SE DEUS NOS AMA, POR QUE ELE DESEJA QUE EXPERIENCIEMOS A DOR?
Mensagem de Neale Donald Walsch
Sexta feira 06 de janeiro de 2006
 
Para começar, Deus não quer que experienciemos a dor. Deus não deseja nada. Deus experimenta sua Divindade de ser através de nós, e se renova desta forma. Deus não vem dos desejos, mas sim de totalmente ter e ser.

Desta forma, é totalmente inadequado dizer que Deus deseja qualquer coisa, principalmente que deseja que sintamos dor, isto é muito mais do que uma maneira de dizer, e é importante que fique bem claro, por que se alguém acredita que Deus quer que experienciemos a vida através da dor, então, esta pessoa crê que Deus não faz qualquer sentido. (E, à propósito, este é o Deus que a maioria das religiões querem que acreditemos).

Então, nós agora podemos ter como verdade a imagem de que Deus não deseja que tenhamos experiências dolorosas. Na verdade Ele /Ela quer que as evitemos. Deus não tem preferências por uma maneira ou outra. A maneira de Deus agir é simplesmente nos permitir sentir, manifestar qualquer coisa que queiramos. E tudo que nos acontece é simplesmente o que escolhemos.

E isto é difícil para alguns de nós acreditarem, eu sei. Parece-nos mais fácil acreditar que Deus está nos trazendo estas coisas horríveis para experienciarmos. E vocês têm que entender a ironia aqui, somos incapazes de crer que faríamos isto a nós mesmos, conseguimos com muito mais facilidade crer que Deus nos faria isto.

Extraordinário! E já nos foi assegurado por Deus que é justamente o oposto. Nós é que através dos nossos pensamentos, emoções, e palavras trazemos cada experiência para ser vivida!!

E agora para explicar: A alma humana é eterna, está em um jornada de infindável júbilo, celebrando cada aspecto da vida que existe,permitindo a si mesmos de perceber e criar, a experienciar e satisfazer ao seu verdadeiro Ser.

O livro CWG é bem claro ao explicar por que coisas ruins acontecem à pessoas boas. É para que a alma experiencie cada particularidade de seu ser. O exato oposto da situação ruim deve vir á tona. E, é por isto que no momento em que você decide alguma coisa sobre você, qualquer coisa mesmo, o seu exato oposto deve existir no Universo, e deverá vir para sua vida, para apoiar a alma em seu crescimento, ao experienciar isto.

Por que nesta relativa existência que estamos vivendo, o calor não pode ser quente sem o frio, o alto não pode ser alto sem que o baixo exista, e vocês não poder ser vocês sem que aquilo que vocês não são exista.estou respondendo bem brevemente a uma longa questão. Releiam o livro CWG 1° volume, se precisarem compreender melhor este ensinamento.

Os Mestres sabem e compreendem sobre tudo isto, os mestres nunca se queixam mesmo diante das maiores e mais extraordinárias dificuldades.mas em vez disto abençoam seus perseguidores e a todas as situações que lhes assolem. Os mestres sabem que cada pessoa, coisa, animal ou lugar foi colocado em suas vidas por eles mesmos. Que eles mesmos se colocaram direta e perfeitamente em cada experiência. Para que eles possam realmente saber quem realmente são.

Os Mestres também sabem que nenhum de nós estamos realizando esta dança sozinhos. Sabem que estamos todos juntos. Que todas as almas tem completa compreensão de tudo que está acontecendo e, que somos todos parceiros na “dança da vida”. Aconcheguem-se em nosso completo esquecimento, algums estão fazendo o papel de vítimas, outros de vilões, que poderemos criar e cumprir o propósito de nossas almas para esta existência. Leiam novamente a história “A pequena alma e o sol” no livro1 de CWG.

E Jesus compreendeu tudo isto, e foi por isto que ele olhou para seus cruxificadores e disse: - Pai, perdoa-os eles não sabem o que fazem. Ele literalmente entendeu que aquelas almas realmente não tinham a menor noção do que estavam fazendo, e que elas haviam esquecido quem realmente eram, que fizeram isto quase deliberadamente para fazerem o papel de vilões naquela fase da vida. Então quando experienciamos alguém vivendo um momento de grande vilania devemos ter em mente que ele só tem a nós para lhes lembrar de quem realmente são. E assim fazendo, vocês os estarão curando da falsa impressão que têm de si mesmos, da falsa idéia que os permite agir daquela maneira,em primeiro lugar e depois, também proporciona que vocês tomem consciência de quem escolheram viver e ser.

Saibam, que ninguém que já se aproximou de vocês, ninguém mesmo, veio sem trazer um presente em suas mãos para lhe dar. Esta realidade é descrita no livro 2 de CWG como “tocando o coração”, na parte que Deus fala: - “Nunca lhe mandei nada além de anjos”.

Não, Deus não se preocupa com o que nós experienciamos. Não tem qualquer preferência neste assunto, Deus simplesmente nos observa particularmente durante a nossa experiência e nos convida (nos dando todo poder) a escolher novamente.

Entretanto, Deus não está dizendo que o propósito da vida é experienciar as situações, Deus diz no livro, que o propósito da vida é criar e experienciar quem realmente somos. E que estamos fazendo isto através de cada pensamento, sentimento, palavras e ações que fazemos.

Deus também nos adverte para que não julguemos a atuação das outras pessoas. Incluindo as das pequenas crianças por parecerem estar sofrendo sem propósito. Ou daqueles que possam ter nascido com deficiências de qualquer ordem. Parece natural sentirmos pena, raiva, ou todo tipo de emoções a respeito destas aparentes injustiças, ficando até amargos e elevando nossos punhos para o céus . Ainda assim Deus nos diz, Não Julgueis! Por que não temos a menor idéia de qual a jornada que aquela alma embarcou. E Deus diz também que nos momentos de grande escuridão que não levantemos nossas vozes em condenações, em vez disso que asejamos uma luz na escuridão. Pois praguejar de nada adianta.
Neale Donald Walsch
 
.....---==oo0II0oo==--......

© 2010 Fundação Recreation – http://www.cwg.org – Neale Donald Walsch é um mensageiro espiritual contemporâneo cujas palavras continuam a tocar o mundo. A sua série de livros Conversas com Deus foi traduzida para 27 línguas e tem inspirado importantes mudanças nas vidas de milhões de pessoas.

Tradução: Vania de Moura Carvalho Mendes  <Vania.Mendes@cassi.com.br>

Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Pagina| - |Voltar Menu Neale Walsch| - |Voltar Home|