VONTADE DIVINA, VONTADE HUMANA
Mensagem de Jeshua ben Joseph (Jesus) através de Judith Coates
Outubro de 2006
 
Meus bem amados, tenho ouvido muitos de vocês perguntando “- O que está ocorrendo no mundo? Há tantos lugares na Terra onde irmãos e irmãs brigam entre si, e vocês se perguntam, será que algum dia virá o “Céu na Terra? Quando haverá paz em algumas regiões, especialmente algumas regiões que estão sempre em conflito?

E vocês se questionam a respeito de Deus, “será que é vontade de Deus que homens e mulheres lutem uns contra os outros?” Será vontade de Deus que haja tanto drama sobre este assunto?

A vontade de DEUS


Muito lhes foi dito desde quando eram bem pequenos sobre a vontade de Deus; sempre que um animalzinho de estimação, ou um parente, ou amigo fazia a passagem de que era vontade de Deus e que eles haviam ido ter com Deus. E vocês se questionavam na época, qual seria a razão de Deus querer levar estes seres tão amados de vocês. E vocês diziam: - “Bem se foi vontade de Deus, não sei se este é o meu Deus, Não tenho certeza de querer que meu Deus tenha este tipo de vontade, isto não faz sentido para mim.” Muitos de vocês disseram isto. E muitos choraram para os céus, e quando diziam que era vontade de Deus, vocês pensavam:” que tipo de Deus teria esta vontade?” E hoje quando muitos irmãos e irmãs são incitados a deixarem seus corpos, vocês se questionam, será vontade de Deus?

Há alguns que sentem que seu Deus está certo, e que se há guerra é vontade de Deus e não importa o que eles vejam, eles sempre acreditam nisto e chamam de infiéis e incrédulos aos que assim não procedem. Então eles dirão: “ Sim, é vontade de Deus que eu vá ao mercado e exploda meu corpo e os corpos dos outros a minha volta também voltarão ao pó” , a aí vocês chegam ao mesmo ponto onde questionam – “qual é a vontade de Deus? Por que Deus, Se Deus Pai e Mãe são tão amorosos, por que iriam desejar tal drama?” E como conversamos muitas vezes antes, tudo que acontece serve para nos proporcionar sintonização com Deus e nosso eu mais profundo. E quando nos sintonizamos percebemos que o Pai e Eu somos UM, então tudo serve ao seu propósito.

A vontade Humana

Mas na verdade tudo isto é vontade humana, é sempre vontade humana permanecer no drama, é da vontade humana acreditar na dualidade, na separação, é vontade humana acreditar que as crenças dos outros são erradas e que podem ser ameaçadoras.

Como já falamos em conversas prévias, nos tempos antigos, havia o pensamento da criação, e a criação continua acontecendo sempre, algumas criações foram as mais maravilhosas, aquilo que vocês poderiam conceber como celestiais.

Muitas das suas encarnações, se é que se pode chamar assim, vocês tomaram forma em outras constelações e foram muito harmoniosas.

Mesmo em algumas encarnações que vocês tiveram sobre a nossa amada e sagrada Mãe Terra, vocês viveram em harmonia, em que havia paz , harmonia e como o céu na Terra, de tanta beleza que os circundava, beleza não somente da natureza, mas da expressão do amor entre todos os seres que tinham como prioridade a compreensão do amor divino expresso como amor humano.

Mas, no processo da criação surgiram muitas realidades dentro do processo de compreender: “O que mais posso criar?” A vida em alguns planetas em algumas constelações foi e ainda é muito amorosa. E vocês já viveram lá. Existe uma lembrança bem dentro de vocês de um lugar onde a vida era celebrada e vocês viviam em amor, e era tudo fácil, todos eram respeitados por serem energias vivas.

Vamos criar o drama

Outros planetas em outras constelações estavam vivendo em harmonia e paz e viram-se entediados, então, decidiram criar o drama. Que tal se jogarmos um pouco de sal e pimenta? Algumas mudanças climáticas, alguma separação, onde se possa ter o que você acredita e o que eu acredito.

Isto foi se desenrolando por éons de tempo, de muitas maneiras diferentes. E que vocês vêem hoje sobre a amada Mãe Terra são sementes de muitas diferentes estrelas, muitas outras constelações e planetas. É por isto que às vezes encontram pessoas com as quais sentem grande familiaridade, com as quais sabem de onde vieram, e às vezes encontram outras pessoas com as quais não se sentem bem e em harmonia.

Muitos dos que caminham hoje sobre o solo sagrado de nossa amada mãe Terra estão atuando com os últimos vestígios de lembranças de outras sementes estelares, de outros planetas estrelas, e eles partilham a crença coletiva desta realidade. Então eles atuam não totalmente conscientes, mas com alguma consciência, dizendo que há perigos, ameaças que alguém pode lhes fazer mal, então eles estão criando e desejando o drama.

Eles desejam saber, às vezes, conhecer seu próprio valor ao liberarem seus corpos. Eles sentem que há um propósito, talvez, vontade divina de que possam cumprir o propósito de permitir que suas vidas sejam dadas para que eles possam partilhar uma parte do drama. Então vocês olham, pensam e perguntam:- por que eles parecem crianças pequenas que estão brincando na caixa de areia, mas não o fazem harmoniosamente, uns com os outros, estão jogando a areia para cima e deixando cair como chuva sobre os outros, como em certos lugares da Terra onde estão caindo bombas nestes dias.
Divergências na criatividade

E vocês se perguntam: por que não podem ver isto de maneira diferente? É por que eles vieram do primeiro Pensamento (Thought) – Uma divergência no reino criativo onde alguns tinham prazer, achavam propósito e preenchimento no drama, no sofrimento. E quanto mais drama criavam mais e mais sentiam-se preenchidos.

