luz de gaia   
 
   PERGUNTE AOS MESTRES - "170"
CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO
PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO
PAZ, LUZ E AMOR.
Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini
10 de novembro de 2017
 
luz de gaia
  * Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/.
O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.


 

MEU MARIDO ME TRAI?

Pergunta:


Agradeço aos Mestres por esta oportunidade. Deixei o meu trabalho estável, porque não consegui deixar minha filha em casa, não quis que ela estivesse sendo criada por outra pessoa que não fosse eu, e neste momento me sinto estagnada, pois escolhi seguir um caminho profissional totalmente diferente, onde estou tentando terminar o curso e iniciar do zero. Tomei a decisão errada? Porém não sinto forças para continuar, às vezes os afazeres da casa e de minha filha já são o suficiente para me sentir exausta. Sinto falta de trabalhar, mas não quero colocar minha filha na creche, pois agora não temos renda alguma, ou seja, me sinto presa porque não posso tomar nenhuma atitude e dependo de tempo, e meu companheiro agora pediu um tempo para as coisas dele, que eu não coloco muita fé, eu sinto que ele pode ter me traído, por isso não consigo me desvencilhar desse sentimento, e acabo querendo puni-lo o todo o tempo. Tomei a decisão errada de parar de trabalhar? Estou deixando de valorizar meu companheiro? Sinto-me perdida e sozinha. Agradeço de coração por ter este espaço iluminado, que sempre me responde com carinho. Gostaria de saber se existe mesmo alma gêmea. Sinto um vazio enorme e às vezes sonho com pessoas muito afins e sinto paz. Tenho um amigo que amo muito, e desde que senti isso não me desapeguei da ideia de que temos muito em comum. Não existe um dia que não pense nele. Porém, devido às circunstâncias atuais, não pude investir para descobrir se realmente poderíamos dar certo. Certo dia uma taróloga me disse que teríamos uma vida juntos, talvez por isso eu seja tão apegada, por favor peço uma resposta para acalmar meu coração.

Resposta:

Filha amada. A carência é o que causa todos os sintomas que tem sofrido. Deixaste de seguir a sua caminhada e sente-se frustrada por não ter tido a oportunidade de encontrar a si mesma em uma atividade. E isso faz com que acabe refletindo esse comportamento em forma de carência nas suas relações. A relação entre a mãe e uma criança, é sempre recebida de forma amorosa, a criança necessita de se sentir amada. Mas haverá o dia em que não mais será aceito que projete a sua carência naqueles que ama. E isso surge em ti porque não se deu a oportunidade de ser você mesma. O sentimento que é despertado por outras pessoas, a busca pela alma gêmea e até a busca por respostas com uma taróloga, mostra que a sua verdadeira busca é apenas do encontro consigo mesma. Apenas necessita despertar para essa verdade, e com isso passar a se observar. Com isso perceberá que todos os sentimentos despertados, têm raiz na insatisfação interior com a sua própria vida. Busque apenas se encontrar. Direcionar a sua vida para o seu propósito, para aquilo que sente amor. E perceberá que todos esses personagens de sua vida, se encaixarão cada um de uma forma perfeita, mas você passará a compreender que eles estavam apenas sendo eles mesmos dentro do seu círculo familiar. Apenas relaxe e se entregue para o que o seu coração mostrar, sem medo. Perceba que as desculpas e explicações são apenas formas de se desviar do seu caminho. Transcenda o medo e vá de encontro com o seu propósito.
Sou Rowena

MEU PAI DESENCARNOU HÁ ANOS, EU QUERO SABER SE ELE ESTÁ BEM, SINTO A SUA FALTA

Pergunta
:

Gostaria de saber se me pai está bem. Ele desencarnou há muitos anos, e sua falta e muito grande, no entanto nunca tive contato com ele. Obrigada.

Resposta:

Filha. Primeiramente busque dentro de si mesmo o que move esse sentimento. O que impede que seja feliz em sua vida no aqui e agora e na convivência daqueles que estão perto de ti? O sentimento que a leva a buscar saber como está alguém que não está mais perto de ti, é a não aceitação do aqui e agora, a fuga da convivência com aqueles que estão no seu meio, e que se estão, é devido ao fato que necessita ainda trilhar um caminho de aprendizado ao lado deles. É comum que alguns filhos virem o olhar em direção àqueles que se foram, permanecendo a cultivar dentro de si mesmos a sensação de nostalgia, enquanto as novas experiências e pessoas brilham diante de si, mas se recusa a olhar. Perceba que o novo é o agora. E o que passou foi necessário ao seu aprendizado e daqueles envolvidos, mas que permanece apenas como lembrança de um carinho no coração, e a trazer a sabedoria obtida de tal convívio. Lembre-se que tudo é válido, enquanto lembrado com amor e sabedoria. A tristeza que nasce da lembrança, a preocupação, são apenas fugas do momento presente, é quando se recusa a olhar dentro de si mesma para aquilo que precisa ser limpo, transmutado, para aceitar o aqui e agora. Observe a si mesma e trabalhe na limpeza e transmutação daquilo que a impede de ficar apenas no aqui e agora.
Sou Pórtia


SINTO-ME INCAPAZ DE SEGUIR, SINTO-ME INSUFICIENTE

Pergunta:

Mestre, eu estou passando por turbulências, muito trabalho, estágio e faculdade. As notas ultimamente têm me feito me sentir insuficiente, o que agrava para outros âmbitos de minha vida. Fico com receio de ser insuficiente nas minhas relações mais íntimas, medo de extravasar, e de certa forma parecer aos olhos do outro, uma pessoa frágil, chata, pesada. Acabo me sentindo melancólica, pesada e sem esperança. Não sei como calar as ideações negativas de que não sou capaz, sendo que sempre me senti e me forcei a ser muito autossuficiente e segura de mim. Não sei como fazer desse momento uma reconexão comigo mesma. Grata.

