luz de gaia   
 
   PERGUNTE AOS MESTRES - "100"
CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO
PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO
PAZ, LUZ E AMOR.
Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini
21 de junho de 2017
 
luz de gaia
  * Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/.
O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.


 
COMO TRATAR PENSAMENTOS OBSESSIVOS

Pergunta:


Gratidão queridos mestres e canalizadores. Tenho 29 anos e sofro com muitas angústias, não consigo deixar fluir. Mas, um fato em específico me adoece de sofrimento, quando tinha 11, 12 anos comecei a ter pensamentos obsessivos que não tinha controle sobre eles, eram pensamentos terríveis de coisas que eu abominava, relacionados a mortes, assassinatos, pornografia, esses pensamentos eram muito voltados para pessoas que mais amo, mais ainda em relação a minha mãe, que tanto amo, tudo que mais me entristecia e me assustava, e eram acompanhados com impulsos do mesmo tema, tinha medo de perder o controle. Entrei em depressão e pensei que estivesse ficando louca. Foi necessário buscar ajuda espiritual e médica, os médicos me diagnosticaram com TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) com predominância de pensamentos intrusivos. Com os tratamentos da desobsessão espiritual e a medicação indicada pelos psiquiatras, praticamente fiquei sem os sintomas. Mas, daqueles anos até os dias atuais, tive umas 2, 3 recaídas e todas elas me fazem sofrer muito. Já tentei tirar a medicação alopática com o acompanhamento de um médico homeopata, mas não deu certo. Agora estou fazendo tratamento com um médico psiquiatra homeopata e estou tomando a medicação alopata e homeopática, o objetivo nosso é ir diminuindo a medicação alopata, porém, nessa diminuição, os pensamentos e um pouco dos impulsos (aqueles terríveis), estão voltando. Não quero mais ter isso, por favor, como faço? Acho que uma das piores dores que o ser humano pode sentir é ruminar sobre coisas que ele abomina, e que vão contra seus valores. Um dia quero ter filhos, mas tenho medo de ter esses pensamentos negativos em relação a eles, se for para ter esse tipo de pensamento em relação a eles prefiro não os ter. Os médicos aqui na Terra falam que é uma doença sem cura que só existe o controle. Sei que várias pessoas sofrem disso, mas têm vergonha, como eu, de dizer sobre essa doença, pois é muito assustador. Espero que quem sofra disso e está lendo minha pergunta possa ser também ajudado de alguma forma. Não quero mais ter isso, por favor, como faço?

Resposta:

Filha. O que traz são lembranças de registros do passado, gravados no seu registro akashico que refletem em sua mente na matéria enquanto encarnada. Você precisa de fato sentir esses sintomas, encarar com coragem esses pensamentos até que vá os domando, os dominando. É como se existissem duas pessoas, a pessoa você do presente e a outra que está aí contigo apenas para que aprenda com o seu exemplo. Enquanto negar os sentimentos, não poderá dominá-los. Esses pensamentos e sensações chegam pelos fios energéticos que a liga aos registros akashicos, mas apenas poderá ser feito um trabalho de acesso e iluminação desses registros, quando de fato você não mais se identificar com essas sensações, e isso será alcançado apenas quando permitir sentir para então dominá-las. Você, aos poucos e com o acompanhando do médico homeopata, vai retirando a medicação que até hoje a impediu de sentir esses sintomas, para que vá se abrindo gradativamente a olhá-los. E então aos poucos vai domando esses sentimentos, um a um, até a chegada do momento em que eles não mais a dominarão. Quando esse momento chegar filha, estará pronta a iluminar o registro de alma que grava essa lembrança, para que se transforme em sabedoria, e aglutina-se a experiência, tornando-a mais sábia. Esse é o processo pelo qual todos os encarnados também passam, mas no seu caso tem a abertura das informações de maneira mais intensa, pois assim decidiu que fosse, para que consiga transcender todas essas inclinações inferiores ainda nessa encarnação. Tudo ocorrerá conforme planejado. Apenas continue com o tratamento de homeopatia, sem cobrar-se por um rápido resultado, amando a si mesma dentro das próprias limitações.

Sou Serapis Bey


SENTIMENTO DE NÃO PERTENCER A ESTE MUNDO

Pergunta:


Queridos Mestres, nos últimos anos tenho olhado para dentro e a espiritualidade é para mim um bem essencial, sinto e sei que mudei muito. Trabalho com Reiki, taças tibetanas, cama de cristal e meditações às pessoas que me procuram, por vezes sinto-me extremamente motivada e muito alegre, mas outras vezes sinto-me vazia, sozinha, como se algo me faltasse e não sei o quê, só quero me isolar, estar em meditação por tempo indeterminado, dou por mim às vezes em silêncio por mais de duas horas. Sinto-me como se não pertencesse a este mundo, vazia a querer estar somente em contato com o Divino, mas tenho essa vida, marido e 3 filhas. As tragédias do mundo, e não são poucas, afetam-me muito, sinto muito, cheguei a chorar de compaixão pelos outros, faço orações pelo mundo, vejo muito pouca televisão. Reconheço que me sinto muito bem quando estou no meio de pessoas espirituais e estamos a falar sobre o assunto ou numa prática, mas depois. Será que estou errada em sentir tudo isto? Por que me sinto por vezes vazia e sozinha, sendo certo que nunca estamos sozinhos, mas é o que sinto? Será que estou no caminho certo ou estou a fazer alguma coisa de errado? Como posso melhorar todo o meu sentir e fazer? Grata a todos os Mestres e aos canais pelas palavras sábias.

