luz de gaia   
 
   PERGUNTE AOS MESTRES - "83"
CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO
PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO
PAZ, LUZ E AMOR.
Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini
20 de maio de 2017
 
luz de gaia
  * Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/.
O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.


 
USO DE DROGAS NA ADOLESCÊNCIA

Pergunta:


Amado Pai Divino! Amados Mestres Ascensos! Amadas Hierarquias Arcangélicas. Gratidão pelo vosso auxílio prestado a toda a humanidade, através do Thiago e da Michele, minha gratidão imensa a todos vocês. Minha adolescência ficou marcada pelo caminho nas drogas. Com o consumo comecei a ter delírios e alterações da realidade, além de ouvir vozes de pessoas na minha cabeça. O que aconteceu em todos os meus corpos amados Mestres, que tive que ser internado num hospital psiquiátrico? Tenho 35 anos, ainda hoje tomo Xeplion e gostava de saber para que serve essa medicação, podem me ajudar? O que aconteceu em todo o meu ser e que ainda hoje passo a todos os níveis com o uso das drogas no passado? Este meu vínculo com esta dependência de medicação tem cura? Neste momento estou em processo de tentar me estabilizar a nível holístico. Tenho pensamentos não dignos e não merecedores de viver e ter uma vida saudável, apesar de estar cansado em todas as frentes da minha vida. Sempre fui um coração aberto, espontâneo, e uma das coisas que mais quero nesta minha vida é aprender. Admito que eu seja muito ansioso, demasiado preguiçoso. Fumo tabaco, eu não consigo livrar-me deste vício. Sinto que o desporto me faz falta, mas o cansaço e meus pensamentos ruins atrasam-me o início. Sinto que passei processos emocionais bastante complexos, e também me alienei com esta vivência de ser obsessivo, teimoso, e demasiado autocrítico. Neste momento digam-me, por favor, por onde começo a emendar e a curar-me, já que sofri bastante neste ano transato e no atual também. Sinto uma esperança para minha cura, mas neste momento as minhas próprias exigências toldam-me a visão e a percepção do caminho a seguir. Tenho orado e chorado bastante, por favor, me ajude a aliviar as minhas dores, amados. Gratidão infinita a todos vocês, amo-vos!

Resposta:

Salve filho da luz. Represento nesse momento a luz de Serapis Bey, mas venho numa roupagem mais densa que de um Mestre de luz. Sou Exu Marabô. Venho na linha daqueles que trilharam o caminho de sua própria densificação, para que tivessem a coragem de se conhecer com maior intensidade. E nesse sentido posso te dizer que o que te restringe nessa vida é seu julgamento. Julga seu passado, julga suas atitudes e daqueles que convive. Mas todos esses julgamentos são apenas espelhos que refletem sua dor. Você observa esses espelhos e os traz para si mesmo com um olhar duro de julgamento. Nas linhas do exu todos nós trilhamos caminhos de dor, de falta de compreensão, mas de nosso profundo sofrimento encontramos a luz para trabalhar em nome de Jesus e de todos aqueles seres de luz que hoje trilham seu próprio caminho. Precisa compreender que tudo isso que descreve é a impressão que traz da matéria, são os valores que absorveu como certo e errado. Foram os valores sociais que incorporou. Precisa compreender que a alma não usa tabaco, medicação nem drogas. Tudo isso está apenas ao nível físico, jamais da consciência. Esse é o caminho de sua libertação, assim como foi de minha própria, compreender que os valores sociais nada dizem sobre a luz de nossa alma. Tudo isso se apresenta como ilusões que novamente nos conduzem ao julgamento. Julgamento esse que se reflete no olhar que temos das atitudes de nosso irmão. Você está livre meu irmão, basta que aceite isso e se desvincule de tudo que te prende nesse mundo. Siga em paz.

Exu Marabô

ESTOU NO CAMINHO CERTO?

Pergunta:


