DIRIGINDO-SE PARA O SER INTERIOR
Mensagem de Julie Redstone
10 de Maio de 2012
 
Amados,

Faz parte da vida encarnada se concentrar no nível da mente e das emoções como uma forma de se identificar. Esta identificação surgiu há muito tempo e a sua presença sinaliza a ascensão do próprio ego no tempo e no espaço e a diminuição relativa da consciência do próprio ser interior – o eu transcendente, imortal, a própria alma. Que esta mudança ocorreu, não é um erro. Não é um erro de julgamento. É a conseqüência das almas sendo atraídas para a esfera da dualidade que o reino físico representava, e foi por opção que as almas aí chegaram.

No entanto, toda esta identificação é apenas uma fase transitória no caminho do retorno para o ponto das próprias origens. Tudo está em transição, esperando o influxo de mais luz para a consciência, a fim de completar o círculo e trazer novamente para casa o ser encarnado. Para este propósito, Deus ordenou que a luz do Altíssimo estivesse presente na Terra e fosse nela implantada, afetando o físico em cada molécula e poros de sua estrutura inerente. Como resultado, as almas seriam capazes de completar a jornada para a plenitude e a reunião.

A própria alma que vive dentro de você é eterna e sempre presente. Ela não pode ser diminuída pela emoção ou limitada pelo pensamento. Mas o que pode ser limitado pelo pensamento e pela emoção é a sua percepção de quem você é. Seu ser consciente deve ignorar o pensamento e a emoção, a fim de readquirir o sentido do ser interior, pois se pode dizer que ele vive no corpo mais do que nos sentimentos, ou no pensamento. Ele vive como um sentido de verdade eterna, nos níveis mais profundos do seu próprio conhecimento. Esta sensibilidade interior permanece com você em todos os momentos. Está lá durante os momentos de paz e durante os momentos difíceis. É o que torna possível suportar as dificuldades de todos os tipos, e que você conheça a verdade do seu próprio relacionamento com o Divino. O que é necessário é que você se dirija a ele.

Especialmente em momentos de dificuldades, muitas vezes é difícil superar os sentimentos de desesperança, desespero, ansiedade e opressão. E é precisamente em tais momentos que é mais importante se dirigir para o seu ser interior como se fosse uma planta se voltando para o sol. Isto pode ser inato, automático. Isto envolve a crença confiante de que há um espaço no interior que é intocável pelo que está acontecendo fora de você, um espaço que permanece firme em relação à verdade e aos valores mais profundos do coração. Durante momentos de dificuldade, é mais importante se lembrar disto.

Há vias de acesso que ajudam nesta lembrança. Você pode liberar o pensamento e a emoção através de qualquer forma de meditação que lhe seja confortável ou familiar. Você pode se engajar no silêncio e na paz das árvores e da natureza. E, o mais importante, você deve liberar a descrença de que este espaço existe dentro de você e que é acessível. Se puder se agarrar à crença de que a morada Eterna vive dentro de você, será capaz de encontrar o caminho para ela.
Respirar profundamente com a consciência da luz é importante, pois a luz abre caminhos que permanecem fechados em sua ausência. A Prática do Alinhamento pode ser de grande ajuda a este respeito, pois ela traz luz ao corpo e à mente e abre o portal para a sua alma.

A compreensão de que você não é os seus pensamentos ou os seus sentimentos, é importante, e ainda que não tenha se tornado ainda uma experiência realizada, é essencial que saiba que isto pode se tornar ma experiência. É você. É o você puro da Criação. Ele pode permanecer como um farol e um lugar de refúgio em tempos de turbulência.

O seu ser interior é mais real do que a cena transitória e passageira do que você está sentindo ou pensando nestes momentos. Como o sol é mais real do que as sombras que se desvanecem em sua presença, assim também as sombras do que existe nas camadas mais superficiais de si mesmo são menos reais do que aquilo que é mais profundo.

Você não é os seus pensamentos. Você não é as suas emoções. Você é a luz eterna de sua alma, emanando agora do centro de quem você é. Respire, libere, sinta o calor do Divino dentro de você.

PRÁTICA DE ALINHAMENTO

Por Julie Redstone

Para começar, sente-se com as suas costas eretas, olhos fechados, e respire lenta e tranqüilamente, com as suas mãos, palmas para baixo, sobre o seu centro cardíaco, no centro do seu peito. Deixe que a sua respiração se aprofunde e relaxe.

Agora, visualize uma coluna de luz, descendo do cosmos sobre a sua cabeça, descendo através do alto de sua cabeça e pela sua coluna espinal abaixo, preenchendo o seu coração, e se estendendo abaixo para as solas dos seus pés. Sinta que esta coluna de luz é interminável. É o apoio ilimitado de Deus e dos reinos da Luz.

Inspire a luz através do alto de sua cabeça. A cada inspiração, saiba que você está inspirando a Luz de Deus e a cada respiração, está fortalecendo esta conexão. Esta Luz é ilimitada. Ela pode ser atraída inúmeras vezes. Sinta o calor de sua mão em seu coração e inspire a luz em seu coração também. Descanse, respire, sinta a luz movendo-se através de você, infundindo-lhe o sopro de Deus. Respire assim por alguns momentos.

Agora, preste atenção à expiração de cada respiração. Enquanto você exala, libere tudo o que não seja a luz dentro de você, tudo o que o limita, tudo o que o impede de se aproximar mais de Deus. Libere o medo, a raiva, o desespero, a tristeza – libere toda a limitação na luz maior de Deus que pode absorvê-la e na qual se dissolve. Exale tudo o que o retém, tudo o que o separa... Continue respirando por mais momentos, concentrando-se na inspiração que atrai mais luz ao seu corpo e consciência, e à expiração que deixa ir tudo o que precisa ser liberado.

Conscientize-se de sua inspiração e de sua expiração. Conscientize-se do sopro de Deus, movendo-se através de você. Quando esta meditação for concluída, agradeça à Deus pela dádiva da luz e da respiração e pela ajuda que é dada.
WORLD BLESSINGS (Mantendo a Luz para uma Terra sagrada)
----.....---==II==----.....----
 
Fonte: http://lightomega.org/

Traduzido por: Regina Drumond Chichorro – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
Gostou! Indique para seus amigos!
 
|Topo da Pagina| - |Voltar Menu Luz Omega| - |Voltar Home|