O TABU CONTRA A INDIVIDUALIDADE
Mensagem de Maria Madalena canalizada por Pamela Kribbe,
15 de setembro de 2018
 
luz de gaia
  Eu sou Maria Madalena e saúdo todos vocês a partir do meu coração. Estou com vocês, e quero que cada um saiba que está envolvido em constante ajuda e orientação. Na dimensão acima da terrena, existem espíritos afins, almas que o amam de uma forma profundamente pessoal e não apenas abstrata. São espíritos que o conhecem e com os quais você já esteve, em outros tempos e lugares.

Ao encarnar, você dá um salto de fé, porque faz isto sozinho. Entretanto, permanece conectado com um grupo de amigos do outro lado. Alguns deles são mais adiantados do que você e orientam seu caminho de vida com uma visão mais ampla do que você é capaz de ter; eles são os que você chama de seus guias. Mas existem também outros seres que têm afinidade com você e estão perto de você – familiares ou amigos seus. Sinta a presença deles, mesmo não sabendo quem eles são, mas saiba que você é visto e ouvido. Há um respeito por você, pelo que é preciso para se lançar nestas profundezas.

A vida na Terra – cada uma de suas vidas na Terra – é uma contribuição importante e valiosa para o caminho da sua alma; inclusive as experiências negativas. Uma dor que você vivencia agora, neste momento, é como uma pedra que cai na água e provoca muitas ondulações na superfície. O efeito de uma experiência dolorosa ou traumática cria ondulações ao longo do tempo. Você as vivenciará novamente em outras épocas e outros lugares. Como resultado, chegará a entender totalmente as experiências passadas e a valorizá-las. E ao fazer isto, enviará cura para aquele ponto de dor na sua história.

Todos os pontos do tempo – todos os momentos do agora na vida e jornada da sua alma – estão unidos e afetam uns aos outros. Assim, ao voltar no tempo para uma vida passada, você ativa outros pontos no tempo, outros momentos. Você cria uma corrente que vai nas duas direções: do passado para o presente e do presente para o passado. E ao fazer isto, você se enriquece; começa a entender cada vez melhor que você é muito mais do que esta pessoa, masculina ou feminina, jovem ou velha, neste momento particular da história, neste agora. Esta pessoa, que você é agora, é apenas um dos portais para a sua alma; existem muitos outros portais possíveis.

Sinta como a sua alma é imensamente rica e como são numerosas as experiências que ela tem acumulado. Todas estas experiências são peças de um quebra-cabeça que faz parte do grande Todo. Peço-lhe que tenha respeito pela grandiosidade que você é; você nem consegue abarcá-la com sua mente humana. Diga “sim” para a sua alma, do fundo do seu coração. Sinta que aí, no seu coração, existe uma sabedoria que sua mente humana não consegue compreender plenamente, mas que sustenta e apoia tudo o que você é e que dá sentido a cada peça individualizada do quebra-cabeça.

Existe um tempo e um lugar para tudo. Às vezes você tem que passar por experiências intensas sem entender por quê, e só mais tarde é que chega a compreender seu valor. Peço-lhe que honre e respeite a si mesmo, porque você teve a coragem de mergulhar nas profundezas, com os olhos vendados. Você disse “sim” para a vida aqui na Terra – agora diga “sim” para si mesmo. E também diga “sim” para toda a dor, as experiências negativas, o medo e a dúvida que você sente – tudo isto faz parte da experiência humana. Não rejeite as experiências negativas, pois isto lhe causaria uma luta contra si mesmo que dispersaria sua energia e o afastaria mais do Lar. Simplesmente aceite o que você é, incluindo os medos e dúvidas.

Vou levá-lo agora para o começo da sua vida. Venha comigo para a sua infância e, por um momento, imagine que seu corpo vai se tornando mais jovem e menor. Veja o que acontece quando você cruza a fronteira da puberdade e vai mais para trás no tempo. Perceba como o gênero é menos importante quando você entra na infância, quando está com menos de dez anos. Lembre-se como não era tão definido pelo que estava gravado em você sobre ser homem ou mulher. Lembre-se da sua inocência e volte mais um pouco no tempo… até o ponto que ultrapassa a fase em que aprendeu uma linguagem, conceitos, rótulos, avaliações e julgamento.

Ao voltar completamente para a sua primeira infância, sua consciência se torna mais aberta, mais receptiva. Ela não julga, ela simplesmente absorve impressões. Tente sentir novamente essa abertura de consciência em relação ao mundo à sua volta. É como se você tivesse acabado de chegar do céu, ainda não tão definido pelas influências da dimensão terrena. Você ainda retém muito da abertura do alcance da sua alma.

