luz de gaia   
 
  PERGUNTEM AOS MESTRES
Respostas dos Mestres através dos canais
Thiago Strapasson e Michelinha OM
19 de dezembro de 2016
 
luz de gaia
  Iniciamos um novo trabalho no blog Coração Avatar e Verdade Transmutadora. Criamos uma aba no blog ( http://coracaoavatar.blog.br/   ), cujo objetivo é levar dúvidas de nossas vidas aos mestres.

As questões são respondidas por mim, Thiago, com a ajuda de Michelinha Om ( www.verdadetransmutadora.blogspot.com.br   ).

Tentaremos, no mínimo, uma vez por mês, disponibilizar o resumo do trabalho.

Abaixo segue as primeiras questões submetidas aos mestres, bem como um texto de apresentação da Mestra Rowena.

Gratidão a todos
 


O CAMINHO DO CORAÇÃO – ROWENA

Tantas perguntas, tantas dúvidas que precisamos sanar para acalmar o nosso coração.

O nosso coração que está tão carente de amor e de carinho.

Responder às perguntas do coração nada mais é do que praticar a caridade com você mesmo, e com aquele que precisa do seu auxílio.

Por um momento singelo, colocar-se no lugar do sofrimento do outro, pensar nos problemas do outro, sentir o seu coração pulsando na falta de ser abraçado, acariciado e amado.

Todas as pessoas, Meus Amados Filhos, são carentes de Amor. Pois todas estão aqui, em busca da conexão mais profunda com o Criador.

Estejam onde estiverem, nas festas, no trabalho, durante uma discussão, a busca eterna do Ser humano é sempre receber Amor. Ele busca em diversos lugares, incansavelmente, e quando não encontra, responde com aridez ou com lágrimas.

As lágrimas e a aridez, Meus Queridos Filhos, nada mais são do que a carência em receber Amor, que só poderá ser encontrado dentro de si mesmo. Mas esse é o local mais difícil de encontrar. Todos procuram onde os olhos podem ver, por viverem essa experiência na matéria. Todos procuram sempre guiar-se pelos seus sentidos físicos e somente depois de procurarem demasiadamente e não encontrarem, é que chega a vez do coração. Encontram, no vazio do coração, o sofrimento, que dói no corpo físico e, então, são guiados pelas montanhosas terras desconhecidas em busca do seu amor interior.

Essa busca traz sofrimento sim, traz lágrimas. Mas isso é somente por levarem as suas vidas baseadas nos sentidos físicos. Vocês não entendem como sendo real algo que não podem sentir fisicamente. Só entendem como sendo real o que pulsa nos poros da sua pele, nos seus órgãos, quando dói fisicamente, quando visualizam lágrimas a escorrerem pelos seus rostos tristes. E então poderão perceber que algo está ocorrendo dentro de vocês.

Essa sensação física, atrelada à busca incessante pelo Eu Interno, que é mais puro Amor, é sempre carregada de “estradas tortuosas” de sofrimento. Não houve um homem nesse planeta, Meus Amados Filhos, que não tenha passado por esse processo.

Então venho lhes perguntar: o que os separa dos grandes Mestres? O que os separam de Mestre Jesus, de Confúcio, de Gautama, de Yogananda? Meus Filhos, vocês são como eles. Vocês são como nós. Todos nós caminhamos pelas estradas da lapidação, onde removemos todos os obstáculos internos que nos impediam de alcançarmos o mais profundo do nosso Eu Interior.

Mas a busca, Meus Filhos, é acompanhada de muito Amor de nossa parte, daqueles que já passaram por esse processo. Nós, Meus Amados, estamos aqui para ajudá-los nessa caminhada.

E cada vez que um de vocês se propõe a iniciar essa jornada, saiba que estaremos com vocês sempre, em todos os momentos, a acompanhar todos os seus passos, mesmo que em direção contrária, mas estaremos lá para guiá-los ao caminho do coração.

Portanto, confiem. Confiem, diante de qualquer circunstância, de que estaremos com vocês. E que estarão protegidos no seu Amor, no nosso Amor. Pois Somos Um com vocês. Faremos vocês lembrarem como é a conexão ao coração.

Através de trabalho abnegado na caridade, você chegará ao centro do seu Eu. Você se encontrará, a resplandecer um Ser de Luz e Amor.

