A SIMPLICIDADE DA VIDA
Por Julie Redstone
Julho de 2011
 

É característico do tempo em que estamos que a vida pareça ser muito complicada, muito estressante, sem tempo para fazer tudo o que é necessário. Este é o retrato da vida fora do equilíbrio, da vida que não está em sintonia com o fluxo Divino que é capaz de se mover através de tudo, criando a harmonia, a ordem e a simplicidade.

A ausência da percepção do fluxo Divino não é culpa de qualquer indivíduo. É a assinatura de um mundo que se afastou muito do sentido do sagrado, que se vive de acordo com as expectativas dos outros, de acordo com as necessidades que não são satisfeitas para o básico da sobrevivência, e de acordo com uma sensação de pressão que não permite que os seres humanos levem adiante a sua humanidade essencial em grande parte da vida diária.

O fluxo divino, que é a vida de Deus se manifestando através do tempo e do espaço, é a própria harmonia. Ele permite a expressão legítima do que precisa ser feito, e permite que cada consciência sinta  o que está sendo atraído, quando não mais precisa criar a sua própria agenda baseada na mente.

Agendas pessoais se tornaram a tônica de uma vida separada, de uma vida que não pressupões que a maior dádiva é entrar em sintonia com a inteligência Divina que dirige o universo e mantém as estrelas e os planetas em perfeito relacionamento uns com os outros. Esta inteligência Divina cria a ordem no universo e é capaz de criar a ordem dentro de cada vida individual. Sua base é a harmonia, e a partir desta harmonia se pode desenvolver facilmente uma vida que é simples e que manifesta a beleza da alma.

Muitas pessoas hoje vivem sem um sentimento de harmonia. Muitas estão tão envolvidas com questões de sobrevivência, devido às necessidades não satisfeitas, que há uma ansiedade perpétua que não permite a harmonia ou a simplicidade. Em seu lugar, o medo é criado e uma sensação de estar imensamente vulnerável. Estes sentimentos são baseados na mudança da consciência social, distante do sagrado e também distante do reconhecimento de que “Eu sou o guardião do meu irmão.”

Os fatores econômicos na secularização da sociedade e na perda do sagrado, criaram o isolamento e o sofrimento para muitos indivíduos e muitas comunidades. Portanto, não é fácil, neste momento, para que a maioria veja como as suas vidas poderiam se tornar mais simples, ou como a harmonia poderia prevalecer.

Entretanto, o fluxo Divino, amados, não está baseado em fatores externos, por mais difícil ou complexo que estes pudessem ser. Ele está baseado em um estado interior de prontidão para dar a vida à Deus e deixar Deus orquestrar o fluxo da vida. Está também baseado na necessidade do mínimo e em reconhecer isto para si mesmo e para os outros. Finalmente, está baseado em estar alinhado em si mesmo, de modo que o estado interior possa ressoar com a harmonia Divina sem a predominância da tensão ou conflito interno.

Não pode haver a harmonia na presença do conflito. Não pode haver harmonia na presença de forças de oposição que criam o conflito e o medo. Sem estes, a harmonia se manifestaria no plano físico porque é da natureza da vida Divina. É o que permite que todos os ecossistemas da Terra trabalhem juntos. É o que permite que os sistemas planetários e as galáxias mantenham o seu relacionamento com todos que os rodeiam, mesmo quando estão evoluindo e mudando. A ordem divina, a harmonia e a simplicidade, são partes da vida Divina, e é esta vida que está esperando a nova consciência da humanidade.

Esta nova consciência se manifestará com a compreensão de que Deus é real. Ela também se manifestará com a compreensão de que eu não posso viver em paz se você não pode. Finalmente, ela se manifestará com a clara percepção de que as necessidades reais de cada um são mais simples do que elas parecem, e o que tem passado por necessidade é muitas vezes baseado no medo, gerando o desejo de ter maior segurança através de objetos, pessoas e vários outros tipos de símbolos externos.

Dentro do fluxo divino, a vida não está fora do equilíbrio. O coração, infundido com a luz, entra em sintonia com uma compreensão de para onde ir em seguida e o que é necessário agora. A vida se torna mais simples.

Vocês estão sendo chamados, amados, para esta vida Divina. Vocês estão sendo chamados para deixar ir todas as coisas que pensam que são necessárias, e que peçam a Deus que lhes mostre o que vocês realmente precisam. Vocês estão sendo chamados a liberar a sua própria agenda pessoal, que é frequentemente baseada na ansiedade, para a agenda Divina de Deus que interliga a sua vida com todos ao seu redor.

Vocês, amados, são o repositório daquilo que fluiria através de vocês se o pudessem permitir – se pudessem liberar o medo, respirar e permitir que o fluxo Divino entre em vocês. Isto não teria que acontecer de uma só vez, mas a sua presença iria transmitir para a sua sabedoria interior, uma sensação de maior facilidade e simplicidade, e não importa o que estivessem fazendo, mais paz estaria presente.

Abençoado seja este momento de mudança, pois o fluxo Divino da vida sagrada é agora acessível a todos que o busquem e a nova consciência permitirá esta transição que já está nascendo. Portanto, sejam abençoados, e permitam que a sua vida se torne simples. Vocês já estão lá dentro do seu ser interior. Vocês estão lá porque existem na Terra, neste momento. Recebam as dádivas deste tempo, então, e abram as portas que permitirão que a paz e a harmonia fluam para vocês. Que a sua jornada seja abençoada!

 
.....---ooo000ooo--......

Fonte: http://www.lightomega.org/Earth/ANC/Simplicity-of-Life.html

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

 
Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Pagina| - |Voltar Menu Luz Omega| - |Voltar Home|