DECLARAÇÃO DO DISCURSO DO MUNDO
Uma mensagem de Jesus/Jeshua canalizada por Judith Coates
Segunda, 1 de outubro de 2007
 
Amados, eu gostaria de lhes falar agora sobre o estado do mundo. Vocês têm seus líderes que uma vez ao ano dão a Declaração do Discurso da União (mais conhecida como: ‘Mensagem Anual do Presidente ao Congresso’) no seu grupo geopolítico daqui. Vocês têm aqueles que lhes dão a Declaração do Discurso do Estado ou Discurso da Província. Vocês têm aqueles que lhes dão uma atualização de tempos em tempos mesmo nos seus empregos, uma declaração de como a empresa se encontra.

Mas deixem-nos falar sobre o estado do mundo. Agora, se ouvirem às notícias na sua mídia, eles têm os artistas mais maravilhosos. Eles lhes dão o drama do mundo. De vez em quando eles irão escorregar um pouco para aquilo que é Verdade – “V” maiúsculo – mas na maioria das vezes eles lhes darão as estórias da verdade com “v” minúsculo.

Ao ouvirem as notícias da mídia e aos programas, vocês têm discernimento de que elas têm certo preconceito quanto ao que sentem que alguns estão interessados em ouvir e quanto àquilo que irá chamar a atenção, e na maioria das vezes irão lhes oferecer a oportunidade de ter medo ou de se preparar para algum desastre.

Vocês também têm na sua internet aqueles que fazem profecias, que dizem para se cuidarem de certos acontecimentos em tais e tais datas e tal e tal hora. Isto é maravilhoso, pois se começarem a coletar todas as profecias que encontrarem na internet com as várias mensagens, irão descobrir que todos os dias e quase a cada hora há algo sendo profetizado para aquele dia e hora.

Então após um tempo, vocês começam a dizer: “Eu tenho que ver o que ressoa comigo. Eu tenho que ver o que é verdade para mim”, porque de outro modo irão correr para cá, para lá, e para todos os lados tentando se preparar para qualquer coisa que tiver sido profetizada.

Eu lhes asseguro que sempre estarão no lugar certo na hora certa e sempre serão cuidados. A divindade em vocês, o verdadeiro Eu de vocês, sabe onde necessitam estar em qualquer hora e o que estarão fazendo naquela hora.

Progresso

O estado do mundo, de acordo com suas notícias, é de caos. Eu ouvi alguns perguntando: “se esta época agora não é muito diferente de dois mil anos atrás quando você” – falando com Yeshua – “caminhava sobre a Terra, porque em dois mil anos nós não progredimos muito?”

Bem, na verdade, a consciência coletiva da humanidade progrediu, para vocês que atravessaram aquilo que vêem como o balanço do pêndulo que entrou em densidades ainda mais pesadas, conhecidas como a Era da Escuridão, e então saíram dela. Agora estão na virada dele para cima, indo a um lugar onde mais e mais irmãos e irmãs estão dizendo: “Eu estou cheio do caos, drama e desumanidade para com o homem, os animais e toda a vida. Estou cheio disto. Eu quero conhecer o céu na Terra; eu quero conhecer o respeito, a honra e o amor por cada um e todos da minha família, por mim mesmo, pela minha vila, pela minha tribo, pelo meu país. Eu quero conhecer a harmonia uma vez mais.

Tem havido uma evolução com o despertar, e isto irá continuar. Vocês estão descobrindo mais e mais escritos na sua web que dizem respeito a questões metafísicas, pensamentos além do físico, perguntando: “O que é a vida? Qual a finalidade da vida?”

Vocês têm mais e mais dos seus grupos coletivos religiosos / filosóficos perguntando não as questões usuais, mas indo além da velha maneira de pensar. Vocês têm de tempos em tempos rabis, pastores, ministros, e professores renegados que são um pouco radicais em relação às velhas doutrinas e começam a acreditar em coisas além daquilo que lhes foi ensinado.

Assim há um processo evolucionário que está acontecendo e, como vocês percebem, vocês estão encontrando mais e mais pessoas com quem podem falar e se sentir à vontade por onde andam na sua vida diária. O estado do mundo não é na verdade aquilo que as suas notícias da mídia retratam.

Uma economia global

Economicamente vocês estão se tornando naquilo que foi previsto de um modo idealístico e ainda não manifestado de maneira prática: uma economia global onde uns trabalham talvez numa parte da nossa mãe sagrada, a Terra, com outros que estão conectados agora pela sua tecnologia, e podem não sentar lado a lado no mesmo escritório, mas vocês sentam lado a lado ligados pela sua tecnologia.

