, e estão sendo enganadas e manipuladas com acesso limitado à verdade contida nas circunstâncias, ofusca sua capacidade de tomar decisões estando bem informadas, com clareza e bem discernidas.

Assim, os Falsos Iluminadores humanos e não-humanos gostam de dizer às outras pessoas o que elas estão sentindo, o que estão percebendo, o que deveriam estar fazendo, e criticar e condenar qualquer outra coisa com a qual não concordam, porque não é favorável a eles. Eles servem as suas próprias agendas egoístas.

Ao tentar obter controle total sobre outra pessoa, isso leva diretamente ao controle da mente de outra pessoa, e é por isso que as forças das trevas estão se esforçando. Enquanto elas tiverem alguma influência ou controle sobre a mente, elas continuarão a ter controle sobre a mente, corpo e espírito daquele indivíduo.

Essas forças das trevas podem ser incluídas no conteúdo de medo subconsciente que existe nas partes fragmentadas do corpo mental do indivíduo, nas quais maiores forças das trevas tiveram permissão para crescer e até mesmo florescer alimentando o medo. Quando uma pessoa não cuida de seus medos subconscientes, a escuridão interior pode explodir de dentro para fora, na qual a transferência de culpa e a projeção se tornam parte do mecanismo de sobrevivência para lidar com a vida. Quando o ego negativo e todas as suas sombras estiverem se sentindo ameaçados, ele atacará e mentirá para se preservar, em uma variedade de maneiras que são descritas como Mecanismos de Defesa do Ego.

Sempre que rejeitamos a verdade desagradável para permanecermos confortáveis ??em nosso sistema de crenças ou em nossos medos de auto-aniquilação, aceitamos facilmente as mentiras como verdade.

Quando uma pessoa acredita que os pensamentos negativos que recebeu de uma entidade negativa estão realmente vindo da sua própria mente, e elas agem de acordo com esse comportamento destrutivo, a entidade é bem-sucedida em enganá-los.

Geralmente, as entidades usam um gancho de isca emocional baseado na manipulação do tipo de dor ou trauma que uma determinada pessoa carrega. A força das trevas fará uma incursão na fraqueza dessa pessoa e, possivelmente, se ligará às feridas dessa pessoa, através do consentimento que foi feito durante os comportamentos destrutivos que a pessoa desempenhou no passado ou no presente.

Para que as forças das trevas permaneçam conectadas para manipular a mente subconsciente da pessoa inconsciente, elas usarão táticas de desvio para manter a atenção longe de sua existência e manter o foco em outras pessoas e coisas externas que podem ser usadas para transferência de culpa. Esta é uma maneira potente de continuar a apresentar a programação de laços de escravidão/submissão de arquétipos de vítima-vitimização, que amplificam polaridades nas energias e, portanto, alimentam parasitas e predadores.

Ser capaz de ter seus próprios conflitos emocionais sem culpa ou projeção sobre outra pessoa, e assumir sua culpa, é a marca da responsabilidade pessoal.

Não assuma que você sabe alguma coisa sobre essa pessoa que pode ser julgada pelo que você não pode ver ou realmente saber sobre ela, pois você não andou no lugar dela.

Quando sentir-se perturbado com outra pessoa, restaure o equilíbrio do seu coração e aura, mantendo amorosamente os limites sem violar os limites da outra. É uma violação dos limites saudáveis ??de outra pessoa esperar que ela resolva o seu conflito e processe o seu conteúdo emocional. Esteja disposto e aberto para aprender qual é a questão real que criou o conflito que existe dentro de você.

Na maioria das vezes, estamos chateados com algo que está no fundo de nossos medos internos e não é o que parece estar na superfície da vida.

Aprofundar-se e refletir sobre o autoperdão e o perdão dos outros, enquanto permite o tempo e o espaço necessários para a cura, ajuda a neutralizar o conflito na maioria dos casos.

Todos nós devemos aprender como nos tornar responsáveis ??por nossos próprios comportamentos, pensamentos e ações. Aceitar a Autorresponsabilidade é um passo importante da limpeza produtiva do ego negativo, na qual paramos de transferir a culpa ou a projeção, quando é meramente conveniente descarregar nosso lixo emocional em outras pessoas.
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:


Lisa Renee
https://energeticsynthesis.com/resource-tools/blog-timeline-shift/3317-denial-and-blame-shifting

Tradução: Vilma Capuano <vilmacapuano740@gmail.com
 
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Outras CanalizaçõesII - IIVoltar HomeII