Essa caminhada, Meus Amados Filhos, é acompanhada de muitos milagres, de muitas lágrimas, de muitas dores, mas de muitos sorrisos e de muitas realizações.

A cada pedra removida do caminho, sendo uma pedra que existia dentro da sua mente, você verá resplandecer uma Luz Divina e, com isso, vai se transformando cada vez em mais Luz gradativamente, transformando-se em mais Amor. E então esse Amor, Meus Queridos Filhos, passará a preencher todas as lacunas vazias onde aquelas pedras existiam, pois vocês deram espaço para que o Amor pudesse ocupar um pequeno pedaço, e que crescerá gradativamente, iluminando as demais pedras, até que sejam dissolvidas por completo.

Estaremos com vocês em todos os momentos em que decidirem seguir os seus corações, que deixarem o Amor guiar as suas vidas.

Não temam, nunca.

Não há o que ser temido, quando estão seguindo o caminho do Amor.

Sou Rowena

Canal: Michelinha OM –19/12/2016
Fonte: http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/

Colaboração: Angelica T. Tosta e Solange?Yabushita



QUESTÕES

AUSÊNCIA DE DESEJO SEXUAL

Corpo da mensagem:


Olá queridos, desde já gratidão por este espaço. Resumindo, eu casei há poucos anos e engravidei em outubro do mesmo ano. Por volta do quarto mês de gestação fui deixando de desejar o meu companheiro. Pensei que passasse, mas na realidade só tem vindo a piorar. Enfrentei depressão, enfrentei cobrança, mas despertei. Só que, apesar de eu entender, parece que não entendo…o namoro com o meu marido foi uma pura conquista com outra moça…depois que o senti só meu é que acho que a perda de interesse começou. Cresci sem atenção de meus pais. A atenção, o carinho, o amor, para mim sempre foram uma disputa…talvez seja isso…, mas eu sinto-me tão em paz com o meu marido, …exceto quando me começa a cobrar sexo. Enfim, …não sei o que faço…não sei se o libero para procurar uma parceira sexual, não sei me forço mais…apesar que cansei de me forçar. Sabem…. Sinto que me estou a fazer muito mal… a minha relação com o sexo é complicada…está tudo errado… muita culpa… Tenho feito exercícios de limpeza, medito, converso com os mestres, mas talvez ainda não esteja “limpa” suficiente para eles falarem comigo. Comecei conscientemente no processo de ascensão em março deste ano. Sempre amei espiritualidade, sempre foi a minha paixão. Mas só este ano tive contato com este blog e com o Sementes das Estrelas. Sou muito grata pela transformação que estou a viver. Sou muito grata pelas vossas orientações. Sou muito feliz. Só queria tirar este peso que a sexualidade (ou a falta dela) está a causar na minha vida conjugal. Bem hajam!


Resposta:

Amada filha, todas nós mulheres, enquanto encarnadas ou não, temos o sentimento de amor profundo em grande intensidade para irradiar ao externo de nós.

Quando a mulher está gestante, mais especificamente após o terceiro mês, é quando passa a aceitar a realidade de que estás carregando uma vida, e o amor começa a irradiar de forma mais intensa do seu coração em direção a esse Ser. Que é parte de você.

Esse exercício, minha amada, é uma oportunidade de cura abençoada, pois você pode olhar essa situação de duas formas. Uma delas é que você ama incondicionalmente um filho, uma vida, que não é você, e está fora de ti. E outro ponto de vista pode ser o fato de que ele é, sim, parte de você, e enquanto estava dentro de ti, você teve a oportunidade de experimentar o amor por você mesma.

Por isso, minha amada, foi que a partir do quarto mês não sentia mais desejo sexual por seu marido. Pois esse desejo era alimentado pela sua carência de amor por você mesma. A partir do momento em que se sentiu amada, pois irradiava todo o seu amor para algo que estava dentro de você e fazia parte de você, então foi quando preencheu toda a sua carência afetiva, toda a sua necessidade de receber amor e aceitação do lado externo. Tornou-se autossuficiente.

Amada, o próximo passo após essa descoberta de que você pode ser a sua completa fonte de amor e aceitação, você passa para o segundo momento, que será irradiar esse amor para fora de você. Mas, para isso, já precisa estar conectada ao íntimo do seu coração, aceitando quem você é. Deixando toda a necessidade de agradar os outros, no esquecimento. Pois você já não precisa mais disso.