A economia global, embora pareça estar nos estágios primários – e está, e há problemas com o crescimento dela como no crescimento de qualquer coisa quando ela se inicia – se refinará a si mesma com o tempo. Tem sido reconhecido que o bem estar deste grupo geopolítico depende do bem estar de outros grupos geopolíticos e que tudo está interligado, que os países não estão mais separados. Na verdade eles nunca estiveram, porque não há separação, mas havia um pensamento de que poderia haver isolamento e que a economia poderia ser mantida dentro das fronteiras de apenas um país.

Fronteiras são artificiais

Vocês vêem que mesmo as fronteiras – e há grandes controvérsias sobre as fronteiras agora, não apenas nesta área, mas também em partes de outros países, outros continentes, onde as fronteiras continuam mudando, e os que fazem os mapas se divertem com isso, porque o mapa que eles imprimem um ano no ano seguinte tem que ser mudado – as fronteiras de certos países ficam mudando, e tudo isto está bem, porque está chegando o momento quando alguns irão perceber a unidade. Eles irão se conscientizar da Unidade; que verdadeiramente, fronteiras são artificiais e temporárias. Elas são do mundo; elas são temporais. Sim, elas mudam, e não, eles não podem evitar que alguns fiquem amigos de outros na área da fronteira – economicamente já estão - o que foi previsto idealisticamente. Agora, as mudanças não virão sem algumas dores crescentes, e aquilo que estão assistindo agora são as dores crescentes daqueles que sentem que mantém o poder e a riqueza temporal, e não querem desistir.

Mas eles já são excedidos em números por aqueles chamados de visionários – em outras palavras – que podem ver além do curto prazo de tempo. Eles terão que lhes ouvir, pois vocês são os consumidores. Vocês são aqueles que ou promovem ou quebram os recordes de vendas deles e a economia deles. Desta forma vocês têm grande poder individual e coletivamente, pois têm grande poder de escolha.

Saúde mundial

Com relação à saúde mundial, vocês tiveram recentemente um filme documentário que mostrou um comparativo do cuidado da saúde neste grupo geopolítico comparado com o de outros países. E foi reconhecido em outros países que as pessoas têm que cuidar do organismo, e que isto é uma necessidade comum, não um presente apenas para aqueles que têm as moedas douradas, mas algo a que todos têm direito.

Onde quer que pareça existir a desigualdade de tratamento médico, isto novamente tem a finalidade de mostrar claramente aquilo que é desejado e o que parece ser manifestado. Novamente, vocês estão se movendo a um ponto onde haverá um grito, um aumento de homens/mulheres comuns pedindo que haja direitos para todos, não apenas para aqueles que têm as moedas douradas, mas direitos para cada um e todos os seres viventes serem cuidados do modo que acreditam que será bom para eles.

Agora, dois mil anos atrás quando caminhavam comigo, eu falei que a cura vem de dentro. Isto ainda é verdade, mas algumas vezes vocês precisam – ou ao menos pedem – a crença física conhecida como tecnologia ou farmacêutica; se vocês têm dor de cabeça, vocês se permitem a crença física de tomar um pequeno comprimido. Vocês acreditam que o comprimido vai ajudar na dor de cabeça, e porque acreditam, funciona.

Isto tem sido mostrado em muitos dos seus estudos que os médicos têm feito, que é a crença – não a substância em si; é a crença – que cura. Eles têm dado a um grupo pequenas pílulas brancas, algumas delas contêm uma substância, outras, contém outra substância. E eles disseram: “Isto vai ajudar na dor de cabeça”. Aqueles que acreditaram que vai ajudar na dor de cabeça, não importa qual a substância, a dor de cabeça foi embora.

Cada um e todos vocês conhecem aquilo que funciona para vocês e o que lhes é apropriado. Vocês não podem julgar os outros, porque não conhecem as circunstâncias do que eles acreditam ou do que lhes foi ensinado ou mesmo aquilo que eles sentem dentro do corpo.

Toda cura vem da fé

Toda cura vem da fé, do conhecimento interior. Todas as curas registradas nas suas Escrituras sagradas que aconteceram na minha presença, eu não fiz. Eu disse a eles: “Vocês podem fazer. Levantem, peguem suas camas e andem”. Em outras palavras: “Eu sei que podem fazer isto”. Porque eles desejavam pegar aquele sentimento e aquela fé, eles levantaram, pegaram a cama e foram embora, ou foram curadas, como chamam, de várias doenças. Eu, de mim mesmo, não fiz aquilo. Eu dei a eles o espaço onde poderiam acreditar neles mesmos e poderiam acreditar na totalidade do corpo. Se eles estavam num momento de desejo de agarrar o sentimento e dizer: “Ok, eu acredito”, milagres aconteceram; ao menos, eles foram chamados de milagres. Mas todos os milagres acontecem naturalmente. Eles vêm da fé no todo.

