O PAPEL DO ATIVISTA OBSERVADOR NA EVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA COLETIVA
Uma mensagem de Jesus/Jeshua, canalizada por Judith Coates.
2 de Outubro de 2012
 
Amados, estivemos falando das realidades, das dimensões, dos hologramas que vocês criam para si mesmos experienciarem. Estivemos falando de como vocês construíram nesta realidade, conceitos e caixas; caixas com etiquetas, onde sentiram, como uma consciência coletiva, que havia uma certeza, uma segurança dentro desta caixa, e, entretanto, ao mesmo tempo, vocês queriam pressionar os lados da caixa, porque sentiam que deveria haver algo mais.

Vocês estão em um espaço maravilhoso agora, onde estão atravessando a perspectiva da 3ª dimensão, porque compreendem a perspectiva do mundo, sabem o que os irmãos e irmãs estão sentindo. Vocês estiveram lá. Vocês mesmos a sentiram. E há muitas vezes em que vocês clamam aos céus, querendo ver que algo mudou. Então vocês respiram profundamente e atravessam para a 5ª dimensão, por um momento, na paz Divina do Todo.

Vocês estão ajudando muito na evolução da consciência coletiva. Pois a consciência coletiva tem, como uma entidade, uma alma. E esta alma está clamando por cura, assim como as almas individuais estão clamando por cura. A consciência coletiva está em um espaço agora onde está preparada para acolher uma nova perspectiva. E aqueles que estiverem dispostos, como vocês, a concluírem os velhos hologramas, estão promovendo uma nova perspectiva, onde a consciência coletiva está encontrando a sua voz e a sua cura.

Enquanto vocês estão permanecendo na ponte entre o pensamento da 3ª dimensão, que vocês conhecem tão bem, e a liberdade da 5ª dimensão, irão se perceber mais e mais no espaço do observador, o espaço onde podem ver e compreender do que se trata a 3ª dimensão – vocês a conhecem muito bem. Vocês participaram do roteiro, inúmeras, inúmeras e inúmeras vezes, e quando não estavam participando ativamente do roteiro, estavam nos bastidores esperando a próxima vez em que estariam no palco – e vocês conhecem a perspectiva da 5ª dimensão, o espaço que conhece a esperança, que conhece a visão sagrada e vocês vêem com maior clareza como tudo trabalha em conjunto para manifestar a divindade que foi esquecida por tanto tempo. E quando vocês estão no espaço do observador, idéias chegam até vocês, as quais vocês então trazem de volta e colocam em ação na perspectiva da 3ª dimensão, porque vocês têm uma visão mais ampla, uma maior compreensão de como as coisas se encaixam.

Então vocês se tornam o Ativista Observador – o que soa como uma contradição, e, entretanto, não é – porque vocês vêm do espaço do Observador, onde vocês pedem a visão sagrada, e então trazem as idéias deste espaço sagrado e as colocam em ação na 3ª dimensão, como ao dar ao outro as palavras de encorajamento, conselhos, expressando a sua verdade.

No próximo mês aproximadamente, haverá muitos atores representando os seus roteiros no palco. Vocês irão visualizar a partir da perspectiva da 5ª dimensão aquilo que sabem que pode ser, aquilo que lhes permite expressar a sua verdade e serem os ativistas na 3ª dimensão, unindo-se aos outros de mentes afins e dando abertamente a opinião sobre o que acreditam e o que sabem que pode ser, e o que sabem que será, porque haverá a evolução da consciência. Este é um dado. De repente haverá uma mudança que acontece na evolução, porque o suficiente da consciência coletiva despertou.

Com a sua perspectiva da 5ª dimensão, da visão sagrada, do espaço que conhece a clareza divina, vocês retornam para trabalhar na 3ª dimensão. Isto é porque, verdadeiramente, vocês encarnaram neste momento, para ser o Ativista Observador, para trazer uma nova perspectiva a um espaço que está clamando pelo salto evolutivo. A colheita está pronta. Em tempos passados parecia que a colheita era abundante, mas as ceifeiras eram poucas. Mas vocês estão encontrando mais e mais aqueles que estão preparados para ajudar na colheita, na evolução da consciência coletiva em uma nova perspectiva. Vocês concordaram que irão se unir novamente, e escreverão em sua rede, em seu papiro, em seu jornal, aquilo que precisa ser escrito. Vocês farão as chamadas telefônicas, e expressarão a sua verdade, individualmente e em grupos.

Pois saibam que acontecerá a evolução da consciência coletiva para a 5ª dimensão. Podem ter certeza disto. Alguns de vocês estiveram esperando, desejando, orando e então, ao mesmo tempo, pensando: “Mas não na minha existência.” E, no entanto, vocês estão muito próximos. O véu está afinando o tempo todo, e há mais e mais daqueles, tais como vocês, de mentes afins, que concluíram o holograma mais intrincado.

Vocês têm o auxílio para fazer as suas próprias conclusões. Vocês compreendem isto. Mas ao mesmo tempo isto não os mantém mudos. Vocês dão esperança, dão visão. Vocês a colocam lá fora, em frente daqueles que estão prestes a ter conhecimento de sua conclusão e se perguntando: “Para onde eu vou a partir daqui? Eu retorno ao que sempre conheci, ou avanço?” E na maioria das vezes eles nem mesmo colocam esta questão em palavras. Nem sequer isto é verbalizado.

Então vocês se aproximam e dizem: “Eu tenho esta visão. Sei que existirá, onde as pessoas viverão em harmonia e se respeitarão, porque nós somos do mesmo Criador, do mesmo princípio de Vida. Estamos vivos.” Se não puderem encontrar outro denominador comum, podem constatar que estão vivos, certo? E como o Observador, vocês trazem para a consciência da 3ª dimensão, uma nova perspectiva.