Resposta:

Salve,fia! É fia, o pai velho tá aqui pra mó di trazê umas palavrinha de amor pra fia. Lembra fia, quando era pequenininha e vivia a recebê o amor da mãe? O amor dos familiares? Lembra como era bom vivê dentro desse núcleo, onde não tinha necessidade de cobrá tanto de si mesma, e as mais pequeninas demonstrações de capacidade e de aprendizado, eram vistas como grandes conquistas pelos adultos? Quando aprendeu a andar, quando aprendeu a comer, quando aprendeu a viver sem fraldas, tudo isso era muito amado e apreciado pela sua família, lembra fia amada? Então, a fia apenas precisa lembrá quando foi que a fia tomou para si grandes metas, grandes cobranças diante da vida, quando foi que criou para si mesma a necessidade de que precisava sempre carregar mais e mais fardos, heim fia? Tudo isso que a fia carrega, é porque não quer perder a imagem que criou da menina forte, que faz tudo certinho e é uma boa menina, né fia? A fia não quer arriscar mostrar que é apenas humana e também tem necessidade de receber amor. Toda essa busca e afirmação de que é boa e correta fia, e o sofrimento que vive diante de uma experiência onde não é recompensada, é apenas para que aprenda a desapegar dessa cobrança que criou para si mesma, fia. A fia é forte, é autossuficiente, é uma boa menina, é inteligente e amorosa, uma boa companhia e muito capaz em tudo o que realiza, mas ainda assim fia, a fia é movida pelo amor, e se esqueceu de se deixar ser acolhida, de se deixar receber esse amor, fia. Vóismicê percebe o que o véio tá trazendo né fia? O véio sente o seu coraçãozinho envolvido em uma nuvem negra, que será limpa a partir do momento que se permitir receber o amor. E sabe quando nos abrimos pra recebê esse amor, fia? Quando mostramos que somos frágeis, que somos suscetíveis ao erro, que somos carentes de amor. Aceitamos as nossas fraquezas. Porque não precisamos ser super heróis, ainda. Um dia seremos, super heróis fortes e independentes, mas a caminhada é longa, fia. E o pai véio vem aqui pra lembrá a fia, de que não tem nada de errado em mostrar a sua fraqueza, fia. Seja a verdade diante daqueles que te amam. Não tema mostrar o que sente, de mostrar que também é vulnerável e assim deixe sair toda essa nuvem negra do seu coraçãozinho que tem pesado tanto na sua vida, fia. Deixe sair tudo isso, e permita que a ajuda chegue para você. Deixe que os outros também tenham a oportunidade de demonstrar o seu amor, e que estão aqui para te amar e te cuidar, te amparar, fia. A fia se fortalecerá apenas quando soltar todo esse peso que carrega aí no coração. Quando dissolvê a ilusão de que precisa ser autossuficiente e forte, que não precisa mostrar sua fraqueza pra ninguém, fia. Seja apenas você mesma, fia. Permita que os outros participem da sua vida de forma verdadeira, a terem oportunidade de mostrar o quanto podem fazer por vóismicê. O pai véio tá sempre com voismicê, trazendo meu amor, fia. Salve mamãe das águas. Salve os pretinho véio. Salve o povo de Aruanda! Salve!
Pai José de Aruanda


POR QUE SINTO TANTAS DORES?

Pergunta:

Queridos Mestres. Estou grata pela vossa ajuda. Gostaria que me ajudassem a compreender o porquê de tanta dor, e o que eu posso fazer para que desapareça. Aos 40 anos comecei a sentir dores nas costas, essas dores têm vindo a se intensificar e espalhar pelas costas, são constantes, já procurei ajuda, tendo até recorrido à acupuntura, faço yoga, meditação e caminhada, mas não melhoro, já lá vão 14 anos nisto. Dormir, eu não consigo, ao me deitar à noite, por volta da meia noite, durmo somente até às 4 ou 5 da manhã, a partir daí tenho TANTAS dores nas costas, e dormir nada, chego a acordar cansada. As dores são somente nas costas, de alto a abaixo, se estou muito tempo numa mesma posição, as dores começam a aumentar de tal maneira que tenho que me mexer, tenho momentos de desespero e choro de tanta dor. Não sei o que fazer, às vezes as forças são poucas. Durante o dia continuo com as dores, apesar de não serem tão intensas, ando nisto 24 horas por dia, já não sei o que é viver sem dores. Por que eu tenho isto, o que fiz ou faço de errado e o que eu posso fazer no sentido de melhorar a minha condição de vida, sofro em silêncio e por vezes tenho a sensação que já não aguento. Grata pela vossa ajuda e conforto que certamente me ajudará a superar este estado. Bem haja a todos os envolvidos.

Resposta:

Filha. Traz restrições em seu interior de outras moradas. São registros de épocas que se foram. Ficou aprisionada nesses sentimentos e hoje sente a dores de algo que ficou. Para liberar essas dores precisa iluminar antigas restrições aprisionadas em seu akashico. São conexões da alma e não do corpo. Procure por terapeutas que sejam capazes ou tenham abertura para movimentar registros adormecidos em seu interior, isso auxiliará o processo de cura. Mas a dor filha, é apenas o reflexo daquilo que guarda dentro de si mesma, é a ponta, a catarse do que veio a purificar. O processo pode ser acelerado com a ajuda adequada, onde a partir da iluminação desses registros, progressivamente sentirá o alívio a se instalar em ti.

Sou Mirian
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
 

luz de gaia