Luz de Gaia - Ajudando Você a encontrar a SUA verdade.

Siga o seu coração que não haverá erro - O Criador/Fonte está em Você.

Assuma o SEU poder.

Lei da Atração:

SABEDORIAS ANTIGAS PARA ATRAIR BOA SORTE

Liam de Melo

27 de Maio de 2018

luz de gaia 

A sorte está na atitude, na dedicação, na confiança e na persistência. Não adianta ter pensamentos positivos e nenhuma ação.

No momento em que eu escrevo este texto está frio, a água da torneira quer sair em forma de gelo, a respiração imita os fumantes e os números no termômetro despencam, como se pulassem sem paraquedas.

Eu não sou exatamente fã deste clima gelado, mas decidi adotar um novo hábito: ao invés de reclamar do tempo, agradecer por qualquer coisa!

Todas as vezes que vou resmungar, ou até mesmo fazer algum comentário sobre o frio, eu digo “eu sou grato”, e procuro alguns motivos pelos quais posso ser verdadeiramente grato. A temperatura não sobe por isso, tampouco deixo de sentir o frio, mas a minha vibração muda; e é o que realmente importa.

Alguém pode dizer “é por isso que as coisas estão se encaixando na sua vida”. Então… sim e não. É legal a gente começar a ver que a vida não é um eletrodoméstico onde, ao apertar um único botão, tudo funciona perfeitamente. Não existe mantra super-poderoso, não existe oração milagrosa… Não porque estas coisas não funcionem, mas porque não adianta falar “eu te perdoo” e ficar jogando as coisas na cara da pessoa. Entende o que eu quero dizer?

Não adianta ter mantras poderosos e orações milagrosas, se, no dia a dia, a sua vida (falas, gestos, ações, escolhas, sentimentos, etc.) não está alinhada com esta vibe.

É por isso que a gente precisa crescer todos os dias, orar e vigiar, para que não estejamos vibrando mais negatividade do que positividade.

Não dá mais para achar que a gente vai fazer uma única coisa e ser o ganhador da loteria!

Recentemente, pesquisadores associaram sorte e sucesso a muito mais do que talento e sucesso, ou seja, pessoas que têm sorte têm maior probabilidade de sucesso, não as talentosas. Isto nos leva a um ponto onde é preciso tomar uma decisão importante: ou você acredita que sorte é acaso – neste caso, sugiro que feche o texto e vá fazer algo mais divertido –; ou você acredita na existência de uma Força infinitamente maior, que pode lhe dar sorte e operar milagres. Neste caso, você pode sintonizar-se com esta Força e, como dizem, criar a própria sorte.

“Sorte” é quando a preparação encontra a oportunidade. “Sorte” é quando a temporada de chuva encontra o solo cheio de sementes. “Sorte” é quando o olheiro vê o seu trabalho.

Ou seja, a sorte está na atitude, na dedicação, na confiança e na persistência. Não adianta ter pensamentos positivos e nenhuma ação. Não adianta posts inspiradores se você cultiva sentimentos negativos – raiva, autocompaixão, angústia, medo…

Se existisse um “botão” para fazer a sorte fluir, seria a gratidão. Mas gratidão mesmo, não esta moda de agradecer para ter mais! Isto não é gratidão, é interesse, é aquele “mãezinha, eu te amo” que antecede um “me dá dinheiro” em vez de concluir um “por tudo o que fez por mim”. Se você é mãe/pai e seu filho te diz “eu te amo” sem fazer qualquer pedido depois, você sabe o valor único e especial que esta afirmação tem; se, por outro lado, ele diz isso e pede um favor, você sabe que aquele é o jeitinho dele de tentar te “comprar”.

A gratidão é como a declaração do príncipe Harry: “você está incrível! Eu sou tão sortudo”; Eu sou tão sortudo por respirar. Eu sou tão sortudo por ter uma cama quentinha para dormir. Eu sou tão sortudo por ter pessoas incríveis ao meu lado.

Quando percebemos quão sortudo somos por ter todas as coisas que temos, a gente acaba apertando um botão poderoso que desencadeia o fluxo de sorte em nossas vidas, mas aí é uma consequência, não uma intenção, nem pretexto!

Lembre-se sempre: não adianta ser bom em ser grato e ser péssimo nas coisas que se fala – já falamos inúmeras vezes sobre o poder da palavra –, a vida é uma combinação equilibrada de todas as nossas faculdades. Às vezes, a gente faz coisas sem perceber, está no automático, embutido na nossa cultura. Por exemplo, já percebeu que quando nós estamos falando de algo negativo, afirmamos que estamos prestes a ver uma desgraça, mas quando é algo positivo, dizemos que não vemos? “‘Tô’ vendo a hora deste carro quebrar no meio da estrada e nos deixar na mão.”. “Não vejo a hora de chegar o dia do pagamento.”. Geralmente são coisas que se fala com tanta certeza, que acaba gerando uma energia de atração enorme!

Imagine que você está num salão gigantesco e branco, com um ímã nas mãos; lá longe uma série de prateleiras armazenam situações, objetos e pessoas, positivas e negativas. Imagine que você mirou este imã para as piores prateleiras possíveis por um tempo. Aí, alguém lhe falou que a outra prateleira é melhor, e você começou a atrair as coisas boas. Entende que por mais positivas que sejam estas coisas que estão vindo, as negativas já estão ali por perto? E que sempre que você reclama, sofre, amaldiçoa, xinga, você está voltando o imã para as prateleiras ruins?

Mantras, orações, Ho’oponopono, perdão e gratidão atraem sim coisas boas, mas acima de tudo, eles destroem o lixo (negativo) que está no seu campo energético.

As crianças não conseguem andar porque não entenderam como funciona a lei da gravidade; os adultos não conseguem atrair o que realmente querem porque não entenderam como funciona a Lei da Atração. Estas leis funcionam 24 horas por dia, e não só antes de dormir. Experimente adotar o hábito de se perguntar: “para onde está meu ímã?”, todos os dias, várias vezes ao dia. Você pode notar que ele está viciado nas prateleiras negativas. Quando você “viciá-lo” nas positivas, será uma chuva de bênçãos.

A sorte é para você, também! Está pensando o quê? Você pode, você consegue, você merece.

Boa sorte!

 

         -.....---==II==----.....-