LuzdeGaia  
 
  O DIÁLOGO DO AMOR
Mensagem de Selácia através de Maria Silvia P. Orlova
23 de agosto de 2017
 
luz de gaia
  Você pode ter um diálogo profundamente positivo consigo mesmo.

As pessoas sofrem de um abandono de si mesmas. A maioria das pessoas tem um diálogo muito negativo consigo mesmas. Elas não conversam com elas mesmas.

Observe você. Quando você conversa consigo mesmo? Quando você dialoga de verdade com você mesmo? Muitos só se prestam a dar ordens ou a se criticar.
“Eu não deveria ter feito isso.”
“Eu sempre erro.”
“Eu estou cansado.”
“Eu estou triste.”
“Eu não tenho isso.”
“Eu estou gordo.”
“Eu não deveria ter comido isso, ter feito isso, ter falado aquilo.”

Essas são as frases mais constantes no diálogo interior. E essas frases devem ser substituídas por frases de sabedoria e de amor.
Olhe para si mesmo e se autoincentive. Há um enorme poder nas afirmações. Quando você diz a si mesmo:
“Eu estou estimulando a minha inteligência.”
“Eu estou aprendendo a resolver esses problemas.”
“Eu tenho muito amor dentro de mim.”
“Eu sou capaz de resolver essas questões.”
“Eu estou aprendendo.”
“Eu sou um ser em construção.”
“Eu estou em constante aprendizado.”
“Eu gosto de fazer o bem.”
“Eu gosto de ajudar as pessoas.”
“Eu gosto de ver as pessoas sorrindo.”
“Eu sou feliz.”
“Eu gosto de ver os raios do sol.”
“Eu admiro a saúde, a beleza das crianças.”
“A vida sempre me traz oportunidades.”
“Eu aprendo com os meus erros.”
“Eu sou uma pessoa aberta a aprender.”

Pense nisso. Transforme o seu diálogo. Transforme o jeito que você olha para si mesmo e não seja consumido pelas imagens que o mundo coloca para você.
Você é quem escolhe o que é belo, o que é bom e o que é ruim na sua vida.
Você tem esse direito. Uma pessoa mais amorosa consigo mesma igualmente terá mais saúde.

Se você está doente, se você sofre com alguma doença, dialogue com a doença. Coloque suas mãos de cura no local em que você sente dor. Se é o seu estômago, o seu joelho ou a sua cabeça, ou as suas costas...
Coloque as suas mãos no local de dor e converse com a dor e com o seu corpo.
Diga assim:
“Meu corpo, eu te amo. Obrigado por você me permitir estar no mundo da matéria.”

Se a sua dor é no estômago, dialogue com seu estômago. Diga pra ele:
“Obrigado, meu estômago, por você trabalhar tanto para a minha saúde. Obrigado por eu usar você todos os dias para ter energia, forças, e me manifestar neste mundo da matéria.”

“Obrigado, meu joelho, por me permitir caminhar, por me permitir me manifestar.”

“Obrigado, minhas costas, por me permanecer ereto. Por me dar o sustento.”

E aí você vai encontrando as suas palavras positivas e de gratidão para dialogar com o seu corpo, para dialogar com a sua própria energia.

Ao invés de brigar com a sua mente, dialogue com a sua mente:
“Obrigada minha mente, porque através de você eu sou capaz de perceber o mundo. Minha mente, você não precisa mais restringir os pensamentos com medo.”
Eu posso abrir a minha mente: “Minha mente, você pode se abrir para olhar o mundo de uma outra forma.”

Você deve criar esses diálogos positivos com você.
Em todas as formas existe uma consciência, existe uma consciência do seu corpo, que deve ser amado e respeitado.
E existe uma consciência em cada órgão, em cada parte do seu ser.
E você é o administrador do seu corpo, da sua saúde, dos seus pensamentos, do seu sangue, da sua energia.
Você, o tempo todo, está dialogando com esse ser que está no seu corpo.
Compreenda que está tudo misturado: seu espírito, sua mente, suas emoções.

Mas, à medida que você ganha abertura espiritual, você observa que poderá ativar uma outra forma de dialogar consigo mesmo. E assim reestabelecer a saúde, e assim ativar muitas curas consigo mesmo.
Vá aos poucos, e no primeiro momento retire o “mau”, não repita pensamentos críticos, destrutivos e negativos. Se você apenas tirar os maus pensamentos, você já estará aliviando profundamente a sua vida e a sua caminhada.

O momento de despertar da terra é o momento de evolução; é o momento em que as consciências começam a entender o enorme poder que elas têm.

Você tem um enorme poder e está na hora de você assumir o seu poder. E o seu primeiro campo de ação é a sua mente, as suas emoções e o seu corpo.
Assuma o poder com o seu corpo. Assuma o poder com a sua mente.
Você pode escolher o que comer, você pode escolher o que pensar, você pode escolher o que sentir.

Manifeste a sua luz!
Manifeste o seu poder!
Nós viemos aqui para ensinar, para ajudar, para abrir, para ativar o despertar!
Amados irmãos, recebam as nossas bênçãos e o nosso caminho de luz.

Em sintonia com Plêiades, eu sou Selácia e amo vocês.
A nossa linguagem é a sintonia da música, da vibração e do amor.
Estamos aqui ativamente, ajudando o momento do desdobramento da terra.
Uma grande energia de luz é enviada para ajudar na mudança dos pensamentos.
Porque, mais do que presos ao carma de vidas passadas e de compromissos que vocês têm na terra, a maior e pior prisão é a dos pensamentos.
Alivie os seus pensamentos e a sua vida terá uma grande abertura.

Sigam na luz e vibrem em paz.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Maria Silvia P. Orlova
http://mariasilviaporlovas.blogspot.com.br/2017/08/o-dialogo-do-amor.html
 
 
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Outras CanalizaçõesII - IIVoltar HomeII