Mestres, muita gratidão por toda ajuda recebida e por toda luz que nos enviam em todos os momentos. Gostaria muito da ajuda de vocês. Desde criança sinto o chamado do mundo espiritual. Fui uma criança totalmente diferente dos meus irmãos, e até hoje continuo sendo bem diferente da minha família. Quando criança tinha facilidade de contato com a natureza, conversava com o vento, e adorava ficar ao ar livre, junto de plantas e animais. Tinha muita facilidade para meditação e projeção astral. Mas depois da minha adolescência, tudo isso se perdeu. Tive crises depressivas sérias, nada parecia ter sentido para mim. Tratei-me com parapsicologia e melhorei, mas constantemente preciso lutar para não cair no desânimo novamente. Tenho dificuldade de concentração, mas estou trabalhando nisso, e acho que consegui melhorar um pouco. Minha vida profissional é minha grande frustração. Já trabalhei com muitas coisas, e nunca me senti plena e realizada. Depois de um tempo eu desanimo e acabo largando o trabalho. Frequentei durante doze anos um terreiro de Umbanda, que há pouco mais de dois anos, descobri não ser exatamente o que eu pensava, passei a não concordar com as condutas lá adotadas e me desliguei. Mas a Umbanda para mim é e sempre será minha religião. Há seis anos fiz minha iniciação em Reiki, porém nunca havia atendido pessoas fora do meu círculo de amigos e familiares. Este ano por uma série de acontecimentos que acredito não serem coincidências, montei um quarto em minha casa e atendo as pessoas com Reiki por um preço modesto, para poder ajudar o maior número possível. Estou feliz, tendo bons resultados, e gostaria muito de seguir por esse caminho, mas por vezes a insegurança me assalta. Mestres, eu gostaria de saber se estou no caminho correto, se devo seguir com o Reiki, e se posso tornar isso um meio de sustento material para minha vida? Terei capacidade para honrar essa tarefa? Tenho em mim o profundo desejo de tornar nosso planeta um lugar melhor, mesmo que seja muralha por migalha. Se for possível gostaria de saber também se devo procurar outra casa de Umbanda para frequentar ou se sigo com minha fé e meus estudos como venho fazendo? Gratidão!

Resposta:

Minha amada filha. Resplandeça o coração de luz e o torne seu templo, sua orientação. Não necessita de grupo, religião, apenas precisa se ancorar em seu templo maior, o amor que traz dentro de ti e o transforme no bálsamo daqueles que te procuram. Não crie expectativas quanto ao caminho. Deixe que ele se desenrole e siga naturalmente pelo caminho do chamado do coração. Como é simples o caminhar à luz, não necessita de nada além do amor do coração e de doar para que ele se expanda e se torne uma linda estrada de luz. Ao se vincular à religião filha, trouxe o aprendizado necessário para que esse chamado se torne forte dentro de ti. Chegou um ponto que transcendeu esse estágio e compreendeu o verdadeiro caminhar à luz. Permita que o passado se vá, deixe que o novo resplandeça sua alma e esteja em paz. Sou sua Mãe Maria e estarei sempre junto a ti, essa é minha promessa.

Mãe Maria

COMO AJUDAR MINHA MÃE?

Pergunta:


Gratidão pela oportunidade, Mestres. Minha mãe teve câncer de mama há mais de 10 anos e teve que retirar todo o seio. Ano passado surgiu a chance de reconstituir a mama por meio de um mutirão que ocorreu na cidade. Ocorre que o corpo dela rejeitou o enxerto feito com a própria pele e com 20 dias teve que tirar. Com 4 meses ela refez a cirurgia tirando músculo, pele e gordura da barriga, mas não cicatriza totalmente, não está tendo rejeição, mas parte da mama, o umbigo e parte da barriga não cicatrizam, está muito feio e com um buraco enorme. Ela não está com déficit de vitamina e está sendo assistida por um ótimo cirurgião. Eu aplico Reiki nela, cura quântica, cromoterapia, fiz um curso de Magnified Healing para ajudar, mas parece que nada adianta. Estou me sentindo impotente e um pouco descrente. Ela está sofrendo muito, está toda mutilada e em carne viva. Isso está me abalando profundamente. Porque não está dando certo? Estou fazendo errado? O que posso fazer para ajudá-la?

Resposta:

Filha. Estais a olhar para sua mãe a partir da carne. Olha o externo. E isso te causa dor. Algumas situações simplesmente não são compreensíveis ao olhar da matéria, e digo que a partir desse olhar elas te causarão profundo pesar. Mas se pudesse observar tudo isso a partir de seu corpo de luz compreenderia o resgate que ali ocorre. Sim minha amada, muitas vezes a dor é o estágio de purificação e liberação do espírito. O espírito preso à matéria necessita muitas vezes passar pela chaga do corpo em um estágio de profunda limpeza dos registros. O que vê externamente é nada mais que um estágio de aprendizado para que então aqueles pensamentos de restrição possam ser finalmente limpos e liberados. Esse é o caminho da matéria que nos conduz à liberação das dores da alma e usa como instrumento o corpo físico que Deus nos concedeu com tanto amor. O corpo, filha, é transitório e será curado juntamente com a cura da alma, com a transmutação dos elementos mentais que a conduziram a esse estágio. O seu papel é estar junto, prestar o auxílio físico necessário, mas sem entrar naquilo que a matéria lhe mostra. Deve sim, como filha, dar seu carinho nessa situação. Mas o desafio é que observe essa experiência a partir da eternidade da vida, com confiança e fé, de que acontecerá sempre o melhor. Esteja nessa confiança e transborde sua sabedoria irradiando seu amor, acompanhando tudo sob a perspectiva da eternidade da vida. Esteja em paz.

Sou Mestra Nada

 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
 

luz de gaia