Ao voltar agora do presente para aquele passado, você pode exercer influência nesse tempo, em quem você era naquela época. Imagine que você, na sua condição atual, se curve para aquele bebezinho que você era então. Veja que idade lhe vem à mente como um momento apropriado. Sinta especialmente a percepção que você tinha e sua conexão com a dimensão da sua alma. Você ainda era meio estranho à vida na Terra; ainda possuía o frescor, a pureza e abertura de um recém-chegado

Vá até essa criança, em sua forma atual, e observe-a com olhar de admiração. Veja as energias celestes nela presentes. Ajoelhe-se diante dessa criança que você foi e pergunte-lhe: “O que você veio fazer aqui?” O que você trouxe da dimensão além da Terra… algo realmente essencial para você?” Diga-lhe: “Eu lhe ajudarei com isso; vim do futuro para apoiá-la e orientá-la nessa tarefa.” Observe se a criança consegue ver e sentir você. Ou toque-a suavemente e fite-a nos olhos. E se sentir o poder verdadeiro e a contribuição original dessa criança, coloque a mão em seu ombro e diga-lhe: “Eu a protegerei, apoiarei e garantirei que você tenha sucesso em sua meta.”

Ao fazer isto, sinta seu próprio poder, seu conhecimento da vida terrena, sua experiência acumulada ao longo dos vários anos do seu passado. Sinta a sabedoria do seu eu presente e envie tudo isso de volta para essa criança. E ao oferecer sua sabedoria e experiência de vida para ela, você também receberá algo dela em troca. Receberá a originalidade, a espontaneidade, a autenticidade e verdade dessa criança, que fluem diretamente para dentro do seu coração. Sinta novamente, em seu coração, esta energia que é correta para você – a energia da sua alma.

Invoque, então, a força e a sabedoria que se acumularam dentro de você, que você possui agora, nesta vida. Isto se transforma num escudo de proteção ao redor do seu coração. Sua criança interior traz consigo a sabedoria da dimensão da alma: a pureza, a originalidade, a inocência, mas também a vulnerabilidade. Ela precisa da sua sabedoria terrena, da sua experiência de vida, para ser capaz de se desenvolver, para poder permitir que sua luz brilhe aqui.

Quero agora lhe contar uma coisa sobre a história humana; sobre o motivo de ter se tornado tão difícil, para a sua própria alma, descer à sua vida terrena e entrar energeticamente no seu abdome – do coração, a sede da alma, para o abdome, sede do eu e personalidade terrenos. Na história da Terra, existe um tabu contra a individualidade. Existem forças em ação – que têm se manifestado fortemente, especialmente nas principais religiões – que estão voltadas para a eliminação e repressão da individualidade. Existem grandes correntes de medo na atmosfera coletiva da Terra, e muito desse medo é o resultado da disparidade entre o poderoso e o impotente.

Os que estão no poder querem ser obedecidos pelos que estão abaixo deles. Portanto, estão muito atentos à individualidade, à originalidade daqueles que são diferentes, porque estes têm vontade própria. Os que estão no poder não suportam o livre desenvolvimento do indivíduo. Em resumo, o poderoso contra o impotente tem sido a história da humanidade há séculos. Esta talvez seja uma imagem um tanto exagerada, mas estou usando-a para esclarecer uma questão. O poder vem sendo exercido sobre as pessoas por meio de pontos de vista particulares sobre a essência do que é ser um humano; como, por exemplo, que, em essência, os seres humanos são pecadores, maus, inferiores e indignos.

Estes pontos de vista afirmam que apenas através de algo externo ao ser humano, este pode ser salvo do pecado e da dívida que lhe são inatos. E o que pode salvar os seres humanos é uma autoridade superior a eles; um Deus, por exemplo, que prescreve regras. E, também, que existem certos humanos representantes desse Deus, que têm acesso especial a essas regras – uma elite que possui um conhecimento privilegiado da moralidade. Este conceito tem sido imposto às pessoas, e a razão pela qual elas permitiram que isto acontecesse é que o medo foi plantado nelas, em primeiro lugar. Um medo real pela sobrevivência: medo da fome, da morte, da doença, da violência, que criaram impressões profundas na história humana.

Mas agora um novo capítulo está irrompendo na Terra, no qual uma energia oposta está nascendo. Não é uma energia na qual a individualidade é negada, enfatizando a adaptação e conformismo, mas uma energia em que a individualidade é corretamente valorizada e assim também o é a energia original da alma. A razão pela qual a vida na Terra “saiu dos eixos” de muitas formas – tornando-se violenta, tanto entre pessoas, quanto em relação à natureza – é que se perdeu a conexão com a alma; o coração se fechou e o medo passou a reinar.

Sinta o peso dessa história. Embora sua influência esteja diminuindo, ela ainda tem um impacto na maneira como as pessoas pensam e sentem. Entrar em contato com sua alma e realmente acreditar em suas habilidades e talentos individuais, ainda não é a coisa óbvia e habitual a se fazer. Colocar-se atrás de si mesmo e dizer "sim" ao seu eu original exige uma força interior profunda.