Resposta:

Filha, eu sou Rowena, uma irmã de amor. Venho hoje nas asas do amor a lhe trazer um pouco de alívio aos seus dias, e acalmar esse coraçãozinho aflito. Apenas se solte para ser o que você é. Não se cobre e não se julgue por apenas sentir. A busca pelo equilíbrio faz com que por momentos esteja rodeada de pessoas, e por outros esteja sozinha, é natural. Você busca naturalmente esse equilíbrio, para que permaneça sempre em paz. A busca para estar em silêncio consigo mesma, é para que esteja sempre una com a sua verdade enquanto estiver se relacionando com as pessoas em outros momentos. Essa é a sua natureza e você encontrou a sua forma de se equilibrar. Apenas aceite sem julgamento. Isso é natural e faz parte da humanidade, a adaptação a dois meios, o padrão mental e o da consciência, mais leve, faz com que necessite vivenciar um pouco de cada energia. Mas apenas necessita se livrar do autojulgamento. Está tudo certo, minha querida, continue seguindo a sua intuição e aceitando a sua natureza, sabendo que vive uma nova fase, onde o velho deixa de fazer sentido e o novo resplandece. Mas para isso passa por um período de transição aonde irá se questionar sobre tudo aquilo que vivia e do novo que agora surge em sua vida. E esse questionamento a conduz justamente a questionar a todos, a duvidar do modelo hoje existente. É um processo absolutamente natural. Mas para o transcender deve compreender que vive no planeta, de trazer de volta a sua humanidade, deixando de se identificar com os personagens que vivia. Você resgata esses personagens, vive junto deles, mas não mais se identifica. Isso é viver com liberdade, sem julgamento, apenas sendo amor por onde for. Aos pouco reconhecerá esse amor tão prevalente em ti, que como a água, estará no meio dos ambientes, infiltrando-se, mas mantendo sua paz, sua verdade. Retomará, então, o sentimento de unidade, de fazer parte do planeta, se estar se utilizando em um corpo, mas sabendo que é uma realidade transitória em sua vida e que sua consciência não está presa a essa dimensão, pois ela é livre. Então você retomando essa consciência de unidade viverá sua humanidade, com amor, mas com liberdade de manter sua autenticidade diante de tudo. Esteja em paz.

Sou Rowena



PORQUE NÃO CONSIGO GOSTAR DE NADA DO MUNDO MATERIAL?

Pergunta:


Amados Mestres, saúdo a todos! Tenho muitas perguntas, dúvidas e inquietações, como todo ser humano, mas gostaria de saber por que não me encontro em nada, e não consigo gostar de nada. Porque essa fobia e enjoo em ônibus? E porque o medo de que alguém me agrida fisicamente? Porque me sinto tão fraca e tão longe desse mundo material? Nada me preenche. Gratidão.

Resposta:

Filha. Trabalhe aos poucos a sua aceitação do mundo material e da realidade onde vive. Não se cobre em ser o exemplo ou mesmo em seguir os passos daqueles que vem lhe trazer conselhos. Lembre-se que apenas um ser sabe da sua verdade, e esse ser é você mesma. Você conseguirá atingir o estado de equilíbrio e paz, mas esse será alcançado apenas com a sua conexão com a sua divina presença Eu Sou. Comece aos poucos a alimentar o gosto pela vida material, e a melhor forma de trabalhar essa adaptação inicial, é procurar estar sempre junto da natureza. Procure estar junto dos elementais. Sempre em ambientes abertos, em contato com plantas, água. Procure carregar contigo um amuleto energético, que é um apanhado de ervas e pedras que se apresentem diante de você, pois você saberá quais carregar pela sua intuição. Procure renovar o seu amuleto diariamente. Carregue contigo sempre um pouco desses elementos, que serão para ti a lembrança da conexão com o planeta e a matéria, mas de forma suave. Procure alimentar o amor pela vida e pela natureza. Com o tempo esse amor e essa segurança trarão a você a força necessária para adaptar-se a outras formas de relacionamento e conexões materiais, mas tudo a seu tempo. Por enquanto, trabalhe apenas essa conexão, e escute o silêncio. Siga a sua intuição.

Sou Rowena


PORQUE ME SINTO DIFERENTE DE TODOS?

Pergunta:


Sinto-me perdida, gostaria de saber por que, desde pequena me sinto diferente de todos, sentimento de inferioridade e sinto sempre precisar estar numa religião para me sentir forte. Gratidão!

Resposta:

Filha saudações, eu sou Mestra Nada, uma irmã de amor. Gostaria de lembrar que esse é um estado natural da própria evolução da vida. Pois algumas pessoas, digamos assim, vêm envolvidas por uma armadura maior, para que no momento adequado desabrochem em seu propósito. Vocês, filha, vieram em uma grande família para ajudar o planeta e assim se ajudarem. Enquanto alguns iniciam o trabalho, outros aguardam sua vez, para que tudo esteja adequado ao seu verdadeiro despertar. O que sente é sua própria energia ainda adormecida. Mas não se assombre com esse fato, pois tudo é perfeito. Mas saiba que em dado momento sentirá o chamado em seu interior e, assim como o rio se desloca ao mar, você será chamado ao trabalho, para servir junto de outros irmãos de sua família de alma que já iniciaram o propósito. Agora, filha, apenas acomode esses sentimentos em seu interior, com confiança que algo maior a aguarda, que o trabalho, aquele verdadeiro que veio a desempenhar, ainda não se iniciou, mas que em breve sentirá uma nova estrela a te chamar. E esse chamado será tão forte que o reconhecerá imediatamente. Apenas esteja em paz, em confiança, que tudo está na mais perfeita ordem.


Sou Mestra Nada


 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br
 
Gostou! Indique o site para Seus Amigos.
 
 

luz de gaia