Assim, resumindo, a situação do seu mundo quanto aos assuntos de saúde e cuidado está, novamente, chegando a um ponto, através de algumas dores crescentes, de reconhecer que pode haver e haverá direito para todos os indivíduos e todos os seres terem o que servir as suas crenças para a cura.

Com relação à educação

A situação do mundo quando à educação e oportunidades educacionais é, novamente, um desafio dentro da dualidade. Em alguns grupos geopolíticos, a educação é vista como um privilégio de poucos. Em outros grupos é vista como um direito necessário a todos. Há o desafio do controle dentro de alguns dos grupos geopolíticos, sendo este grupo um daqueles bem desafiadores. Mas novamente, este controle está escorregando, perdendo sua força, e aqueles que estão ensinando estão começando a examinar o sistema.

Com esta verificação virá um novo entendimento do que é ensinar. Agora, ensinar é verdadeiramente relembrar. Eu lhes falei muitas vezes que eu não ensinei. Eu lhes dei o catalisador para a lembrança, mas verdadeiramente, eu não posso lhes ensinar nada que vocês já não saibam. Algumas vezes eu lhes dou um catalisador que dá início a uma linha de pensamentos, e vocês seguem esta linha de pensamentos e ela lhes leva a um lugar de lembrança onde dizem: “Oh, Jeshua me ensinou....” mas eu não lhes ensinei. Eu apenas lhes dei uma sugestão, e vocês a seguiram.

Toda verdadeira educação, ensinamento, vem de dentro, porque vocês sabem, profundamente dentro de vocês. Cada um e todos vocês sabem tudo que ele ou ela necessita saber para viver uma vida saudável, para viver a vida sagrada em harmonia e amando uns aos outros. Mais e mais crianças nascendo agora estão pedindo, chamando por sua ajuda para lembrar Quem eles são - e também para lhes ensinar a se lembrar de Quem vocês são, porque assim como o professor ensina, ele é ensinado.

A situação do mundo é a de um pouco de caos agora, ele está experienciando dores crescentes, e o mundo como conhecem está verdadeiramente se desenvolvendo porque alguns como vocês se importam. Vocês enviam seu amor, sua visão – que é poderosa – para outros lugares no mundo, e vocês sabem que não há separação. Vocês sentiram o coração puro, que são vocês, conseguindo curar outros através da orientação que lhes é dada. Permitam-se seguir a orientação de dar as moedas douradas para qualquer causa que lhes disser algo. Permitam-se estar em contato através da sua internet, que é o exemplo mais maravilhoso de verdadeira conexão. Permitam-se falar com pessoas em outros países através de e-mails e lhes dêem coragem.

Acreditem no bem. Permitam-se, se esta for sua orientação, fazer uma pequena mala com seus pertences e ir estar com os irmãos e irmãs em algum outro lugar e ajudar por algum tempo. Principalmente, tenham o coração aberto. Acreditem no bem, pois isto é verdadeiramente como a consciência coletiva cresce e se desenvolve: porque pessoas como vocês podem e irão acreditar no bem.

Permitam-se viver como se o mundo estivesse num estado de harmonia, num estado de bem-estar. Como pareceria viver, por um dia talvez, num mundo que está em harmonia, onde as pessoas podem olhar umas às outras e dizer: “Vocês não são meus inimigos. Você é minha irmã. Você é meu irmão. Eu lhes conheço. Esta não é a única vida que estivemos juntos. Venha, deixe-me abraçá-los”.

Permitam-se viver, ao menos um dia, como se o mundo estivesse em harmonia. Permitam-se saber que esta situação de desenvolvimento do mundo é possível, provável, e irá se manifestar – porque irá. Quanto mais e mais de vocês viverem como se isto já fosse verdade, isto trará a manifestação ainda mais rapidamente.

“O que Jesus faria?” Vocês têm estas palavras no seu mundo. Bem, eu lhes digo: “O que vocês fariam?” Amem, sirvam, lembrem. Lembrem Quem vocês são. Lembrem Quem os outros são. Amem e sirvam-nos do modo como a orientação vier a vocês, e saibam que a situação do mundo está verdadeiramente em muito melhores condições do que a sua mídia lhes conta.

Acreditem no futuro, que não está muito longe, num tempo quando a situação do mundo poderá ser conhecida e vivida em harmonia.

Que assim seja.

Jeshua ben Joseph (Jesus)
em expressão através de Judith
 
.....ooo00000ooo.....
Direitos Autorais 2007 Universidade Oakbridge. O material de Oakbridge é protegido por direitos autorais, mas gratuito para qualquer pessoa que queira usá-lo, contanto que os créditos apropriados sejam listados, incluindo o nosso endereço: www.oakbridge.org

Tradução: Liliana Bauermann – lilianab@sinos.net

Gostou! Indique para seus amigos.

|Topo da Página|    |Voltar Menu Jesus/Yeshua - Judith|   |Voltar Home|