MERKABAH PARA MERKIVAH
AS ÁGUAS CRISTALINAS DE SHASTA
Uma mensagem de Metatron canalizada por Tyberonn
16 de maio de 2008
 
Saudações, Eu sou Metatron, Senhor da Luz, e saúdo cada um e todos vocês.

Queridos, nós lhes dissemos que o campo eletromagnético humano está sendo estendido e puxado pelas crescentes energias do seu planeta. Falamos que, para funcionar dentro do Campo Quântico Cristalino que está sendo oferecido dentro da Grade Cristalina-144, a aura humana deve ser transformada na máxima capacidade freqüencial do campo merkábico cristalino.

MERKABAH PARA MERKIVAH

Agora lhes dizemos que o potencial geométrico da Merkabah está se expandindo para além da estrela tetraédrica de oito pontas. Agora é possível transformar a Merkabah freqüencial na Merkivah: a estrela de 12 pontas e, na verdade, para alguns de vocês, na estrela de 24 pontas da Maestria. Para fazer isto são necessários: intenção, clareza e trabalho concentrado. Isto ocorre através de vários processos que envolvem a unificação trina de corpo, mente e espírito. Isto implica em alcançar a impecabilidade. Mas a impecabilidade não pode ser conseguida sem o pré-requisito indispensável da metamorfose da trindade. A própria estrutura dos eletromagnetos da Ascensão, que estão pulsando cada vez mais poderosamente através dos pontos da infinidade, via Grade Cristalina 144, está expandindo o campo magnético de vocês. Isto está acontecendo, Mestres, quer o reconheçam ou não. Portanto nós lhes recomendamos que prestem atenção e reconheçam a necessidade de entender a mecânica desta transformação. Na verdade, o diferencial energético entre a freqüência eletromagnética da Ascensão e o do seu campo áurico precisa encontrar o equilíbrio. Isto é física básica, ou talvez metafísica!

DESEQUILÍBRIO DA ASCENSÃO

Queridos, quantos de vocês estão sentindo a aceleração do tempo? Quantos de vocês estão tendo dificuldade para dormir? Vejam, o centro cristalino do planeta agora está girando mais rapidamente. A proporção do torque externo da Terra no seu eixo mudou em relação ao giro crescente do centro interno. Isto está afetando o continuum do tempo, e na verdade, todos os seus campos eletromagnéticos. Seus campos áuricos estão mudando de pele. Este processo vai se intensificar nos próximos três ou quatro anos. Nesse ínterim, seus campos áuricos podem desenvolver rachaduras, enquanto expandem para freqüências maiores. Isto pode criar o que chamaríamos de "Desequilíbrio da Ascensão". Vocês precisam entender isto. Isto pode criar uma perda temporária de energia, levando a distúrbios do sono e fadiga crônica.

Existem muitas ferramentas que ajudam neste processo. Já falamos de muitas destas ferramentas: Terapia Mickel, pedras preciosas, locais sagrados, pontos de infinidade, quartzos cortados na proporção phi, freqüências sônicas puras, e também certas águas vivas.

ÁGUAS VIVAS DE SHASTA:

E assim, nesta reunião, vamos falar das nascentes do Monte Shasta; na verdade, das nascentes masculina e feminina – a branca e a vermelha – localizadas na área atualmente chamada de Stewart Mineral Springs (Nascentes de Água Mineral Stewart). Agora estas águas vivas e conscientes assumem um papel mais grandioso, agora estas nascentes se oferecem para desempenhar um papel na Ascensão deste planeta. Isto, especificamente através da projeção do campo cristalino e da aceleração da transformação do campo eletromagnético humano na sua necessária expansão que, conseqüentemente, facilitam a transformação do campo áurico na freqüência mais elevada da forma merkábica.

MONTE SHASTA:

Falamos com vocês recentemente sobre a missão especial que o Monte Shasta – o mais poderoso complexo energético da América do Norte – assumiu na Ascensão; a missão de equilibrar a energia excessivamente masculina da Atlântida com a energia excessivamente feminina de Mu [LeMúria]. Dissemos que a essência de Shasta é fundamentalmente a do Masculino Divino, fundamentalmente atlante, no entanto ele está localizado numa região de terras femininas da antiga LeMúria. Desta forma, Shasta projeta o equilíbrio do masculino e feminino na dualidade. Vocês sabem que a perfeição, a maestria que procuram, não pode ser alcançada nem na predominância do masculino, nem na predominância do feminino, mas no equilíbrio dos dois.