Esse segundo passo, minha amada, fará com que consiga começar a trabalhar a sua sexualidade, valorizando você mesma, sentindo-se completa e amada. Dessa forma, poderá também amar de forma completa quem está contigo, o seu companheiro, o seu filho e os seus familiares.

Esse exercício, minha querida, nada mais é do que uma canalização. Você conecta-se com o amor dentro do seu coração. E, sendo uma semente de luz e amor, irradia como um canal esse amor divino para todos. Que passarão também a se sentirem completamente preenchidos do seu amor e atenção.

O amor, minha querida, é a base da felicidade. O ato sexual, nada mais é do que uma expressão divina do amor entre um casal em sua magnitude. É a mais linda expressão de amor, e o que pode proporcionar ao casal a conexão com o divino.

A partir do momento em que começam a praticar o ato conectados ao amor, ao seu coração, ao sentimento mais puro de amor um pelo outro e por vocês mesmos, vocês passarão a experimentar a verdadeira sexualidade, que é natureza de Deus.

O ponto ápice da sexualidade, minha amada, será a sua conexão com o divino. Mas querida, para isso, você precisa desconectar-se completamente do físico. Do visual, da matéria. Deve manter-se conectada ao seu coração sempre. Entregar-se de forma leve e amorosa e manter seu pensamento focado no coração.

Essa é a forma mais pura de relacionar-se sexualmente, minha amada.

Não importará, por um momento, o que o seu parceiro pensa, ou se ele está ou não conectado ao coração nesse momento. Mas sim, importa o que ocorre dentro de você mesma.

Você é um elo de amor entre Deus e o seu meio externo, minha amada.

Você é uma fortaleza de vida e luz. Você deve sempre lembrar-se disso. Do seu poder como mulher, permanecer na sua paz. E somente envolver-se em qualquer tipo de relação mais íntima, quando essa despertar o seu verdadeiro amor.

Se desperta esse amor, minha amada, então está no caminho do seu objetivo. Mas, se já não desperta amor, minha querida, então a escolha será sua, se deseja permanecer em convivência íntima com outros que não ressoam mais com a sua energia, ou se o seu amor somente lhe basta.

Semelhante atrai semelhante, minha querida, e, portanto, não há com o que preocupar-se. Você sempre será agraciada com companhias amorosas no seu nível de vibração. Mas, minha amada, esse processo somente iniciará quando encontrares o amor próprio dentro do seu coração.

Deixo-lhe irradiada na força amorosa do meu coração.

Maria Madalena


ESCOLHA PROFISSIONAL – SEM DIREÇÃO

Gratidão aos queridos mestres e trabalhadores da luz que possibilitam este serviço! Queridos mestres, tenho 34 anos e sou nutricionista. Atualmente vivo uma angústia e ansiedade por medo de não saber escolher um caminho profissional que me faça feliz. Estou muito desiludida com a minha profissão atual por conta dos baixos salários do mercado. Estou pensando em mudar de área e optei pela faculdade de Direito. Sempre tive dificuldades em tomar grandes decisões. Sinto que o medo e ansiedade me impedem de seguir com meus objetivos. Confesso que estou um pouco assustada com a concorrência destes vestibulares de faculdades públicas, pois estou há muito tempo sem estudar os conteúdos necessários para a realização destes exames. Serei feliz nesta nova profissão? Como posso trabalhar estes medos dentro de mim, aprender a ouvir a minha intuição e permanecer focada no meu objetivo? Obrigada!


Resposta:

Querida,

A ansiedade que você sente é porque você olha a cada uma das possibilidades como se fossem realmente importantes, no sentido de serem irreversíveis, ou que poderia estar perdendo tempo por escolhas erradas.

E se simplesmente olhasse como elas são: opções. Opções que te levam a experiências. Porque a vida está sempre se modificando, vocês se modificam e então mudam de profissão, de relacionamento, de cidade e assim é a vida. Essa constante mudança. Não existem opções erradas, mas simples que escolhas que os levam a experimentar. E, a partir desse ponto, você poderia agradecer por todas as escolhas.