Agora, só porque vocês amam os outros, o que vocês fazem, e reconhecem a divindade deles, o que vocês fazem, e respeitam o que eles estão concluindo, não significa que vocês tenham de ir para um monastério em algum lugar, o que fizeram anteriormente em outras vidas, ou se retirarem para uma caverna nas montanhas e comungar com os mestres divinos, como fizeram em outras vidas, e aguardarem até que os outros estejam “prontos” para ouvir o que vocês têm a dizer. Nesta vida vocês concordaram em ser o Ativista Observador e expressarem a sua visão.

Ser um Ativista Observador é um dos papéis mais desafiadores para desempenhar, porque o ego separado irá lhes dizer: “Seria melhor não dizer isto. Você tentou isto antes e o que aconteceu? Você foi queimado na fogueira. O que aconteceu antes? A sua cabeça foi pedida.” Às vezes o ego separado subirá no palco e dirá: “Que direito você tem de sugerir tal idéia de que poderia haver harmonia? Aqueles que sempre viveram em grupos tinham que se defender. Foi sempre assim. Sempre houve um líder, alguém que iria nos guiar, dizer-nos para onde deveríamos ir, no que acreditar. Quem me dirá o que fazer e no que acreditar? Onde está a minha segurança?”

O ego separado lhes dará uma lista de problemas, desafios, ameaças, avisos de possíveis desastres. Levem estes questionamentos e avisos ao espaço da perspectiva da 5ª dimensão, respirem e digam: “O que foi, foi, mas isto não significa que ocorrerá no momento seguinte.” Vocês são livres, agora, de toda a bagagem do passado. Estão livres agora dos velhos sistemas de crenças e auto-imagens, de imagens do que os outros e do que o mundo tinha que ser. Se reivindicarem esta liberdade agora, amados, estarão livres, completamente livres.

Falamos muitas vezes neste ano, que haveria mudanças e transformações, algumas delas parecendo muito grandes e algumas pequenas. Saibam que o velho deve desaparecer, antes que o novo possa até mesmo ser contemplado.

Permitam-se esperar a mudança. Permitam-se acolher a mudança. Permitam-se estar no espaço da prontidão que vai imediatamente até a perspectiva da 5ª dimensão, a qualquer momento que algo novo chegue até vocês. Respirem profundamente e sigam até o espaço da visão sagrada. Então, como forem guiados, retornem a este espaço que ainda acredita em um determinado paradigma da crença coletiva, e se tornem o ativista com uma nova visão. Isto é o que está sendo solicitado a vocês. Agora é o momento.

Eu faria com vocês agora uma meditação. Eu faria com vocês agora o que é chamado de chegar a um lugar de paz. Então, permitam-se dar uma respiração profunda e que os olhos relaxem. Quando se sentirem tranqüilos, tragam à mente algo que aconteceu ou recentemente, ou no passado, talvez algo que a sua mídia lhes trouxe, talvez algo que um amigo lhes disse, talvez algo que o corpo tenha a lhes dizer. Permitam-se trazer à mente algo que tenha sido um ponto de interrogação, talvez uma parte de uma informação que vocês leram e se perguntaram: “Isto é verdade? E se isto for verdade, o que acontece agora?” Tragam isto à mente.

Então, tomem outra respiração profunda, expandam a mente ao espaço do Observador, o espaço que é tranqüilo e aberto, disposto e pronto para receber, disposto e pronto para ver a compreensão expandida. Observem o que estiveram contemplando e vejam se há energia nisto. Vejam se há cores que dancem ao redor disto. Vejam se é apenas parte de um todo maior.

Fiquem com esta questão e perguntem como se fossem um mestre: “Qual é a sua mensagem?”

Respirem profunda e tranquilamente. Permitam que este problema, esta questão lhes fale, tenham um diálogo e perguntem: “O que há mais a saber? Há algo que eu precise saber? Há algo que eu precise compreender?”

Ouçam. Sintam.

Qual é o sentimento?

O que isto lhes mostra?

Observem. Recebam.

Quando sentirem que isto está concluído, respirem profundamente para re-energizar o corpo. Muito lentamente, muito suavemente. Trazendo a informação, o sentimento, a visualização com vocês, ao retornarem a esta realidade. Se houver mais que gostariam de saber sobre a questão, o questionamento, vocês podem vir a este espaço, a qualquer momento e perguntar mais.

Então, como lhes for orientado, ajam. Se não precisarem tomar medidas, então permaneçam lá por algum tempo.

Amados, lembrem-se do espaço que é muito expansivo. Lembrem-se de ir até lá frequentemente, pois há mudanças próximas, algumas muito boas sobre as quais nem sempre ouvem em seu noticiário, porque eles adoram se concentrar nos dramas que parecem ser mais tentadores e relatar os problemas que podem fazer correr a sua adrenalina. Há mudanças que estão chegando eles lhes farão perguntas, porque vocês são o Ativista Observador, que irão a este espaço de visão sagrada e então a partir deste espaço de compreensão, sejam o ativista, para ajudar a guiar a evolução da consciência coletiva com a sua nova visão.

Que assim seja.

Jeshua ben Joseph (Jesus), expressando-se através de Judith Coates.
 
----.....---==II==----.....----
Direitos Autorais 2012 Universidade Oakbridge.

O material de Oakbridge é protegido por direitos autorais, mas gratuito para qualquer pessoa que queira usá-lo, contanto que os créditos apropriados sejam listados, incluindo o nosso endereço: www.oakbridge.org 


Traduzido por: Regina Drumond Chichorro – reginamadrumond@yahoo.com.br
Gostou! Indique para seus amigos.
 
IITopo da PaginaII - IIVoltar Menu Joshua JudithII - IIVoltar HomeII