Você é um dos que estão criando uma abertura que recriará o acesso à dimensão da alma. Isto significa que você também se tornou extremamente sensível: seu coração está aberto e você aprendeu a acessar suas emoções e intuição, em vez de agir com base nas vozes de medo e coerção que vêm da sua cabeça. Você criou essa abertura a partir do seu interior, e não somente nesta vida, mas também em vidas passadas. Você é um trabalhador da luz, um trabalhador consciente; e agora chegou o momento desta luz, esta abertura que você criou – algumas vezes pela necessidade de uma vida de reclusão – ser semeada e poder germinar na Terra entre as pessoas em toda a sociedade.

Fazer isto pode lhe trazer de volta antigos temores: lembranças de quando esteve dominado pelo medo e abuso de poder. Neste sentido, você está dando os primeiros passos em um novo terreno, no qual eles agora podem criar raízes. Quando você se baseia apenas na sua alma, quando fala e age a partir dessa fonte, isto pode provocar um redemoinho de medo e dúvida em seu interior… até mesmo, medo mortal. Então torna-se necessário falar a partir do poder do seu abdome, que é o verdadeiro resultado da descida da energia da sua alma. Falar não apenas a partir da energia que vem do seu coração, mas também da energia que está no âmago do seu ser terreno, na sua fisicalidade como homem ou mulher.

Quero explicar algumas coisas sobre esta energia. A energia no seu abdome – essa energia primária – quando está em equilíbrio, é uma energia muito bem aterrada. Quando você está totalmente presente com sua consciência no seu abdome, você está bem ancorado na Terra; você se sente sólido; sente que pode ser quem realmente é; e assim se sente seguro, respeitado. A partir dessa base, você ouve as mensagens do seu coração, da sua alma, e integra essas mensagens.

Mas, muitas vezes acontece de você receber mensagens da sua alma ou da sua intuição e não saber como permanecer bem aterrado. É como se o acesso ao seu próprio abdome lhe tivesse sido negado; e isto tem muito a ver com a história na qual você não foi autorizado a pensar e agir por si mesmo, ou a se afastar das normas e ser diferente. É exatamente aqui que a energia masculina, a força masculina, se faz necessária para libertá-lo da tradição, para dizer “não” ao que se espera de você e se recusar a se adaptar a um molde. Sentir-se livre para agir fora das regras, para explorar e investigar, é onde a energia masculina o ajuda a se aprofundar mais no seu abdome. É assim que ela se põe em ação para ajudar a luz original da sua alma: a energia masculina cria espaço para você.

A energia masculina é extremamente importante; perceba que ela o serve quando é uma energia masculina bem ancorada. Ao longo do passado, houve uma energia masculina que exercitou o autoritarismo e a coerção, implantando medo nas pessoas. Esta é uma energia masculina não-aterrada, uma energia desconectada, que se sente deslocada, exilada e, portanto, quer regular e controlar a vida. Mas a verdadeira energia masculina é como um escudo, uma proteção poderosa para a energia do seu coração. E quando ela está presente, você consegue descer mais profundamente da sua alma para seu abdome. E então você se sente sustentado pela própria Terra.

Sinta o ritmo que se ajusta ao seu caminho de vida. Ser verdadeiramente intuitivo tem a ver com perceber o ritmo da vida. “O que é bom para mim? Do que eu realmente preciso?” Isto é uma coisa que você não pode sentir apenas com seu coração. Isto exige um alinhamento quase físico, instintivo, no nível do seu abdome; ou seja, estar ancorado na Terra e, a partir daí, tomar suas decisões.

Para concluir, peço-lhe que imagine que a criança, que você viu no começo, está presente agora no seu abdome, com sua energia aberta e espontânea, fazendo, assim, uma conexão direta com seu coração e alma. E, ao mesmo tempo, sinta um sólido escudo de proteção ao seu redor. Isto cria espaço para a criança, de modo que ela não se esqueça de si mesma e se deixe absorver por estímulos e influências do exterior, como velhas ideias, antigos conceitos de moral, e de como as coisas costumavam ser. O escudo dentro de você é a energia masculina que diz “não” a essas influências, enquanto, ao mesmo tempo, ouve atentamente a sua própria fonte de sabedoria.

Sinta a proteção intensa de uma energia masculina aterrada, nas suas costas e cóccix, nas suas pernas e pés, nos seus braços e mãos. Agora a criança pode se enraizar em você e crescer protegida, de modo a desenvolver a energia natural da sua própria alma. Perceba como ela começa a se animar, a recobrar a vontade de viver, sob essa proteção, e a brincar dentro do seu abdome.

Você é um portador do archote desta nova era. Proteja-se, de modo a poder permitir que a luz flua e você possa espalhar as sementes deste novo tempo. E assim concretizará o objetivo da sua vida.
 
 
-.....---==II==----.....-
 
 
Direitos Autorais:
© Pamela Kribbe
www.jeshua.net
http://www.jeshua.net/home/home13.htm
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br
 
 
Gostou! Compartilhe com os Seus Amigos.
 
 
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Joshua Pamela  II - IIVoltar HomeII