A vontade de Deus não está separada da vontade dos homens, como já falamos muitas vezes, não existe separação. E recebam mais esta: A vontade dos homens é a vontade de Deus por que existe permissão e criatividade para a aventura. Muitos de vocês têm perguntado quando vêm as notícias na TV sobre os conflitos no mundo, aparecendo na consciência coletiva, por quê? O que posso fazer sobre isto?

Vocês podem reconhecer

Vocês podem reconhecer estas situações como vontades humanas, com a permissão do poder criador, conhecido como Deus. E pode ainda reconhecer que já que não existe separação, que sua visão de Paz é oferecida aqueles que querem recebê-la. Agora, alguns estão tão envolvidos na separação que não estão prontos para recebê-la. Mas, cada vez mais e mais, irmãos e irmãs que estão sobre a face da Sagrada Terra estão chegando ao ponto de estarem completos e prontos. Estão chegando ao ponto de sentirem que deve haver uma outra maneira.

Então, quando vocês se sentarem em seus momentos de quietude e, até nos de trabalho, quando vierem às suas mentes as imagens de pessoas sofrendo, visualizem-se envolvendo-os em seus braços e amando-os como crianças que são, e como divinos Christos que são. Deixem que isto ocorra a todos que vocês sintam que são receptivos.

Muitos dos que estão envolvidos pelo drama sentem como se não tivessem outra alternativa. E este é um aspecto importante que vocês devem colocar em suas visualizações que eles têm outras possibilidades para viver eles têm como fazer escolhas diferentes. Há sempre novas opções. Muitos acreditam que por pertencerem a grupos de crenças muito fechadas que eles devem seguir de acordo com a crença do grupo.

A escolha

Permitam que a idéia de livre escolha esteja escrito na testa, na sua própria testa, e projetem para fora de suas cabeças de que existe uma escolha diferente. Que eles podem parar por um momento e respirar por um momento e perceber que existe uma escolha que oferece uma oportunidade, aquela mesma que foi oferecida há 2010 anos atrás, para os que queriam ouvir uma nova mensagem. Há 2010 anos atrás o mundo estava no mesmo torvelinho em que vocês se encontram hoje.

Naquele tempo, havia os que estavam prontos e aguardando uma nova mensagem. Havia aqueles que estavam querendo aceitar a idéia de que talvez tivessem poder. E de que podiam escolher. Isto está acontecendo de novo nos dias de hoje. Há aqueles que querem seguir além daquilo que lhes foi mostrado como separação. E eles acreditam que pode haver querem algo melhor para eles.

Permitam-se doar ao mundo, em outras palavras, sejam como moedas de ouro, se houver necessidade de comida, agasalhos, medicamentos, água potável, percebam quais as necessidades e doem daquilo que vocês têm em abundância, quanto mais doarem, mais retornará a vocês.

Com o tempo estas áreas que estão em conflito atualmente, irão depor as armas, bombas e explosivos, e isto parece impossível agora, mas isto ocorrerá. E muitos começarão a se perguntar:- de que estrela você veio? De que planeta?

Sei que algumas vezes isto é perguntado de maneira depreciativa, rsrsrs, mas haverá um entendimento de que todos vocês, todas as formas de energia individual vieram de uma mesma fonte, para expressar e experienciar a vida em muitas diferentes formas. E o que está acontecendo sobre o seu planeta é um dos mais maravilhosos trabalhos de reconhecimento através das linhagens, da história, dos tesouros, de tudo que já foi vivido que tudo começou com um “pensamento”, e com o pensamento uma divergência deste pensamento e surgiu:- “O que poderemos Criar?”

Vocês são aqueles que podem espalhar a Luz, o Amor, a Alegria e a Verdade do que todos São. Que não há vontade de Deus para que irmão lutem contra irmãos. Esta é vontade dos homens. E que na verdade a vontade de Deus é a vontade do homem, por que em muitas extensões de Deus (o Pai) do poder divino criador, o homem, mulher ou criança pode a qualquer momento perceber que pode mudar seu desejo, sua idéia do que tem ou deve ser.

Não precisamos seguir o passado. A vida é o que estamos vivendo agora. Alguns estão vivendo através de idéias do que aconteceu no passado, em outros planetas, em outras galáxias, e nos sistemas de crenças praticados no passado. Você já viram isto acontecer em suas próprias vidas até que se questionaram, por que as crenças foram passando de gerações em gerações, mas podemos fazer diferente, podemos criar diferente.

Mas acontecerá no tempo certo, no tempo certo, que vocês se religarão com seus Eus Divinos, atingirão a iluminação e compreenderão que a vontade de Deus e a do Homem são uma só, e que vocês são muito poderosos.

Que assim seja!

- Jeshua ben Joseph (Jesus)
in expression through Judith
 
.....ooo00000ooo.....
Direitos Autorais 2007 Universidade Oakbridge. O material de Oakbridge é protegido por direitos autorais, mas gratuito para qualquer pessoa que queira usá-lo, contanto que os créditos apropriados sejam listados, incluindo o nosso endereço: www.oakbridge.org

Tradução: Vania de Moura Carvalho Mendes <mendesmcvania@hotmail.com>

Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Página|    |Voltar Menu Jesus/Yeshua - Judith|   |Voltar Home|