Conectando-se com a gratidão por cada escolha que fez, pois foram elas que a transformaram nessa pessoa que hoje se questiona, que quer o melhor. Se agradecer por aquilo que já tem, pelas experiências que teve você começará a ter mais compaixão por você mesma e pelas escolhas que fez e fará. E esse olhar compassivo é o que te mostrará quantas possibilidades possui. Mas não essas mentais que causam ansiedade, mas as opções para o engrandecimento de sua alma. Essa ansiedade que sente começará a se amenizar e o caminho começará a clarear em seu coração. Porque quando aprendemos a confiar na vida e não se preocupar tanto com o que dará certo, começamos a olhar para dentro de nosso coração para que possamos simplesmente viver a vida, honrando as opções que fizemos e buscando novas, não pelo reconhecimento que teremos, mas por quanto isso agregará à nossa alma, a nossa evolução pessoal.

Claro que não diremos qual sua decisão, pois estaríamos tirando sua opção de sentir e então decidir. Mas há algo que poderia te ajudar!

Quando decidiu pelo curso de nutrição você tinha um sonho. Você via a real possibilidade de ajudar as pessoas ensinando-as como se alimentar, como manter a saúde e foi esse sonho que te levou a essa escolha. Mas ao longo do trajeto, as dificuldades te fizeram esquecer esse sonho inicial e a mente então te trouxe novamente ao padrão do duvidar, do não ser capaz de ultrapassar a barreira ao sucesso que almeja. Mas o sucesso que sonhou não é simplesmente financeiro, mas de trazer a cura através da alimentação, às pessoas que cruzarem seu caminho e assim contribuir com o todo.

Foi a partir dessa proposta, desse sonho, da bondade que guarda em seu coração que tomou uma decisão em sua vida. Mas ao longo de tudo e da imposição do mercado, você se esqueceu desse sonho e passou a buscar algo onde a felicidade estivesse em outros caminhos.

Conecte-se com esse sentimento inicial, quando ingressou no curso de nutrição e veja se ele ainda está em seu coração. Se estiver, persevere no caminho, pois o coletivo no Brasil passa por um momento de dificuldade e todos vivenciam essas dúvidas profissionais. Agora, se esse sentimento inicial não estiver mais em seu coração, busque por uma nova oportunidade, mas não que acredite que te atenderá somente do ponto de vista financeiro, mas algo que movimente sua alma. Procure por algo que goste e que talvez já até saiba fazer porque está em seu interior.

Mas antes traga até você o sentimento inicial que te fez optar por essa profissão de nutrição, porque o sucesso será uma consequência desse amor. Todos sentirão esse amor em seus atendimentos e é isso que te fará feliz. Não o sucesso profissional apenas, sem um sonho, sem o amor que te faz vibrar pelo que faz. As dificuldades serão superadas através desse amor por todos que cruzarem seu caminho, sabendo que estará deixando uma luz, uma semente para que possam trilhar uma vida mais saudável equilibrada a partir de sua alimentação. Esse é seu propósito e será esse sentimento que te trará força e fé em continuar nesse trajeto que escolheu.

Você sempre terá o necessário em sua vida, o suficiente, e será com essa confiança, junto do amor que sente em poder ajudar as pessoas que você construirá uma vida profissional de sucesso. Em qualquer área que optar, esse é o caminho da felicidade.

É a partir da consciência de que estamos aqui para evoluir e não para ser bem sucedidos diante dos padrões sociais. A partir desse ponto você se decidirá e a vida abundante que deseja será criada, mas não porque você quis, e sim porque atraiu isso até você a partir de sua confiança e de seu coração.


MEU FILHO

Meu filho mais velho, 42 anos, é uma excelente pessoa, de bom caráter e belos sentimentos. Mas vive com a cabeça nas nuvens, incapaz de traçar um roteiro na vida e segui-lo. Está sempre cheio de projetos mirabolantes que nunca dão em nada, inclusive porque sua determinação e foco são bem fracos. Então, até o momento não tem meios de cuidar da família por conta própria e vive sempre precisando de ajuda.

Desde já, agradecida



Resposta:

Minha amada,

Seu filho está tendo as experiências que necessita à sua própria evolução. Como Mãe, você gostaria do melhor para ele, mas as experiências que ele está tendo são justamente as melhores. Não nos padrões humanos e sociais, mas no nível de desenvolvimento de sua alma.