Bem, Shasta se expressa energeticamente em mais locais do que simplesmente os picos e vales superiores da montanha sagrada. Na verdade, a energia se estende por todo o enorme maciço, no total equilíbrio daquilo que pode ser denominado exclusivamente de complexo chácrico de Gaia. Esta é uma expressão especial, mas existem outros complexos de portais-vórtices vivos, que se expressam em padrões semelhantes. Estes incluem o Lago Baikal no leste da Sibéria, Lago Titicaca na Bolívia-Peru, Torres del Paine no Chile, Kilimanjaro na Tanzânia, Bali na Indonésia, Monte Cook na Nova Zelândia, Tasmânia na Austrália, Fuji no Japão, Monte Kaleish no Tibet e Monte Araphat na Turquia, para citar os mais importantes

DISCO SOLAR EM SHASTA

Falando especificamente de Shasta, existem importantes satélites, ou expressões de vetor energético no seu campo, que contribuem significativamente para o padrão energético geral da ativação destas áreas no padrão de 12 hélices, denominado Disco Solar Dourado. Isto inclui Castle Crags, Stewart Mineral Springs, Glass Mountain, Dunsmuir-Hedge Creek Falls, Sacramento Headwater Springs, Panther Meadows, Squaw Meadows, Mossbrae Falls, McCloud Falls; McArthur-Burney Falls, Black Butte, e determinadas cavernas em Lava Beds National Monument. Cada um contribuindo com uma freqüência, uma freqüência singular, que se combina para formar um padrão de hélice de 12 filamentos na cratera e no cume. A hélice energética de 12 filamentos é o que vocês chamam de Disco Solar Dourado. Este, na verdade, é um padrão energético oposto a um disco, no entanto, ao ser observado pode ser interpretado como tendo a aparência semelhante a de um disco.

Queridos, expansões maiores ainda esperam por vocês nesta área. Já lhes dissemos antes que, no interior dos abismos profundos do Monte Shasta, encontra-se um dos grandes cristais atlantes. Ele foi colocado ali antes que as ondas cobrissem as terras de Poseida, a proclamada Cidade Esmeralda da Atlântida. Ele dorme numa caverna profunda e cristalina, muito abaixo do vasto maciço do Monte Shasta. E vai despertar, pelo plano divino, em 9 de setembro de 2009. Ele era chamado de Cristal da Multidimensionalidade e tem uma proporção gigantesca. Está guardado pelos seres de Sírius B, cuja base cavernosa está situada profundamente abaixo dos cumes de Stewart Mineral Springs. Falaremos sobre isto no mês que vem.

ATIVAÇÃO DA NASCENTE CRISTALINA E DAS NASCENTES MAGNÉTICAS DE SHASTA

Agora as nascentes de Stewart Mineral estão ativadas em seu papel exclusivo que se estende a todos que as visitam. Falamos anteriormente sobre a necessária expansão do campo áurico humano, que está ocorrendo na Ascensão. A pulsação planetária está se acelerando e está afetando-os, queridos, de inúmeras formas. De certo modo, o que está acontecendo através das energias de ascensão está ampliando suas capacidades freqüenciais, de modo que se torna necessário que vocês criem um novo campo áurico expandido, de uma forma muito semelhante a uma cobra que anualmente cresce para além da sua pele e passa por uma fase delicada de adaptação a uma nova pele que possa abranger seu corpo maior. Entendem? Até que a pele nova se torne resistente, flexível, a antiga se estica e racha, e durante essa transição, há uma fase de metamorfose, que carrega uma certa vulnerabilidade, até que a nova fase se complete.

A localização e mineralogia exclusivas das nascentes cristalina e magnética da região de Shasta estão ativadas para ajudarem na adaptação, cura e expansão do campo eletromagnético humano.

O raro teor de sílica das nascentes brancas é uma chave. Em essência, as nascentes são cristalinas em freqüência, sendo a sílica o componente básico do quartzo, percebem?

Fizemos com que o nosso canal se conscientizasse do papel especial dessas nascentes. Foi-lhe solicitado que providenciasse uma análise das duas águas, tanto da vermelha magnética, quanto da branca eletro-cristalina.

PERGUNTAS PARA METATRON (…):

Pergunta: Você poderia falar mais sobre como as nascentes cristalinas ajudam na Ascensão?

Metatron: Como dissemos, elas fazem isto oferecendo uma vibração cristalina única que é imbuída sinergeticamente de akash e de uma rica alquimia mineralógica, que ao ser absorvida pelo corpo e campo humano, é capaz de desintoxicar, contrair e expandir o campo até uma capacidade cristalina maior.

