Luz de Gaia - Ajudando Você a encontrar a SUA verdade.

Siga o seu coração que não haverá erro - O Criador/Fonte está em Você.

Assuma o SEU poder.

A Força da Intenção Ligada ao Coração

é mais Poderosa que Pensar Positivamente!

Jussara Souza

10 de novembro de 2017

luz de gaia 

Cada vez mais, a força dos pensamentos positivos me surpreende. E, recentemente, pude comprovar que tal força é muito mais poderosa, se acompanhada do amor – O amor vindo do coração.

Menos de um mês após o lançamento do meu primeiro livro – “Os Opostos se Distraem”, minha irmã ligou dizendo que nosso pai não estava bem. Estava com pneumonia. Para agravar a situação, ele começou a ter confusão mental e a perder os movimentos do lado direito do corpo.

Eu ainda estava em processo de divulgação da obra e do site. Naqueles dias, sentia-me, de certa forma, perdida. Era tanta coisa a fazer…

Mesmo assim, não pensei duas vezes; juntei algumas roupas e segui para Minas. Queria ficar junto dele e da minha família. A idéia era ficar por uma semana, para acompanhá-lo em médicos e exames. Meu coração me dizia que era o correto a ser feito.

Você já prestou atenção que frente aos novos desafios da vida, sempre aparecem obstáculos para nos testar? Nesse momento, comecei a me lembrar de histórias de pessoas que, antes de encontrar a sua realização pessoal ou profissional, foram colocadas a prova.

J. K. Rowling, autora de Harry Potter – o bruxo mais famoso do mundo – , passou por vários “perrengues”antes de vender mais de 450 milhões de livros em todo o mundo.

Seu ex-marido bebia e a agredia. Depois da separação, ela ainda teve que contar com a ajuda do governo para poder sustentar a si própria e a filha pequena. Foram maus bocados, com certeza. Mesmo assim, ela não desistiu.

Oprah Winfrey, foi demitida de um canal de TV no início da carreira. Os executivos alegaram que ela era imprópria para o programa que apresentava. Dá para imaginar?! Hoje, ela é uma das mulheres mais poderosas e influentes do planeta. Dona de seu próprio canal de televisão e revista.

Esses exemplos são apenas para mostrar que não existe vida sem obstáculos. No fim, temos que aprender a lidar com eles. E, acredito que a melhor maneira é fazê-lo com a força do coração.

Tanto Rowling quando Oprah seguiram seus corações, acreditaram que as dificuldades seriam passageiras. E foram!

Essas mulheres confiantes, não se deixaram levar por lamentações ou desânimo (quem sabe algumas lágrimas à noite, ao deitar! Faz parte!). Elas encararam os momentos difíceis de frente, e perseguiram seus sonhos.

No meu caso, quando me deparei com o meu pai naquela situação, perguntei ao meu coração se deveria me preocupar. E sabe o que ele me respondeu: Nada! Eu não senti “nada”, nenhuma aflição. Era o sinal!

No fundo, eu já sabia a resposta, vinda lá de dentro: “Jussara, não se preocupe, tudo vai ficar bem. Logo você vai poder voltar ao seu livro. Agora, você deve se dedicar ao seu pai” . E foi o que eu fiz!

A vida é tão corrida que não identificamos as mensagens internas. Deixamos de perguntar ao coração e sentir suas respostas.

Quem nunca sentiu aflição ou um aperto do coração em certos momentos da vida? Você parou para se perguntar se aqueles sentimentos estavam lhe dizendo algo, ou direcionando para uma resposta? Tenho certeza de que na maioria das vezes, não.

Eu já acreditava na força do coração, intuitivamente.

E então, felizmente, pude comprová-la com o meu pai.

Depois dos exames, a confusão mental e a perda dos movimentos do lado direito do meu pai foram justificados por um sangramento na cabeça. Havia um coágulo – consequência de uma queda ocorrida há uns dois meses atrás – e uma cirurgia de emergência era inevitável.

Tudo aconteceu tão rápido. Em questão de uma semana. No meio desse momento delicado, conheci pessoas maravilhosas, mas uma em especial – a enfermeira Adriana.

Nós nos identificamos de cara. Era o Universo nos apresentando.

Falei do meu livro e, entre um paciente e outro, quando ela vinha cuidar do meu pai, trocávamos experiências.

Para minha surpresa e gratidão, no dia seguinte ao nosso encontro, ela me presenteou com um livro – Vivendo no Coração, do autor Drunvalo Melchizedek.

Fiquei emocionada com sua demonstração de carinho.

Apesar de não conhecer o autor, o livro veio na hora certa. Serviu para afirmar aquilo que há algum tempo vinha praticando – a intenção ligada à mente e ao coração.

Para Drunvalo, os pensamentos se baseiam na lógica.

Segundo o autor, se os desejos se baseiam somente nos pensamentos – mesmo que positivos -, atraímos tanto coisas boas quanto ruins, ao mesmo tempo.

Mas, por outro lado, se os nossos pensamentos e intenções forem enviadas ao coração, temos o poder de criar somente coisas boas.

No vídeo abaixo, Drunvalo nos explica um pouco mais sobre o processo de criação pelo coração.



No total, foram 14 dias no hospital. Nesse período em que meu pai esteve se recuperando, procurava transmitir meus sentimentos a ele e a minha família. Confesso que em nenhum momento eu me senti aflita. Acreditei que não sentir “nada” era uma boa resposta.

Em paralelo, procurava fazer com que todos ao meu redor, principalmente meu pai, sentissem que tudo estava caminhando bem. Estava sempre atenta. Quando alguém ligava para ele e perguntava como estava, se ele dissesse “Estou melhorando”. Eu o corrigia, “ Não pai, o senhor está melhor”. Daí ele reforçava corrigindo: “Sim, estou melhor”.

Hoje, toda a minha família se sente abençoada. Meu pai voltou pra casa, sem sequelas. Recuperou os movimentos do lado direito, e ainda fala brincando dos seus momentos de confusão mental. E, sim, ele se lembra de todos. Demos boas risadas!

Agora, de volta à ativa, tenho certeza de que em breve surgirão novos desafios. Para algumas pessoas obstáculos, para mim experiência! Tenho certeza que meu coração é forte. Ele aguenta!

E, você, já escutou seu coração hoje?

 

         -.....---==II==----.....-