Seu filho optou por simplesmente viver a vida assim, iniciando projetos sem finalizá-los. Experimentando inúmeros começos e vivendo a vida mais solto, e não há erro nessa forma de viver, pois ele continua a viver com a ajuda daqueles que estão ao lado dele. De uma forma ou outra, ele está tentando criar a vida que almeja a partir dessas experiências e assim aprender justamente a receber ajuda, a enfrentar seus problemas e a viver a vida um dia após o outro. É uma bela experiência!

É que muitas vezes, enquanto pais, projetamos nossos próprios projetos e formas de viver sobre nossos familiares. Vemos muitas vezes neles os sonhos que não realizamos, a forma que gostaríamos de viver, e claro que muitas vezes sabemos que a vida escolhida os levará ao sofrimento.

Mas será justamente esse sofrimento, esse caminho que os fará tornarem-se pessoas melhores. Muitas vezes o que precisamos fazer é honrar a experiência de cada pessoa, permitindo que através delas eles se engradeçam enquanto alma, enquanto mais uma alma que experimenta a vida nesse planeta.

Por muitos anos, seu filho não teve a força dentro de si. Ele sempre iniciava os projetos, mas não tinha impulso em continuá-los. E isso é algo que ele está criando, essa força, esse impulso, onde irá reconhecer-se capaz de fazer. Mas é através do fracasso que essas experiências serão trazidas até ele. Até que canse dessa vida de repetições e crie um projeto que possa concluir e assim realizar os sonhos que possui. Isso está dentro do projeto de alma dessa vida.

Você se sentirá mais aliviada se ver seu filho como simplesmente vivendo a vida que almeja e permitindo que, a partir das dificuldades que ele trouxer à vida dele, que ele se engrandeça. Você não necessita sequer ajudá-lo, pois ao fazer isso está aliviando suas experiências e as tornando mais fáceis de serem superadas. A cada vez que recebe ajuda, ele repete o ciclo do projeto indefinido. E se simplesmente deixasse que ele enfrentasse sua própria vida? Que a partir de sua dor se superasse e assim pudesse criar essa vontade de finalizar seus projetos e trazer o sustento para sua vida? Ao permitimos cada um viver a vida que cria e arcar com suas próprias criações, estamos dando a oportunidade de engrandecimento a todos.

Mestre Serapis Bey

Amada filha, hoje, como diz, seu filho completa 42 anos de experiências repetidas e fracassadas. Envolvido no amor materno e na sua proteção, muitas vezes foi impedido de seguir o seu próprio caminho, exercitando a sua autoconfiança e empoderamento masculino. Distante de uma presença paterna, não teve a oportunidade de adquirir essa confiança, que somente um pai poderia oferecer.

Nós sabemos, minha querida, a sua intenção amorosa em protegê-lo do sofrimento durante toda a vida, mas o afastamento do pai tirou dele a oportunidade de agregar experiências que agora estão faltando no seu coração.

Querida, para ajudar o seu filho verdadeiramente, deve deixá-lo seguir. Deixar que ele assuma a posição de pai de família, oferecendo o seu amor, mas não tomando a frente da postura masculina que ele deve ter e da responsabilidade que ele deve assumir para resgatar a sua própria confiança. Ele terá a sua realização nessa vida como homem, somente a partir do momento que você, minha amada, deres um passo atrás, que deixe-o viver as experiências errando e acertando, mas preenchendo esse vazio no coração que o impede de realizar-se na vida. As experiências estão sendo impedidas de serem vivenciadas, minha querida, por você, pela sua preocupação amorosa de mãe, mas não estão sendo positivas para ele, pois não está permitindo que ele tenha o livre-arbítrio.

Querida, encontre no seu coração a resposta. O amor deve ser oferecido de forma leve e doce, sem cobranças e sem esperar algo em retorno. O amor de mãe, incondicional, muitas vezes pode ser confundido com o sentimento de apego, o que pode tornar-se um sentimento prejudicial se confundido dessa forma, e impedir que as pessoas vivam as suas próprias experiências.

Viva a sua vida, minha querida, de forma leve, e confie, que o caminho do seu filho será iluminado a partir do momento que permiti-lo brilhar nessa estrada de experiências.