Pela combinação do feminino-masculino, do elétrico para o magnético, alcança-se o equilíbrio que é extremamente benéfico aos sistemas de chacras e de glândulas. As próprias águas, a energia do lugar, o espírito do lugar, ajudam na remoção dos bloqueios e o campo energético revitalizado se expande e se renova no equilíbrio cristalino. Entendem?

Esta é uma das raríssimas águas de sílica do planeta que podem ser utilizadas desta maneira.

Agora, o planeta possui muitas fontes e nascentes. Nem todas estão nos pontos de infinidade, como Shasta. Nem todas as nascentes são autoconscientes. Nascentes vivas carregam uma grande energia elétrica, sendo impulsionadas através das camadas da Terra, como se fossem uma ducha múltipla, carregada de grande energia e muitos minerais. Estas nascentes são muito benéficas para o corpo e o campo emocional.

Da mesma forma que muitas pessoas agora reconhecem que o consumo de comidas cruas e vivas permite que o corpo incorpore campos energéticos de plantas vivas, o mesmo acontece quando o corpo fica imerso e se banha nas águas eletromagnéticas vivas.

Uma capacidade semelhante existe no Parque Nacional de Banff, no Canadá, mas lá as águas são tratadas e diluídas, de modo que sua potência é um pouco diminuída, embora ainda seja benéfica. Devido ao aspecto mais natural das nascentes gêmeas em SMS, e devido à sua localização na área de Shasta, elas são muito mais potentes. Nascentes vivas ocorrem em todas as partes do globo. Elas são especialmente potentes na Nova Zelândia, nas Fontes de Sílica Tongariro na área do Yucatan do México, no poço de Montezuma em Arizona, em Caldas Novas no sul do Brasil, em Termas do Araxá, em Minas Gerais, na Hungria, em Bath na Inglaterra, na Itália, na Turquia, no Japão, no Peru e em Hot Springs em Arkansas.

Mas precisamos acrescentar que não é simplesmente a nascente, mas também a consciência das próprias nascentes vivas, e onde elas estão localizadas. Nem todas as nascentes carregam uma força vital consciente potente. Nem todas as nascentes se oferecem para a espécie humana. As de Yellowstone e Lassen servem a diferentes propósitos para a própria Terra. Assim, as Stewart Mineral Springs são bem únicas e do mais elevado benefício para a espécie humana, nesta época.

Agora, em Stewart Springs, a rotina de utilização deveria ocorrer entre 3 e 4 vezes num período de 7 dias. Seria bom fazer isto pelo menos duas vezes por ano. O melhor seria uma vez por mês. A modalidade de banho, sauna e ducha fria é correta, podendo se repetir tantas vezes por dia quanto se desejar. Devido à alta alcalinidade, pH, o usuário deve ter discernimento e saber quando é o momento de parar, para que não ocorra irritação cutânea.

Acrescentamos que a utilização das nascentes vivas numa base semanal, mensal ou até trimestral, pode estender a vida do ser humano. Qualquer uso é benéfico.

Pergunta para Metatron: Estas nascentes estão alinhadas com as nascentes Chalice Well & Swan em Glastonbury, na Inglaterra?

Metatron: Certamente. Não só as nascentes, mas Shasta estão totalmente alinhados com o grande complexo de Glastonbury, incluindo Chalice Wells, Tor, Wearyall Hill e Abbey. Glastonbury incorpora a Consciência Crística do verdadeiro Rei Artur, realmente de Camelot. Shasta expressa a Consciência Crística do que se conhece por Águia Branca, e também dos Mestres Ascensionados e Saint Germain.

As nascentes branca e vermelha dos dois locais têm uma conexão axiotonal muito vibrante, havendo uma considerável troca entre elas. Vocês podem reparar que as nascentes vermelhas de Glastonbury são reconhecidas e usadas, enquanto as brancas, masculinas, não o são. Paradoxalmente as nascentes brancas de Shasta são usadas, enquanto as vermelhas, femininas, não o são. Isto os ajuda a avaliar por que elas estão especialmente em comunicação harmônica?

O canal perguntou se a água das nascentes de Shasta deve ser bebida, como são as das duas de Glastonbury. A resposta é não. Basta simplesmente rever a análise química para se entender o por quê. As águas de Shasta têm um pH alto, ao redor de 11 no estado não diluído. Isto é excelente para a desintoxicação e expansão do campo áurico em banho, mas demasiado alcalino para consumo oral. Além disto, as águas das nascentes de Shasta são de natureza ligeiramente coloidal e o conteúdo sólido das partículas em suspensão é muito alto para consumo. Assim, as águas de Glastonbury são para beber; suas irmãs-irmãos das nascentes de Shasta são para banho. Ambas são altamente benéficas para o corpo e para a expansão do campo eletromagnético.