Com amor

Portia


MATERIAL DE ESTUDO

Depois de passar pelo despertar, no qual eu entrei em ataques de pânico e ansiedade, fui buscar ajuda em um centro espírita de uma conhecida. Lá me falaram que era médium. Naquele momento, eu não aceitava a ideia de forma alguma, mas fui ao centro, pois precisava saber o que estava acontecendo (ocorreu em 2015). Neste mesmo ano, 2015, fui a uma psicóloga e em nossas conversas sobre a vida, ela me indicou o Sementes das Estrelas, pois eu sempre amei os seres galácticos (tinha medo quando pequeno, devido as histórias de abdução), mas sempre amei o mistério da vida. Mas visitei o SdE para valer agora em 2016, e foi quando, finalmente, li muitas mensagens e uma, principalmente de Jesus, onde me identifiquei muito e comecei minha cura interior. E hoje, apesar de situações que ocorrem em minha vida de medo, etc. eu vivo em Paz interior da confiança em Deus e na Vida.

Parei de ir ao Centro Espírita, onde eu ficava na corrente magnética sem saber o que significava e sentia medo de saber mais… era muito preso a crenças limitantes.

Hoje me sinto mais confiante e feliz em aprender mais sobre a mediunidade. Devido a esse medo e crenças eu apenas lia o livro de Allan Kardec – Evangelho Segundo o Espiritismo, pois tinha medo de saber mais e ser ”atacado” de novo e sentir aquilo tudo de novo.

HOJE eu quero aprender, HOJE eu quero saber, HOJE eu estou pronto, HOJE eu quero fazer minha parte, HOJE eu quero SER a LUZ que vim ser aqui!

Então meus amados irmãos, quero a orientação de vocês. O que fazer? Será bom para mim, finalmente, ler os livros de Allan Kardec, (pois eu tenho todos, kkkkk, mas nunca li.) Me sinto ‘leigo’ nisso irmãos.

AMO VOCÊS!

Gratidão,



Resposta:

Amado, sua busca é válida, muitos passam por esse mesmo processo. A indicação é que siga, sim, esse chamado do seu coração, que está direcionando-o nessa nova fase a leituras que o farão conectar-se ao coração, à caridade e ao amor. As leituras propostas por você, de Allan Kardec, contribuirão, sim, para o seu aprendizado nesse momento, assim como outras leituras similares que o farão ir de encontro ao coração. O Evangelho de Jesus e leituras onde há a irradiação desse amor e do trabalho abnegado de caridade, é o que você deve priorizar para alimentar o seu conhecimento, nesse momento.

Você saberá o caminho que deseja percorrer. Seu coração te dirá o que, quando e onde buscar, porque meu amado, uma vez que somos picados por esse “bichinho do despertar”, nossa vida toma uma outra proporção. Então, não coloque restrições ao seu caminho. Busque os materiais, os livros, terapias, o que seu coração pedir para expansão de seu processo. Faça com o coração livre e aberto, que o resultado será aquele que está programado junto de seus mentores nessa vida.

Mas antes de tudo, busque a você mesmo a cada dia vigiando seus comportamentos viciosos, tentando dia a dia se questionar como se tornar livre de suas restrições. É assim, até o dia que nos entregamos dessa busca, porque até mesmo ela um dia perderá o sentido.

E nesse dia quando estivermos cansados de nossa busca nos iluminamos, porque entregamo-nos ao criador e a criação. E, nesse dia, entregamos nossa vida a Deus como nosso guia, e Ele nos tornará naquilo que somos e estaremos totalmente entregue aos desígnios dEle.

Mas, até aí, vamos trilhando nessa busca de nossa própria melhora, dia a dia, sem restrições e sem julgamento. Assim é o caminho, e apenas nós é que podemos saber como trilhar e o que precisamos buscar. Mas enquanto buscarmos o amor e a caridade, a nossa própria purificação, estaremos na senda de nossa elevação.

Esteja em paz nesse caminho.

Gratidão a todos
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Michelinha OMluz de gaia
Sou um canal em harmonia à luz violeta. Ancoro nesse plano o desejo de elevação planetária pela transmutação de toda densidade que bloqueia o livre fluir da luz e amor nessa dimensão. Em comunhão com os mestres ascensos, seres de luz e a partir da fé humana varreremos e transmutaremos os estados mentais densos em alegria, tranquilidade e amor. Com a ajuda da amada Mestra Portia, coloco-me a serviço da liberação de toda escuridão humana e planetária, buscando ser um instrumento de alivio da dor física, emocional e mental daqueles que se colocarem sob nosso campo de irradiação.


Fonte: http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
 

luz de gaia