Vamos acrescentar que as águas das nascentes dos afluentes de Sacramento são extremamente benéficas para beber, assim como são as águas das nascentes de Panther Meadows. Mas, devido aos seus meio-ambientes atuais, ambas deveriam ser filtradas antes de consumidas. Um filtro portátil, do tipo Brida, pode ser usado sem diminuir a força vital contida nas águas. No entanto, as energias eletromagnéticas dessas águas diminuem rapidamente quando elas ficam estagnadas e armazenadas. O melhor é bebe-las imediatamente após a filtragem e até no máximo uma semana depois, se forem levada para casa.

ENCERRANDO:

E assim, queridos, enquanto a ressonância magnética e elétrica da sua Terra está crescendo como planejado, estes aumentos afetam a energia do campo eletromagnético humano. Embora alguns de vocês vivenciem este diferencial com relativa tranqüilidade, todos vocês devem estar conscientes dos seus efeitos. O diferencial pode causar rachaduras temporárias no campo eletromagnético humano e pode levar a um escoamento de energia, denominado Desequilíbrio da Ascensão. A expansão e recriação de um campo merkábico mais amplo é uma metamorfose do campo áurico que é imprescindível para a Merkabah, e também da Merkabah para a MERKIVAH. A Merkivah se expande para a estrela de 12 pontas, para a estrela de 24 pontas, e bem mais, com o tempo. A estrutura do seu universo, a matriz das dimensões superiores, é sagrada geometria dentro de um campo cristalino. Vocês não podem, e não vão experienciar suas alturas enquanto não se tornarem cristalinos. Isto não vai acontecer por si só.

Queridos, o campo eletromagnético dos seus corpos físicos deve ser compreendido e mantido. Ele está em contato íntimo com aquilo que vocês chamam de memória da alma, emoções, sentimentos e espírito na experiência física.

Todos vocês estão num cadinho que lhes oferecerá a oportunidade de eliminar o desequilíbrio, remover os obstáculos e a os capacitará a se expandirem lindamente para o Campo Quântico Cristalino, dentro da Grade 144. Vocês precisam trabalhar conscientemente para isto! É por isto que estão aqui!

Por favor entendam que, se estiverem se sentindo irritadiços, fora de equilíbrio, cansados e oprimidos, vocês não estão sozinhos. A dualidade do seu plano é um grande professor, um ciclo de crescimento que vocês esperaram éons para completar. Entendam o que está acontecendo, e vejam isto como uma grande oportunidade. UMA GRANDE OPORTUNIDADE! Agarrem-na! As águas vivas de Shasta são uma fonte muito especializada de ajuda. Realmente elas podem ajudá-los a alcançar a MERKIVAH cristalina.

Amem a si próprios, Mestres, e amem uns aos outros. Sejam amáveis consigo mesmos, e sejam amáveis uns com os outros.

Ouçam estas palavras. Eu sou Metatron e compartilho esta mensagem de Luz com todos vocês. Vocês não estão sós, nós conhecemos cada um de vocês pelo nome, e vocês são Muito Amados!

… E assim é.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

 

Os direitos autorais desta canalização pertencem a www.Earth-Keeper.com. A publicação em websites é permitida, desde que as informações não sejam alteradas e os créditos do autor e seu site sejam incluídos. Este material não pode ser publicado em jornais, revistas e nem re-impresso sem a permissão do autor. Para pedir permissão, escreva para EarthKeeper@consolidated.net  

 

 Fonte: www.earth-keeper.com

 

(…): Nota da Tradutora: Este texto faz parte do artigo escrito por James Tyberonn em maio de 2008 sobre as nascentes do Monte Shasta ("Stewart Mineral Springs: The Amazing Crystaline Waters of Shasta").

Esta tradução apresenta apenas o trecho em que Tyberonn canaliza Metatron e as respostas às duas últimas perguntas que lhe foram feitas no final.
O texto completo em Inglês está disponível em: http://spiritlibrary.com/earth-keeper/earth-keeper-chronicles/merkabah-to-merkivah-the-crystalline-waters-of-shasta

 

Gostou! Indique para Seus Amigos

|Topo da Página|    |Voltar Menu Metatron|   |Voltar Home|